Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2013

Conheça a importância da fibra e saiba quais alimentos ingerir

31 de julho de 2013 6


Foto: Unilever

As fibras são uma grande aliada de quem busca qualidade de vida e deseja emagrecer. Só que elas não possuem valor nutricional. Isso quer dizer que, sozinhas, não poderão ser utilizadas como substitutas de refeições, apenas adicionadas aos alimentos.
Então, qual a vantagem de incluirmos fibras em nossa dieta? A nutricionista Geórgia Bachi explica que ela auxilia no transporte do colesterol para fora do nosso organismo, reduzindo o risco de doenças do coração e regulando a função intestinal.

Leia mais

TIPOS DE FIBRAS


Foto: Stock Photos , Divulgação

Fibras insolúveis - São aquelas incapazes de serem digeridas pelo organismo e chegam intactas ao intestino. Realizam uma espécie de limpeza, ajudando na eliminação das toxinas. Exemplos: trigo, vegetais, grãos e hortaliças.

Fibras solúveis – São aquelas que, em contato com a água, viram uma espécie de gel que dificulta a absorção da glicose da refeição. Da mesma forma, envolvem as partículas de gordura e de colesterol que são eliminadas nas fezes. Exemplo: frutas, leguminosas, aveia e cevada.

IMPORTÂNCIA DA ÁGUA
Junto com a fibra, a água estimulará o bom funcionamento do intestino, prevenindo doenças como a constipação e o câncer intestinal.


10 ALIMENTOS QUE CONTÊM BOAS QUANTIDADES DE FIBRA


Foto: Café Pilão

1 – Feijão
Muito comum e habitual na alimentação dos brasileiros. Além de ser rico em fibras, também possui boa quantidade de proteínas e ferro.


Foto: Unilever

2 – Grão-de-bico
Para quem não gosta ou não possui o habito de comer feijão, uma escolha interessante é incluir o grão-de-bico na dieta. Ele possui os nutrientes semelhantes ao do feijão, sendo também uma boa fonte de fibra.


Foto: Divulgação

3 – Macarrão integral
Alterar a massa tradicional pela versão integral é uma inteligente forma de inserir fibras em nossa dieta.


Foto: Divulgação

4 – Arroz integral
A versão integral é uma importante aliada para atingirmos as quantidades necessárias de fibra.


Foto: Heila Oliveira – Cozinha Nestlé

5 – Pão integral
Deve-se optar por aquele pão integral em que é possível verificar os grãos. Como não foram moídos e refinados, têm grandes quantidades de fibras.


Foto: Isabela

6 – Lentilha
Além de ser uma importante fonte de fibra, possui boas quantidades de ferro e minerais.


Foto: Rezkrr

7 – Aveia
Contém beta-glucana, um tipo específico de fibra com importante função de melhorar nosso sistema imunológico. Também apresenta uma boa mistura de fibra solúvel (o tipo que reduz o colesterol no sangue) e fibra insolúvel (que ajuda a manter a sua digestão em bom funcionamento).


Foto: stock.xchng

8 – Maçã
Possui um bom valor nutricional. Não devemos retirar a casca, apenas lavá-la. Caso contrário, perderemos a maioria dos nutrientes.


Foto: Lucas Amorelli

9 – Castanha
Além de fibras, possui boas fontes de gordura, muito importante para o correto funcionamento do nosso organismo.


Foto: Diego Redel

10 – Cevada
Famosa por ser matéria-prima da cerveja, é aliada da saúde do coração, pois contém beta-glucana, um tipo específico de fibra com importante função de melhorar nosso sistema imunológico.

DICA NA NUTRI
No momento da escolha dos alimentos no supermercado, verifique se a farinha integral ou o cereal predominante encontra-se em primeiro lugar na lista de ingredientes. Isso demonstrará que é um alimento rico em fibras.

Aprenda a fazer um bolo de frutas saudável

30 de julho de 2013 1


Foto: Divulgação

Para quem não abre mão de comer um docinho, mas se preocupa com a balança, um bolo de frutas com apenas 88 calorias por porção por ser uma boa pedida.

Segundo a nutricionista Leopoldina Takahashi, da Risa Restaurantes Empresariais, a receita – que tem rendimento de 12 porções -, é de fácil preparo e tem ingredientes saudáveis e de alta qualidade.

Leia mais

RECEITA

Ingredientes
4 fatias de pão integral em pequenos pedaços
150 ml de suco de maçã
2 ovos
3 ameixas secas em pedaços
100 g de maçã seca (desidratada) em pedaços
½ colher (chá) de noz-moscada
½ colher (sopa) de gengibre ralado
3 cravos-da-índia
1 colher (chá) de adoçante (stevia ou sucralose forno e fogão)
3 colheres (sopa) de damascos secos em pedaços pequenos
2 colheres (sopa) de uva passa preta sem sementes
2 colheres (sopa) de castanha do pará em pequenos pedaços
1 colher (chá) de fermento em pó
Margarina para untar
Frutas secas para decorar

Modo de preparo
No liquidificador, bata rapidamente o pão com o suco de maçã e os ovos até obter uma mistura cremosa. Junte as ameixas, a maçã, as especiarias e o adoçante. Bata por mais 1 minuto. Retire a massa do liquidificador, passe-a para uma vasilha grande e adicione os ingredientes restantes, colocando por último o fermento. Misture até os ingredientes ficarem bem incorporados a massa. Coloque a massa em uma forma alta, de buraco no meio, de 24 centímetros de diâmetro e untada com margarina. Asse em forno quente (200ºC), pré aquecido por 10 minutos. Abaixe o forno para moderado (180ºC) e continue assando por mais cerca de 30 minutos, coberto com papel-alumínio, ou até que, ao introduzir um palito, ele saia limpo. Retire do forno e deixe amornar para desenformar. Sirva decorado com frutas secas.

Informações nutricionais
- As fibras do pão integral dão sensação de saciedade por mais tempo e ainda ajudam no funcionamento do intestino. Elas também deixam o pão mais nutritivo em razão da presença de vitaminas do complexo B.
- O suco de maçã também tem vitaminas do complexo B e minerais que ajudam a melhorar o funcionamento do intestino, problemas na mele, além de melhorar o cansaço mental. Também contém antioxidantes que auxiliam na redução do colesterol.
- Os ovos são ricos em proteínas, além de ferro e cálcio.
- As ameixas secas auxiliam no funcionamento do intestino, a maçã seca tem efeito calmante e digestivo, a noz-moscada tem efeito anti-inflamatório, o gengibre auxilia na perda de peso e traz benefícios à garganta, o cravo é um analgésico natural e os damascos secos são fonte de minerais como cálcio e ferro e vitaminas A e B12.
- A uva passa preta sem sementes reduz a insônia, melhora problemas na pele, auxilia na redução do colesterol e na prevenção de doenças cardiovasculares.
- Já a castanha do pará, contribui para quadros depressivos.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

30 de julho de 2013 99


Foto: Reprodução

Você certamente já deve ter ouvido falar na goji berry. É a sensação do momento nas dietas. É uma fruta que cresce em arbustos e tem origem no sul da Europa e da Ásia (principalmente China, Mongólia e nas montanhas do Himalaia).

Leia mais

10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

A seguir, confira as dicas da nutricionista Bárbara Riboldi, da Clínica Nutrissoma.

Por que a goji berry faz tanto sucesso?
Ele se destaca por ter várias propriedades benéficas à saúde. É uma fruta rica em aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos insaturados, antioxidantes e polissacarídeos. É um pouco calórica: uma colher de sopa tem 50 calorias.

Por que ela é considerada um superalimento?
É o nome que se dá aos alimentos que têm uma incrível variedade de benefícios à saúde, que vão muito além do seu valor nutritivo. Esses alimentos normalmente contém uma combinação de ácidos graxos essenciais, fitoquímicos, antioxidantes e aminoácidos essenciais.
A goji berry possui uma grande quantidade de nutrientes antioxidantes. Por isso, é considerada um superalimento. Nela encontramos 18 aminoácidos, elevadas concentrações de vitamina A (beta-caroteno), B1, B2, B6 e vitamina E. É a fruta com maior quantidade de vitamina C (tem muito mais do que a laranja, por exemplo), ricas em ferro, polissacarídeos e fitoquímicos, sendo os destaques a luteína e zeaxantina.


Foto: Divulgação

10 benefícios da goji berry
1 - Rica em polissacarídeos, que impedem a absorção de patógenos intestinais (imunidade)
2 - Rica em vitaminas do complexo B que auxiliam na constituição de células protetoras (imunidade)
3 - Rica em arginina e glutamina, que auxiliam na liberação do hormônio do crescimento (interessante para quem quer ganhar massa magra)
4 – Potente estimulante, auxilia no aumento no nível de energia e na capacidade de concentração
5 – Pela ação estimulante, também pode ajudar na redução da fadiga e do estresse
6 – Sua ação antioxidante promete benefícios na prevenção de doenças cardiovasculares e diabetes
7 – Rica em fitoquímicos (carotenoide, zeaxantina, luteína e antocianina) que atuam como substâncias anticancerígenas
8 – Os carotenoides são substâncias que previnem o envelhecimento da pele
9 – A zeaxantina e a luteína são substâncias que atuam na proteção dos olhos
10 – Por conter triptofano, um precursor de serotonina, seu consumo está associado ao bom-humor, alegria e satisfação
11 – Pela presença de beta-sisterol, que tem ação anti-inflamatória, ajuda a equilibrar os níveis de colesterol

A fruta ajuda a emagrecer?
Até o momento não foram realizados estudos que comprovem um efeito emagrecedor da goji berry. Ela tem potente ação estimulante, pode auxiliar no estímulo à prática de atividades físicas e, consequentemente, causar emagrecimento.

Como podemos encontrar o goji no mercado?
Há três formas de encontrá-la: na forma in natura (por ser importada, é bem raro de encontrar nos mercados), desidratada (em lojas e empórios especializados em produtos naturais) e na forma de suplementos, em cápsulas ou em pó (em farmácias de manipulação).

Qual a variação mais indicada para incluir na dieta?
A fruta desidratada não apresenta perda de nutrientes, além de ter poucas calorias e ser de fácil consumo durante o dia. Muitos estudos têm demonstrado que o efeito de consumir um suplemento com os princípios ativos benéficos das frutas e vegetais não trazem o mesmo benefício do que consumir a fruta em si. Nela, encontramos um pool de nutrientes e substâncias benéficas, algumas ainda desconhecidas.


Foto: Caco Konzen

Qual a quantidade diária recomendada?
Duas colheres de sopa ao dia ou 150 ml de seu suco. Ela pode ser incluída no lugar de outra fruta, preferencialmente pela manhã.

Podes dar dicas de como consumir?
Podemos misturá-la a outras frutas, assim como a iogurtes, cereais, saladas ou batidas e sucos. Seu sabor é levemente amargo. Se consumido com iogurte, pode ser mais saboroso. Evite adicionar açúcar.

Existe alguma contraindicação?
Alguns estudos nos Estados Unidos apontaram que o consumo excessivo de chás com goji berry tem ação inibitória da warfarina (medicação utilizada para evitar trombose). Seu consumo não é recomendado para quem faz uso dessa medicação.
Supõe-se que alguma substância da fruta interaja com o P450 – local no fígado onde muitos medicamentos são metabolizados. Seu consumo não é indicado para quem faz uso de medicações importantes para o controle glicêmico e de pressão, por exemplo. Recomenda-se o consumo distante do uso das medicações diárias.

Superdica da nutri
Para aqueles que buscam incluir a fruta na sua alimentação, minha dica é inclui-la pela manhã ou antes de ir para academia.
Experimente: um iogurte natural desnatado + uma colher de sopa de goji berry + 1 colher de sopa de mel + 1 colher de sopa de granola + uma colher de sopa de linhaça ou chia. Fica uma delícia!

RECEITAS

1) Mousse de goji berry
Ingredientes
½ xícara de chá de goji berry desidratada
1 pote de iogurte natural desnatado
1 caixinha de creme de leite light
1 envelope de gelatina sem sabor
½ xícara de chá de leite desnatado
5 colheres de sopa de adoçante em pó para forno e fogão

Modo de preparo
Coloque a goji berry de molho em água morna por 30 minutos. Dissolva a gelatina em 300 ml de água morna, e misture a goji berry hidratado e 3 colheres do adoçante. Reserve.
Bata os demais ingredientes na batedeira até atingir uma mistura homogênea.
Distribua as duas misturas em camadas, em taças, deixe na geladeira por 2 horas. Sirva gelado.


Foto: Stock.Xchng

2) Chá de goji berry
Ingredientes
100 ml de água filtrada
1 colher de folhas para chá vermelho
2 colheres de chá de goji berry desidratadas secas

Modo de preparo
Leve a água para ferver. Em uma xícara junte o chá com as Goji berries, acrescente a água fervendo e deixe repousar de 3 a 5 minutos. Coe e sirva quente.

3) Salada de goji berry
Ingredientes
2 maçãs picadas
3 colheres de sopa de amêndoas em lâminas ou nozes picadas
1 colher de sopa de sementes de girassol
3 colheres de sopa de goji berry desidratadas
½ pote de iogurte natural desnatado

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes e manter na geladeira até a hora de servir.

>>VÍDEO: conheça as frutinhas goji berry, cranberry e mirtilo


__________________________________________________________

>> PASSO A PASSO 
Como receber as atualizações do Barra de Cereal no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Blog Barra de Cereal no programa TVCOM Tudo+

29 de julho de 2013 0

Confira cinco alimentos para evitar e diminuir a flacidez

29 de julho de 2013 4


Foto: Victoria’s Secret

A flacidez ocorre quando a pele ou os músculos perdem a sua tonicidade. Ela pode ser causada por diversos fatores, como genéticos e de maus hábitos no estilo de vida. Para tirar todas as dúvidas de vocês, o blog escalou a nutricionista Danielle Milhão.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

COMO REDUZIR
Sim. Para aquelas pessoas que já possuem flacidez em alguma parte do corpo (abdômen, coxas, culote ou glúteo), é possível diminuí-la através do aumento e definição da massa muscular e diminuição do percentual de gordura corporal. Isto se consegue com a inclusão da musculação na rotina e uma alimentação balanceada, adequada ao treinamento.

COMO EVITAR
É muito mais fácil evitar a flacidez do que combatê-la. Você pode evitá-la mantendo-se no peso adequado, evitando o efeito sanfona, e praticando a musculação na intensidade adequada ao seu biotipo, com uma dieta rica em proteínas, aminoácidos, vitaminas e minerais. Alguns tratamentos também estéticos auxiliam no processo.


Foto: Daniel Marenco

IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO E DA ALIMENTAÇÃO
Falta de exercícios e alimentação inadequada são consideradas as maiores causas para o aparecimento da flacidez. Isto porque quando as fibras musculares não são trabalhadas, elas fazem a musculatura toda perder o tônus, ficando com aparência indesejada, além de favorecer o aumento de gordura corporal e a perda de massa magra. Atenção: não adianta apenas emagrecer para reduzir ou evitar a flacidez, é necessário ganhar músculos.

COMO A ALIMENTAÇÃO INTERFERE
A alimentação pode deixar a pele e os músculos com mais tonicidade, através do fornecimento de nutrientes que estimulam a produção de colágeno, forneçam aminoácidos e também os deixem nutridos de vitaminas e minerais.


Foto: Júlio Cordeiro

CINCO ALIMENTOS RECOMENDADOS PARA QUEM QUER DEIXAR A PELE FIRME
- Carnes magras
- Aveia
- Sementes oleaginosas (castanhas, nozes e pistache)
- Acerola, goiaba, laranja
- Alguns suplementos nutricionais (como BCAA’s e proteínas)

O QUE ESSES ALIMENTOS PROPORCIONAM
As carnes magras são ricas em proteínas e aminoácidos, que estimulam a produção do colágeno. A aveia contém silício, um nutriente importantíssimo, que, associado às proteínas e à vitamina C das frutas citadas, irá definir e tonificar músculos e pele. Já os ômegas 3 e 6 das oleaginosas e peixes ativam o metabolismo, ajudando a eliminar gorduras. Os suplementos são interessantes do ponto de vista prático, e como um ponto de partida para quem necessita mudar radicalmente os hábitos.


Foto: Leticia Oberger

CINCO ALIMENTOS QUE IRÃO ATRASAR OS GANHOS
- Congelados (lasanha, noodles, pratos prontos)
- Biscoitos doces
- Pão branco
- Queijos amarelos
- Arroz branco

DE QUE FORMA ESSES ALIMENTOS PREJUDICAM OS GANHOS
Esses alimentos são ricos em amidos e gorduras ruins e pobres em nutrientes saudáveis. Se forem consumidos no dia-a-dia, prejudicam a definição muscular e aumentam o percentual de gordura no corpo.


Foto: Divulgação

COLÁGENO
O colágeno é uma proteína formada pelos aminoácidos glicina, prolina e lisina. Se tivermos uma alimentação rica em proteínas (peixes, frango, gado magra, ovos, cogumelos, leite), nosso corpo se encarregará de formar colágeno. Mas, para aquelas pessoas que consomem pouco destes alimentos, pode ser indicada a inclusão de um colágeno hidrolisado em pó na dieta.

SUPERDICA DA NUTRI
Para evitar ou reduzir a flacidez comece a incluir algum alimento fonte de proteínas em cada uma das refeições do seu dia. Por exemplo:
Café da manhã – Coloque um ovo no seu sanduíche.
Lanche da manhã –  Consuma um copo de leite ou iogurte com aveia.
Almoço - Todos os dias, inclua algum tipo de carne no seu prato.
Lanche da tarde – Aposte em uma vitamina com leite, frutas e um suplemento protéico em pó. Cai muito bem e sacia o apetite.
Jantar - Se você prefere um lanche, em vez de fazer uma refeição igual ao almoço, acrescente algum tipo de carne e cogumelos no seu sanduíche da noite.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook

Aprenda a fazer um suco para reforçar o sistema imunológico

28 de julho de 2013 8


Foto: Emilio Pedroso

A nutricionista Juliana Rocha, que acaba de voltar dos Estados Unidos, onde se formou chef de cozinha e instrutora de raw food (alimentação viva), preparou para vocês a receita de um suco para fortalecer o sistema imunológico.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

SUCO IMUNOLÓGICO

Ingredientes
1 copo de suco de laranja natural
Uma porção a gosto de gengibre
Espinafre
1 colher de chá de grânulos de pólen

BENEFÍCIOS
- Fonte de vitamina C, tem a capacidade de fortalecer o sistema imunológico e toda a função antioxidante do do nosso sistema.
- O espinafre, além de ser fonte cálcio e magnésio, é rico ainda em acido fólico importante para a função de defesa do nosso sistema imunológico e vias de inflamação.
- Chamo a atenção para o pólen, por ser um dos alimentos mais completos da natureza, aumenta a resistência, a força, a energia também sendo indicado para praticantes de atividade física, reduz a produção de histaminas no nosso corpo, melhorando a resposta a inúmeras alergias, em espacial as respiratórias

Quando tomar?
Nos dias de outono e inverno e sempre que mudar a estação.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook

Conheça sete benefícios do queijo cottage

27 de julho de 2013 1


Foto: Arquivo pessoal

O queijo cottage está presente na minha alimentação diariamente há anos. Costumo usá-lo para rechear um pão e até mesmo na elaboração de pratos. Pensando nisso, pedi para a nutricionista Larissa Signori dar dicas para vocês.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

Confiram:

COTTAGE
É um tipo de queijo elaborado com leite de vaca. Não é prensado, é apenas drenado, restando algum soro do leite ainda e, por isso, fica com a consistência cremosa com grumos.

COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL
A análise do Inmetro mostrou que o queijo cottage tem em 100g: 8,37g de lipídeos, 14,5g de proteínas, 3,3g de carboidratos, 70mg de calcio

POUCO CALÓRICO
Sim: 30 gramas tem em torno de 29kcal


Foto: Knorr

DIFERENÇA ENTRE COTTAGE E QUEIJO AMARELO
A diferença está no teor de gordura presente em cada tipo de queijo. Mussarela, parmesão, prato, lanche e outros tipos são, disparados, os que têm mais colesterol e gordura, enquanto o cottage e o requeijão cremoso têm menores índices.

SETE BENEFÍCIOS
1 – Pouco calórico
2 – Versátil, podendo ser utilizado de diversas formas na alimentação
3 – Tem baixo teor de colesterol
4 – Tem baixo teor de gordura
5 – Proteína de qualidade
6 – Rico em cálcio
7 – Baixo teor de sódio

QUANTIDADE DIÁRIA RECOMENDADA
Deve ser calculada dentro do plano individual de cada pessoa. Pode ser utilizado de diversas formas na alimentação.

COMO INCLUÍ-LO NA ALIMENTAÇÃO
Substituindo os queijos amarelos, já que seu consumo é muito mais saudável.

SUPERDICA DA NUTRI
Para os intolerantes a lactose, já existe no mercado a opção sem lactose.


Foto: Divulgação

RECEITAS

1)  Lasanha de beringela com queijo cottage

Ingredientes
2 berinjelas médias cortadas em tiras finas
noz-moscada moída a gosto sal a gosto
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1½ xícara (chá) de queijo cottage
3 colheres (sopa) de manjericão picado
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
4 tomates médios picados em cubos pequenos
1 dente de alho amassado
1 cebola média picada

Modo de preparo
Ligue o forno à temperatura média. Cozinhe as fatias de berinjela no vapor até ficarem “al dente”. Reserve a berinjela sobre um pano seco. Numa frigideira, refogue o alho, a cebola e os tomates em 1 colher (sopa) de azeite de oliva. Acrescente o manjericão, misture com cuidado e acerte o sal. Retire do fogo. Unte uma assadeira refratária (30 cm x 20 cm) com 1 colher (sopa) de azeite de oliva e monte camadas alternadas de berinjela, queijo cottage e o refogado de tomate. Por fim, polvilhe o parmesão misturado com a noz-moscada e regue com o azeite de oliva restante. Leve ao forno por 35 minutos, ou até a superfície dourar. Retire do forno e sirva quente ou fria. Rendimento: 8 porções.

2) Linguado ao cottage

Ingredientes
500 g de filé de linguado
1 colher e meia (chá) de sal
1 colher (sopa) de azeite
4 alhos-poró cortados em fatias
200 g de queijo tipo cottage
1 colher (chá) de pimenta-rosa

Modo de preparo
Tempere os filés com 1 colher (chá) de sal. Em uma frigideira ligeiramente untada, frite-os dos dois lados. Retire e coloque em uma travessa. Conserve quente. Em uma panela pequena, aqueça o azeite e refogue o alho-poró até murcharem. Junte o queijo tipo cottage, tempere com o sal restante e a pimenta, e espalhe sobre os filés reservados. Sirva em seguida.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook

Nutrólogo ensina como se livrar do inchaço

26 de julho de 2013 0


Foto: Divulgação

Enquanto alguns alimentos secam as gordurinhas, outros incham o corpo, aumentando barriga, pés e pernas, dando aquela sensação de corpo inchaço. Ele pode ser causado por uma má alimentação ou oscilação hormonal.

Mas esse probleminha de retenção de líquido pode ser resolvido com a mudança de hábitos alimentares.

- Por diversos fatores o mecanismo do corpo para de funcionar adequadamente e a água sai dos vasos sanguíneos em direção ao tecido subcutâneo, o que provoca o edema – explica o nutrólogo André Veinert, da Clínica Healthme.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

Os locais mais suscetíveis ao inchaço são pernas, tornozelos, pés, mãos e a barriga. Por isso, depois de comer você pode sofrer para colocar aquele “jeans” que tanto gosta.

- Quem sofre de retenção de líquido precisa mudar a alimentação e também investigar as causas. Qualquer inchaço pode apresentar uma causa que deve ser tratada e investigada adequadamente. O fator desencadeante pode ser desde problemas circulatórios, cardíacos, renais, hepáticos e hormonais como disfunções da tireoide, entre outros – afirma Veinert.

Será que eu tenho retenção? Faça um simples teste: “Pressione, com os dedos, algumas áreas como pernas, como a região anterior da perna (ou canela) e pés, e observe se forma um sulco ou depressão. No caso do edema, ficará a marca do dedo no local e demorará a voltar ao normal. Perceba, ainda, se seus pés incham muito a ponto de sapatos e meias ficarem apertados ao longo ou no final do dia, ou se amanhece com pálpebras ou rosto inchado”, sugere o nutrólogo.

VILÕES
Alimentos industrializados – São ricos em corantes, conservantes e sódio, que aumentam a retenção de líquidos pelo excesso de sódio e substâncias químicas. Refrigerantes são ricos em sódio e promovem retenção de líquidos.


Foto: Stock.xchng

Bebidas Alcoólicas - Interferem em alguns processos bioquímicos da glicose no sangue e na absorção de água pelos rins, aumentando o edema.

Alimentos pobres em fibras – Prejudicam a formação de bolo fecal (fezes) e a absorção de água. Este fator leva à constipação e retenção líquida. Só para se ter uma ideia, 75% do volume total das fezes é composto por água.

Frituras - Prejudicam o esvaziamento do estômago e, consequentemente, todo o processo de digestão, que inclui a absorção e eliminação de água pela urina e fezes, piorando o inchaço.

MOCINHOS


Foto: Divulgação

Atividade física - Auxilia na eliminação de líquidos, além de melhorar as funções do coração, pulmões e, consequentemente, dos rins. A prática auxilia muito na manutenção da boa circulação.

Alimentação saudável regular – Promove um bom funcionamento intestinal, com maior absorção de água pelas fezes e melhora do edema.

Manter boa hidratação – Auxiliam na manutenção e bom funcionamento de órgãos e sistemas, reduzindo o inchaço.

Acompanhamento Médico – É importante se consultar com o médico para controle do edema e verificar se realmente é um problema hormonal esporádico. “O hábito de consultar um médico regularmente ajuda a prevenir doenças e promover saúde”, alerta Veinert.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook

Aprenda a fazer um suco antienvelhecimento

25 de julho de 2013 1


Foto: Finn

A nutricionista Juliana Rocha preparou uma série de receitas de sucos para os leitores do blog. A dica de hoje é um suco antienvelhecimento.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

A nutricionista acaba de retornar dos Estados Unidos, onde se formou chef de cozinha e instrutora de raw food (alimentação viva). Confira o que ela preparou para vocês.

SUCO ANTIENVELHECIMENTO – SUCO VERMELHO

Ingredientes
Morangos
Amoras
Mirtilos
Goji berry
Água de coco
Banana

MODO DE PREPARO
Bata os ingredientes no liquidificador e sirva.

BENEFÍCIOS
- Equilibrar nossas defesas antioxidantes e neutralizar o excesso de radicais livres advindos do excesso de estresse, seja ele físico ou mental.
- E um suco fantástico para pele, prevenindo o envelhecimento graças as substâncias nutracêuticas encontradas nos pigmentos vermelhos, roxos e azuis das frutas vermelhas.
Chamo a atenção para o superalimento goji berries. E um frutinha tibetana que contém o maior poder antioxidante da natureza e ainda funciona como um tônico sexual. A água de coco e um hidratante hidroeletrolítico da natureza com um grande poder de hidratação celular.

Quando tomar?
É excelente para tomar antes durante e depois de todo o verão.

Saiba como incluir corretamente a granola na sua alimentação

25 de julho de 2013 7


Foto: Divulgação

Usada com moderação, a granola pode trazer benefícios para a nossa alimentação. Por isso, é muito importante prestarmos atenção na sua composição.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

Confira, a seguir, as dicas da nutricionista Marcele Policarpo.

O que é a granola?
A granola é uma mistura de cereais (fibra de trigo, aveia, linhaça, flocos de arroz), frutas secas, grãos, oleaginosas (castanha de caju e castanha-do-pará). Algumas ainda são compostas também por mel e açúcar mascavo.

Qual a composição nutricional da granola?
Carboidrato, lipídeos, fibras, vitaminas (A, B1, B2, B6, B9, B12 e C) e minerais (ferro, cálcio e zinco).

A granola é amiga da dieta?
Pode auxiliar na alimentação saudável quando utilizada juntamente com outro cereal que tenha baixa carga glicêmica (ex: aveia, chia). Justamente por ter alta carga glicêmica, ela não é indicada para ser ingerida sozinha e não deve ser consumida todos os dias.

Quais os benefícios da granola?
A granola, quando usada com moderação, traz benefícios à saúde. Por ser rica em fibras, auxiliando no bom funcionamento do intestino, e, por ter vitaminas e minerais, é considerada antioxidante, que ajuda no retardo do envelhecimento.

Qual é a variação mais saudável?
É importante que se preste atenção na composição da granola, pois existem muitas variações. As ideais são as com baixa quantidade de açúcar e com teor reduzido de calorias. E as que contenham oleaginosas e grãos mais saudáveis (aveia, linhaça) ao invés de flocos de milho e pedaços de chocolate, por exemplo.

Sete cuidados devemos tomar ao comprar e ao ingerir a granola
1) Prestar atenção na composição da granola (não pode, por exemplo, conter pedaços de chocolate)
2) Deve conter oleaginosas (nozes, castanha-do-pará)
3) Cuidar a quantidade de açúcar. Quanto menos, melhor
4) Não deve conter flocos de milho
5) Que o valor de fibras seja maior que o valor de gorduras
6) Que não contenha corantes em sua composição
7) Não exagerar nas quantidades diárias. Em excesso, poderá elevar gordura corporal.


Foto: Luís Fernando Belmonte

De que forma podemos incorporar a granola na nossa alimentação?
Pode ser utilizada 1 colher de sopa de granola com duas colheres de sopa de aveia no café da manhã. Muitas pessoas utilizam a granola no lanche pré-treino. Só que ela não é um bom alimento antes do treino, pois contém alta carga glicêmica. Para refeições de 30 minutos a uma hora antes do treino, o mais indicado é o alimento de baixa carga glicêmica, para manter a glicemia (açúcar do sangue) durante todo o treino, fornecendo energia até o final do exercício.

Quantidade diária?
Varia muito de indivíduo para indivíduo, mas de maneira geral, uma colher (sopa) por dia.

Contraindicação?
Celíacos não podem consumir por conter glúten e diabéticos por conter açúcar.

RECEITAS

1) Granola caseira

Ingredientes
1 xícara (chá) de aveia em flocos finos
3 colheres (sopa) de linhaça
½ xícara de maçã seca
½ xícara (chá) de açúcar mascavo
2 colheres (sopa) de castanhas picadas
2 colheres (sopa) de nozes
2 colheres (sopa) de uvas passas

Modo de preparo
Misture a aveia, o açúcar mascavo e a maçã seca. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até ficar torrado e crocante. Retirar do forno e acrescentar as uvas passas e as castanhas e nozes. Deixar esfriar.


Foto: Marcele Policarpo, Divulgação

2) Cupcake de granola

Ingredientes

Massa
3 ovos
2 xícaras de farinha integral
1 xícara e ½ de açúcar mascavo
2 bananas amassadas
½ xícara de mirtilo
4 col. (sopa) de óleo de coco
½ xícara de granola
¾ de xícara de leite desnatado
½ maçã ralada
1 colheres (sobremesa) de canela
1 colheres (sopa) de fermento
1 colheres (sopa) de bicarbonato

Cobertura
1 xícara de granola
5 nozes
5 castanhas-do-pará
2colheres (sopa) de açúcar mascavo
1 colheres (sobremesa) de canela
3 colheres (sopa) de mel

Modo de preparo
Disponha a massa em formas para cupcake, coloque por cima a cobertura e leve para assar em forno pré aquecido a 180° por aproximadamente 30 minutos.

SIGA O BLOG Barra de Cereal no Facebook