Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dieta sem glúten ajuda a emagrecer, mas requer cuidados

10 de setembro de 2013 4

00746475
Foto: Tatiana Cavagnolli

A partir de sugestões de leitores, a nutricionista Denise Entrudo explica os prós e os contras da dieta que restringe o glúten. É uma proteína vegetal presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada, no malte, e em todos os produtos que utilizam um desses ingredientes em seu preparo. É o caso de bolos, pães, pizza e bebidas fermentadas como a cerveja.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Cinco motivos para consumir o chá verde, mas atenção aos cuidados
Conheça o alimento que promove uma verdadeira faxina no organismo
Confira cinco alimentos que ajudam a alcançar pernas bem torneadas
Conheça a raiz que ajuda a queimar gordura
Nutricionista dá dicas para se livrar da gordura localizada

A dieta que restringe o consumo de glúten favorece o emagrecimento?
Existem pessoas que dizem ter perdido peso ao evitar o consumo. Ao restringirmos o glúten, retiramos a maioria dos carboidratos da dieta e incluímos mais frutas e outros alimentos. De nada adianta ter uma dieta restrita ao glúten e continuar comendo alimentos gordurosos e sem glúten, como wafer sem glúten por exemplo.

Quando o paciente opta pela dieta, não come nenhum alimento que contém glúten? Nem nos finais de semana?
Quando o paciente busca fazer essa dieta ele deve saber que as restrições serão grandes. Para que haja resultado é preciso fazer no final de semana também assim como uma dieta normal para perda de peso.

É uma dieta saudável? Você costuma recomendá-la?
Hoje em dia temos muitos estudos dizendo que ela é boa e outros dizendo que não. Eu costumo recomendar quando sei que a pessoa está disposta às restrições ou quando ela é celíaca. Existem estudos que nos mostram que os alimentos com índice glicêmico maior têm um potencial inflamatório maior no organismo. E a maioria dos alimentos sem glúten tem o índice glicêmico maior. O ideal é que o paciente procure uma nutricionista para realmente saber o que está comendo. O paciente é sempre avaliado de uma forma individual.

Quais alimentos são proibidos?
Todos os produtos feitos com trigo (farinha, semolina, gérmen e farelo), aveia em flocos e farinha, centeio, cevada e malte.

0084ea08
Foto: Divulgação

Quais alimentos são permitidos?
Os produtos feito com arroz, batata, milho e mandioca.
Arroz - Farinha de arroz, creme de arroz, arrozina, arroz integral em pó e seus derivados.
Milho - Fubá, farinha, amido de milho (maisena), flocos, canjica e pipoca.
Batata - Fécula ou farinha.
Mandioca ou Aipim - Fécula ou farinha, como a tapioca, polvilho doce ou azedo.
Macarrão de cereais - Arroz, milho e mandioca.
Cará, inhame, araruta, sagú, trigo sarraceno.

007a26c2
Divulgação/Daniela Meira/Mais Você

Podes listar algumas das principais substituições?
Pães, bolos e biscoitos sem glúten, macarrão de arroz, milho e quinoa.

Quais os benefícios da dieta?
Existem estudos que relacionam a retirada do glúten com a prevenção e/ou melhora em sintomas para aqueles que sofrem da doença celíaca. O glúten pode estar associado com várias doenças extra-intestinais. Estudos vêm mostrando a grande relação de enfermidades autoimunes, dermatológicas, respiratórias, distúrbios neurológicos e endócrinos. Dentre elas, podemos destacar diabetes tipo 1, tireoidite, Síndrome de Sjögren, artrite, ataxia, depressão, epilepsia, neuropatia e dermatite herpetiforme.

pizzasemgluten
Maisena, Divulgação

Quais os cuidados?
O paciente não pode achar que, substituindo um alimento por outro sem glúten, vai perder peso. Isso só irá acontecer se a dieta for calculada para ele. E sempre ler o rótulo dos ingredientes e saber que irá gastar mais também ou terá que demandar um tempo maior para que prepare as suas refeições e alimentos.

Existe alguma contraindicação?
Não indicaria para aqueles pacientes com resistência à insulina ou diabetes do tipo 2 para que o índice glicêmico da dieta não aumente.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Comentários (4)

  • Shirlei maia diz: 10 de setembro de 2013

    Gostaria de saber se uma pessoa sem problemas de glicemia pode adotar a dieta sem glúten? Há contra-indicações para seguir esta dieta?

  • TEREZINHA PERRI ZANIBONI diz: 7 de outubro de 2013

    GOSTARIA DE SABER SE ALGUÉM TEM DIABETE TIPO 2, O QUE ELA PODERIA FAZER PARA FAZER A DIETA SEM GLUTÉN, SEM PREJUDICAR O DIABETES TIPO 2, EXISTEM MUITOS PRODUTOS SEM GLUTÉN QUE POSSUEM ALTAS DOSES DE CARBOIDRATOS, QUE UM DIABÉTICO PROVAVELMENTE NÃO PODERIA CONSUMIR, PRECISARIA TER UM CARDÁPIO PARA ESSE TIPO DE PESSOAS, PODERIA ME AJUDAR NESSE CARDÁPIO? PODERIA ME ENVIAR POR EMAIL?

  • Marcos diz: 12 de outubro de 2013

    Terezinha: Acabei de ler o livro Barriga de Trigo de William Davis, que trata deste assunto. Caso você ainda não conheça o livro, sugiro que avalie a possibilidade de lê-lo.
    Eu gostei muito.

  • Thiago diz: 4 de novembro de 2013

    Apenas em caráter experimental, faz 2 semanas que aboli o glúten da minha vida. Apenas exclui-lo não seria suficiente para a perda de peso, logo, implementei toda uma nova estrutura alimentar, dando grande valor às frutas, aos legumes e às verduras.

    Como corredor, amador, exagerava nos biscoitos de água e sal, pães e massas, mas descobri novas maneiras de conseguir a quantidade necessária de carboidratos para os meus treinos.

    Infelizmente, uma lesão no pé me impede de treinar, coincidentemente, nas últimas duas semanas. O resultado: emagreci 4,5 kg.

    Acompanhamento de um(a) nutricionista é fundamental. Evitem esses dietas de revista, por favor!

Envie seu Comentário