Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 10 setembro 2013

Nutricionista prepara duas receitas sem glúten, que favorecem o emagrecimento

10 de setembro de 2013 0

002c547d
Foto: Jucimar Milesi

Conferiu as dicas da nutricionista Denise Entrudo sobre a dieta sem glúten? A pedido do blog Barra de Cereal, ela preparou duas receitas sem glúten para vocês.

RECEITAS

1) Pão Sem Glúten
Ingredientes
4 colheres de semente de linhaça (marrom ou dourada)
3 colheres de óleo vegetal (girassol, soja, milho)
1 colher de sopa de óleo de coco virgem
1 xícara de água
1 ovo
1 colher de chá de sal marinho
2 colheres de açúcar demerara
1 xícara de polvilho doce ou cetim
1 xícara de amido de milho
1 xícara farinha de arroz
1 envelope de fermento biológico instantâneo

0066da85
Foto: Fritz e Frida

Modo de preparo
Bater no liquidificador a linhaça com o óleo, a água e o ovo até ficar uma mistura homogênea.
Em uma tigela, juntar a farinha de arroz, o polvilho, o amido de milho, o sal, o açúcar e o fermento, e misturar bem.
Juntar nesta mesma tigela, a massa batida pelo liquidificador e misturar bem até ficar uma massa homogênea.
Untar a forma, colocar a massa e deixar descansar por 20 a 30 minutos
Levar ao forno pré aquecido por 30 a 40minutos.
Assim que retirar do forno passar com o auxilio de um pincel um colher de chá de óleo de coco ou manteiga. Isto evita que a cobertura ser quebre no momento do corte.
Guardar este pão na geladeira e aquecer na hora de comer.
Serve até para fazer sanduíches.

BENEFÍCIOS
Rico em fibras e linhaças. Também é rico em gorduras de qualidade como a do coco, que é antifúngica e contém triglicerídeos de cadeia média, que são transformados em energia.

000a26c0
Foto: Mauro Vieira

2) Panqueca do bem sem glúten e sem lactose
Ingredientes
Massa
3 claras
1 gema
1 colher de chá de açúcar demerara
1 colher de sopa de farinha de coco orgânica ( essa é da Monama)
Bater todos os ingredientes no liquidificador e colocar na frigideira com um pouquinho de óleo de coco.

BENEFÍCIOS
Como possui fibras que melhoram a formação do bolo fecal, essa panqueca melhora o trânsito intestinal. O ideal é colocar entre as panquecas frutas picadas para aumentar os antioxidantes da dieta.

Dieta sem glúten ajuda a emagrecer, mas requer cuidados

10 de setembro de 2013 4

00746475
Foto: Tatiana Cavagnolli

A partir de sugestões de leitores, a nutricionista Denise Entrudo explica os prós e os contras da dieta que restringe o glúten. É uma proteína vegetal presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada, no malte, e em todos os produtos que utilizam um desses ingredientes em seu preparo. É o caso de bolos, pães, pizza e bebidas fermentadas como a cerveja.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Cinco motivos para consumir o chá verde, mas atenção aos cuidados
Conheça o alimento que promove uma verdadeira faxina no organismo
Confira cinco alimentos que ajudam a alcançar pernas bem torneadas
Conheça a raiz que ajuda a queimar gordura
Nutricionista dá dicas para se livrar da gordura localizada

A dieta que restringe o consumo de glúten favorece o emagrecimento?
Existem pessoas que dizem ter perdido peso ao evitar o consumo. Ao restringirmos o glúten, retiramos a maioria dos carboidratos da dieta e incluímos mais frutas e outros alimentos. De nada adianta ter uma dieta restrita ao glúten e continuar comendo alimentos gordurosos e sem glúten, como wafer sem glúten por exemplo.

Quando o paciente opta pela dieta, não come nenhum alimento que contém glúten? Nem nos finais de semana?
Quando o paciente busca fazer essa dieta ele deve saber que as restrições serão grandes. Para que haja resultado é preciso fazer no final de semana também assim como uma dieta normal para perda de peso.

É uma dieta saudável? Você costuma recomendá-la?
Hoje em dia temos muitos estudos dizendo que ela é boa e outros dizendo que não. Eu costumo recomendar quando sei que a pessoa está disposta às restrições ou quando ela é celíaca. Existem estudos que nos mostram que os alimentos com índice glicêmico maior têm um potencial inflamatório maior no organismo. E a maioria dos alimentos sem glúten tem o índice glicêmico maior. O ideal é que o paciente procure uma nutricionista para realmente saber o que está comendo. O paciente é sempre avaliado de uma forma individual.

Quais alimentos são proibidos?
Todos os produtos feitos com trigo (farinha, semolina, gérmen e farelo), aveia em flocos e farinha, centeio, cevada e malte.

0084ea08
Foto: Divulgação

Quais alimentos são permitidos?
Os produtos feito com arroz, batata, milho e mandioca.
Arroz - Farinha de arroz, creme de arroz, arrozina, arroz integral em pó e seus derivados.
Milho - Fubá, farinha, amido de milho (maisena), flocos, canjica e pipoca.
Batata - Fécula ou farinha.
Mandioca ou Aipim - Fécula ou farinha, como a tapioca, polvilho doce ou azedo.
Macarrão de cereais - Arroz, milho e mandioca.
Cará, inhame, araruta, sagú, trigo sarraceno.

007a26c2
Divulgação/Daniela Meira/Mais Você

Podes listar algumas das principais substituições?
Pães, bolos e biscoitos sem glúten, macarrão de arroz, milho e quinoa.

Quais os benefícios da dieta?
Existem estudos que relacionam a retirada do glúten com a prevenção e/ou melhora em sintomas para aqueles que sofrem da doença celíaca. O glúten pode estar associado com várias doenças extra-intestinais. Estudos vêm mostrando a grande relação de enfermidades autoimunes, dermatológicas, respiratórias, distúrbios neurológicos e endócrinos. Dentre elas, podemos destacar diabetes tipo 1, tireoidite, Síndrome de Sjögren, artrite, ataxia, depressão, epilepsia, neuropatia e dermatite herpetiforme.

pizzasemgluten
Maisena, Divulgação

Quais os cuidados?
O paciente não pode achar que, substituindo um alimento por outro sem glúten, vai perder peso. Isso só irá acontecer se a dieta for calculada para ele. E sempre ler o rótulo dos ingredientes e saber que irá gastar mais também ou terá que demandar um tempo maior para que prepare as suas refeições e alimentos.

Existe alguma contraindicação?
Não indicaria para aqueles pacientes com resistência à insulina ou diabetes do tipo 2 para que o índice glicêmico da dieta não aumente.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes