Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Conheça 25 tipos de chocolate e descubra a opção mais saudável para a Páscoa

10 de abril de 2014 1

 10178452_10152039445947361_976550488_n
Foto: Nestle

Ele é o queridinho nesta época do ano, vemos por todos os lados. É difícil encontrar quem não goste. E mais difícil ainda aos seus amantes, resistir.

Amigo no alívio de tensões e companheiro confortador das TPM’s, o chocolate é uma das maiores preferências alimentares. Sim, ele é calórico em razão das altas quantidades de gordura e açúcar. Mas, se consumido de forma adequada pode, também trazer benefícios e fazer parte de uma rotina equilibrada.

Então, não deixe de ler as dicas sobre os chocolates elaboradas pela nutricionista Danielle Milhão, descubra novos tipos e o que mais se encaixa nos seus objetivos.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

Mas antes, fique atento às legendas abaixo.
+ MENOS SAUDÁVEL
++ RAZOAVELMENTE SAUDÁVEL
+++ MAIS SAUDÁVEL

Preparados?

Conheça os tipos de chocolate

TRADICIONAIS

1) EXTRA AMARGO (+++): 76 – 90% cacau, contendo também a manteiga de cacau. Existem opções sem ou com pouquíssimo açúcar. O cacau possui propriedades que beneficiam as funções cardíacas, equilibram o colesterol bom e ruim e aliviam o estresse. Contém teobromina que melhora o humor e funciona de forma semelhante à cafeína (é devido a esta substância que o chocolate é tão viciante!), e também apresenta antioxidantes, que previnem doenças e o envelhecimento precoce, além de fibras.

ATENÇÃO! É por este motivo que quanto mais cacau, maiores serão os benefícios do chocolate. Já as opções com percentual menor de cacau, em geral, contêm grandes quantidades de açúcar e gordura, o que diminui sua qualidade e traz inclusive efeitos contrários aos do cacau. Portanto, consuma todas as modalidades com moderação.

2) AMARGO (+++): 51 – 75% cacau (sólidos de cacau e manteiga de cacau). Esta opção normalmente vem com mais açúcar do que o extra amargo, mas possui ótimas quantidades de cacau e se beneficia de todas as suas qualidades.

002e5457
Foto: Tatiana Cavagnolli

3) MEIO AMARGO (+++): 35 – 50% cacau. Sua composição é bem diversificada, conforme a marca do chocolate, mas é comum conter bastante açúcar, a exemplo do chocolate ao leite, e gordura. No entanto, é uma opção muito boa para aqueles que não apreciam o sabor forte do extra-amargo e do amargo.

4) AO LEITE (++): 10-25% cacau, que inclui cacau sólido, manteiga de cacau, mais de 12% de leite e açúcar. Um dos mais doces que existem, portanto representa um incremento bem grande de calorias na dieta, provenientes principalmente do açúcar, mas também da gordura do leite, da manteiga de cacau e de outras gorduras adicionadas. Aumenta as chances de engordar, se consumido em grande quantidade, ainda mais se sua dieta já for rica em outros carboidratos.

5) BRANCO (+): seus componentes principais são: leite, manteiga de cacau e açúcar. E, muitas vezes, a manteiga de cacau é quase totalmente substituída por gordura vegetal hidrogenada (a de pior qualidade biológica). Sendo assim, não traz benefícios relevantes para a saúde e deve ser consumido com bastante moderação.

001a524a
Foto: Fernando Gomes

6) DIET (++): é aquele que NÃO CONTÉM algum nutriente. Usualmente, os chocolates diets são assim chamados por não possuírem o açúcar, mas cuidado!
Muitas vezes, eles têm uma quantidade elevada de gordura! Outro fator a ser considerado, se você não é diabético, é que cada vez que sua boca sente o sabor doce, o corpo inteiro se prepara para receber o açúcar, só que neste caso o açúcar não vai chegar, então a vontade de comer o chocolate pode só aumentar. É isto o que acontece com os chocolates que contêm adoçantes. Porém, se ele não tiver adoçante e nem mesmo açúcar, e ainda for amargo, pode ser considerado +++.

7) LIGHT (++): aquele que contém algum nutriente em MENOR QUANTIDADE. Sua composição pode variar muito, por isso, fique atento ao rótulo, e veja qual nutriente ele tem menos, e se possui algum em altas quantidades, em comparação à um chocolate normal.

00697f0f
Foto: Cyber Diet

ESPECIAIS

8) SEM GLÚTEN (++): o chocolate puro é naturalmente sem glúten, já que esta proteína está presente em alguns cereais (centeio, cevada, triticale, trigo, etc). O que acontece com os chocolates é que muitas vezes eles sofrem contaminação cruzada, por passarem pelos mesmos recipientes e equipamentos onde alimentos que contém gluten são processados. Sendo assim, é ideal para quem necessita de uma alimentação livre de glúten, esta modalidade de chocolate apresenta uma garantia maior da sua ausência, já que pressupõe-se ter passado por cuidados especiais que evitassem a contaminação.

0025fce3
Foto: Ulisses Job

9) SEM LACTOSE (++): a lactose é um carboidrato, presente no leite, com perfil inflamatório e bastante alergênico. Portanto, os chocolates “lactose free” são feitos para pessoas alérgicas ou intolerantes à lactose, que seguem uma dieta sem lactose por outros motivos de saúde ou até estéticos, veganos, ou alguma tradição alimentar. Em geral, o leite é substituído pelo leite de soja, ou algum outro isento de lactose. Neste tipo de chocolate, a contaminação cruzada com alimentos que contenham leite, também deve ser uma preocupação.

10) DE SOJA (++): são fabricados com leite de soja, usualmente não contendo lactose. Os chocolates de soja com qualidade, que mantêm condições de processamento e temperatura adequadas, possuem as isoflavonas e fitoestrógenos intactos para benefício da saúde (efeito estrogênico). Cuidado! Alérgicos à soja devem evitar, assim como homens e crianças, já que há estudos científicos que declaram a soja como um agente que desequilibra a função hormonal deles.

009b4321
Foto: Divulgação

11) CHOCOLATE PROTEICO (COM WHEY PROTEIN) (+++): Este tipo de chocolate sacia muito o apetite, em comparação aos tradicionais, e ainda incrementa o aporte proteico do dia. Isto se deve ao Whey Protein que é adicionado, ele também ajuda a tonificar a musculatura. Mas, cuidado! Muitas vezes eles têm uma quantidade grande de gorduras, o que acaba anulando seus efeitos positivos. Por isto, fique atento sempre ao rótulo dos chocolates.

12) ALFARROBA (+++): NÃO É CHOCOLATE… apesar de seu gosto e aparência serem iguais! É utilizado como substituto do cacau. Os produtos feitos com alfarroba normalmente não possuem glúten, lactose e cafeína, e são ricos em vitaminas e minerais.

>>Leia mais
Alfarroba: um substituto saudável para o chocolate


DIFERENCIADOS CHOCOLATES COM:

13) AVELÃS E AMÊNDOAS (+++): elas são constituídas por gorduras boas, vitaminas e minerais e também um pouco de proteínas. Combinadas com o chocolate, irão proporcionar uma saciedade maior, e você estará consumindo ainda mais nutrientes saudáveis do que no chocolate puro.

001722ce
Foto: Divulgação

14) PIMENTA (+++): como já foi dito em matérias anteriores, a pimenta ativa o metabolismo, então é uma excelente combinação. Os chocolates amargos com pimenta são ótimos e ricos em antioxidantes, além de queimarem algumas calorias extras.

>>Leia mais
Descubra os 12 benefícios da pimenta para a dieta e para a saúde

15) FRAMBOESA E MORANGO (++): elas contêm vitaminas e minerais, mas no chocolate é adicionada uma quantidade muito pequena delas. Desta forma, é indiferente seu efeito no valor nutricional. Sua função é proporcionar um sabor diferenciado.

>>Leia mais
Confira os benefícios do morango, que ajuda no emagrecimento

008d8019
Foto: Josapar

16) LARANJA (+++): apesar de ser ácida, tem poder alcalinizante que atua na prevenção de doenças o que se torna uma associação perfeita com o chocolate, que por conter muita gordura e açúcar, acaba acidificando o organismo. Logo, a laranja equilibra isto.

>>Leia mais
Confira os cinco benefícios da dieta alcalina

17) MENTA (MENTINHA) (++): a menta enriquece o chocolate com suas propriedades medicinais.
Benefícios: combate a congestão nasal,  auxilia na perda de peso, melhora saúde da boca e dentes, atenua acne, excelente contra náusea, estimulante natural, melhora a memória e é digestiva.

0054ec3d
Foto: Divulgação

18) RUM E LICOR (+++): é tênue o limite entre a dose de bebidas alcoólicas que apresenta benefícios ao organismo para a dose em que elas começam a trazer apenas pontos negativos. Mas, sim, nas quantidades presentes um bombons de rum e licor, eles oferecem efeitos antioxidantes no corpo.

19) PISTACHE (++): como ele é rico em betacaroteno e vitamina E, enriquece o valor nutricional do chocolate, se torna melhor do que consumi-lo puro.

20) COCO (++): possui gorduras boas e fibras, mas você deve ter cuidado, já que chocolates com coco possuem mais açúcar na composição, para tornar este recheio doce.

001b14aa
Foto : Mauro Vieira

21) CRANBERRY (+++): pode ser considerado um chocolate funcional, por suas propriedades antioxidantes e de combate às infecções. Se for amargo, potencializa os efeitos!

>>Leia mais
Conheça os 10 benefícios do cranberry, que auxilia na redução do colesterol

 

22) CARAMELO (+): constituído de açúcar, incrementa muito o valor nutricional do chocolate. E, é importante lembrar que o açúcar em excesso pode prejudicar a saúde, além de acelerar o envelhecimento das células.

23) LEITE CONDENSADO (+): de forma semelhante ao caramelo, contém uma densidade enorme de calorias e açúcar, mesmo que em uma quantidade pequena.

0023542f
Foto: Julio Cavalheiro

24) WASABI (+++): pode ser difícil de encontrar, mas quando você tiver a oportunidade, não deixe de experimentar! Ele também é um alimento termogênico e ainda bactericida natural.

>>Leia mais
Dez alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo

 

25) SAL MARINHO (++): sim, acredite. Conheço uma marca que produziu um chocolate com toque de sal marinho, e apesar de parecer estranho o objetivo é acentuar o sabor do cacau.

CURIOSIDADE…
Você sabe por que o chocolate é tão viciante?? Além de conter a substância teobromina (que melhora o humor e funciona de forma semelhante à cafeína), ele dispõe dos sabores que o nosso paladar mais aprecia, a gordura doce.

00222335
Foto: Artur Moser

RECOMENDAÇÃO DA NUTRICIONISTA

Qual chocolate tu recomendas? E por quê?
Amargo com avelãs e amêndoas, porque, apesar de incrementar a quantidade das gorduras do chocolate, possui propriedades nutricionais saudáveis e saciam a vontade de comer doces.

Quantidade diária recomendada?
25 g/dia traz benefícios à saúde. Mais que isto, existe o risco de engordar.

COMBO DUPLO: 2 superdicas da Danielle

- Evite chocolates que contenham na descrição dos ingredientes do rótulo: “gordura vegetal hidrogenada”. Ela traz prejuízos à saúde e deixa o sabor do chocolate mais artificial.

- 25 g de chocolate amargo + 1 taça de vinho tinto = combinação perfeita de antioxidantes.

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail


>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Comentários (1)

  • rogério cardozo diz: 10 de abril de 2014

    Eu como pouco chocolate mas é uma boa, como tudo na vida a gente nõ pode exagerar.

    Conheça Tubarão
    http://www.galeriatubarao.net/

Envie seu Comentário