Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "dieta"

Você sabia que comer chocolate com frutas reduz a absorção de gordura? Veja dicas

16 de abril de 2014 1

007a921d
Foto: Bruno Veloso

Páscoa e dieta não combinam muito bem, né? Dependendo do tipo, o chocolate por conter muita gordura e muito açúcar e por um plano alimentar pelos ares. Pedi para a nutricionista Joselaine Stürmer dá dicas para você sobreviver à Páscoa. Vem ver: 

NÃO PERCA!
Conheça os tipos de chocolate e descubra a opção mais saudável para a Páscoa
Páscoa magrinha: descubra o poder dos chocolates funcionais
De dieta? Nutricionista dá dicas para você não engordar na Páscoa

1 - Procurar comer no máximo 25g de chocolate ao dia, de preferencia 60 a 70% de cacau. Quanto mais amargos os chocolates, menos gorduras e açúcares eles contêm.

2 - Evite chocolates brancos, pois eles tem um percentual de gordura muito maior e gordura saturada que faz mal a saúde.

3 - Ao comer um pedaço de chocolate, coma junto uma fruta com pectina (fibra), como maçã, pêra e laranja, pois essa fibra ajuda a diminuir a absorção de gordura pelo organismo.

4 - Cuidado com os chocolates diet, pois eles podem não ter açúcares mais tem mais gorduras que os chocolates tradicionais.

009b1d62
Foto: Diogo Zanatta

5 - Evite comer chocolate à noite, pois o metabolismo esta mais lento e absorção de gorduras é maior.

6 - Procure comer chocolate gelado, pois quanto mais o chocolate permanecer na boca, mais rápido vem a sensação de saciedade.

7 - Caso coma mais chocolates, faça mais exercícios físicos nesse dia para queimar calorias

8 - Coma chocolates que realmente valem a pena e retire de casa o restante (doe para quem não ganhou), pois aquilo que não é visto não é lembrado.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Endocrinologista tira dúvidas sobre medicamentos para emagrecer

27 de fevereiro de 2014 1

002f0760
Foto: Charles Guerra

Hoje o blog aborda os medicamentos para emagrecer. Quando eles são indicados? Qual o papel da alimentação? São alguns questionamentos que serão respondidos pela endocrinologista Graciele Tombini

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Quando os remédios para emagrecer são indicados?
São recomendados para pacientes com Índice de Massa Corporal maior do que 30 ou 25, em pacientes com doenças associadas à obesidade como diabetes e hipertensão. Para calcular o IMC, divida o pelo pela altura em metros ao quadrado.
Sabe-se, porém, que existem pacientes obesos com IMC normal. Por isso, a avaliação clínica é decisiva para indicação de medicamento.
A gordura abdominal é um marcador de risco. Mulheres com cintura acima de 80 centímetros e homens com cintura acima de 88 centímetros têm maior chance de desenvolverem doenças em função do excesso de gordura. Se estes pacientes não emagrecerem apenas com dieta, talvez seja o caso de usar alguma medicação.

Só o medicamento isolado alcança os resultados?
Muito pouco. Eles auxiliam, mas se o paciente não fizer mudanças alimentares, o resultado será muito pequeno e não duradouro. Sabemos que a perda de peso não é mágica.

00880cbd

Qual a importância de uma alimentação saudável e dos exercícios físicos?
70% alimentação e 30% atividade física. Para quem quer emagrecer, mudar a dieta é imprescindível.

Uma pessoa que não é obesa pode ingerir remédios para emagrecer?
Conforme explicação acima, se o paciente tem gordura abdominal elevada, mesmo com IMC normal, ele pode ser candidato ao uso de medicamentos, caso não consiga bons resultados apenas com dieta.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

Quais os riscos de uma pessoa ingerir remédios para emagrecer sem prescrição médica?
Depende do medicamento. A Sibutramina, por exemplo, não pode ser usada por pacientes cardíacos e hipertensos não controlados. Existem outros medicamentos cujo efeito colateral é o emagrecimento, porém não entram na categoria de medicamentos para emagrecer.
Exemplos:
Bupropiona – Antidepressivo, que auxilia dando saciedade.
Topiramato – Anticonvulsivante, que ajuda na compulsão.
Victoza – Medicamento injetável para diabetes. Ele faz com que o esvaziamento gástrico fique lento. Todos podem ter diversos riscos e por isso necessitam de indicação médica.

002f06da
Foto: Flávio Neves

Como agem os diferentes tipos de medicamento para emagrecer?
Alguns medicamentos agem dando maior saciedade (é o caso da sibutramina), outros inibindo o apetite (são chamados anorexígenos, à base de anfetamina) e tem ainda os que bloqueiam a absorção de gordura no intestino.
Os anorexígenos são os menos indicados, pois costumam causar efeito rebote. O paciente não sente fome e emagrece, quando para de usar o medicamento, costuma ganhar peso novamente.

Quais são os medicamentos mais indicados e os objetivos?
Esta resposta é difícil, pois cada paciente deve ser avaliado. Não basta analisar o motivo pelo qual um paciente engorda, mas também se ele tem alguma doença, se usa algum medicamento, se já usou algum remédio para emagrecer. Enfim, a prescrição é individual.

Podes dar um exemplo em que o uso de remédio para emagrecer deu certo?
Nossa, tenho muitos exemplos. Alguns pacientes precisam da ajuda de medicamentos para perceberem que são capazes de mudar, funciona como um estímulo para o paciente. Muitas pessoas precisam ver o resultado para seguirem adiante sem medicação.

Podes dar um exemplo em que o uso de remédio para emagrecer não deu certo?
Também tem pacientes que não emagrecem com medicamentos. Assim como tenho outros que emagrecem 30 quilos com a Sibutramina e quem não emagrecem nada. O mesmo medicamento pode ser bom para alguns e péssimo para outros.

00791e10
Foto: Emílio Pedroso

Superdica da endócrino
Existem medicamentos que auxiliam no emagrecimento, mas sem a dieta e atividade física o resultado é pequeno. Então, o importante é querer emagrecer e colocar metas que servem de incentivo como entrar em uma roupa, colocar um biquíni ou sunga, melhorar a saúde.

REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

 

 

 

Conheça os prós e os contras da dieta para perder peso

25 de fevereiro de 2014 0

0052ca85
Foto: Stock Photos

Ontem abordamos aqui no blog a dieta para perder gordura. Hoje, a nutricionista Danielle Milhão explica tudinho sobre a dieta para perder peso.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Vem ver:

Qual o objetivo da dieta para perder peso?
Ela visa emagrecer diminuindo os números da balança, reduzindo a massa corporal total.

Que estratégias são adotadas?
Normalmente, nas dietas de perda de peso, são adotadas dietas hipocalóricas, ou seja, com pouca quantidade de calorias. Além disto, também exclui alguns tipos de alimentos da rotina. Ela não leva em consideração a composição corporal (gordura X massa muscular), apenas a redução do peso.

009441ec

Quais os “prós” da dieta?
- Resultados em pouco tempo
- Os números da balança diminuem de forma acelerada

Quais os “contras” da dieta?
- Logo a pessoa para de ver novos resultados
- Para continuar evoluindo, é necessário reduzir cada vez mais o aporte nutricional
- Rotina alimentar muito restritiva, dieta radical
- O indivíduo fica mais suscetível a flacidez, já que acaba perdendo massa muscular também
- Pode haver deficiência de vitaminas e minerais, não contribuindo para a beleza da pele, cabelos e unhas, além de riscos para a saúde
- Queda no rendimento
- Fome e compulsões alimentares

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

00538086
Foto: Stock Photos

Cinco alimentos que não podem faltar. Por quê?
- Carnes magras
- Verduras e legumes
- Integrais
- Frutas
- Diets e lights

Tudo em pequenas quantidades. Ela também faz uso de alimentos dietéticos, com o propósito de consumir o mínimo de calorias.

002bf955
Foto: Divulgação

Cinco alimentos que devem ser evitados. Por quê?
- Carboidratos em excesso
- Alimentos gordurosos
- Frituras
- Açúcar e doces
- Fast foods

Neste tipo de dieta, eles devem ser evitados sempre, por conterem uma grande quantidade de calorias.

Quais os cuidados?
As dietas para perda de peso, apesar de parecerem interessantes por seus resultados rápidos, não são a melhor solução se o seu objetivo é emagrecer, definir a musculatura e manter-se assim por toda vida. Antes de escolher a melhor dieta, avalie o que você deseja a longo prazo, não apenas objetivos imediatos.

 Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Nutricionista ensina nove dicas para não sabotar a dieta

14 de janeiro de 2014 1

002dc7f4
Foto: Gustavo Degrandi Spegiorin

Às vezes, quando menos percebemos, burlamos a dieta. Em época de idas para a praia e também de férias, a nutricionista Ana Carolina Bragança preparou nove dicas para você ficar esperta e não sabotar o plano alimentar.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

1 – Nunca se alimente vendo televisão - Quando as pessoas comem assistindo TV, deixam de perceber a quantidade que estão ingerindo. Enquanto o cérebro não registra essa quantidade, a fome não passa. O ideal é sempre fazer as refeições sentado à mesa e com os eletrônicos (celulares, tablets) desligados, prestando bem atenção no que se está comendo.

2 – Cuidado com os líquidos - As bebidas também possuem calorias e, se tiverem açúcar, mais ainda. Portanto, se for consumir algum tipo de bebida, um copo é o suficiente e sempre na versão sem açúcar.

008db521

Foto: Pontualle, Divulgação

3 – Cuidado com os alimentos adicionados na salada - As saladas são aliadas da dieta, mas quando acrescentadas de castanhas, nozes, batata palha, croutons e molhos gordurosos podem ficar muito calóricas. A solução é evitar a batata palha, escolher um molho leve feito em casa e servir apenas uma colher de chá de frutas secas. Os croutons, de preferência integral, só devem ser acrescentados na salada quando você não consumir nenhum outro tipo de carboidrato.

4 – Visualizar os alimentos do buffet antes de se servir - Os restaurantes sempre oferecem alimentos saudáveis, mas é fundamental observar o buffet antes de entrar na fila. Ao visualizar antes todos os ítens, você consegue planejar melhor os alimentos que irá servir, sem encher o prato ao ficar tentado a servir opções calóricas.

0029ad03
Foto: Guto Kuerten

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

5 – Evite provar toda hora o que estiver cozinhando - Quem tem o hábito de ficar experimentando tudo o que está cozinhando corre o risco de consumir mais calorias. Portanto, nunca cozinhe com fome e deixe para provar o tempero do preparo apenas quando estiver finalizando a receita.

6 – Receitas light também possuem calorias - É sempre interessante optar por versões mais leves nas receitas, mas só porque a opção é light não significa que ela pode ser consumida à vontade. Lembre-se: alguns doces dietéticos podem conter até mais calorias do que a versão original.

001b0f1a
Foto: Acervo Arisco

7 – Registrar tudo o que se consome - Quando temos noção de tudo que estamos consumindo, prestamos mais atenção nas porções e temos uma melhor noção da nossa alimentação. Com essa prática, evitamos a desculpa do “só mais um pouquinho” já que o “pouquinho” também deverá ser anotado.

8 – Planejar antes de ir ao mercado - Faça uma lista de compras somente com os alimentos da sua dieta. Se você for ao supermercado sem foco, corre o risco de comprar alimentos mais calóricos. A regra é ir sem fome para evitar comprar guloseimas no caminho.

9 – Coma devagar e mastigue muito bem os alimentos - O cérebro leva cerca de 20 minutos, a partir da primeira garfada, para registrar que o estômago está cheio. Portanto, quanto mais rápido você se alimentar, mais tenderá a comer e a engordar.

0083d2e0-1024x707
Foto: Vivi Vridi


VÍDEO: VEJA COMO PERDER AQUELES QUILINHOS INDESEJADOS

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Confira três receitas indicadas para quem segue a dieta do baixo índice glicêmico

13 de janeiro de 2014 0

0089a48b
Foto: Isaias Mattos

Conferiram as dicas da endocrinologista Graciele Tombini sobre a dieta do baixo teor glicêmico? Ela repassou três receitas indicadas para quem segue o plano alimentar.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

1) Salada de verão

Ingredientes
Alface
Espinafre
Rúcula
2 colheres de cenoura
Brócolis
2 ovos
4 fatias de peito de peru

Modo de preparo
Organize os ingredientes em um prato e sirva.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados


2) Shake com whey protein

Ingredientes
200 ml de leite desnatado
1 fruta
Whey protein

Modo de preparo
Bata os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

3) Batida light

Ingredientes
1 pote de iogurte grego light
Gelatina diet

Modo de preparo
Bata os ingredientes no liquifidicador e sirva. Indicada para o lanche da tarde.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Conheça a dieta em que é possível perder quatro quilos em um mês

13 de janeiro de 2014 6

008d0d5f
Foto: Tadeu Vilani

Você já ouviu falar da dieta do baixo índice glicêmico? Vem conferir as dicas da endocrinologista Graciele Tombini.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

No que consiste a dieta do baixo índice glicêmico?
Prioriza alimentos de baixo índice glicêmico. O índice glicêmico representa a velocidade em que o carboidrato é digerido e transformado em açúcar no sangue. Quando consumimos alimentos de índice glicêmico elevado, ou seja, que são digeridos mais rapidamente, aumenta a quantidade de açúcar no sangue. Como eleva muito rápido a nossa glicemia, o excesso é armazenado na forma de gordura. Os alimentos que apresentam carboidrato de digestão lenta, liberam açúcar em menor quantidade no sangue e são chamados de baixo índice glicêmico. Por isto não basta contar calorias, é importante dar preferência a alimentos com baixo índice glicêmico.

Seis benefícios da dieta
1. EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL - É possível emagrecer comendo todos os nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.
2. AUMENTA SACIEDADE - Alimentos de índice glicêmico baixo costumam aumentar a saciedade e reduzir a gula.
3. AJUDA REDUZIR A BARRIGUINHA - Alimentos de IG elevado aumentam a glicose do sangue e a quantidade de gordura abdominal. Por isso, investir numa dieta de baixo IG ajuda a perder a barriguinha.
4. MANTÉM METABOLISMO ACELERADO – É rica em proteína e isso evita a perda de massa magra. Como sabemos, a massa magra é responsável por grande parte da nossa queima calórica.
5. NÃO PROVOCA EFEITO SANFONA - Estimula a manutenção de massa magra e isso ajuda a manter o metabolismo funcionando mais rápido.
6. DÁ PARA COMER DE TUDO UM POUCO - É possível comer todos tipos de alimentos desde que em pequenas quantidades. Uma vez por semana é possível fazer uma refeição livre.

000de75d
Foto: Ronaldo Bernardi

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

Existe contraindicação?
Não existe contraindicação

Quais alimentos são permitidos?
Carnes, ovos, queijo branco, iogurte, alimentos ricos em fibras, como legumes e salada verde, pão integral, massa integral, batata doce, arroz integral ou parboilizado.

Quais alimentos são proibidos?
Alimentos ricos em farinha refinada como pão branco, doces e batata inglesa (tem índice IG alto). Sucos de frutas não são indicados pelo IG alto. São liberados apenas o suco de limão e o de maracujá, sem açúcar.

0025aedc
Foto: Washington Fidelis

É uma dieta que incentiva a perda de peso rapidamente?
Propõe emagrecimento saudável. Um quilo por semana.

Pode-se perder quantos quilos em quanto tempo?
Em um mês é possível perder 4 quilos.

Quem pratica exercício físico pode seguir?
Ela é aconselhável para pessoas que praticam atividade física, pois tem todos os nutrientes importantes para dar disposição e força para fazer os exercícios. Quem pratica esportes, vai ter um metabolismo mais acelerado e melhores resultados na dieta.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Projeto Verão: saiba quais fibras você deve incluir para atingir o resultado desejado

09 de dezembro de 2013 2

008f470f

A série Projeto Verão do blog Barra de Cereal chega hoje à quarta semana. Desde 18 de novembro, a nutricionista Danielle Milhão dá dicas preciosas para quem quer chegar na nova estação com a silhueta mais fininha.

Algumas dicas são bem simples, é verdade, mas uma coisa que aprendi no mundo da dieta é que, mesmo sabendo o que é certo ou errado, muitas vezes é preciso ser lembrado para que realmente vire rotina.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

A partir desta semana, o novo hábito que você irá incorporar, proporcionará uma diminuição da retenção hídrica, mandando embora aquele inchaço desagradável. Este efeito, assim como os benefícios ocasionados pelas dicas das etapas anteriores, se intensificam com a adesão de todas as mudanças de atitudes, até o final do programa.

PROJETO VERÃO: leia as matérias anteriores da Operação 

A partir de hoje, você irá:
Aumentar as fontes de fibras na alimentação. Inclua, ao menos, 4 colheres de sopa. Você poderá utilizar todas elas se preferir. Quanto maior a variedade, melhor. Devem ser misturadas, ao longo do dia, nas suas refeições, em vitaminas, leite, sucos, iogurtes e shakes proteicos.

Farinhas recomendadas:
- Farinha de linhaça
- Farinha de chia
- Fibra ou farinha de maracujá (deve ser misturada em algum líquido, para tornar mais fácil a sua ingestão)
- Elixir da longevidade (mix de farinhas)
- Farinha de laranja
- Fibra de trigo integral (farelo de trigo)

foto-132-1024x768

SUPERDICA DA DANI
Outra dica, que fará toda a diferença, é consumi-las 1 minuto antes das refeições que você sente mais fome, com um pouco de leite ou suco.
Na segunda etapa da série, você passou a consumir todos os carboidratos integrais. Eles também têm fibras, mas não são suficientes para suprir a quantidade necessária para este programa. Portanto, a inclusão destas farinhas fornece o aporte ideal, com pouca quantidade de carboidratos totais e são ricas em vitaminas e minerais.

Atenção: o sucesso do resultado depende do seguimento de todos os hábitos, em todas as etapas do programa.


VÍDEO: CONFIRA DICAS PARA CHEGAR MAGRINHA NO VERÃO

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a preparar um suco de frutas excelente para o pré-treino

23 de novembro de 2013 2

1418260_10151769682567361_1277432615_n (1)

Conferiu a receita do suco verde que utilizei durante a minha detox? A nutricionista Danielle Milhão ensina os leitores do Blog Barra de Cereal a preparar um suco de frutas, excelente para pré-treino.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Vem conferir:

Suco de frutas
Três porções de frutas (na foto acima, utilizei 1 maçã, 1 laranja laranja e 1 fatia de mamão)
1 pedaço de gengibre in natura
4 colheres de mix de quinoa e amaranto
1 colher de chia
1 colher de linhaça
canela a gosto

- Pode ser utilizado no pré-treino - Possui carboidratos de rápida (frutas) e lenta (quinoa e amaranto) absorção. Desta forma, proporciona energia ao longo de todo o treinamento. É claro que também dependerá dos objetivos pessoais.
- Mais energético do que um simples suco de frutas - Se você consumir apenas o suco de frutas, a energia contida nele será absorvida rapidamente pelo seu organismo, e, em seguida, você sentirá como se estivesse de barriga vazia novamente. Já, neste suco, que contém carboidratos complexos (digeridos lentamente), a disposição é mantida por várias horas.
- Proporciona maior saciedade - É rico em fibras e gorduras boas, que proporcionam saciedade e auxiliam no trânsito intestinal. Também pode ser utilizado como lanche em quem quer reduzir algumas medidas.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Projeto verão: nutricionista ensina quatro hábitos que ajudam no emagrecimento

19 de novembro de 2013 4

00023cd9
Foto: Daniel Marenco

O Barra de Cereal lançou nessa segunda-feira a série Projeto Verão. Durante sete semanas, a nutricionista Danielle Milhão dará dicas para os leitores do blog de hábitos saudáveis que fazem toda diferença em uma dieta.

Leia mais

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Nesta primeira semana, você precisa mudar quatro hábitos. São simples de seguir e consistem nos alicerces que serão importantes para dar continuidade ao processo.

Pronto para começar?

PROJETO VERÃO: leia outras etapas da série do Barra de Cereal

1 – Mastigue devagar
Muitas pessoas não dão a devida importância a este hábito. Mas ele é fundamental para promover saciedade nas refeições e para que todos os nutrientes sejam absorvidos de forma mais adequada. No início, você só lembrará depois de ter terminado o prato, mas, com o tempo, perceberá que já estará praticando desde o começo da refeição. Saiba mais

0083d2e0-1024x707
Foto: Vivi Vridi

2 – Beba mais água
Acrescente 500 mL de água ao que você já está habituado a tomar (ex.: se toma 1 litro de água por dia, comece a tomar 1,5 litro). Ande sempre com uma garrafinha, até mesmo dentro de casa. A água ajuda a desintoxicar o organismo e faz parte de todas as funções de emagrecimento. Tem de ser água pura. Sucos, chás e outras bebidas contam como extras. Saiba mais

0017a8a4-1024x671
Foto: : Júlio Cordeiro

3 – Durma melhor
O sono equilibra as funções hormonais, enzimáticas e metabólicas, ou seja, regula todo o organismo. Então, quem não estiver dormindo bem, dificilmente emagrecerá, e tampouco reduzirá gordura abdominal. Vários estudos associam a baixa qualidade do sono com sobrepeso e vontade de comer alimentos não-saudáveis ao longo do dia. Comece dormindo 30 minutos mais cedo. Saiba mais

sono10-1024x678
Foto: Daniela Xu , Divulgação

4 – Faça mais uma refeição no dia
Escolha aquele horário que você passa mais horas sem comer e inclua um lanche. Por enquanto, nesta etapa, você pode consumir o que quiser, desde que faça mais uma refeição. Este hábito servirá de estímulo para o corpo gastar mais energia e se manter ativo. Quem já come a cada 2 ou 3 horas, não precisa seguir esta orientação.

008d0d67
Foto: Tadeu Vilani

Atenção: o sucesso do resultado depende do seguimento de todos os hábitos, em todas as etapas do programa.

 

VÍDEO: CONFIRA DICAS PARA PERDER OS QUILINHOS INDESEJADOS

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Nutricionista ensina a diferenciar fome física e fome emocional

24 de outubro de 2013 1

0053ccfc
Foto: Stock Photos

Você consegue reconhecer quando realmente está com fome? Por sugestão da nutricionista Fabíola Frezza Andriola, especialista em Psicologia do Comportamento Alimentar, o Barra de Cereal aborda hoje o tema fome física x fome emocional.

Leia mais
Confira 10 alimentos industrializados do bem escolhidos por uma nutricionista
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra

Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer

Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen

Vem conferir:

Qual é a diferença entre a fome física e a fome emocional?
Existem dois tipos de fome, a fome física, que pode ser chamada de fome fisiológica e a fome emocional, que é nossa fome psicológica.
A fome física aparece quando o corpo sente a necessidade de reabastecer as energias, e isso se dá através da alimentação.
Já a fome emocional, não pode ser suprida com comida, sentimos um “vazio” tão grande que confundimos com fome. Este “vazio”, muitas vezes, caracteriza-se por uma carência emocional ou porque estamos tristes, entediados ou com raiva de alguma coisa.
Para um emagrecimento saudável, é fundamental sabermos identificar cada uma. Comer é necessário quando se tem fome física. A fome emocional deverá ser suprida com outras ferramentas e não a comida.

CADERNO GASTRONOMIA PEIXE GRELHADO COM PURE DE MANDIOCA
Foto: Divulgação

Como identificamos a fome física?
Para identificarmos a fome física, ou a chamada “fome do estômago”, é preciso ficar atento aos sinais que ela apresenta. Muitas vezes sentimos uma “fraqueza” física, um desconforto, sinal do corpo pedindo energia. Outras vezes, o estômago ronca, muitas pessoas sentem uma leve dor de cabeça, a famosa “dor de cabeça de fome”.
Normalmente a fome física vem aos poucos, vai aumentando com o passar das horas. Sentimos que estamos no controle da situação, sendo possível planejar a refeição seguinte.
Quando sentir “fome”, para ter certeza de ser fome fisiológica, faça duas perguntinhas a você: qual foi o horário da minha última refeição? e já está na hora de sentir fome novamente?

Como identificados a fome emocional?
Sentimentos como tristeza, raiva, frustração, ansiedade são alguns desencadeadores da nossa fome emocional. Normalmente ela aparece repentinamente, junto com a sensação de urgência, de necessidade de comer alguma coisa naquele exato momento. E você sente vontade de comer alimentos mais calóricos, ricos em gordura e açúcar, que falsamente trazem mais prazer.
Quando aparece a sensação de “fome”, é preciso se perguntar: Estou com fome de que?, O que estou sentindo? Sinto meu estômago vazio? Quando comemos muitas vezes ao dia, por fome psicológica, não chegamos ao ponto de sentir a fome fisiológica.

003daa13
Foto: Isabela

Em quais situações a fome emocional aparece normalmente?
Normalmente a fome emocional aparece quando não estamos muito bem emocionalmente. Frustração, ansiedade, depressão e medo são alguns sentimentos que nos levam a “descontar” na comida. A fome emocional não deve ser simplesmente ignorada, mas trabalhada. Devemos nos conhecer, saber identificar o que estamos sentindo e procurar melhorar. Viver as emoções e não descontar na comida.
A comida, muitas vezes, causa uma sensação de alívio imediato, mas não a longo prazo. Após comer por fome psicológica, vem a sensação de culpa por ter comido, a sensação de fracasso, e isso nos deixa com mais fome psicológica.

Cinco dicas para driblar a fome emocional
Quando identificar que está sentindo fome, e que esta fome está longe de ser fome fisiológica, procure fazer algo para se distrair.
1 - Se está sentando em frente ao computador e se sentir entediado, em vez de buscar aquele “ bombom” na gaveta, levante, dê uma caminhada pelo corredor.
2 - Quando está em meio a uma atividade que traz um certo grau de irritação, em vez de descontar na comida, se permita fazer um intervalo, levante da mesa, converse com o colega. Isso trará uma sensação de alívio e relaxamento.
3 - Invista em alimentos ricos em triptofano, magnésio, cálcio, vitamina B6 a ácido fólico. Nutrientes que ajudam no relaxamento e a driblar o estresse. Consuma alimentos como banana, leite desnatado, cacau, carnes magras, aveia.
4 - Saboreie o alimento. Se der vontade de comer um doce em meio a fome emocional, se permita comer um pedaço, mas deguste. Por exemplo, se for um chocolate, experimente deixar ele derreter em sua boca, não mastigue. Vai durar mais tempo em sua boca e vai lhe trazer mais sensação de prazer.
5 - Tenha horários estabelecidos para as refeições. Assim fica mais difícil comer “fora de hora”.

copodeleite
Foto: Photo Rack

Praticar atividade física ajuda a diminuir a fome emocional?
Ajuda a liberar serotonina, que diminui muito o estresse e ajuda a controlar a fome emocional.

Quando bate a fome emocional, é possível contê-la sem comer?
Com certeza. Primeiro passo é identificar qual fome está sentindo. E quando for fome emocional, viva as emoções ao invés de descontar na comida.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes