Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de outubro 2013

Você sabia que comer devagar ajuda no emagrecimento?

31 de outubro de 2013 0

0083d2e0
Foto: Vivi Vridi

Desde pequenos costumamos ouvir nossos pais dizendo:
– Come devagar, fulano.
E eles tinham e ainda têm razão.
Você sabia que a mastigação correta ajuda até na perda de peso. Segundo a nutricionista Fabíola Frezza Andriola, ingerimos uma quantidade menor de alimento quando comemos corretamente. 

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem conferir as dicas:

Qual a importância de se comer devagar?
- A mastigação consiste na ação de morder, triturar e mastigar os alimentos, transformando-os em partículas cada vez menores, preparando-as para a deglutição e a digestão. A mastigação eficiente é o princípio para uma boa nutrição.
- O comer devagar é um fundamental para uma mastigação eficiente.
- Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o processo de digestão dos alimentos começa já na boca, quando o alimento entra em contato com a nossa saliva, que é rica em enzimas e ácidos digestivos.
- Um exemplo disto, é a digestão dos carboidratos (pães, massas e bolos), os quais já iniciam sua quebra (hidrólise) na boca quando entram em contato com a enzima chamada de amilase salivar.
- Se o alimento permanecer muito pouco tempo na boca e ser deglutido com pedaços muito inteiros, no estômago ele terá mais dificuldade de ser digerido e poderá causar sensações desagradáveis, como inchaço e flatulências, devido a fermentação.

0056bf15

O que ocorre quando comemos rápido demais?
A mastigação é o primeiro sinal que enviamos ao nosso cérebro para que ele identifique que iniciamos uma refeição.
Os primeiro sinais de saciedade chegam ao nosso cérebro aproximadamente 15 minutos após o início da refeição. Então, se a mastigação ocorre de uma forma muito rápida, não dá tempo do cérebro se sentir saciado e comemos até que o estômago fique cheio. Quem deve indicar o momento para cessar a refeição é nosso cérebro e não o nosso estômago.

É verdade que comer devagar facilita a perda de peso? Ficamos mais saciados? Por quê?
Quando comemos vagarosamente, saboreando e mastigando o alimento até ele ficar completamente pastoso em nossa boca, normalmente nos saciamos com a metade da porção ingerida usualmente. Desta forma, ajudando na perda de peso para que ela ocorra gradualmente, não por passar fome ou restringir de forma exagerada a quantidade dos alimentos, mas sim por não necessitar de uma quantidade tão grande comida como antes. A pessoa passa a não repetir o prato não por que não pode, mas sim por que não sente a necessidade por já estar saciado.

008a861d
Foto: Éric B

Oito benefícios quando se come devagar
1 – A digestão de torna mais eficiente - Comer devagar faz com que haja uma maior produção de enzimas e ácidos que iniciam o processo de digestão dos alimento já na boca, e quando previamente digeridos. fica mais fácil esse processo ter continuidade no estômago e intestinos.

2 – Melhora a absorção dos nutrientes - Com partículas menores sendo digeridas, fica mais fácil ocorrer a absorção do nutrientes no intestino.

3 – Ficamos mais saciados com menor quantidade de comida - Como o sinal da saciedade demora para o cérebro identificar, quanto mais tempo levar nossa refeição, mais saciados ficamos.

4 – Sentimos mais o sabor dos alimentos - O comer devagar faz com que não só comamos os alimentos, mas sim saboreemos. Sentir mais o sabor, sua textura, temperatura, isso faz com que sintamos mais prazer em cada refeição.

5 – Ficamos mais tempo sentados à mesa - A refeição além de ser um momento de repor as energias, tem conotação social. Quando comemos devagar aproveitamos mais esse momento de prazer. Se comemos rápido e com pressa, normalmente esse momento se torna uma tortura e não um prazer.

6 – Melhora do trânsito intestinal - Quando os alimentos são deglutidos já em processo de digestão, em partículas pequenas, a parte digestiva dos intestinos se torna mais eficaz. Além disso, o comer rápido faz com que haja deglutição de ar junto aos alimentos, o que poderá causar flatulência e desconforto abdominal.

7 – Não sentimos sede durante a refeição - Ao comer devagar há produção de saliva suficiente para umedecer o bolo alimentar e com isso não sentimos tanta sede durante a refeição.

8 – Estimula o autocontrole e desenvolve a paciência - No momento que você presta mais atenção em cada garfada de comida e tem o controle da velocidade entre uma bocada e outra, fica mais fácil de ter também o autocontrole nas escolhas alimentares. A paciência de mastigar bem os alimentos também pode ser direcionada para a paciência que é importante em um processo de emagrecimento, onde a perda de peso ocorre de forma gradual e lenta.

00964c43
Foto: Arthur Coelho Pires

Qual é a maneira correta de se mastigar os alimentos?
Não existe uma regra padrão para a mastigação correta. Durante o processo de mastigação é importante prestar atenção em alguns aspectos como a textura do alimento se transformando em nossa boca, o sinal de que um alimento está pronto a ser deglutido é quando ele se apresenta de forma pastosa em nossa boca.
Importante também é incentivar a mastigação bilateral, ou seja, deixar o alimento “rolar” pela boca, de um lado para o outro, afinal, é na língua que sentimos o sabor dos alimentos, então o alimento deve entrar em contato com ela.

Tem um número de vezes em que um alimento deve ser mastigado?
Para mim não se deveria contar um número exato de vezes a ser mastigados os alimento, mas sim prestar mais atenção no ato de comer. Cada alimento tem uma necessidade específica de mastigação. É muito diferente o processo de mastigação de uma carne assada (nosso famoso churrasco) de um purê de batata, por exemplo. O segredo é estar atento a cada alimento em sua boca.

002cb71c
Foto: Divulgação

Reservar período/local para fazer as refeições ajuda? Por quê?
Quando sentamos em um local calmo e tranquilo para fazer nossa refeição, naturalmente prestamos mais atenção a ela. Se além disso, ainda temos um tempinho extra para ficar sentado a mesa, saboreando os alimento, mais eficiente será nossa mastigação.

Cinco dicas para comermos devagar
1 - Se acalme antes de comer. Respire profundamente três vezes.
2 - Largue os talheres entre uma garfada e outra
3 - Olhe para seu prato antes de comer, observe a quantidade de comida que irá comer.
4 - Não coma assistindo televisão ou lendo.
5 - Se alimente em um lugar tranquilo e calmo.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Descubra a importância do ômega 3 para a sua saúde

30 de outubro de 2013 11

0090f93b
Foto: Stephen Vanhorn , Stock Photo

Que o ômega 3 faz bem para saúde, não é novidade. Mas como consumi-lo em quantidades adequadas? A nutricionista Denise Entrudo tira essa e outras dúvidas.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

ÔMEGA 3?
O ômega 3 é uma gordura que encontramos na alimentação e em forma de suplementação. Existem duas substâncias anti-inflamatórias nele que proporciona os benefícios que são o DHA e EPA. É a gordura presente no salmão, na sardinha e em outros alimentos.

IMPORTÂNCIA PARA A SAÚDE
Existem estudos que relatam todos os benefícios que o ômega 3 proporciona a nossa saúde, desde de redução no potencial inflamatório do organismo a redução de triglicerídeos

10 BENEFÍCIOS DO ÔMEGA
1 - Reduz a inflamação do organismo gerado pela má alimentação, pela falta de exercícios
2 - Possibilita o aumento do colesterol bom
3 - Diminuição dos triglicerídeos
4 - Estudos relacionam que o EPA e o DHA melhoram a depressão e ajudam na recuperação de dependentes de drogas
5 - Melhora a memória – Estudo revela que ratos que memorizavam um labirinto esqueceram o caminho após serem alimentados com uma dieta rica em fast food. Após os cientistas incluírem o ômega 3, eles conseguiram recuperar a memória
6 – Reduz a glicemia pois aumenta os níveis de adiponectina (hormônio que está pouco ativo em pessoas com sobrepeso e obesas). Quando temos baixas doses de adiponectina na corrente sanguínea, ocorre um aumento no desenvolvimento da resistência a insulina e doenças cardiovasculares
7 - Reduz o risco de desenvolver artrite pela redução da inflamação no organismo
8 - É termogênico, pois atua no metabolismo basal, ou seja gasta mais calorias
9 - Tem potencial de hipertrofia, pois dentro da musculatura atinge uma enzima que chamamos de mTOR, que proporciona a síntese proteica muscular (aumento de músculos).
10 - Protetor das articulações, principalmente para esportistas que praticam exercícios de impacto.

fish-oil-oleo-de-peixe-100caps-barlean-s-54dee7311b
Foto: Reprodução

ALIMENTAÇÃO
Infelizmente não conseguimos ingerir a quantidade diária recomendada de ômega 3 por meio da alimentação. O ideal é ingerir em torno de 3 a 4 g diariamente e isso não ocorre.

IMPORTÂNCIA DA SUPLEMENTAÇÃO
Através da suplementação, conseguimos atingir os níveis adequado de ômega e aumentamos a quantidade de DHA e EPA na corrente sanguínea mais facilmente.

SUPLEMENTOS INDICADOS
O ômega 3 do óleo de peixe é o mais recomendado.

 

QUANTIDADE DIÁRIA
Isso irá depender do hábito alimentar e a rotina de trabalho e de exercícios das pessoas. Costumo recomendar em torno de três gramas ao dia.

fish-oil-oleo-de-peixe-1000mg-180-capsulas-sundown-1121-4474-1211-1-productbig
Foto: Reprodução

 

CUIDADOS
O que temos que cuidar não é marca, mas a quantidade de EPA e DHA e se o ômega é livre de metais pesados.
Como o ômega 3 é extraído do peixe que vem do mar, e o mar é contaminado, devemos ter esse cuidado. Nos rótulos dos suplementos deve vir descrito que o produto é livre de metais pesados.
Pesquisas demonstram que não existem males à saúde até porque é um produto vindo da nossa alimentação, porém, é sempre importante o bom senso e não sair consumindo potes de ômega 3. E comprar um ômega 3 de qualidade.

SUPERDICA DA NUTRICIONISTA
Não adianta consumir o ômega 3, mas comer alimentos com gorduras ruins, não fazer exercícios. Ele melhora a nossa saúde, mas não é milagroso.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Confira duas receitas para consumir antes dos treinos

29 de outubro de 2013 4

0009c63c
Foto: Divulgação

Conferiram as dicas da nutricionista Carla Rodrigues sobre o que devemos consumir antes dos treinos? Ela preparou três receitas para os leitores do Barra de Cereal.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem ver:

1) Vitamina proteica antes treino

Ingredientes
300ml de leite desnatado
60g de aveia
30g de whey sabor baunilha ou chocolate
1 banana

Modo de preparo
Bata os ingredientes no liquidificador por um minuto. Você pode servir com gelo.

BENEFÍCIOS
Fica a dica de uma vitamina rápida, com baixo custo e riquíssima em proteínas, carboidratos e fibras. Auxilia no aumento da massa muscular magra, acelera o metabolismo, ajuda redução de gordura abdominal e previne caimbras durante os exercícios.

00765766
Foto: Reprodução

2) Suco de beterraba pré treino

Ingredientes
Suco de 5 laranjas
1 Beterraba
Adoçante ou mel
Água

Modo de preparo
Retire o suco das laranjas e reserve
Tire a pele da beterraba, corte-a e bata no liquidificador com o suco retirado das laranjas. Passe em uma peneira, acrescente o mel e sirva com gelo.

BENEFÍCIOS
O suco de beterraba auxilia na melhora a absorção de nutrientes para dentro do músculo, ajuda a gerar mais energia, elimina as toxinas do corpo, e mantem mais eficiente a utilização do oxigênio. E, com o suco de laranja, alimento rico em vitamina C, é ótima combinação para usarmos como pré-treino natural.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Confira 10 alimentos para consumir antes do treino

29 de outubro de 2013 0

00942185

Costumo receber mensagens de leitores com dúvidas sobre o que consumir antes do treino. Pode ser de corrida, musculação, bike, kangoo jumps, jump, etc. O que comer? Pensando nisso, consultei a nutricionista Carla Rodrigues explicar a importância de determinados alimentos antes de praticar exercícios.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

1 – AVEIA - Por ser rico em fibras, tem a particularidade de liberar energia de forma mais lenta e gradativa, o que gera uma aceleração do metabolismo. Pode ser usado em sucos, vitaminas, iogurte, mingau, etc.

008ccc19

2  IOGURTE -Rico em cálcio, necessário para a contração muscular. O melhor é o desnatado, pois a gordura antes da malhação atrapalha a digestão e não libera energia suficiente para o gasto.

3 – AÇAÍ - É recomendada para quem se exercitará por mais de uma hora e meia e sofrerá desgaste físico, pois se trata de uma fruta energética e calórica. Também é fonte de antioxidantes, combate os radicais livres gerados pela atividade física.

001c8df3
Foto: Miro de Souza

4  - BANANA - É uma fruta rica em carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É uma ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia (evita câimbras durante os treinos), apesar de não ser muito calórica. Ficará ainda mais rica se misturada com algum cereal (aveia, granola ou linhaça) e mel.

5 – OVO - Proteína de alto valor biológico, repara as fibras musculares. A clara é albumina pura, com zero de gordura, e, ao contrário da gema, que contém colesterol, pode entrar no cardápio em quantidade maior.

6 – BATATA DOCE - Trata-se de um carboidrato capaz de doar energia rápida para quem quer aumento de massa ou performance atlética aeróbica.

0081bf4e
Foto: Bete Duarte

7 – PEITO DE FRANGO - Fonte de proteína bem magra, com alta % de proteína por porção, de fácil digestão, rápida absorção, 0% gordura, 0% carboidrato e baixo sódio. O ideal é consumir o peito de frango grelhado, ou ao molho de tomate. Nunca frito, à parmegiana, à milanesa, etc.

8 – SEMENTES DE ABÓBORA - Boas fontes de ácido alfa-linolênico, uma forma vegetal de ômega-3 que pode ajudar a combater a inflamação, um fator da dor muscular.

9 – QUINOA - É um supergrão repleto de proteína. Embalado com ferro, fibras e cálcio, necessários para a contração muscular, e até mesmo de potássio e magnésio, responsáveis pela hidratação. É um carboidrato complexo de alta qualidade (sim, o tipo bom de carboidrato), que você deve inserir no seu hábito alimentar.

007ba354

Foto: Stock Photos

10 – CHOCOLATE - Pesquisas sugerem que os antioxidantes presentes no chocolate amargo podem aumentar a força nas pernas, a capacidade de resistência e também ajudar a prevenir a dor muscular pós-treino.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a preparar três receitas saudáveis com alimentos orgânicos

28 de outubro de 2013 5

00890db7

Conferiu os benefícios dos alimentos orgânicos para a saúde? A nutricionista Ana Carolina Bragança, da Clínica Nutrissoma, ajuda a preparar três receitas saudáveis.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

1) Purê proteico de batatas orgânicas

ingredientes

800g de batata cozida orgânica
1 colher de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de soja integral orgânico
1 xícara de chá de água mineral (250 ml)
½ colher de chá de noz moscada
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de salsinha orgânica picada

Modo de preparo
Passe as batatas no espremedor e leve ao fogo com a manteiga derretida. Dissolva o extrato de soja água com a noz moscada e o sal e adicione aos poucos na panela. Mexa até dar consistência de purê. Desligue o fogo, adicione a salsinha picada e sirva.

00119612
Foto: Ricardo Wolffenbüttel

2) Frango caipira com cogumelo orgânico

Ingredientes

Para o recheio
250g de shitake orgânico picadinho
1 cebola orgânica picada
1 dente de alho orgânico espremido
1 colher de chá de shoyo
½ colher de chá de gengibre orgânico picado

Para o frango
4 peitos de frango caipira sem pele, desossados e cortados ao meio
1 colher de sopa de óleo de canola
8 shitakes grandes ou cogumelos orgânicos
½ colher de chá de gengibre orgânico picado
1 xícara de chá de caldo natural da galinha caipira
1 colher de sopa de shoyo
½ colher de chá de adoçante em pó
½ colher de chá de vinagre
1 colher de sopa de maisena
2 colher de sopa de água

Modo de preparo

Recheio

Misture o shitake com a cebola, o alho, o shoyo e o gengibre.

Frango
Faça um corte em cada metade do peito de frango como se fosse um bolso. Coloque duas colheres de sopa do recheio e feche com um palito. Em uma frigideira grande, derreta a margarina e coloque o frango recheado e os cogumelos inteiros. Doure dos dois lados. Depois, junte o gengibre, o caldo de galinha, o shoyo, o adoçante e o vinagre. Tampe a frigideira e deixe cozinhar por 10 minutos. Retire os frangos e os cogumelos e adicione ao molho que sobrou na frigideira a maisena e a água. Deixe ferver mexendo até ficar grossinho. sirva sobre o frango recheado e o cogumelo.

0017954d
Foto: Genaro Joner

3) Salada indiana

Ingredientes
1 pé de alface orgânico
2 cebolas orgânicas grande
4 bananas orgânicas
1 colher de gengibre orgânico ralado
1 colher de curry em pó
2 colheres de óleo de canola
Pimenta dedo de moça
Sal a gosto

Modo de preparo
Rasgue o alface, pique em pedaços grande as cebolas e corte as bananas em rodelas. Numa frigideira coloque o óleo e misture o gengibre ralado e a pimenta bem picada. Quando começar a frigir, acrescente as cebolas, deixe murchar e inclua as bananas, o curry e o sal. Acrescento o alface quando todos os outros ingredientes estiverem misturados. Sirva morno.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Descubra os 10 benefícios dos alimentos orgânicos

28 de outubro de 2013 6

1394452_10151686097042361_866297773_n

Você conhece os benefícios dos alimentos orgânicos para a saúde? O blog recorreu à nutricionista Ana Carolina Bragança, da Clínica Nutrissoma, para explicar o diferencial desses alimentos.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem conferir:

O que são alimentos orgânicos?
No seu cultivo não são usados agrotóxicos, nem qualquer outro tipo de produto que possa vir a causar algum dano à saúde dos consumidores, como fertilizantes químicos, aditivos sintéticos, drogas veterinárias (hormônios de crescimento), sementes transgênicas, etc.

Como eles são cultivados?
Utiliza-se apenas sistemas naturais de adubação para combater pragas e fertilizar o solo.

1371593_10151683886667361_1209383917_n (1)

10 benefícios dos alimentos orgânicos
1 - Tem maior teor de nutrientes.
2 - Possui maior teor de fotoquímicos (substâncias antioxidantes).
3 - Tem mais sabor, pois provêm de um solo equilibrado, sem agentes químicos que prejudicam o alimento.
4 – Auxilia na prevenção de doenças - Há muitos estudos que relacionam o consumo excessivo de agrotóxicos e outras dessas substâncias com doenças (alguns tipos de câncer, Parkinson, dermatoses, alergias, esterilidade em adultos, doenças neurológicas e respiratórias).
5- Incentiva produtores menores - Adquirindo produtos orgânicos, contribuímos para a redução da migração de famílias para as cidades e evitamos o êxodo rural. Além disso, ajudamos também a frear o envenenamento por agrotóxicos, situação que vitima cerca de um milhão de agricultores no mundo inteiro.
6 - Preservação dos nossos solos - Uma das principais preocupações da agricultura orgânica é com o solo. O mundo presencia uma grande perda de solo fértil pela erosão, devido ao uso inadequado de práticas agrícolas convencionais. Com a agricultura orgânica é possível reverter essa situação.
7 – Biodiversidade - A agricultura orgânica preserva sementes por muitos anos e impede o desaparecimento de numerosas espécies, incentivando as culturas mistas e fortalecendo o ecossistema. Assim, a fauna permanece em equilíbrio e todos os seres permanecem em harmonia, graças à não utilização de agrotóxicos.
8 - Preservação das águas - Os agrotóxicos utilizados nas plantações atravessam o solo, alcançam os lençóis d´água e poluem rios e lagos. Para evitar essas ameaças, a agricultura somente utiliza água limpa e sem poluentes na irrigação.

564047_10151686096467361_2100145558_n

Qual é a diferença entre consumir alimentos orgânicos e não orgânicos?
os alimentos orgânicos têm a quantidade de minerais e vitaminas esperada para cada espécie. Os alimentos convencionais é que perdem sua qualidade ao serem cultivados da forma tradicional.

Quais os riscos dos agrotóxicos?
Alguns estudos associam o consumo excessivo de agrotóxicos com diversos tipos de doenças (alguns tipos de câncer, Parkinson, dermatoses, alergias, esterilidade, doenças neurológicas, respiratórias, etc).

Quais alimentos podemos encontrar na versão orgânica?
Desde cereais, carne, frango, toda linha de laticínios e até papinhas para bebês. Vale lembrar que todo produto orgânico deve ter um selo de certificação que comprova a procedência dos produtos e sua qualidade.

Por que os orgânicos são tão caros?
Porque são produzidos em menor quantidade do que os alimentos convencionais. Também possuem tempo de colheita mais demorado do que os plantados com produtos químicos, responsáveis por agilizar o seu crescimento e a combater as pragas.

1369165_10151683886647361_250655626_n

Para quem não pode comprar todos os alimentos orgânicos, quais versões você recomenda?
Por mais que os alimentos industrializados utilizem ingredientes orgânicos na sua fabricação, serão sempre alimentos industrializados, não sendo tão benéficos ao organismo como frutas e verduras orgânicas.
Portanto, para quem não pode comprar todos os alimentos orgânicos, a sugestão é investir mais na compra das frutas e vegetais orgânicos.

Os alimentos orgânicos contribuem para a perda de peso?
O consumo de frutas e verduras está associado à perda de peso e são ótimos aliados á dieta de emagrecimento. Porém, o fato do alimento ser orgânico não vai mudar ou acelerar a perda de peso, apenas estará contribuindo ainda mais com a saúde do consumidor.

Para quem não quer/pode gastar com alimentos orgânicos, qual é a alternativa para consumir alimentos com qualidade?
Quem tiver espaço em casa, pode fazer sua própria horta, assim estará produzindo seu próprio alimento orgânico por um preço menor. Pode também procurar uma feira orgânica de bairro, normalmente são mais baratas do que nos supermercados.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a preparar um suco desintoxicante e energético

27 de outubro de 2013 0

0089f8eb

A nutricionista Carla Rodrigues ensina a preparar um suco com cenoura, maça, limão, laranja e gengibre, que ajudam a desintoxicar o organismo e dão bastante energia.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Suco desintoxicante e energético

Ingredientes
4 cenouras
1 maçã
Suco de 1 limão (sem casca)
2 laranjas
1 pedaço de gengibre

Modo de preparo
Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.
Rendimento: 1 porção (140 calorias por porção)

BENEFÍCIOS
O suco é uma boa opção para desintoxicar o organismo. Também dá bastante energia para começar bem o dia ou antes dos exercícios físicos.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Nutricionista ensina a preparar uma sopa creme funcional

26 de outubro de 2013 0

0017f251
Foto: Fernando Gomes

A pedido do Barra de Cereal, a nutricionista Carla Rodrigues ensina a preparar um creme delicioso.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem conferir:

Sopa creme funcional

Ingredientes
1 cebola
1 dente de alho
½ colher (sopa) de óleo de canola
3 copos de água
4 colher (sopa) de cenoura cozida
1 pedaço pequeno de gengibre
2 colher (sopa) de extrato de soja
1 colher (sopa) de amido de milho
1 colher (chá) de sal
2 filés de frango cozidos e desfiados

Modo de preparo
Comece higienizando adequadamente os vegetais. Pique a cebola e o alho e refogue-os na panela com o óleo de canola. Junte dois copos de água e a cenoura cozida no liquidificador e bata bem. Acrescente este creme de cenoura à panela com o refogado, junte o gengibre e ferva. Dissolva o extrato de soja no restante da água e acrescente o amido de milho, dissolvendo bem. Incorpore ao creme de cenoura, mexendo sempre até engrossar. Acerte o sal. Salpique o frango desfiado e sirva a seguir.

Rendimento: 4 porções (150 calorias por porção)

BENEFÍCIOS
Além de nutritiva, ajuda na dieta. O gengibre é um alimento que traz diversos benefícios para a saúde, ajuda a controlar o peso e reduz a celulite.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Fisiculturismo: saiba como é a rotina alimentar e de exercícios de Liliane Massari

25 de outubro de 2013 14

liliane5

Aos 33 anos, casada e mãe, a relações públicas Liliane Massari topou um desafio neste ano: começar a participar de campeonatos de fisiculturismo. A wellness, categoria escolhida por ela, valoriza a beleza e as formas femininas. Liliane tem 1,60 metro e 58 quilos.

Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

A seguir, confira um pouco da história dela e saiba o que não falta na alimentação, na suplementação e na sua rotina de exercícios.

Quando você começou a participar de campeonatos de fisiculturismo?
Comecei neste ano. Meu primeiro campeonato foi em junho e fui campeã na categoria wellness.

Quais são as características da sua categoria?
Na categoria wellness, o corpo deve demonstrar trabalho muscular, baixo percentual de gordura e proporção física e tônus moderados. Outros itens importantes são bronzeamento, beleza (cabelo e maquiagem), desenvoltura no palco, sensualidade e carisma. É bastante feminina.

Como são os campeonatos?
Como a categoria não é focada em músculos aparentes, não precisamos forçar poses. Valoriza-se a feminilidade e a tonificação.

Sempre gostou de musculação?
Sim. Pratico desde 1999 com dedicação e empenho.

IMG_9180

Quando começou a participar de campeonatos?
A ideia surgiu a partir de incentivo de amigos, que são do meio e acreditavam que eu tinha perfil e potencial para ganhar. Também tenho uma amiga atleta que me ajudou muito com dicas.
Resolvi arriscar, desafiar meus limites e competir no “Estreantes” deste ano. E, para minha alegria, fui campeã. Logo depois, vice campeã gaúcha.
Agradeço ao incentivo dos amigos e familiares e também a todos que me apoiam e acreditam em mim.

Foi difícil conquistar o seu corpo?
É muito difícil conquistar um corpo para competições. Além de muito treino e dieta, é necessário um trabalho psicológico. Dietas muito restritas e falta da vida social durante o período que antecede os campeonatos são difíceis, mas se trata de um desafio pessoal e é gratificante quando se tem sucesso. Confesso que minha genética ajuda muito e, como já malho há anos, já tinha um corpo bem tonificado.

Quando você notou as mudanças no seu corpo?
Comecei a notar logo nos primeiros seis meses de treino, passei dos 47 para os 60 quilos com muita disciplina e foco. Quanto mais eu treinava mais meu corpo melhorava e, quando finalmente combinei meu treino com uma dieta especifica, a melhora foi surpreendente.

1383244_651563611542594_539228011_n

Que rotina alimentar você tinha adquirido?
Deixei de comer pão, mesmo integral, evitei açúcar, o que pra mim é bem difícil, pois gosto bastante. Passei a comer frutas somente na refeição da manhã, mais carne branca e tirei o carboidrato do jantar.
Todos meus alimentos são temperados com pouco ou nada de sal. Comecei a tomar de três a quatro litros de água por dia.

Hoje, você faz musculação quantas vezes por semana?
De cinco a seis vezes por semana.

Você pratica outra atividade física? Qual? Com que frequência?
Exercícios aeróbicos juntamente com a musculação de quatro a cinco vezes por semana.

Como é sua rotina?
Na parte da manhã, me divido entre reuniões do meu trabalho e cuidar da minha filha, que só vai para escola no período da tarde. Assim que deixo ela na escola, vou para o Centro de Treinamento Alcance, onde faço musculação, com treinamento funcional e exercícios aeróbicos. Meu treino dura de duas a três horas por dia. No período que antecede o campeonato, meu treino dura em torno de cinco horas por dia, pois faço bastante exercício aeróbico.

O que você costuma comer?
- Como a cada 3 horas.
- No café da manhã, opto por aveia com frutas e um omelete de claras de ovo.
- No lanche da manhã, castanhas com um iogurte de soja.
- No almoço, peito de frango com arroz integral OU batata doce e salada verde à vontade
- No lanche da tarde, repito o meu almoço.
- Após meu treino, tomo um shake de whey protein com maltodextrina
- No jantar, opto por frango ou peixe com salada.
- E quando preciso muito de um doce como gelatina ou pudim zero.

005ebdce

O que você não come de jeito nenhum?
Frituras e álcool. Evito doces.

Quais suplementos você costuma tomar?
BCAA e whey protein não faltam na minha rotina. Também tomo vitamina C e multivitamínico.

Como você consegue conciliar o trabalho, a família e as horas de treinamento?
A vida é sempre muito corrida, mas quando se quer muito uma coisa, você consegue arrumar tempo para tudo e ainda fazer com amor e bem feito.
Amor, disciplina, foco e dedicação, este é o meu segredo. Fico muito feliz em ver minha filha comendo correto, sendo uma criança saudável. Fico orgulhosa em ser seu espelho, eu e meu marido, que também é atleta, faixa preta de jiu jitsu.

liliane4

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a preparar três receitas para combater a fome emocional

24 de outubro de 2013 1

0081a5fa
Foto: Divulgação

Conferiram as dicas da nutricionista Fabíola Frezza Andriola sobre fome física x fome emocional? Ela preparou três receitas saudáveis para os leitores do Barra de Cereal.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem ver:

1) Vitamina de banana, aveia e mel

Ingredientes
200ml leite desnatado
1 banana prata congelada
1 colher de sopa de aveia em flocos
1 colher sobremesa de mel
Canela a gosto

Modo de preparo
Bater todos os ingredientes no liquidificador

BENEFÍCIOS
O leite desnatado é fonte de cálcio e magnésio e ajuda a acalmar e diminuir a ansiedade. A banana é rica em triptofano, nutriente que é convertido em serotonina, responsável pela sensação de bem estar e relaxamento. Já a aveia, é rica em fibras e ajuda a manter a saciedade. O mel, é um doce que acalma. Adicione canela a gosto.
OBS: a banana congelada, quando liquidificada, dará mais cremosidade a vitamina.

0095ae72
Foto: Sheila Oliveira, Cozinha Nestlé

2) Iogurte desnatado com castanhas do Pará e cacau

Ingredientes
120ml iogurte natural desnatado
1 colher de sopa de castanha do pará picada
1 colher chá de cacau em pó

BENEFÍCIOS
Um lanche prático e fácil. O iogurte também rico em cálcio e triptofano, ajuda a acalmar e dar uma sensação de tranquilidade. A castanha do pará é uma ótima fonte de magnésio e o cacau além de ser um ótimo antioxidante, confere um sabor irresistível ao iogurte.

0053a954
Foto: Peter Michel

Omelete com queijo branco e espinafre

Ingredientes
1 ovo inteiro (e 2 claras)
1 fatia grossa de queijo minas frescal
½ xícara de chá de espinafre cozido

BENEFÍCIOS
O ovo é uma ótima fonte do aminoácido triptofano e vitamina do complexo, importantes para as funções cerebrais. Além disso o espinafre é riquíssimo em ácido fólico e magnésio. E o queijo minas ótima fonte de cálcio.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes