Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "aviação"

Azul chega em bom momento

14 de outubro de 2013 0
Primeiro voo decolou de Santa Maria nesta segunda-feira, às 14h30min

Primeiro voo decolou de Santa Maria nesta segunda-feira, às 14h30min. Foto: Fernanda Ramos

O início da operação da Azul Linhas Aéreas tem tudo para dar certo, pois ocorre em um novo momento da cidade e da aviação regional. Há vários motivos para isso:

- Houve a ascensão da classe C e o aumento da renda da população em relação há 10 anos, quando outras companhias nacionais operaram em Santa Maria, mas pararam de voar devido ao número reduzido de passageiros;

- De lá para cá, viajar de avião passou a ser mais barato, muitas vezes, o preço chega a ser menor que de uma viagem de ônibus;

- As viagens de avião se tornaram mais populares nos últimos anos, deixando de ser exclusividade de pessoas de alta renda, e muita gente que nunca imaginou viajar de avião passou a ter essa oportunidade;

- Agora, a Azul colocará aviões maiores, de quase 70 lugares, que têm um custo por passageiro menor que o de aviões como o Brasília (30 lugares) e o LET-410 (19 lugares), que eram usados pela NHT, OceanAir, TAM e RioSul. Com a aeronave de 68 lugares, a Azul consegue oferecer passagens bem mais baratas que as que eram cobradas pela NHT (atual Brava).

Ou seja, a Azul chega em um novo momento, em que mais santa-marienses e moradores da região têm condições financeiras e o hábito de voar. E o mais importante: a companhia chega com preços realmente justos e competitivos. Pois de nada adianta ter gente interessada em voar se os preços forem altos, como ocorria com a NHT.

Claro que quem deixar para comprar passagens na última hora não encontrará preços baixos _ o mesmo ocorre com outras companhias aéreas. Vale parabenizar o esforço inédito, até então, da Cacism e da prefeitura em assumir e reformar o aeroporto, que era o mínimo que se esperava de quem busca o desenvolvimento da cidade.

Se a Azul terá sucesso na cidade, só o tempo dirá, pois é uma questão de oferta e procura – talvez o voo da madrugada devesse passar a ser diário para atender mais às necessidades dos usuários, mas a própria companhia terá de avaliar isso. O certo é que o êxito da companhia será importante para o futuro de Santa Maria, pois isso ajuda no desenvolvimento da economia e na atração de grandes eventos nacionais.

Deni Zolin

Brava inaugura nova linha em Santa Catarina

10 de julho de 2013 0

A empresa aérea Brava, ex-NHT, confirmou ontem que iniciará nos próximos 15 dias a operação de uma linha Navegantes – Chapecó. Os voos serão aos sábados e domingos, em horários ainda não divulgados pela empresa.
A comercialização dos bilhetes será feita através do site e do call center da empresa, que já opera, no Estado, linhas em Florianópolis, Lages, Concórdia, São Miguel do Oeste e Joaçaba _ além de Chapecó.
Por aqui, os voos seguirão, aos sábados, a rota Curitiba – Chapecó – Navegantes – Passo Fundo – Porto Alegre. Aos domingos, o roteiro é inverso.

A chegada de mais opções de voos a Navegantes, aos finais de semana, abre espaço para incrementar o turismo na região. Mas é importante que a as novas linhas venham, também, com incremento na infraestrutura aeroportuária. Em especial no que se refere aos equipamentos de segurança de voo. Só ontem, duas aeronaves precisaram ser redirecionadas a Florianópolis porque não havia condição de pouso em Navegantes.

O Sol Diário

Santa Maria, Rio Grande, Pelotas e outras cidades gaúchas podem ter voos para São Paulo

17 de setembro de 2012 11

Uma notícia aguardada há anos. A NHT Linhas Aéreas, comprada pelo grupo catarinense Acauã, pediu autorização à Agência Nacional de Aviação (Anac) para fazer um voo de Santa Maria a São Paulo, de segunda a sexta. O pedido é para início das operações a partir de 19 de novembro, mas depende do aval da Anac. Os voos serão com o avião turbohélice de 30 lugares Embraer 120 (Brasília).

A NHT, que passará a se chamar Brava Linhas Aéreas, também pediu para fazer os voos das linhas Rio Grande-Pelotas-São Paulo e ainda Uruguaiana-Concórdia (SC)-São Paulo, também de segunda a sexta-feira.

Segundo o empresário Jorge Barouki, que assumiu a NHT, na linha de Santa Maria, o avião viria cedo de Porto Alegre a Santa Maria e, às 7h20min, partiria a Santo Ângelo, seguindo até Guarulhos, em São Paulo. Às 17h, o avião sai de São Paulo, vai a Santo Ângelo e chega a Santa Maria às 20h. Os valores das passagens não foram divulgados. Desde 2003, Santa Maria não tem voos a São Paulo. Foi quando a OceanAir desistiu de voar aqui. Ela usava aviões Brasília.

A incógnita é o valor das passagens. O diretor de operações da NHT, Jeffrey Kerr, afirmou que a empresa está agora calculando qual será o custo das tarifas.

É difícil comparar, mas só para se ter uma ideia: numa pesquisa no site da Avianca, a viagem de Passo Fundo a São Paulo custa a partir de R$ 295, em compras com antecedência, mas aparecem também valores de R$ 325 a R$ 345. Se comprar perto do dia, o preço chega a ser de R$ 495. Vale lembrar que o avião é diferente.

A boa notícia foi confirmada a partir de uma informação do leitor Marlon Leite. Valeu!

Gol faz promoção com venda de passagens de volta a partir de R$ 1. TAM oferece até 90% de desconto

02 de março de 2012 0

Da noite desta sexta-feira até as 8h de segunda-feira, dia 5 de março, a Gol Linhas Aéreas fará promoção de venda de passagens de retorno com valores de R$ 1. Isso vale apenas para quem comprar ida e volta e não para todos os destinos.

Detalhes e regras em www.voegol.com.br.

Já a TAM lançou uma promoção semelhante, que vale até as 6h de segunda-feira, em que há passagens com 90% de desconto. No caso da TAM, são para viagens até 30 de abril.

Detalhes e regras em www.tam.com.br.

A falta de voos diretos de Santa Maria para São Paulo e a ideia de um novo aeroporto

30 de janeiro de 2012 18

Quando saiu a confirmação de que a Hyundai não viria para Santa Maria, alegando a distância da cidade com fornecedores de matérias-primas, outro assunto voltou à tona: a falta de voos diretos de Santa Maria para São Paulo. Leitores do Diário enviaram e-mail comentando isso, que a falta de voos diretos para o Centro do país dificulta a atração de grandes indústrias, como a Hyundai. Lideranças locais, como prefeitura, Agência de Desenvolvimento (Adesm), universidades e empresários, vêm se mobilizando pela ampliação do aeroporto local para poder receber voos de aviões maiores. É que o terminal de passageiros do aeroporto civil, junto à Base Aérea, teria capacidade para até 30 passageiros. Porém, não há como a cidade receber hoje voos de companhias como Gol e TAM.

Lideranças locais comentam que, apesar de o novo comandante da Base, David Alcoforado, apoiar o aeroporto civil, não sentem o mesmo apoio da Aeronáutica à ideia de ampliar o atual terminal de passageiros nem mesmo de liberar a pista da Base para receber pousos diários de aviões maiores. A pista até comporta aeronaves grandes, mas só para pousos eventuais, não para voos diários, pois isso colocaria em risco a estrutura da pista. Nem a presença do santa-mariense Nelson Jobim no Ministério da Defesa, nos últimos anos, foi suficiente para resolver o impasse. Talvez seja a hora dos deputados locais e do governador Tarso darem um apoio a essa necessidade de Santa Maria. É algo que já precisa ser planejado para tudo estar pronto nos próximos anos.

Porém, é preciso ter consciência que, a curto prazo, será difícil Santa Maria ter voos diretos a São Paulo, pois é preciso ter grande procura de passageiros para justificar o investimento de uma empresa. A NHT até pensa em comprar aviões maiores, mas sem data definida.

Ideia de novo aeroporto

Devido a essas dificuldades junto aos militares, já começa a ser cogitada, entre as lideranças locais, a hipótese de Santa Maria lutar pela construção de um novo aeroporto civil na cidade. Ele poderia ser construído ao lado da pista da Base ou perto dali. Porém, o custo é muito elevado. Ainda não está descartada a tentativa de ampliar o atual terminal. As lideranças locais dizem que vão retomar as tratativas para a solução desse problema. Será feito um estudo até da possível viabilidade do projeto de um novo aeroporto.

Outro estudo que pode ser feito para justificar a ampliação ou construção de um aeroporto é saber quantas pessoas da região e da Fronteira Oeste têm de ir a Porto Alegre para pegar voos para São Paulo e Rio. A partir disso, poderia se justificar a ampliação do aeroporto e até convencer companhias maiores a colocar voos de Santa Maria para o Sudeste.

NHT cancela todos os voos em função da nuvem de cinzas vulcânicas

09 de junho de 2011 0

A gaúcha NHT Linhas Aéreas, do grupo santa-mariense JMT, decidiu cancelar todos os voos no Rio Grande do Sul em função da nível de cinza vulcânica que está chegando ao Estado.

Ainda há aviões no ar, mas eles só irão encerrar as viagens e, depois, ficarão aguardando nova ordem. Um avião que partiria de Porto Alegre para Santa Maria, na noite desta quinta-feira, não vai decolar. Na manhã desta sexta-feira, a situação será reavaliada.

A Gol, a TAM, a Azul e a Webjet também cancelaram todos os voos domésticos e internacionais que partem do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Clique aqui e confira a cobertura ao vivo no Aeroporto Salgado Filho feita por ZH.com, com mais detalhes sobre a situação dos voos cancelados e reagendamentos.

NHT mantém voos, mas fará nova avaliação na manhã desta sexta-feira

09 de junho de 2011 0

A gaúcha NHT Linhas Aéreas diz que “está em estado de alerta” diante da chegada de uma nuvem de cinzas vulcânicas ao Estado. Agora, no final da tarde de quinta-feira, a NHT afirmou que mantém os voos normalmente, pois a nuvem só foi avistada nesta tarde por um caça da FAB em Bagé, onde a NHT não opera.

Porém, a companhia gaúcha afirma que, devido à possibilidade da chegada da nuvem de poeira à Capital na manhã desta sexta-feira, fará uma nova avaliação nas primeiras horas de sexta-feira, antes de os voos partirem. Há o risco de suspensão dos voos nesta sexta.

Já a Gol suspendeu todos os voos, internacionais e domésticos, que partem de Porto Alegre a partir da tarde desta quinta-feira.

NHT planeja comprar ou alugar dois aviões maiores para baratear a passagem

14 de maio de 2011 4

A NHT Linhas Aéreas confirma que, em breve, poderá comprar ou alugar dois aviões EMB-120, os populares Brasília, de 30 lugares. A decisão deve ser tomada daqui a dois meses, pois ainda estão sendo feitos estudos de viabilidade econômica. A intenção é que essas aeronaves façam as linhas de Porto Alegre para Santa Maria e para Pelotas, entre outras, que têm mais procura. Se isso ocorrer, as tarifas poderão baixar.

Há cerca de dois anos, a NHT vem fazendo estudos e análises para a compra de aeronaves maiores, já que os LET-410 têm somente 19 lugares, o que provoca uma certa limitação e acaba elevando o preço das passagens. A intenção é tentar aviões maiores para que a companhia possa oferecer tarifas mais baratas. Hoje, a passagem de Santa Maria a Porto Alegre, por exemplo, sai a partir de R$ 291, se comprada com 10 dias de antecedência. O preço normal é R$ 388.

Dos outros três aviões maiores que a NHT vinha analisando, de 50 a 70 lugares, dois deles foram praticamente descartados. O canadense Bombardier saiu dos planos porque não há estrutura de manutenção no Brasil. Já o Embraer 145, para 50 pessoas, foi excluído porque consome muito combustível e encareceria o preço da passagem. Ainda segue em análise o francês ATR, de 68 lugares, que tem oficinas de manutenção no Brasil e teria um gasto por passageiro mais baixo, permitindo passagens mais baratas. Os problemas são o custo elevado desse avião e a necessidade de ter bem mais passageiros nos voos. Segundo Reinaldo Herrmann, gerente geral do grupo JMT e da NHT, a intenção seria comprar uma avião desses para fazer uma linha como Santa Maria a São Paulo, com escala em uma cidade do interior de Santa Catarina ou Paraná. Porém, não há nada certo. Os estudos seguirão e poderá haver uma definição até o final deste ano.

Enquanto isso, uma alternativa mais barata, para as linhas aéreas mais curtas, poderá ser a compra ou o aluguel dos Brasília, que são usados (fabricados nos anos 80 ou 90, mas modernizados nos anos 2000) e estão sendo oferecidos por outras companhias. O Brasília é o mesmo avião que a Rio Sul usava para fazer a linha Santa Maria Porto Alegre há cerca de 10 anos.

NHT Linhas Aéreas nega estar à venda

04 de agosto de 2010 0

A NHT Linhas Aéreas, do grupo santa-mariense JMT, dono da Planalto Transportes, negou ontem que esteja à venda. A resposta da companhia gaúcha, com sede em Porto Alegre, foi dada depois que um grande jornal de circulação nacional publicou, na segunda-feira, a informação de que a empresa estaria aberta a negociações. Isso foi divulgado na coluna do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo. Ancelmo publicou em sua coluna que a NHT estaria à venda, mas sem citar sua fonte.

Ontem, bem-humorado, o diretor-presidente do JMT, Pedro Teixeira, negou de forma veemente que a NHT esteja sendo negociada e fez questão de dizer que a companhia aérea está em expansão e com crescimento no número de passageiros nos últimos dois meses. Ainda este ano, deve passar a voar também para o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro — a NHT já tinha horários para pousos e decolagens por lá e conseguiu agora um espaço para montar seu guichê. A empresa também quer incluir voos para outra cidade no interior paulista.

Segundo Teixeira, a compra de aviões de 50 ou 70 lugares ainda está sendo analisada e não há prazo para ser feita, pois há vários detalhes técnicos e financeiros a serem avaliados. Só depois disso haverá uma chance de serem implantados voos de Santa Maria para São Paulo, por exemplo, pois os seis aviões LET, de 19 lugares, não são adequados a viagens tão longas. A NHT está de olho em aeronaves da brasileira Embraer, da canadense Bombardier e da francesa ATR.