Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Sem categoria"

Saiba como utilizar a comilança do Natal a seu favor

24 de dezembro de 2013 0

20131224-112243.jpg
Treinamento de Liliane Massari. Foto: Aline Mendes

É realmente muito difícil passar a ceia de Natal sem dar uma escapadinha nas delícias, não é mesmo? Pensando nisso, a nutricionista Danielle Milhão preparou algumas dicas para você utilizar a jaca a seu favor.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Vem ver:

Você pode direcionar todos os nutrientes que serão consumidos nesta data para a sua musculatura, e assim, acelerar a velocidade do seu metabolismo, queimando gorduras e deixando o corpo tonificado.

Para isto, é necessário realizar um trabalho muscular (musculação) de forma intensa, antes da ceia de Natal. Não precisa ser exatamente antes, desde que seja nesta terça-feira.

Atenção: não vale corrida ou exercícios aeróbicos apenas, é MUSCULAÇÃO!

A musculação bem executada, fadiga a musculatura, e inicia o processo de anabolismo,
onde o músculo precisa “se alimentar”. Então, ele irá utilizar proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais, e tudo isto está presente no dia da comilança!

E, se você fizer este mesmo tipo de exercícios na quarta-feira (25), otimizará mais ainda seus resultados, já que a musculatura e o fígado estarão carregados de glicogênio (energia) proveniente destes alimentos.

Saiba como utilizar todas as situações em favor do seu bem-estar e forma física!

Boas Festas!

Leia mais
Nutricionista ensina sete substituições saudáveis para a ceia de Natal

VÍDEO: VAI EXAGERAR NA CEIA? VEJA DICAS DA NUTRICIONISTA VANESSA LEITE

 

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Descubra os benefícios do stand up paddle, que ajuda na definição do corpo

26 de novembro de 2013 3

unnamed (2)
Aula experimental realizada no começo de novembro. Fotos: Divulgação

Há cerca de duas semanas tive o prazer de fazer uma aula de stand up paddle. Sempre procurei uma atividade física para relaxar nas horas vagas. Quem acompanha o blog, sabe que musculação e corrida já fazem parte da minha rotina e eu amo. Mas a sensação de bem-estar após uma aula de SUP é algo incrível. Digo que faz bem para o corpo e para a alma. 

A seguir, confira a entrevista com o  instrutor Cássio Tramontini, da WTR Marketing Esportivo, que desenvolve uma parceria com a Cia Athletica.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Stand up paddle
Stand up paddle (SUP), traduzindo do inglês, significa remar em pé. O praticante, com a ajuda de um remo, desliza na água em cima de uma prancha que possui uma boa estabilidade. É praticado em mar e em lagos.

Foi popularizado no Hawaii entre as décadas de 1920 e 1950 por windsurfistas que utilizavam suas pranchas junto com um remo nos dias sem ventos para se divertirem. E também por professores de surf que utilizavam pranchas com remos para acompanhar os alunos.
Permite que qualquer pessoa pratique um esporte emocionante com aprendizado imediato.

unnamed (1)
Mais um registro da aula experimental. 

As aulas
O aluno recebe todas as instruções fora da água e, somente depois, vamos para a prática dentro da agua com o equipamento.
É muito importante que o aluno entenda as instruções fora da água. Isso facilita bastante no aprendizado. Cada aula possui um foco, que gradativamente contribui para a evolução do aluno.
Em todas as aulas trabalhamos pontos como técnicas de segurança, de remada, de equilíbrio, posicionamento do corpo e conhecimento e domínio do equipamento.

Oito benefícios do Stand up paddle:

1 - Qualidade de vida, sensação de bem-estar devido ao contato com a natureza.
2 - Definição muscular.
3 - Colabora para o bom desempenho do sistema cardiovascular.
4 - O esporte permite uma interação entre os praticantes. É possível se divertir com os amigos.
5 - “Terapia” para a mente. A prática provoca a liberação das “substâncias do bem-estar”: endorfina e serotonina.
6 - Melhora a postura, quando praticado da forma correta.
7 - O contato com a natureza ajuda em fatores como concentração, criatividade, tranquilidade e segurança.
8 - Esporte aeróbico completo: trabalha força, equilíbrio, abdominal, braços e mente.

Definição corporal
Esse é o principal motivo que fez o esporte ficar tão conhecido, por deixar as pessoas saradas e com saúde. Trata-se de um esporte que possui uma série de benefícios, tanto físicos como psicológicos, e possibilita uma iniciação rápida.

1451568_10151764605562361_122544865_n
Cassio Tramontini e eu durante uma aula há duas semanas. 

Três razões para fazer a aula.
1 - Facilidade de iniciação
2 - Proporciona uma série de benefícios físicos de uma forma divertida e agradável.
3 - Sensação de bem-estar e de qualidade de vida.

Calorias queimadas
Pode variar de acordo com a intensidade de remada, mas é possível queimar de 300 a até 600kcal por aula.

Duração da aula
1h15min

Cuidados
Priorizamos bastante as técnicas de segurança, como a entrada e a saída da água com o equipamento. Sempre que a pessoa se desequilibrar, deve procurar cair longe do equipamento. Aconselhamos sempre o uso de coletes salva-vidas.

Idade mínima e idade máxima
A idade mínima aconselhada é a partir dos seis anos. E a máxima vai depender da disposição do praticante.
É um esporte que não possui grandes riscos, quando praticado com orientação e com segurança.

Roupa adequada
A mais confortável para o praticante. Para as mulheres um short, biquíni. E para os homens sunga ou bermuda. As roupas de neoprene de surf, normalmente são mais utilizadas no inverno.

unnamed (3)

Segurança
É bom saber nadar, mas não é o ponto que vai decidir o aprendizado das aulas. Sempre procuramos incentivar o uso de coletes salva-vidas para segurança do aluno, principalmente nestes casos.

Dicas importante para quem está interessado em fazer a aula.
- Ter disposição.
- Não ter medo.
- Chamar um amigo para se divertir junto.

O resultado disso é único: a sensação de bem-estar inexplicável.

Preço médio de uma aula
De R$ 60,00 a R$ 90,00 hora/aula. Normalmente ocorrem cursos, pois uma aula é muito pouco para aprender a prática do esporte.

Onde comprar as ferramentas utilizadas na aula
Lojas de artigos esportivos, principalmente em surf shops. As pranchas de SUP custam em média de R$ 2,5 mil a R$ 6 mil. Os remos podem variar entre R$ 150 a R$ 500.

VÍDEO: CONFIRA DICAS PARA PERDER OS QUILINHOS INDESEJADOS

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Projeto verão: nutricionista ensina quatro hábitos que ajudam no emagrecimento

19 de novembro de 2013 4

00023cd9
Foto: Daniel Marenco

O Barra de Cereal lançou nessa segunda-feira a série Projeto Verão. Durante sete semanas, a nutricionista Danielle Milhão dará dicas para os leitores do blog de hábitos saudáveis que fazem toda diferença em uma dieta.

Leia mais

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Nesta primeira semana, você precisa mudar quatro hábitos. São simples de seguir e consistem nos alicerces que serão importantes para dar continuidade ao processo.

Pronto para começar?

PROJETO VERÃO: leia outras etapas da série do Barra de Cereal

1 – Mastigue devagar
Muitas pessoas não dão a devida importância a este hábito. Mas ele é fundamental para promover saciedade nas refeições e para que todos os nutrientes sejam absorvidos de forma mais adequada. No início, você só lembrará depois de ter terminado o prato, mas, com o tempo, perceberá que já estará praticando desde o começo da refeição. Saiba mais

0083d2e0-1024x707
Foto: Vivi Vridi

2 – Beba mais água
Acrescente 500 mL de água ao que você já está habituado a tomar (ex.: se toma 1 litro de água por dia, comece a tomar 1,5 litro). Ande sempre com uma garrafinha, até mesmo dentro de casa. A água ajuda a desintoxicar o organismo e faz parte de todas as funções de emagrecimento. Tem de ser água pura. Sucos, chás e outras bebidas contam como extras. Saiba mais

0017a8a4-1024x671
Foto: : Júlio Cordeiro

3 – Durma melhor
O sono equilibra as funções hormonais, enzimáticas e metabólicas, ou seja, regula todo o organismo. Então, quem não estiver dormindo bem, dificilmente emagrecerá, e tampouco reduzirá gordura abdominal. Vários estudos associam a baixa qualidade do sono com sobrepeso e vontade de comer alimentos não-saudáveis ao longo do dia. Comece dormindo 30 minutos mais cedo. Saiba mais

sono10-1024x678
Foto: Daniela Xu , Divulgação

4 – Faça mais uma refeição no dia
Escolha aquele horário que você passa mais horas sem comer e inclua um lanche. Por enquanto, nesta etapa, você pode consumir o que quiser, desde que faça mais uma refeição. Este hábito servirá de estímulo para o corpo gastar mais energia e se manter ativo. Quem já come a cada 2 ou 3 horas, não precisa seguir esta orientação.

008d0d67
Foto: Tadeu Vilani

Atenção: o sucesso do resultado depende do seguimento de todos os hábitos, em todas as etapas do programa.

 

VÍDEO: CONFIRA DICAS PARA PERDER OS QUILINHOS INDESEJADOS

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Conheça os oito benefícios do kettlebell, que ajuda a reduzir o percentual de gordura

14 de outubro de 2013 0

RT4A5272
Fotos: Diego Larré, Divulgação

Já ouviu falar no kettlebell? A minha primeira experiência com o peso foi em uma aula de crossFit. Há alguns dias, realizei uma aula experimental com a amiga Carolina Castillo e achei o exercício bastante desafiante. Há execuções que derivam do stiff, já conhecido das aulas de musculação, e a aula exige bastante do praticante por movimentar praticamente todo o corpo.
A seguir, confira a entrevista com o professor Luciano Borgmann, gerente de musculação da Cia Atlhetica.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

O que é o Kettlebell?
No século 18, na Rússia, era utilizado como contrapeso nas balanças das feiras livres. Após o trabalho, os russos jogavam os pesos para o alto em uma disputa sadia para ver quem era o mais forte e o mais resistente, já que na cultura russa, ser o mais forte e resistente significava ser o mais importante.
Em 1850 adquire o atual formato que se assemelha a uma bala de canhão com alça ou a uma chaleira. Daí seu nome: kettle significa chaleira em inglês e bell, sino, pois os movimentos se assemelham a um sino balançando.
O kettlebell dispensa grandes espaços para ser armazenado e para executar os movimentos, podendo ser usado em qualquer espaço físico. Proporciona um condicionamento físico geral e funcional de modo excepcional.

RT4A5421

O que ele proporciona?
Busca fortalecer todo o corpo, principalmente a cadeia muscular posterior (ísquios-tibiais, glúteos, paravertebrais e ombros) e a região core (região tóraco-abdominal).

Como ele é trabalhado nas academias?
É desenvolvido de forma generalizada como complemento em treino funcional. A Cia Athletica é a única academia do Brasil com certificação da International Kettlebell and Fitness Federation (IKFF) para realização de aulas individuais e em grupo.
A proposta é proporcionar mais uma opção de treinamento funcional, seguro, eficaz e divertido, diversificando as aulas em grupo (ginástica) e individual (musculação/personal training), obedecendo à tendência do fitness mundial em oferecer aulas intensas e com alto gasto calórico.

Jovens, adultos, idosos, mulheres, homens, todos podem fazer exercícios com o kettlebell?
Tem como público alvo, adultos, saudáveis, ativos com nível de consciência corporal em atividades físicas de intermediário a avançado.

RT4A5338

É preciso ter alguma experiência com a musculação para começar a fazer aulas?
Não necessariamente com a musculação, mas o praticante deve ter um nível de consciência corporal um pouco avançada, pois os exercícios com o kettlebell exigem uma série de movimentos simultâneos, com várias partes do corpo.

Quais são os movimentos básicos?
1 – Swing ou balanceio - É proporcionado pelo movimento balístico promovido pelo balanceio do kettlebell ao nível do quadril. .
2 – Clean ou encaixe - Quando se traz o kettlebell da linha do quadril à posição de apoio junto ao peito.
3 – Press, push press, military press ou “desenvolvimento” com arranque - É a elevação do kettlebell da posição de apoio junto ao peito (posição final do clean, chamada de rack), até acima da cabeça, em extensão total do cotovelo.
4 – Snatch ou “arremesso” - É o movimento de elevar diretamente o kettlebell da posição de balanceio no quadril, até acima da cabeça, em extensão total do cotovelo.

RT4A5269

Oito benefícios do kettlebell
1 - Elevado consumo calórico devido ao acionamento de diversos grupos musculares.
2 - Aumento da resistência de força por usar de forma considerável o regime de contração excêntrico, permitindo assim um elevado volume de treino.
3 - Ensina o corpo a maneira certa de absorver força e redirecioná-la, treinando assim a estabilidade e mobilidade articular
4 - Melhora o tempo de reação por ter que lidar com um objeto em movimento e sua inércia
5 - Minimiza os desequilíbrios musculares, pois, com o trabalho unilateral, aumenta a consciência corporal em manter uma boa postura, reduzindo assim os riscos de lesões.
6 - Aumenta a capacidade cardiovascular.
7 - Propicia uma maior estabilidade da coluna por exigir que os músculos do core se contraiam de forma coordenada ao longo de todos os movimentos.
8 - Treino das valências físicas: potência, força, resistência anaeróbia lática, resistência aeróbia, coordenação ampla, equilíbrio, tempo de reação, concentração, endurance e flexibilidade.

RT4A5386

Com as aulas, o corpo fica definido?
Sim. A definição muscular se dá pelo trabalho neuromuscular exigido durante os movimentos com o kettlebell e a sobrecarga sobre a musculatura, junto com a alta queima calórica exigida pela modalidade. Então: ativação neuromuscular com sobrecarga + gasto calórico = aumento do % massa muscular e diminuição de % de gordura (corpo definido).

As aulas têm duração de quanto tempo?
Em média, 30 minutos.

Em média, quantas calorias é possível perder em uma aula?
Gasto calórico por aula:
Pessoa com 60kg  - 300 kcal
Pessoa com 70kg - 378 kcal
Pessoa com 80kg - 420 kcal

Superdicas do professor
A respiração durante os exercícios é fundamental. Se, eventualmente, você começar a inspirar e expirar de forma errônea vai perder força e resistência, os movimentos começarão a sair errados e logo em seguida, você não suportará mais a sequencia dos movimentos. Então não tente fazer rápido os movimentos, mas sim corretamente e com a respiração nos momentos certos durante a aula.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a fazer uma salada que diminui o inchaço abdominal

22 de setembro de 2013 0

0019b6e2
Foto: Reprodução

Que tal preparar uma saladinha funcional? Confira a receita preparada pela nutricionista Carla Rodrigues.

Leia mais

10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Cinco motivos para consumir o chá verde, mas atenção aos cuidados
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Confira sete tratamentos estéticos para evitar e combater a celulite

Salada funcional

Ingredientes
1 maço de salsão ou aipo (talos cortados em fatias finas)
3 unidades de maçã (cortada em cubos com casca)
Passas escuras a gosto
Sal e gotas de limão a gosto
2 a 3 colheres de sopa de azeite extravirgem

Modo de preparo
Em uma tigela média, misture todos os ingredientes. Sirva gelada.

BENEFÍCIOS
- Auxilia na diminuição do inchaço abdominal
- Reduz a retenção de liquidos
- Diurirética

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Nutricionista tira dúvidas sobre os tipos de açúcar e indica o mais saudável

23 de julho de 2013 9


Foto: Fritz e Frida

Como você costuma adoçar o café, o chá ou um suco? Eu costumo usar adoçante. Mas qual é o tipo mais recomendado? Para tirar todas as nossas dúvidas, o  blog convocou a nutricionista Gisele Silveira.

Leia mais

10 alimentos do bem para ingerir sem culpa no inverno
Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável
Conheça os benefícios do limão e cinco receitas saudáveis
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso

Qual a maneira correta de adoçar os alimentos?
Não existe uma recomendação específica para o consumo de açúcar, mas se você não apresenta patologias como diabetes mellitus, adoçar os alimentos com pequenas quantidades de açúcar demerara orgânico pode ser uma boa opção, uma vez que esse tipo de açúcar preserva alguns minerais, como cálcio e ferro, no processamento. O fato de ser orgânico traz o beneficio de não estarmos ingerindo fertilizantes químicos, o que beneficia a saúde.

Quais as diferenças entre os tipos de açúcar?


Foto: Ricardo Chaves

Cristal - O caldo de cana passa por processos de purificação, evaporação, cristalização, centrifugação e, por último, pela secagem. A partir do açúcar cristal, são obtidos outros tipos de açúcar, como o refinado e o confeiteiro. O açúcar cristal, portanto, passa por menos processos na hora de ser preparado.

Refinado – Tipo de açúcar conquistado a partir da diluição do açúcar cristal. A calda obtida passa por diversos processos até chegar ao peneiramento. A porção mais fina é separada para a obtenção do açúcar de confeiteiro. O restante é o açúcar refinado.


Foto: Divulgação

De confeiteiro – A granulação do açúcar de confeiteiro é mais fina do que o refinado, podendo ou não ter como aditivo algum tipo de amido ou fosfato de cálcio para dar maior leveza. Sua minúscula constituição favorece a fixação sobre pães e doces após o seu preparo e para a confecção de coberturas. Pode ser feito em casa moendo o açúcar comum em um moedor de café ou em um processador.

Orgânico - O diferencial é que a cana utilizada em sua fabricação é cultivada sem fertilizantes químicos. O açúcar orgânico utiliza processos apoiados na sustentabilidade do meio ambiente, desde o plantio até a etapa final. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo. Portanto, apresenta uma quantidade maior de vitaminas e minerais em relação ao açúcar refinado.

Light - É uma mistura de açúcar (sacarose) e adoçante (sucralose, ciclamato ou sacarina). Por causa dessa mistura, o light não apresenta o gosto residual que os adoçantes contêm, mas também não tem uma redução de calorias. A diferença é que a mesma quantidade de açúcar light adoça entre duas e cinco vezes mais do que o açúcar comum. Podemos dizer que o açúcar light é intermediário entre o açúcar refinado e o adoçante. O seu consumo é contraindicado para dietas com restrição de açúcar, a exemplo dos diabéticos.

Líquido – É também uma solução aquosa, obtida a partir da sacarose transparente e límpida, usada quando é fundamental a ausência de cor, caso de bebidas claras, balas, doces e produtos farmacêuticos.

Foto: Stock.Xchng

Frutose - Como o próprio nome indica, está bastante presente em frutas. É mais doce do que a sacarose (o açúcar propriamente dito). Você pode encontrá-la ainda em cereais, vegetais e até no mel.


Foto: Ricardo Chaves

Mascavo - Por não passar pelo processo de refinamento, a qualidade nutricional do açúcar mascavo é melhor em relação ao açúcar refinado. Ele apresenta vitaminas e minerais que não estão presentes na versão refinada.

Demerara - Em termos nutricionais, é muito parecido com os valores nutricionais do mascavo. O grão do açúcar demerara  é morrom-claro e possui um beneficio em relação ao mascavo: não altera o sabor dos alimentos como faz o mascavo.


Foto: Emílio Pedroso

Quais os cuidados que devemos ter com o adoçante?
Os adoçantes podem ser divididos em dois grandes grupos: os adoçantes artificiais, indicados para diabéticos, e os adoçantes naturais, para consumidores em geral.
- Adoçantes naturais – Em geral, são compostos por açúcares dos mais variados tipos (frutose, glicose, sacarose, etc). Os mais nutritivos têm também quantidades significativas de minerais como ferro e cálcio. Existe também a planta stévia, que pode ser utilizada para adoçar diversas preparações, proporcionando valor energético muito baixo.

- Adoçantes artificiais – Também conhecidos como edulcorantes, foram criados para diabéticos. Apesar de não terem calorias, contêm diversos aditivos químicos, alguns deles comprovadamente prejudiciais à saúde a longo prazo. Os adoçantes artificiais podem prejudicar a saúde porque não são reconhecidos pelo organismo, logo precisam ser eliminados, gerando sobrecarga do fígado e dos rins. Estudos apontam que o excesso destas substâncias podem causar alterações genéticas e até mesmo alguns tipos de câncer.

Os adoçantes artificiais têm capacidade de engordar. Quando o adoçante entra em contato com a boca, é dado um “sinal” ao organismo de que estamos ingerindo açúcar e este deverá ser digerido. Mas se isso não acontece, o organismo acumula estes sinais e acaba absorvendo mais açúcar simples dos próximos alimentos consumidos ao longo do dia, acarretando no aumento de peso de uma pessoa saudável.

Quem opta pelos adoçantes, qual o recomendado?
Se a opção for pelos adoçantes, no lugar de quantidades moderadas de açúcar, as pesquisas apontam que os adoçantes naturais, como stévia e sucralose são mais seguros. De qualquer forma, também devem ser usados com moderação.

RECEITAS

BOLO DE AVEIA


Foto: Divulgação Yoki

Ingredientes
- 3 ovos
- 3 colheres sopa de óleo vegetal
- 4 bananas nanicas (não muito maduras)
- 1 xícara de açúcar demerara orgânico
- 1 xícara de farelo de aveia
- 1 xícara de aveia em flocos finos
- 1 xícara farinha de soja tostada marca Cerelus
- 1/2 xícara de chá de castanhas do Pará
- 1/2 xícara de chá de uva passa
- 1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Coloque em uma vasilha os seis últimos ingredientes misture bem e reserve. Bata no liquidificador os quatros primeiros ingredientes por aproximadamente quatro minutos. Em seguida, despeje sobre os ingredientes secos e mexa delicadamente, sempre no sentido horário, até formar uma massa fofa. Caso fique muito espessa, acrescente água para diluir a massa. Despeje sobre uma forma de buraco, untada e polvilhada, asse em forno médio por aproximadamente 35 minutos.

MAÇÃ ASSADA COM CALDA DE MORANGO

Ingredientes
600ml de água
125g de açúcar de açúcar demerara orgânico
3 cravos
3 ramos de hortelã
4 maçãs
200 g de morango orgânico
6 folhas de manjericão

Modo de preparo
Descasque as maçãs e coloque a cozinhar com o açúcar, os cravos e a hortelã. Após levantar fervura, acrescente seis folhas de manjericão e apague o fogo para esfriar. Retire as maçãs. Reserve-as. Coloque os morangos e deixe cozinhar por 15 minutos. Triture os morangos e despeje esta calda por cima das maçãs.

SIGA o Blog Barra de Cereal no Facebook

Cinco mitos e cinco verdades sobre alimentação saudável

16 de julho de 2013 6

A pedido do blog Barra de Cereal, a nutricionista Marcele Policarpo preparou alguns exemplos de mitos e verdades sobre as dietas. Espero que gostem!

Leia mais:

Confira três combinações para deixar as pernas definidas
Confira cinco alimentos que ajudam a alcançar pernas bem torneadas
Saiba por que a bebida alcoólica é prejudicial para quem pratica exercícios físicos
Conheça a farinha que auxilia na perda de peso
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada


Foto: Stock Images

1 – Dietas muito restritivas, com apenas duas refeições por dia, ajudam a emagrecer. Mito ou Verdade?
Mito. Dietas muito restritivas, abaixo de 800 calorias por dia, podem diminuir o gasto energético de repouso, pois causa queda nas concentrações de hormônios da tireoide. Diferentemente do que se pensa, fazer uma dieta fracionada e comer de três em três horas faz com que os hormônios se mantenham nos níveis ideais. Evita que a grelina (hormônio que faz iniciar uma refeição) aumente demasiadamente e a leptina (hormônio da saciedade) diminua para aquém dos níveis normais. Além disso, comendo fracionadamente, evita-se que o organismo armazene gordura para os momentos que ele necessita, ou seja, de fome ou escassez, evitando assim a formação dos indesejáveis “pneus” na região dos flancos.


Foto: Julio Cavalheiro

2 – Licopeno ameniza o envelhecimento cutâneo. Mito ou verdade?
Verdade. O licopeno é a substância que dá a cor avermelhada ao tomate. Conhecido por seu efeito antioxidante, ajuda a impedir e reparar os danos às células causados pelos radicais livres. O licopeno dos tomates frescos e não processados é pobremente absorvido. A absorção do licopeno é maior quando oriundo de alimentos processados, como as pastas e sucos de tomate. Ele suporta o calor elevado usado na cocção. Desta forma, a massa de tomate ou o molho podem oferecer os mesmos benefícios dos tomates frescos.


Foto: Divulgação

3 – Vitamina C previne gripes e resfriados. Mito ou verdade?
Mito. Ao contrário do que muitos pensam, a vitamina C (acerola, limão, etc.) não previne gripes ou resfriados. Esse micronutriente, porém, é ótimo para aliviar os sintomas e para amenizar o mal-estar. Os benefícios da suplementação de vitamina C na prevenção valem somente para praticantes de exercício físico intenso. Após a atividade, o organismo precisa recompor tecidos danificados.


Foto: Divulgação

4 – Pimenta emagrece e melhora o humor. Mito ou verdade?
Verdade. A pimenta é considerada um alimento termogênico – quando se ingere algo apimentado tem-se um gasto energético aumentado. Além do efeito emagrecedor, as pimentas podem trazer felicidade. Tudo porque a pimenta vermelha contém uma substância chamada de capsaicina. Já pimenta do reino, a piperina. Ambas dão aquela sensação de ardor na língua. A ardência é ótima porque provoca uma sensação de bem-estar. Ao ingerir algo que contenha pimenta, a capsaicina ou a piperina ativam receptores na língua e na boca. Esses receptores mandam mensagem para o cérebro que acredita que a boca esteja “pegando fogo”. Para salvar esse “incêndio”, começa o processo de salivação. Para dar sensação de alívio da queimação, o cérebro produz endorfina (neurotransmissor que dá ao organismo a sensação de bem-estar e alívio de dores) que permanece por um bom tempo circulante no sangue. Com isso, vem a sensação de bem-estar e, também, melhora dores de cabeça e enxaqueca. Embora o cérebro acredite nisso, a língua não pega fogo, nem sofre danos. Meia pimenta por dia é suficiente, não exagerar nas quantidades é o segredo, pois podem ter efeitos adversos.

5 – O peso corporal é o melhor indicador de que uma dieta está funcionando. Mito ou verdade?
Mito. O peso na balança não significa resultado final. A melhor avaliação para saber se a dieta está funcionando, é a avaliação antropométrica completa. Onde se pode analisar peso e percentual de gordura corporal e peso de massa muscular.


Foto: stock.xchng

6 – Comer maçã provoca fome? Mito ou verdade?
Verdade. A maçã tem uma acidez que estimula a liberação do suco gástrico pelo estômago. A fruta possui uma substância chamada ácido málico – que faz com que a digestão seja mais rápida e a sensação de fome também. Uma dica é ingerir juntamente com a maçã, uma fonte de fibras, como chia, aveia, linhaça. As fibras retardam o esvaziamento gástrico.


Foto: Stock Photo

7 – Ingerir carboidrato engorda? Mito ou verdade?
Mito. Pode-se aumentar gordura corporal no caso de ingestão de carboidratos em excesso. Mas isso não significa que se deve retirar o macronutriente do cardápio. É a principal fonte de energia e exerce diversas funções em nosso organismo, como a nutrição das células do sistema nervoso central. Não se deve retirar esse nutriente da alimentação, principalmente se estiver fazendo exercício físico, pois o carboidrato é responsável por fornecer energia, pelo desempenho no treino e também tem um papel fundamental no período de recuperação pós-exercício e crescimento muscular.


Foto: Bete Duarte

8 – Batata doce auxilia na redução de gordura abdominal. Mito ou verdade?
Verdade. A batata doce é um alimento de baixo índice glicêmico. Quando consumidos, elevam lentamente a glicose sanguínea e, com isso, o organismo produz insulina aos poucos. A insulina é o hormônio que impede a quebra de gordura e facilita o seu acúmulo na região abdominal. Logo, se produzida de forma lenta, ameniza o acúmulo de gordura.


Foto: Kopenhagen

9 – Alimentação não influencia no surgimento da acne. Mito ou verdade?
Mito. É importante ressaltar que a acne é uma afecção crônica, com vários fatores, podendo ser inflamatória ou não, surge na puberdade ou na mulher adulta em endocrinopatias. Os alimentos podem, sim, agravar o surgimento da acne. Os mais relacionados são: chocolate, produtos lácteos, alimentos gordurosos, açúcares.

10 – Alimentação pode melhorar o aspecto da pele e da acne. Mito ou verdade?
Verdade. Assim como existem alimentos que causam inflamação, existem outros que amenizam, como o ômega-3 (fontes: chia, óleos vegetais, de linhaça, oliva, canola, gérmen de trigo e animais de origem marinha, como sardinha, atum, salmão). Fibras também amenizam o agravamento da acne. Elas se transformam em gel quando entram em contato com a água, inibindo o crescimento de bactérias patogênicas, facilitando a digestibilidade da lactose. O déficit de vitaminas e minerais tem relação com o agravamento da acne.
Exemplos de micronutrientes que inibem o surgimento da acne:
Zinco (frango, peixe) – Mais citado como coadjuvante no tratamento da acne
Selênio (castanha do Brasil, bacalhau) - Efetivo no combate a infecções
Cobre (cacau, lentilha) – Apresenta ação antibiótica local
Vitamina A (cenoura, manga) – Melhora da pele acneica.
Vitamina B6 (ovos, arroz integral) – Auxilia na diminuição dos sintomas relacionados a TPM e exacerbações cutâneas.

SIGA o Blog Barra de Cereal no FACEBOOK

Descubra se o ovo é vilão ou mocinho em uma dieta saudável

21 de junho de 2013 3


Divulgação/Revista Casa e Comida

A pedido do blog Barra de Cereal, a nutricionista Elenise Corbari tira todas as dúvidas sobre ao ovo.
Confira a entrevista.

Leia mais:

10 motivos para incluir o ômega 3 na dieta
Confira os 10 chás amigos da dieta e da saúde

Conheça a raiz que ajuda a queimar gordura

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada

O ovo é o mocinho ou o vilão em uma dieta?
O ovo já foi considerado um vilão da dieta por ser um alimento rico em colesterol, porém estudos científicos identificaram muitos benefícios no consumo de ovos.

Quais são os benefícios do ovo?
1 – Aumenta o bom colesterol (HDL) - Pesquisas apontam que apesar de haver um aumento do LDL (colesterol ruim) com o consumo do ovo, há também um aumento do HDL, o que é muito importante, pois o colesterol participa de várias funções no organismo, como a formação de hormônios.
2 – Ajuda a ganhar músculos - Na albumina, a proteína da clara há grande quantidade de leucina, um aminoácido que evita a perda de massa magra, auxilia na manutenção da força muscular e contribui para a formação da musculatura.
3 - Contribui na diminuição da ansiedade – O ovo é uma ótima fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, substância que dá sensação de bem-estar e diminui o nível de ansiedade.
4 - Melhora a aparência - Ajuda na prevenção de inchaços e é rico em biotina e ferro, nutrientes essenciais para a produção de colágeno e queratina, que ajudam a manter o cabelo brilhante e as unhas fortes.
5 - Protege a visão – Previne a degeneração macular, que é a causa principal da cegueira dos idosos, pois as gemas apresentam luteína e a zeaxantina na sua composição.
6 – Melhora a função neurológica – A colina contida no ovo também está relacionada à melhor função neurológica e é excelente para a dieta das gestantes, pois contribui para o desenvolvimento cerebral do feto.


Lauro Alves, Agência RBS

Composição da gema
Água (%) – 49
Calorias – 65
Proteína (g) – 3
Gordura (g) – 6
Ácido Graxo Saturado (g) – 1,7
Ácido Graxo Monoinsaturado (g) – 2,2
Ácido Graxo Poliinsaturado (g) – 0,7
Colesterol (mg) – 272
Carboidrato (g) – traços
Cálcio (mg) – 26
Fósforo (mg) – 86
Ferro (mg) – 0,9
Potássio (mg) – 15
Sódio (mg) – 8
Vitamina A (UI) – 310
Vitamina A (Retinol Equivalente) – 94
Tiamina (mg) – 0,04
Riboflavina (mg) – 0,07
Niacina (mg) – traços
Ácido Ascórbico (mg) – 0

Composição da clara
Água (%) – 88
Calorias – 15
Proteína (g) – 3
Gordura (g) – traços
Ácido Graxo Saturado (g) – 0
Ácido Graxo Monoinsaturado (g) – 0
Ácido Graxo Poliinsaturado (g) – 0
Colesterol (mg) – 0
Carboidrato (g) – traços
Cálcio (mg) – 4
Fósforo (mg) – 4
Ferro (mg) – traços
Potássio (mg) – 45
Sódio (mg) – 50
Vitamina A (UI) – 0
Vitamina A (Retinol Equivalente) – 0
Tiamina (mg) – traços
Riboflavina (mg) – 0,09
Niacina (mg) – traços
Ácido Ascórbico (mg) – 0

Devemos ingerir mais clara do que gema? Por quê?
A clara é rica em albumina (um tipo de proteína) e não tem gordura. O atleta deve consumir proteína depois do treino, para ajudar na recuperação e na restauração dos músculos. A gema também tem proteína, mas contém colesterol. Por isso pode-se consumir mais clara do que gema.

Quais são os cuidados que devemos ter com o ovo?
Os ovos devem ser armazenados dentro da embalagem sem lavá-los, para não retirar a película natural de proteção. Devem ser lavados antes de prepará-los para consumo. O cozimento do ovo deve ser adequado para que as bactérias que podem estar presentes no alimento não sobrevivam. O melhor é cozinhá-lo por 12 minutos.

O ovo aumenta o colesterol?
Estudos científicos descobriram que apenas uma pequena parcela do colesterol sanguíneo provém da dieta e a maior parte é produzida pelo próprio organismo.


Foto: stock.xchng

Qual é a quantidade diária recomendada?
Pessoas saudáveis que mantêm uma alimentação equilibrada podem ingerir um ovo por dia, sem riscos.

Atletas e pessoas que frequentam academias costumam ingerir o ovo. Por quê?
Porque o ovo possui proteína de alto valor biológico e é rico em albumina, que atua no ganho de massa muscular.

O ovo ajuda a emagrecer?
Por ser fonte de proteína de alto valor biológico e rico em aminoácidos essenciais, sua digestão é mais lenta, o que ajuda no aumento da saciedade, principalmente se for ingerido pela manhã, pois faz com que se consuma menos calorias ao longo do dia. Por ajudar no combate da ansiedade, facilita o controle alimentar e o emagrecimento. Mas atenção: evite o ovo frito.

RECEITAS

CAFÉ DA MANHÃ
Ovo mexido


Foto: Bunge

Ingredientes
1 ovo
3 colheres de tomate (legume ou verdura de sua preferência)
1 fio de azeite de oliva extra virgem
Sal a gosto

Modo de preparo
Misture todos os ingrediente, leve ao fogo e mexa até cozinhar bem.

ALMOÇO
Omelete

Ingredientes
2 claras
1 gema
1/4 de cebola ralada
1 raminho de salsa
1 col. (café) azeite de oliva extra virgem
1 fatia média de queijo branco ou 2 colheres (sopa) de requeijão light
sal a gosto

Modo de preparo
Bata os ovos, acrescente o queijo, a cebola, o sal e a salsa. Coloque o azeite numa frigideira, despeje a mistura e cozinhe em fogo médio.