Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vale a pena usar FGTS para abater saldo devedor de financiamento da casa própria

09 de agosto de 2010 48

No sábado, o Jornal Nacional mostrou em uma reportagem falando que é possível usar o saldo do FGTS, a cada dois anos, para abater o saldo devedor dos financiamentos habitacionais. Como eu já havia escrito sobre isso há uns dois anos na coluna A Varejo, no Diário de Santa Maria, acho que vale a pena voltar a falar sobre o assunto, até porque há milhares de pessoas que compraram a casa própria ultimamente.

Por experiência própria, digo que vale a pena, sim, usar o FGTS. Há duas opções: pegar o dinheiro do FGTS para abater o valor das prestações da casa própria do mesmo ano (se fizer agora, valeria para as prestações até dezembro) ou para abater o saldo devedor mesmo.

Para quem está muito apertado de dinheiro e pagando juros de cheque especial e cartão de crédito, uma saída é usar o FGTS para reduzir o valor da prestação dos próximos meses. Com isso, sobraria mais dinheiro para quitar as outras dívidas que têm juros altos.

Mas a melhor opção mesmo é abater o saldo devedor, pois reduzirá muito o prazo de pagamento do financiamento e o valor que você pagará em juros. Para você ter uma ideia de como reduz mesmo, vou citar um exemplo de quando financiei um apartamento, há uns seis anos, e usei o FGTS para abater o saldo devedor. Na época, o saldo estava em R$ 19,5 mil, e faltavam 19 anos para eu pagar o imóvel. Com apenas R$ 5 mil de FGTS e dinheiro próprio, a dívida baixou para R$ 14,5 mil, e o prazo de pagamento caiu para 11 anos e meio – ou seja, com esses R$ 5 mil dados no ato, paguei sete anos e meio do empréstimo ou 90 prestações. Na época, essas 90 prestações representavam o equivalente a R$ 21 mil.

E a vantagem é que, a cada dois anos, é possível sacar o FGTS para abater ou quitar o saldo devedor. Além disso, se você conseguir economizar um bom dinheiro até o final do ano, incluindo 13º, por exemplo, também pode usá-lo para abater o saldo devedor. É um ótimo negócio. Para abater, é preciso ter pelo menos o valor de 12 parcelas do financiamento.

CLIQUE AQUI E VEJA REGRAS DE USO DE FGTS ATUALIZADAS, DE 2012, E EXEMPLOS DE ABATIMENTO DO SALDO DEVEDOR

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO EM REPORTAGEM DO DIÁRIO


Comentários (48)

  • João diz: 30 de junho de 2011

    Olá Deni, boa tarde! Tenho uma dúvida.
    Tenho um financiamento habitacional na caixa, tenho 3 anos de FGTS, porém me disseram que é melhor juntar o FGTS para dar de entrada em um próximo imóvel, é verdade?

    RESPOSTA: Oi, João,
    só com essas informações, fica difícil fazer uma análise mais apurada. Mas lembre-se que o FGTS rende cerca de 0,25% ao mês de juros, se é que não está até menos. Esse dinheiro parado está rendendo menos que a inflação. Mas deixar o FGTS parado não chega a ser um problema, pois a função principal dele é ter essa garantia em caso de uma possível demissão.

    E o mais importante: vale muito a pena usar o FGTS para abater o saldo devedor, pois reduzirá bastante o prazo de pagamento e a quantidade que você pagará de juros no empréstimo. Seria importante saber o valor que você ainda tem no saldo devedor, quanto tem de FGTS e quando você pretenderia comprar um imóvel maior para dar uma dica. Uma sugestão é você falar com algum funcionário de confiança do setor de habitação do banco ou com um corretor de uma imobiliária, que pode te dar uma sugestão mais embasada. Até porque eu não sou especialista na área. Sei muitas coisas pela experiência de ter financiado e quitado dois imóveis (vendi o primeiro para comprar um maior) e pelas várias reportagens que já fiz sobre o assunto.
    Espero ter ajudado.
    Abraço,
    Deni

  • Cirlo diz: 6 de julho de 2011

    Olá.

    Tenho um imóvel financiado com minha esposa (conjunto). Tenho R$30.000,00 de dívida ainda e uma prestação de R$450,00. Temos R$15.000,00 de FGTS e gostaria de saber se podemos utilizar esse saldo para abater no financiamento e se também podemos utilizar o abatimento de parcelas simultaneamente (os dois benefícios juntos).

    RESPOSTA: Oi,Cirlo, eu acredito que sim, mas quem pode te dar certeza é o banco em que você fez o financiamento.
    Abraço,
    Deni

  • Waldemar Roberto diz: 2 de dezembro de 2011

    Olá,
    Financiei em 2011 um imóvel no valor de R$60.000,00, já paguei 5 parcelas do financiamento, minha prestação é de R$612,16, tenhoaproximadamente R$15.000,00 de FGTS, e gostaria de saber:
    1) Qual é a melhor opção:
    a) abater as prestações finais? ou;
    b) amortizar o valor principal financiado?
    2) Seu eu amortizar o valor principal ou abater as prestações finais, o valor das parcelas a serem pagas irão diminuir?
    Abraços
    Waldemar Roberto

    RESPOSTA: Oi,Waldemar,
    em princípio, é sempre melhor abater o valor do saldo devedor (ou valor principal financiado, como você diz). Nesse caso, o prazo de financiamento vai reduzir bastante. Ou seja, na prática, você irá pagar as prestações finais por um valor bem menor que R$ 612, pois não irá pagar os juros. Nesse caso, o valor atual das parcelas seguirá igual.

    Se você não usou o FGTS para financiar, em princípio, pode sacar o FGTS para quitar o saldo devedor. Mas é melhor checar no banco, pois achei estranho você ter financiado sem usar o FGTS.

    Se você precisa muito abater o valor atual das parcelas, pois está com as contas apertadas, pode, em princípio, usar o FGTS para abater o valor das parcelas só do ano corrente. Só que isso não vale a pena, pois o prazo do financiamento seguirá o mesmo, e os juros que você pagará também.

    LEMBRANDO: CADA CASO É UM CASO E SEMPRE É BOM CONSULTAR O BANCO SOBRE USO DE FGTS, POIS HÁ ALGUMAS REGRAS QUE LIMITAM O SAQUE E ALGUNS DETALHES PODEM TER MUDADO. SE O DONO ANTERIOR HAVIA USADO FGTS PARA QUITAR O IMÓVEL HÁ MENOS DE TRÊS ANOS, EM PRINCÍPIO, VOCÊ NÃO PODE USAR O FGTS AGORA. PRECISA RESPEITAR O PRAZO DE TRÊS ANOS PARA USAR DE NOVO.

  • fabio diz: 6 de janeiro de 2012

    muito legal essas informaçoes

  • karen diz: 23 de janeiro de 2012

    Boa tarde
    Tenho uma dúvida, financiei uma casa, paguei 20 prestações, o saldo devedor hoje é de 54.000,00, não pude utilizar o fgts na época pois tinha um outro imóvel em meu nome, hoje já vendi o imóvel e este já não está mais em meu nome. Tenho um saldo de fgts no valoe de 24.000,00, o que me aconselha fazer para reduzir o valor das parcelas que hoje é de 560,00?
    Obrigada pela atenção.

  • Davi diz: 14 de fevereiro de 2012

    Olá…Tenho uma dúvida…Tenho um financiamento e faltam 38.000 para quitar, financiei 17 anos, já paguei dois anos e meio, tenho 15.000 de fgts. Vale a pena abater agora ou espero ajuntar 20.000. Só amortizo os juros se abater no saldo devedor e não nas parcelas?!! abs

  • Francisco diz: 15 de fevereiro de 2012

    Olá,
    quando você diz abater o valor atual das parcelas, devo considerar que se eu tenho R$ 10.000,00 de FGTS e o valor da minha parcela for R$ 1.000,00, eu posso ir pagando as próximas dez parcelas com o dinheiro do fundo, desde que no mesmo ano?
    Abraço!

    RESPOSTA: Oi, Francisco,
    pelo que lembro, se encaixar-se em todas as regras de saque do dinheiro do FGTS, funciona assim: Se em um ano, você paga R$ 12 mil de prestações, você vai poder usar os R$ 10 mil do FGTS para fazer o abatimento. A partir daí, então, as próximas 12 parcelas ficarão no valor de aproximadamente R$ 166 (ou seja, os R$ 2 mil que faltaram ser pagos no ano divididos por 12 parcelas). Mas tem de levar em conta que tem as taxas também. Por isso, o valor pode ficar um pouco diferente.
    Mas lembre-se que, nesse caso, você vai continuar pagando os juros do saldo devedor.

    Por isso, reforço que vale muito mais a pena você usar o FGTS para quitar o saldo devedor, pois aí você economizará bastante dinheiro, pois deixará de pagar parte dos juros.

    Por exemplo: se você deve R$ 40 mil e faltam 15 anos para pagar. Nesse caso hipotético, se for abater R$ 10 mil do saldo, ele cairá para R$ 30 mil, e o prazo de pagamento deve cair de 15 anos para uns 10 a 12 anos, mais ou menos (pode ir no banco e pedir uma simulação para ver quantos anos restariam, exatamente, pois isso é só um exemplo baseado no que ocorreu comigo, quando fiz os abatimentos). Isso depende de cada caso e da taxa de juros.
    Imagine: se cair de 15 anos para 12 anos, por exemplo, seriam 36 parcelas de R$ 1 mil que você não precisará pagar mais. Ou seja, com R$ 10 mil dado no ato, à vista, você vai conseguir pagar o equivalente a R$ 36 mil se fosse ir pagando em 36 meses. Vale muito a pena. Agora, se você optar por abater as prestações do ano, não terá economia nenhuma, praticamente. Seguirá pagando todos os juros. Mas vale a pena se você estiver com as contas muito apertadas e no cheque especial.
    Uma alternativa pode ser pegar só uns R$ 3 mil a R$ 5 mil do FGTS para quitar as parcelas do ano, para ter um fôlego nas contas pessoais, e usar o resto para abater o saldo devedor. Acho que pode fazer isso. Tem de confirmar no banco.

    Abraço,
    Deni

  • marcelo diz: 23 de fevereiro de 2012

    ola deni ,estou financiando um imovel $80.000 tenho $43.000 no fundo que logo poderei utilisar vou pagar $925,00 por mes ,quando eu usar os $43.000 no saldo devedor o valor das parcelas tambem vão baixar. grato

  • Tainá diz: 27 de fevereiro de 2012

    Olá!
    Eu tenho um financiamento habitacional da caixa e pedi demissão do meu emprego. Tenho um saldo de R$ 4.000, 00 no FGTS.
    A minha dúvida é a seguinte: Mesmo tendo pedido demissão, eu poderei utilizar esse saldo para abater as parcelas do financiamento?
    Grata!

  • Rafael diz: 28 de fevereiro de 2012

    Olá , tem um dia mais adequado para fazer a amortização do saldo devedor ? Pois eu já ouvi falar que o melhor dia seria o dia do venc. da prestação isso confere ?

  • Eli Sanburg diz: 15 de abril de 2012

    Oi, Deni!

    Financiei 90 mil e usei o FGTS, meu gerente disse que após a emissão do habite-se, o que deve ocorrer ainda esse mês, eu so poderia usar o saldo do FGTS na amortização dos juros, como assim? Queria que o valor da prestação caisse para organizar melhor meus gastos, me dá uma luz?

    Abraço!
    Eli

    RESPOSTA: Oi, Eli,
    essas regras muito técnicas, eu não sei, pois a experiência que tenho do assunto é de ter financiado e quitado imóveis duas vezes e pelas várias reportagens que fiz sobre o assunto.
    Acho que o gerente está certo, pois uma das exigências para concessão de financiamentos, e ainda mais quando envolve empréstimos com recursos do FGTS, é que o imóvel esteja com toda a documentação em dia. Um dos principais documentos é o habite-se. Agora, o motivo do teu caso ser assim, especificamente, eu não sei.

    Abraço,
    Deni

  • juliana demiciano diz: 24 de abril de 2012

    fiz um financiamento de 12 mil com a costrucard e ja paguei 19 das 58 parcelas minha prestação é de 392 e gostaria de usar meu fgts para abater o saldo devedor o fgts é de 7 mil reais. será que eu conseguiria abater todo o resto do financiameto ou ao menos reduzir o valor das parcelas?

  • Alexandre Macário diz: 9 de maio de 2012

    Olá Deni,

    Minha esposa tem um imóvel financiado pela Caixa cujo saldo devedor deve ser em torno de R$ 75.000,00. Na ocasião não erámos casados legalmente, por isso o financiamento foi feito no nome dela, utilizando o MInha Casa MInha Vida. Hoje somos casados legalmente. Posso utilizar o meu saldo de FGTS para abater o saldo devedor?

  • marcio-levindo diz: 16 de maio de 2012

    tenho 3.100 reais de fgts compensa usar para abatimento do valor total do apartamento devo hoje 49 mil pra caixa.

    RESPOSTA: Oi, Marcio,
    compensa, sim. Só tem de ver com a caixa se você se encaixa nas regras para o saque do FGTS para usar no pagamento do saldo devedor do imóvel.

    Abraço,
    Deni

  • Rosilene diz: 4 de junho de 2012

    Olá Deni Como vai?
    Tenho um saldo devedor de R$ 144 mil, vou abater utilizando o FGTS mais recurso próprio R$ 15 mil, ficando um saldo devedor de R$ 129 mil, minhas contas estão ok e posso até pagar um valor maior do que a prestação que pago hoje R$ 1.590, minha dúvida é justamente está, com o abatimento do saldo devedor vai haver a diminuição do prazo e baixar da parcela, devo solicitar aumentar a parcela ou deixar mais baixa mesmo sobrando mais dinheiri para mim no mês fazendo um pé de meia para a proxima amortização

    RESPOSTA: Oi, Rosilene,
    pela experiência que tive em dois financiamentos, em que quitei antes do prazo, acho que o melhor a fazer é o seguinte: analisa qual quantia você pode pagar agora sem ficar com as finanças no limite. Se o salário está acabando todo o final de mês, reserva um valor para ter para alguma emergência ou imprevisto. Se estiver sobrando salário, não precisa reservar tanto.
    A partir disso, você pode dar R$ 15 mil ou um pouco menos para abater o saldo devedor. Com isso, você deve pagar o equivalente a 24 a 36 parcelas (só vendo com o banco para ter certeza de quantas parcelas serão abatidas. Eles fazem uma projeção, é só pedir). Pois se a parcela é de R$ 1.590, você gasta uns R$ 19 mil por ano com a prestação. Se der R$ 15 mil, estimo que vai conseguir pagar uns dois anos de prestações. Ou seja, pode cair de 15 para 13 anos, por exemplo. Fazendo isso, você vai economizar bastante.
    Dá uma olhada no boleto do banco e vê qual o valor que abate todos os meses. Se dos R$ 1.590, você paga, por exemplo, R$ 1 mil de juros e taxas (isso está escrito no boleto), o que você abate por mês daria R$ 590 (isso também é informado no boleto). Então, se você dividir R$ 15 mil por R$ 590, vai dar 25 parcelas abatidas, aproximadamente. Isso é um exemplo hipotético. Só olhando nos dados da tua fatura.

    Não aconselho a baixar o valor da prestação, só em último caso.
    Quem pode dar orientações mais precisas é o gerente do banco, pois vai poder conversar contigo e ver mais detalhes do teu caso. Essa dica é a partir das informações que você me passou.

    Abração e boa sorte,
    Deni

  • Junior diz: 7 de julho de 2012

    Oi Deni, parabéns pelo texto, muito melhor explicado que os dos bancos. Quero pedir a tua opinião em uma situação diferenciada. Bem, não tenho imóvel em meu nome e quero financiar um apto para aludar, o valor é de 110 mil, vou financiar 90 mil em 276 meses, que é o tempo que falta para eu ter 55 anos. A parcela inicia em 978,00. Eu tenho 20 mil de FGTS, e o apto que quero comprar pega 600 reias de aluguel. Quero saber se no meu caso que vou alugar é interessante pegar o FGTS para diminuir as parcelas e assim colocar menos dinheiro para dar a diferença do aluguel, ou é melhor abater o saldo devedor e diminuir o tempo. Calculei o tempo para uma futura complementação de renda depois dos 55 anos. Obrigado, aguardo seus comentários. Junior

  • julianagelatti diz: 30 de julho de 2012

    Olá!
    Estamos respondendo esse tipo de perguntas com novos posts. Em breve sua dúvida será respondida!
    Abraço

  • julianagelatti diz: 30 de julho de 2012

    Olá!
    Estamos respondendo esse tipo de perguntas com novos posts. A sua dúvida já foi respondida pelo Diário.
    Abraço

  • julianagelatti diz: 30 de julho de 2012

    Olá!
    Estamos respondendo as perguntas com novos posts. Em breve sua dúvida será respondida!
    Abraço

  • julianagelatti diz: 30 de julho de 2012

    Olá Deia, tudo bem?
    Estamos respondendo esse tipo de perguntas com novos posts. Em breve sua dúvida será respondida!
    Abraço

  • Rodrigo diz: 21 de agosto de 2012

    Boa Tarde Deni!

    Tenho uma dúvida, financiei um imóvel pelo Bradesco, na época, eufórico, típico “de marinheiro de primeira viagem”, fui dizendo sim para tudo. Nesse banco para formalizar o contrato de financiamento tive que abrir uma conta corrente com um limite para debitar as prestações subsequentes. Acontece que já pago embutido na parcela, Seguro Mensal, Taxa de Cobrança. E por manter a conta corrente pago também os encargos dessa conta. Será que consigo encerrar essa conta e pagar as prestações de outra forma, boleta credito na conta do Bradesco, etc.?

    Resposta: Olá, Rodrigo, tudo bem?
    De acordo com o Procon, a dívida e os contratos são foram firmados com um fornecedor que não é obrigado a negociar o pagamento de outra forma do contratado, pode haver a portabilidade dos contratos para outra instituição, porém antes do procedimento é importante que seja feito a análise das taxas e custo para tanto.
    Abraço, Juliana

  • MARCELO diz: 29 de agosto de 2012

    oi, boa tarde.
    tenho um financiamento imobiliario, meu vencimento e no dia 30, e queria mudar para o dia 03, mais o bando me informou que so poderia mudar de eu pagasse 2 prestaçoes no mesmo mes. isso e correto? o que eu devo fazer? to desesperado, todo mes pago com juro.
    OBRIGADO.

  • Márcio diz: 30 de agosto de 2012

    Sobre o abatimento do saldo, quando você diz que se economiza um determiando valor com base na multiplicação da “quantidade das parcelas abatidas do final” pelo “valor que você paga hoje” acredito não ser verdade, pois as parcelas do final são de valores “muito” menores do que as pagas no inicio do financiamento. Por isso a quantidade de parcelas abatidas é tão alta.

    De qualquer forma, é um ótimo artigo!

  • julianagelatti diz: 2 de setembro de 2012

    Oi Marcelo
    Estou pesquisando para responder a sua pergunta. Em breve publicaremos no blog. Fique atento.
    Abraço

  • edvaldo diz: 20 de setembro de 2012

    ola! vamos fazer 2 anos que financiamos nossa casa eu tenho apena 1 ano e meio de fgts e minha esposa tem mais de tres .é possivel usar apenas o fgts dela para abater augumas parcelas. o financiamento esta em ambos os nomes.

  • Antonio Arnaldo de Lima diz: 25 de setembro de 2012

    Tenho imóvel financiado e já quitado no Ceará. Posso usar FGTS para abater prestação de imóvel financiado no Paraná? É necessário comprovar algum período mínimo de residência??

  • alexandre ferreira da silva diz: 25 de outubro de 2012

    ola
    sair do emprego e fiquei com 1,500 de fgts bloqueado eu posso usalo como pagamento do imovel financiado

  • ADEMIR diz: 12 de dezembro de 2012

    TENHO UM SALDO DEVEDOR NA CAIXA DE 44MIL REAIS DE UMA CASA QUAL SERIA O DESCONTO PARA EU PAGAR TD DE UMA VEZ ERAO 300 PRESTACOES JA PAGUEI 24 PRESTACOES DE 330 REAIS

  • ADEMIR diz: 12 de dezembro de 2012

    HA ESQUECI DE DIZER Q MEU FINACIAMENTO E PELO PLANO MINHA CASA MINHA VIDA SERA Q COMPENSA QUITAR?

  • MARCELO diz: 25 de dezembro de 2012

    EU PEDI DEMISSÃO E FICOU RETIDO UM SALDO DO FGTS. EU QUERIA SABER SE POSSO UTILIZÁ-LO PARA PAGAR PRESTAÇÕES DA CAIXA.

    Resposta: Olá Marcelo. De acordo com a Caixa, você pode, sim, usar o FGTS retido para as prestações da casa própria.

  • ANDERSON LUIZ PORCINO diz: 5 de janeiro de 2013

    boa tarde, meu nome é anderson e gostaria de sanar uma duvida, eu financiei um imovel em 202.000,00 reais e vou pagar em 420 parcelas sendo o começo de 1900,00 reais, eu gostaria de diminuir o tempo das parcelas para 360 meses e gostaria de saber se com 15.000,00 Reais da pra saber quanto tempo eu diminuo em tempo e se esse é o melhor caminho.
    obrigado

  • Patricia diz: 10 de janeiro de 2013

    Tenho 25.000 de FGTS e pretendia usar para quitar meu imovel na entrega das chaves, o restante com recursos proprios.
    Porem a consultoria que está trabalhando em prol do financiamento (para quem precisar) me disse ontem que nao posso usar meu fgts, pois ja usei em 1998 para compra de um imovel, porem esse imovel está em nome de 3 pessoas , ou seja, tenho 1/3 desse imovel. Mesmo assim sou considerado promitente comprador proprietario e nao posso sacar meu fgts hoje?

    Resposta: Oi Patrícia. Veja abaixo a resposta da Caixa Econômica Federal:
    É permitida a utilização do FGTS por proprietário de fração de até 40% de um imóvel residencial. Logo, se você tem um terço do imóvel, pode usar o FGTS. Mesmo assim, a Caixa Econômica Federal alerta que cada caso deve ser analisado individualmente, e deverão ser apresentados documentos atualizados.
    Abraço, Juliana.

  • Gisela Xavier diz: 14 de janeiro de 2013

    Temos uma casa financiada pela Caixa e qu no financiamento foi usado o Fgts. Falta 2 mil para quitarmos. Quando fomos agora em janeiro/2013 vender o imóvel a Caixa Econômica não quis financiar para o rapaz que vai comprar alegando que o terreno onde ficam as três casas não tem 15 metros de frente. Como a Caixa pôde nos fiannciar e quitar a casa em outubro de 2012 e agora não pode financiar pela Caixa com utilização do Fgts do comprador?
    A casa era regularizada e agora é irregular?

    A quem devo recorrer?

    Obrigada.Aguardo

    Resposta: Olá, Gisela.
    Para usar o FGTS ou financiar com recursos deste, somente uma casa poderá existir no terreno, já que o financiamento é unifamiliar. O fato de existirem outras casas no mesmo terreno deve ser o fator impeditivo e não a metragem da área, de acordo com a Caixa.
    Abraço, Juliana

  • Fortunato Nery diz: 18 de janeiro de 2013

    boa tarde, meu nome é Fortunato gostaria de uma orientação, financiei um imovel acima do valor de 500.000,00 a dois anos passados e gostaria de amortizar a divida com uzo do FGTS. É possivel?? no caso de amortização o valor do imovel não é considerado??
    Obrigado.

    Resposta: Olá, Fortunato
    O limite do uso do FGTS, em qualquer tipo de utilização é de R$ 500.000,00 de avaliação do imóvel, quer seja para comprar, abater no saldo devedor ou diminuir o valor da prestação.
    Abraço, Juliana.

  • Rafael Felippe diz: 4 de fevereiro de 2013

    OLA!GOSTARIA DE SABER SE VALE APENA EU EU TODO FINAL DE ANO ABATER O SALDO DEVEDOR DE 95.000 COM 6.000 INCLUSO O FGTS ,JA QUE EU PAGO 935,00 AO MES .OQUE EU FAÇO ?

    Resposta: Olá, Rafael,
    Sacar o FGTS para amortizar o saldo devedor do financiamento, você só pode fazer a cada dois anos. Mas vale a pena, sim, quitar parte do saldo periodicamente. Assim você encurta cada vez mais o prazo do financiamento. Se não tiver tendo grandes dificuldades para pagar as prestações, essa é a melhor opção. Mas, se ocorrer algum imprevisto, você também pode usar o FGTS para abater parte da prestação. Só que assim você usa o fundo para pagar juros, o que só deve ser feito em emergências.
    Abraço, Juliana.

  • Rafael Felippe diz: 6 de fevereiro de 2013

    OLA !EU TENHO MAIS UMA DUVIDA ,SE EU AMORTIZAR COM 6.000,00 REAIS O SALDO DEVEDOR QUE ESTA NO VALOR DE 95.000,00 REAIS VAI FICAR COM 89.000,00 REAIS, MAIS NA ATUALIDADE EU PAGO 935,00,QUANTO EM MEDIA EU VOU PAGAR COM O JUROS DE 7.66 APOS EU DER 6.000,00.OBRIGADO PELA ATENÇAO E AGUARDO RESPOSTA.

    Resposta: Olá, Rafael
    Você tem duas alternativas ao pedir a amortização: reduzir o valor das parcelas e manter o tempo de pagamento, ou reduzir o tempo e manter (aproximadamente) o mesmo valor das parcelas. Você deve ir até a agência bancária que concedeu o financiamento e pedir para eles recalcularem as parcelas. São vários fatores que influenciam o cálculo final, só no banco mesmo para ver certinho.
    Abraço, Juliana

  • elidiano goncalves diz: 20 de fevereiro de 2013

    oi! tenho 6 anos de careteira assinada estou pensando em usar meu FGTS para amortisar o financiamento do meu imovel,mas queria saber,quando eu for demitido da empresa sem justa o valor dos 40% será dos 6anos ou da data da amortizacao da divida?

  • Andrezza Alves diz: 21 de fevereiro de 2013

    Olá,

    Minha dúvida é a seguinte:

    Temos um apartamento que foi adquirido pelo PAR (Programa de Arrendamento Residencial), mas como já temos mais de 5 anos fizemos a mudança de arrendatário pra mutuário pra que assim pudéssemos comprar outro na planta… mas não quitamos o primeiro AP.

    Agora compramos outro na planta, com entrega para 2015…

    As perguntas são:

    –> É verdade que não posso utilizar meu recurso do FGTS na entrada do financiamento do imóvel adquirido na planta, visto que tenho o primeiro imóvel que não está quitado?

    –> Se eu usar meu FGTS pra quitar o primeiro imóvel, quando for receber o segundo (daqui a dois anos e meio) posso utilizar novamente meu FGTS como parte da entrada do novo financiamento?

    –> Esse segundo imóvel, visto que quando compramos já estávamos casados e fizemos o contrato juntando as rendas… posso juntar meu FGTS com o do meu marido pra darmos como parte da entrada né?

  • Daniel diz: 22 de fevereiro de 2013

    Boa noite amigo. Tudo bem? Quero comprar um imóvel e tenho 20 mil de fgts e quero usá-lo na compra. O vendedor me informou que usou o ftgs para aquisição do imóvel a 4 anos atrás. Fiquei tranquilo. Mas ele acabou de me informar que ano passado usou mais um pouco do fgts dele para abater o saldo devedor. Como vou comprar o imóvel dele, fica a dúvida: poderei usar o meu fgts?

    Pois pelo que li em todos os tópicos, não há nada relacionado a minha pergunta. Pois se levar pelo que li, eu posso usar o fgts, pois o que ele usou para comprar o apartamento e é o que eu quero foi exatamente a 4 anos atrás. Não sei se esse abatimento que ele fez atrapalhará a minha compra.

    Aguardo uma resposta.

    Muito obrigado.

    Att.

    Daniel

  • julianagelatti diz: 22 de fevereiro de 2013

    As perguntas acima foram encaminhadas para a Caixa, assim que tiver a resposta, publicaremos um novo post.
    Abraço, Juliana.

  • PAULO SABINO diz: 8 de abril de 2013

    OLÁ, tenho um financiamento com a CEF DE UM IMOVEL DE 51 MIL REAIS, JA USEI O FGTS NO INICO HOJE TENHO 9.000,00 NOVE MIL REAIS NA CONTA QUAL SERIA A MELHOR FORMA PARA ABATIMENTO DA DIVIDA. OBRIGADO

    Resposta: Olá, Paulo
    Se você já usou o FGTS no começo do financiamento, deve esperar dois anos até poder resgatá-lo de novo. Se esse tempo já passou, pode optar por diminuir o tempo de financiamento, ou por reduzir o valor das parcelas. A primeira opção acaba se revertendo em uma economia maior, pois o valor pago em juros fica bem menor. Mas, se você estiver sentindo dificuldade em pagar as prestações, é melhor optar pela segunda, para não precisar se endividar em outra área.
    Abraço, Juliana.

  • Henrique diz: 11 de abril de 2013

    Olá,

    Atualmente tenho um saldo devedor de R$ 122.000,00, pago uma parcela de R$ 1400,00 e tenho cerca de R$ 20.000,00 no FGTS.
    Gostaria de saber se é melhor abater o valor da prestação ou no tempo do financiamento.
    Queria ter uma noção também de quanto abateria no valor da minha prestação caso eu optasse por essa opção.

    Desde já agradeço a atenção.
    Abraço

    Resposta: Olá, Henrique
    Isso depende da sua intenção em abater o saldo devedor usando o FGTS. Se você quer deixar o pagamento das parcelas mais fácil, barateando a prestação, pode fazer isso. Mas se não está sentindo dificuldade em pagar as parcelas, é melhor optar por diminuir o tempo. Vale lembrar que o cálculo dos juros leva em conta o tempo de pagamento, por isso esta opção é mais econômica.
    Mas, se o orçamento está apertado, opte pela primeira opção. Não adianta pagar menos juros no financiamento habitacional (cuja taxa de juros é a mais baixa do mercado) e se endividar em outra área.
    Para saber de quanto seria a sua economia, você deve ir a uma agência bancária e fazer a simulação. Cada caso é um caso e o cálculo é diferente para cada pessoa.
    Abraço, Juliana.

  • Uallas diz: 11 de abril de 2013

    Olá. Irei financiar 85000 reais para a compra de um imovel e pretendo quita-lo em torno de 6 anos (amortizando em torno de 30 mil a cada 2 anos). Qual prazo de financiamento devo escolher, 20 anos ou 35 anos (o máximo)??? No caso de 35 eu conseguirar poupar um valor a mais porem sei que o juros também ficara maior. Obrigado.

    Resposta: Olá, Uallas
    O seu raciocínio está certo. Se escolher 35 anos, a prestação será menor mas, enquanto estiver pagando as parcelas, a porção de juros será maior. O melhor, para lhe ajudar a decidir, é fazer uma simulação em uma agência bancária. Mesmo no site da Caixa, você consegue ver, de cada prestação, quanto corresponde à amortização, e que valor é pago em juros. Também deve levar em conta que, cada vez que for amortizar o saldo devedor, todo o financiamento é recalculado e você pode optar por diminuir o número de parcelas, ou manter o número de prestações, diminuindo o seu valor. Por isso, você poderá “mudar de ideia” a cada dois anos, em relação a essa opção, pelos 35 ou 20 anos.
    Abraço, Juliana.

  • Flavio Mendes Santiago diz: 30 de abril de 2013

    Olá, tenho um imovel financiado com saldo devedor de R$ 76.000,00 e parcelas de R$ 622,00 porém tenho apenas R$ 6.000,00 de FGTS, irá fazer muita diferença utilizar este valor para abater no saldo devedor, ou diminuir o valor das parcelas.
    Desde já agradeço a atenção.

    Resposta: Olá, Flavio
    O saldo devedor vai reduzir no mesmo valor, sendo que você poderá optar entre reduzir encargo mensal (R$ 622,00) mantendo o prazo restante; ou reduzir o prazo, mantendo o encargo mensal atual. Na segunda opção, a economia a longo prazo é maior, porque o valor pago em juros também diminui.
    Abraço, Juliana

  • gilson caetano diz: 14 de maio de 2013

    ola.observei essa reportagem e queria fazer uma pergunta; estou para pegar as chaves do meu apê em julho, será que antes de pegar as chaves conseguiria abater as parcelas com meu FGTS?

    Resposta: Olá, Gilson
    O FGTS somente poderá ser abatido no saldo devedor ou na prestação, após verificado pela Engenharia da CAIXA (100 % concluído) e com a matrícula junto ao Cartório de Imóveis individualizada,isto é a construtora já providenciou o Habite-se e CND INSS, segundo resposta enviada pela Caixa.
    Abraço, Juliana

  • Marcos Lara diz: 15 de maio de 2013

    quero fazer a amortização mas tenho medo de prejudicar numa futura venda, tem alguma restrição para vender o imóvel depois da amortização, pelo que já sei o futuro comprador não podera usar o FGTS dele, até completar 2 anos da minha amortização.
    Obrigado

    Resposta: Olá, Marcos
    De acordo com a Caixa Econômica Federal, um mesmo imóvel objeto de utilização de FGTS somente poderá ter nova utilização após três anos de intervalo. Então se você utilizar na amortização, este imóvel só poderá ser objeto de nova utilização após três anos.
    Abraço, Juliana

  • Adeilson Souza diz: 27 de maio de 2013

    Olá,

    Tenho financincimento da minha casa minha feito em 2009, em 2009 mesmo fiz um abatimento de 10 mil, porém lembro que o gerente disse que eu não poderia abater o saldo devedor somete as parcelas. Li o contrato mais não achei nada que falasse a respeito. Gostaria de abater 20 mil no saldo devedor e não reduzir o valor das parcelas. Sabe me informar se tem contratos minha casa minha vida que só fazem o abatimento do valor das parcelas e não fazem do saldo devedor ?

    Obrigado,
    Adeilson

    Resposta: Olá, Adeilson
    De acordo com a Caixa Econômica Federal, no momento que você efetuar uma amortização do saldo devedor que tem subsídio e financiamento, o abatimento vai ser proporcional ao saldo devedor e subsídio. É como se você devolvesse subsídio sem utilizar, você tem sempre que comparar as opções de reduzir encargo/reduzir prazo. Nas duas opções, vai abater o saldo devedor na mesma proporção de devolução de subsídio.
    Abraço, Juliana.

  • Rubens diz: 11 de junho de 2013

    Prezado,
    Gostaria de uma ajuda e orientação.
    Não pude usar inicialmente o FGTS pois o imovel foi avaliado acima dos 500mil.

    Segundo as regras do FGTS, após 2 anos de pagamento do financiamento, posso usar o FGTS para abater as parcelas.

    Pergunta01 – Após 2 anos, posso usar o FGTS para abater a dívida.

    Atualmente paguei 21 parcelas para a CEF e pretendo fazer portabilidade de crédito para o Banco do Brasil.

    Pergunta02 – Com a portabilidade de crédito, este prazo (21 parcelas) preserva-se ou o tempo começa a contar novamente para o limite dos 24 meses para usar o FGTS ?

    Pergunta03 – Lendo alguns post aqui, citas que o FGTS só pode ser usado para imoveis abaixo de 500mil, mas neste caso, a regra é apenas aquele aporte inicial ? Após o período de 2 anos, num é possível usar o FGTS para qualquer valor de imóvel ?

    Desde já agradeço o apoio.

    Resposta: Olá, Rubens
    Se o imóvel não estava enquadrado na assinatura para efeito de utilização do FGTS, sempre continuará sendo impedido de utilização, independente do agente financeiro que está como credor. Então, se não pode utilizar o FGTS na compra porque foi avaliado acima de R$ 500 mil, não vai poder amortizar saldo devedor, e também não vai poder abater nas prestações, segundo resposta enviada pela Caixa.
    Abraço, Juliana

Envie seu Comentário