Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

“KING KONG DIAMOND” é o novo CD da Comunidade Nin- Jitsu

28 de abril de 2015 0

comunidade1

Com 20 anos de carreira, a Comunidade Nin – Jitsu conseguiu se inovar misturando rock, rap, heavy metal, reggae, funk,  e outras tendências musicais. “Detetive”, o single de estreia, rendeu seu primeiro prêmio, o de melhor clipe independente no VMB, extinta premição da MTV Brasil. A música faz parte do álbum “Broncas Legais” (1999), que foi produzido por Edu K (DeFalla).

Dois álbuns ao vivo também fazem parte da discografia: um saiu em 2000, encartado na Revista Atlântida, e teve sua edição esgotada, o que motivou a gravadora Rock It!, de Dado Villa-Lobos, a fazer uma nova prensagem e disponibilizá-la nas lojas. Já o outro, “Ao Vivo no Opinião”, foi lançado em 2013 em CD e DVD e contou com a participação de Chorão (Charlie Brown Jr.), BNegão, Xis, Edu K (DeFalla), Serginho Moah (Papas da Língua), Lucas Silveira (Fresno) e Erick Endres.

FormatFactoryCNJ_credito Raul Krebs

“Dona da Boca” é a faixa que abre o sétimo álbum da banda, composto durante longos e divertidos encontros em estúdio e reforçando a amizade entre os integrantes: Mano Changes (voz), Fredi Chernobyl (guitarra), Nando Endres (baixo) e Cristiano Bertolucci (bateria). Erick Endres, rebento de Fredi, com 17 anos, acabou assumindo a inédita segunda guitarra em algumas faixas de KKD.

Trabalhado num conceito de “lado A, lado B”, o álbum segue com mais quatro faixas perfeitas pra descer até o chão: “Bonde do Cachorro Quente” é uma ironia à cultura da ostentação em ritmo de trap com heavy metal; “Diamantes Verdadeiros” faz uma declaração de amor à mulher no clássico estilo inventado pela banda, o miami bass com hard rock; “Moneypulator” é uma crítica à corrupção e conta com vocais especiais de Igor Endres, filho de Nando; e a sexy-romântica “Gata Sincera” é uma versão contemporânea dos antigos charms dos anos 90.

Fotos: Raul Krebs

Envie seu Comentário