Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Brasil é o campeão do lixo eletrônico entre os países emergentes

22 de fevereiro de 2010 1

A ONU divulgou nesta segunda-feira um relatório que aponta o Brasil como o país emergente que gera o maior volume de lixo eletrônico por habitante a cada ano. Este é o primeiro relatório sobre o tema.

A estimativa é de que, no mundo, 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são geradas por ano.

É claro que países desenvolvidos geram muito mais lixo. Só a Europa seria responsável por um quarto do total mundial. Mas o que a ONU alerta agora é para a explosão do fenômeno nos emergentes e a falta de capacidade para lidar com esse material.

O texto também aponta para o fato de o Brasil não ter nem estratégia para lidar com o fenômeno, e o tema sequer é prioridade para a indústria.

O Brasil é também o país emergente que mais toneladas de geladeiras abandona a cada ano por pessoa e um dos líderes em descartar celulares, TVs e impressoras.

O estudo foi realizado pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente (Pnuma).

Computadores
Por ano, o Brasil abandona 96,8 mil toneladas métricas de PCs. O volume só é inferior ao da China, com 300 mil toneladas. Mas, per capita, o Brasil é o líder.

Geladeiras
O país é o líder entre os emergentes, ao lado da China. É 0,4 quilo por pessoa ao ano. Em números absolutos, seriam 115 mil toneladas no Brasil, contra 495 mil na China.

Celulares
O Brasil gera 2,2 mil toneladas por ano e está, novamente, abaixo apenas da China.

TVs
Entre as economias emergentes, o Brasil é ainda o terceiro maior responsável por lixo de aparelhos de TV. É 0,7 quilo por pessoa ao ano, mesma taxa da China.

Boa notícia
A boa notícia é que o Brasil estaria no grupo de países mais preparados para enfrentar o desafio do lixo eletrônico.

Leia também:

Uma impressora não usa tinta nem papel

Meia tonelada de pilhas recolhidas nas escolas de Joinville

Comentários (1)

  • AN Verde » Blog Archive » Uma tonelada de pilhas e baterias velhas recolhida em seis meses diz: 7 de abril de 2010

    [...] Brasil é o campeão do lixo eletrônico entre os países emergentes [...]

Envie seu Comentário