Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "metabolismo"

Descubra o poder dos chás termogênicos, que podem auxiliar na perda de peso

09 de abril de 2014 0

10154612_10152039611657361_2022882326_n
Foto: Aline Mendes

Os chás termogênicos podem desempenhar um papel bem interessante em dietas de emagrecimento.  Eles têm o poder e acelerar o metabolismo, o que favorece a queima de gordura. A seguir, confira as dicas da nutricionista Gisele Silveira.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

Qual o significado do termo termogênico?
Termogênico é o nome dado a toda substância capaz de elevar o metabolismo, podendo assim auxiliar na mobilização de gordura e perda de peso.

Para que servem os chás termogênicos?
Podem auxiliar a perda de peso, se associados a dietas de emagrecimento e/ou à atividade física.

Eles potencializam a queima de gordura?
Pelo fato de aumentarem o metabolismo, acabam evitando que haja acúmulo de gordura.

Quais são os principais chás termogênicos?

00977b61
Foto: Aline Mendes

Chá verde - Tem a capacidade de aumentar em até 10% o metabolismo basal (quantidade de calorias que gastamos para nos mantermos vivos). Os chás verde, branco, vermelho e preto são provenientes da mesma planta, a diferença está no processamento de cada um deles.

Casca de laranja amarga - A casca da laranja amarga contém sinefrina, substância que ajuda na queima de gordura corporal.

Chá de hibisco - Também apresenta a propriedade de aumento do metabolismo. Rico em bioflavonoides, pode ser usado como um antioxidante na dieta. Combate os chamados radicais livres, que são produzidos naturalmente pela respiração e produção de energia e afetam negativamente o organismo.

006f84fb
Foto: Felipe Carneiro

Chá de gengibre - Por conter agentes termogênicos, também auxilia na redução do peso. Além disso apresenta propriedades de manutenção de glucose sanguinea.

Qual a variação mais recomendada?
No mercado, o chá pode ser encontrado em folha, saquinho, cápsulas ou em pó. A melhor versão para o uso de chás é em folhas, desde que saibamos a procedência. Os chás de saquinhos também são uma excelente opção quando são de boa qualidade. Alguns fitoterápicos como a casca da laranja amarga, terão melhor resultados na apresentação de capsulas, pois é possível obter maior quantidade do principio ativo.

00949d31
Foto: Reprodução

Como preparar o chá adequadamente?
Alguns detalhes devem ser seguidos para que o chá mantenha os princípios ativos e possa proporcionar o resultado esperado. Por isso, quando colocar a água para ferver no fogo, desligue-o assim que as primeiras bolhas começarem a se formar.
Acrescente as folhas da erva e deixe descansar por 2 ou 3 minutos. É aconselhado coar para que não amargue. Qualquer chá deve ser ingerido ainda morno, logo após ficar pronto. Isso evita que o ar destrua os componentes ativos. Mas, de forma geral, as propriedades do chá permanecem preservadas até 24 horas após a preparação.

Qual é a quantidade recomendada por dia?
Para cada planta/fitoterápico existe uma quantidade recomendada. De modo geral, 500 ml de chá já costumam ter o efeito termogênico desejado.

00707962
Foto: Stock.Xchng

Qual é a hora correta de tomarmos os chás?
Os termogênicos, por conterem cafeína ou outro composto que acelera o metabolismo, são contraindicados à noite, por apresentarem como efeito colateral a perda de sono.

Quais os cuidados?
Não devem ser consumidos por pessoas com doenças digestivas, como gastrites e úlceras, gestantes ou nutrizes. Embora não tenham contraindicações, nenhuma erva deve ser consumida por um período muito prolongado.

___________________________________________________

>> PASSO A PASSO 
Como receber as atualizações do Barra de Cereal no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Aprenda a treinar em circuito e se livre das gordurinhas

31 de janeiro de 2014 1

Captura de Tela 2014-01-30 às 23.07.57
Foto: Jefferson Nobre

Desde que eu conheci o treinamento em circuito, ele virou meu melhor amigo na academia. E os resultados realmente são perceptíveis quando o foco é perder gordura localizada e conquistar um corpo definido. O treinamento em circuito é um tipo de treino metabólico, que apresentei para vocês há algumas semanas. A seguir, confira a entrevista com o personal trainer Jefferson Nobre. E à tarde, mais uma série de exercícios básicos para você começar a treinar em circuito.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

Qual é a estratégia do treinamento em circuito?
A estratégia é executar um treino individual que trabalhe em conjunto grupos superiores e inferiores, queime calorias e ajude na definição muscular.

Você costuma indicar para alunos que buscam quais objetivos?
Esse tipo de treino é indicado para pessoas que têm pouco tempo e procuram definição muscular associada a perda calórica.

É tipo de treino metabólico? Por quê?
Sim, porque esse treino é planejado e executado com uma combinação de exercícios que fazem o aluno trabalhar dentro da zona de queima calórica.

Qual a diferença do circuito para o treinamento comum de musculação?
O treinamento de musculação normalmente é indicado para quem busca hipertrofia e definição muscular. Já o treinamento de circuito, é indicado para quem busca perder peso, definição muscular e goste de exercícios aeróbicos.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

Como se dá a execução dos exercícios e o descanso?
No treinamento em circuito, podemos combinar um exercício de perna e um de braço, por exemplo. Neste caso, o aluno executará uma série de perna e, em seguida, uma série de braço. Ao concluir, a série de braço, volta para a série de perna. Podemos empregar três ou quatro repetições, sem descanso. Ao concluir essa primeira combinação, recomenda-se a prática de um exercício aeróbico: três minutos no transport, três minuto de corrida, três minutos subindo escada etc. Ao final, recomenda-se o descanso de um minuto e partimos para a segunda combinação de exercícios.

Usa-se até quantos exercícios em uma série?
Normalmente a série é composta de um exercício que trabalha um grupo superior combinado com outro que trabalhe um grupo inferior. Por exemplo, uma série de bíceps e quadríceps. O aluno executará 3 vezes a seguinte combinação: 12 repetições de rosca direta alternando com 12 repetições de cadeira extensora. Ao final da série, o aluno realiza 3 minutos de exercícios aeróbios, como corrida, pular corda ou transport.

É um treino que tem o foco na perda de gordura? Por quê? Como se dá isso?
Sim, esse tipo de trabalho tem foco para quem deseja diminuir o percentual de gordura. Porque o aluno trabalha dentro da sua zona de queima caloórica. Isso se dá através da combinação dos exercícios.

Seis beneficios do treinamento em circuito
Perda de peso
Definição muscular
Tonificação muscular
Aumento da capacidade cardíaca
Resistência
Disposição

É um treinamento que sempre envolve aparelhos de musculação ou pode envolver outras atividades?
Esse treinamento é feito em sala de musculação. Mas pode ser feito em formato de treinamento funcional.

É um treino interessante para quem tem pouco tempo para treinar?
Sim, porque pode ser realizado em 1 hora.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Confira 10 dicas tops para ativar o metabolismo

27 de janeiro de 2014 27

009a062f
Foto: Guto Kuerten

A dica de hoje é muito interessante. São truques para você ativar o seu metabolismo.

Mas o que é esse tal de metabolismo? A nutricionista Vanessa Leite explica é toda e qualquer reação química que acontece no nosso organismo, que gaste energia, que queime calorias.

Quanto mais rápido for o ritmo dele, mais calorias são queimadas/gastas por dia, tornando mais fácil o emagrecimento e/ou a manutenção de peso. Ativar o metabolismo é um dos truques mais contemporâneo e eficaz dos tratamentos de emagrecimento.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Confira as dicas!

1 – Faça exercício físico. Qualquer tipo de atividade (aeróbica ou anaeróbica) ativa o metabolismo por 24 horas, ou seja, o efeito não é só no momento da atividade. Se você não consegue malhar todos os dias, intercale os dias de atividade, assim ficará com o metabolismo turbinado constantemente.

006381fa
Foto: Divulgação

2 – Aumente massa muscular através de dieta personalizada e de exercício anaeróbico (musculação, pilates, trx, treinamento funcional…). O músculo é quem ativa o seu metabolismo, uma vez que cada 0,5kg de músculo que temos no corpo queima 35 calorias por dia, enquanto a mesma quantidade de gordura queima apenas 2 calorias por dia. Essa dica vai deixar o seu metabolismo mais acelerado, possibilitando você sair da dieta (seja com comida ou com bebida) sem engordar facilmente.

0091e38e
Foto: Alvarelio Kurossu

3 – Invista mais na proteínas magras (peixe, ovo, frango e whey…) em função do seu efeito térmico. A cada 100 calorias que consumimos de proteínas absorvemos apenas 80 calorias, ou seja, só na digestão já são eliminadas 20 calorias.

002d83b6
Foto: Jucimar Milesi

4 – Consuma apenas carboidratos integrais (arroz integral, pão integral, aveia, massa integral…). Esses alimentos proporcionam mais saciedade e são ricos em fibras. Vale lembrar que os carboidratos integrais apresentam mais efeito térmico que os carboidratos refinados como arroz, massa e pão. Em resumo, gastamos mais calorias/ativamos mais o metabolismo com a digestão dos integrais.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

0056a191
Foto: Photo Rack

5 – Não elimine a proteína (frango, carne, peixe, iogurte light e leite desnatado) do seu café da manhã, almoço, lanche da tarde e janta. Essa atitude ativa metabolismo e ajuda na manutenção e/ou aumento de massa muscular, que consequentemente, também ativa o metabolismo.

006b2f24
Foto: Reprodução

6 – Tome água. É vital e é um remédio natural para o emagrecimento. Às vezes, sentimos fome e não é fome, é desidratação. Lembre-se de que tomar água bem gelada ativa ainda mais o metabolismo, uma vez que o nosso organismo procura manter uma temperatura corporal entre 36º e 37º graus. Quando ingerimos algo bem gelado, o nosso organismo se esforça, gastando mais calorias, para conseguir manter a temperatura corporal.

0017c8e2
Foto: Carlinhos Rodrigues

7 – Durma bem. A falta do sono reparador afeta o funcionamento dos hormônios associados ao ciclo da fome e da saciedade. O sono ideal aumenta a síntese do hormônio leptina (responsável pela saciedade) e diminui o hormônio grelina (responsável pelo apetite).

8 – Coma alimentos saudáveis de 3 em 3 horas. Quando ficamos muito tempo sem nos alimentar, o ritmo do metabolismo diminui para poupar energia (pois pensa que você não vai receber mais alimentos) e tudo que você vier a comer vai ser transformado em gordura, até mesmo a ingestão de alimentos magros e saudáveis.

0099056f
Foto: Divulgação

9 – Nunca deixe de tomar o café da manhã. Quando dormimos, o metabolismo fica mais lento e essa refeição serve como ativador do metabolismo. Quem acorda e não ingere alimentos desperdiça tempo que poderia estar queimando mais calorias.

10 – Elimine de vez os carboidratos refinados da sua vida. A ingestão desses alimentos (arroz branco, açúcar, chocolate e massa) libera energia rapidamente, incapaz de ser queimada, que é transformada em gordura, reduzindo o seu metabolismo.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Aprenda a preparar quatro receitas para acelerar o metabolismo

06 de janeiro de 2014 1

unnamed (2)
Foto: Danielle Milhão

Conferiu as dicas da técnica de ativação do metabolismo que eu postei hoje, pela manhã? A nutricionista Danielle Milhão ensina você a preparar quatro receitas magrinhas e que colaboram para a queima de gordurinhas.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

unnamed
Foto: Danielle Milhão

1) Pizza proteica

Ingredientes
Massa para pizza brotinho integral
2 fatias de queijo minas
1 lata de sardinha
Orégano à gosto
Queijo cottage

Modo de preparo
Passe o queijo cottage até cobrir a massa de pizza. Em seguida, espalhe as fatias de queijo minas sobre ela, bem como a sardinha, e salpique o orégano por cima. Leve ao forno por cerca de 30 minutos, e está pronto para servir.
Você pode consumir esta pizza proteica de lanche da tarde, ou até mesmo como substituição para um jantar.

unnamed (1)
Foto: Danielle Milhão

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

2) Truta com molho branco e aspargos

Ingredientes
1 filé de 120 g de truta
Tempero verde
Pimenta do reino
Uma pitada de sal
2 colheres de sopa de queijo cottage
1 colher de sopa de requeijão
1 colher de sopa de queijo ralado
½ copo de leite
Aspargos
Azeite de oliva

Modo de preparo
Tempere a truta com sal, tempero verde, pimenta do reino e azeite de oliva, e leve-a ao forno junto com os aspargos, até o peixe ficar dourado. Em uma panela, acrescente o queijo cottage, requeijão, queijo ralado e o leite, misture até levantar fervura. Em seguida, coloque o molho branco por cima da truta e dos aspargos, e seu jantar ou almoço estará pronto para ser servido.

3) Almôndegas saudáveis com maionese de vegetais (sem batata)

Almôndega
Ingredientes
150g de carne moída
1 ovo
1 pitada de sal
Pimenta do reino
1 colher de sopa de farinha de aveia

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes em um recipiente até criar liga, em seguida molde os bolinhos e leve ao forno por cerca de 30 minutos.

Maionese de vegetais
Ingredientes
Ervilha
Brócolis
Couve-flor
Milho
Cenoura
1 gema de ovo cozida
1 gema de ovo crua
Azeite

Modo de preparo
Esmagar a gema cozida em um recipiente, em seguida misturar com a gema crua, e adicionar azeite gradativamente até aumentar o volume da maionese. Espremer 5 gotas de limão para o toque final e misturar a maionese aos vegetais já cozidos e picados.

007f6c40
Foto: Divulgação

4) Vitamina proteica com pasta de amendoim

Ingredientes
1 copo de leite
1 banana
1 scoop de whey protein de chocolate ou baunilha
1 colher de sopa de pasta de amendoim sem açúcar
4 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar tudo no liquidificador e está pronto para beber. Esta vitamina frozen é excelente para um pós-treino de musculação.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Saiba por que o colágeno é a proteína que está na moda

05 de junho de 2013 0


Swisabeuaty, Reprodução

Utilizado em tratamentos estéticos, com a promessa de auxiliar na diminuição da flacidez e da celulite, o colágeno definitivamente está na moda. As mulheres estão cada vez mais em busca de tratamentos que deixem uma aparência mais bonita e saudável.

- Eu costumo recomendá-lo para pessoas que têm tendência à flacidez e para quem está perdendo bastante peso – explica a nutricionista Ana Carolina Bragança.

Ela destaca ainda que não há pesquisas conclusivas sobre o auxílio do colágeno no emagrecimento.

Leia mais:
Uma dieta para perder gordura e aumentar o rendimento
Conheça o alimento que promove uma verdadeira faxina no organismo
Saiba por que o pilates é o queridinho das academias
Saiba quais são os 10 inimigos da dieta

A seguir, a nutricionista Bárbara Riboldi, da Clínica Nutrissoma, tira todas as dúvidas sobre o colágeno. Espero que gostem!

CINCO BENEFÍCIOS DO COLÁGENO
1 – Estimula o metabolismo de células da pele
2 – Consequentemente, pode auxiliar na diminuição da flacidez e celulite
3 – Existem benefícios da suplementação de colágeno para atletas com dores articulares e prevenção de lesões articulares
4 – Auxilia como coadjuvante em dietas de emagrecimento
5 – Fortalece cabelos e unhas

O QUE É
O colágeno é uma proteína abundante do corpo humano, representando cerca de 30% de toda a proteína que temos. Sua principal função é dar sustentação às células, mantendo-as unidas e impedindo a deformação dos tecidos. É o que fez a pele ficar lisinha e sem flacidez.

EMAGRECE OU NÃO?
Acredita-se que o colágeno auxilia na prevenção da flacidez após o emagrecimento. Estudos demonstram que o uso de suplementação de colágeno em mulheres idosas com baixo consumo de proteínas, auxiliou a adequação do consumo proteíco e, com isso, ocasionou na perda de peso. Vale ressaltar que apenas incluir o colágeno na alimentação não ocasionará a perda de peso. É preciso aliá-lo a uma alimentação equilibrada.

INDICAÇÃO
É indicado principalmente para mulheres com mais de 30 anos. Elas possuem uma quantidade menor de musculatura no corpo, o que faz com que o depósito de colágeno seja menor. A síntese de colágeno diminui após os 30 anos. Além da idade, outros fatores podem comprometer a produção da substância: tabagismo, excesso do sol e deficiência alimentar dos nutrientes necessários para síntese do colágeno (vitamina C, zinco, silício, cobre e manganês).

CONTRAINDICAÇÃO
É contraindicado para pessoas com consumo elevado de proteínas e pacientes com doenças renais. Também não é recomendado para gestantes e lactantes. Só deve ser utilizado como complemento alimentar com um objetivo específico, quando orientado por um profissional da saúde.

MELHOR VERSÃO
No mercado, são comercializados colágeno em cápsula, em líquido e em pó. O mais recomendado é o hidrolisado, que será rapidamente absorvido pelo organismo (pois é “pré-digerido”). É importante buscar versões que sejam livres de açúcar e que também contenham outros precursores do colágeno, como o silício e a vitamina C.

A maioria das marcas de colágeno em cápsulas possui apenas 1g da proteína. São necessárias, no entanto, 10 cápsulas ao dia. Desta forma, é mais prático utilizar o colágeno hidrolisado em pó. Uma colher de sopa por dia é suficiente.

MARCAS RECOMENDADAS
Em pó: linha Puris
Líquido: Proteincolla

COMO E QUANDO TOMAR
Misturado a líquidos, como suco e leite, à noite ou pela manhã.

GELATINA
Muitas pessoas utilizam a gelatina como um alimento fonte de colágeno. A gelatina tem colágeno, mas não pode ser considerada um alimento-fonte. A gelatina contém grandes quantidades de açúcar, corantes e conservantes que não trazem benefício algum para a saúde.

Siga o blog no Facebook

Cinco motivos para consumir o chá verde, mas atenção aos cuidados

30 de maio de 2013 43

O chá verde tem gosto amargo, mas vale a pena fazer algumas caretas pelo bem que ele faz para a nossa saúde. Tomo todos os dias. Convoquei a nutricionista Denise Entrudo para nos explicar por que essa bebida é a queridinha das dietas. Confira!

Leia mais:
Saiba quais são os 10 inimigos da dieta
Dez alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, que ajudam a emagrecer
Aprenda a fazer 10 exercícios com o equipamento funcional TRX

Cinco motivos para tomar o chá verde:
1. É um alimento anti-inflamatório e antioxidante
2. Melhora a recuperação muscular pelo potencial antioxidante
3. Previne o envelhecimento e doenças como o câncer
4. Aumenta a termogênese e isso gasta mais calorias
5. Pode diminuir o colesterol ruim

BENEFÍCIOS
Denise explica que o chá verde pode atuar de forma benéfica em algumas doenças como diabete mellitus 1, cardiopatias, infecções virais, inflamações em doenças degenerativas e até mesmo no câncer. Além disso, pelo seu potencial antioxidante, previne o envelhecimento e acelera o processo de recuperação muscular.

Um estudo realizado no Japão publicado na revista Obesity (2007) constatou que a ingestão regular pode diminuir a gordura corporal ao mesmo tempo que diminui a circunferência da cintura. Além disso, as catequinas e a cafeína do chá podem atuar na termogênese aumentando o gasto calórico diário.

QUANTIDADE RECOMENDADA
No mínimo, um litro de chá verde por dia para ter os benefícios.

CHÁ EM FOLHAS É MAIS EFICIENTE

Os estudos nos mostram que o ideal é ingerir o chá das folhas. Em sachê, nem sempre vai ter as folhas. A indústria acaba misturando os talos também. E em cápsulas, ainda não foi comprovado um efeito benéfico como a ingestão do chá. Você pode encontrar o pacote com as folhas de chá verde no supermercado, no Mercado Público e em lojas de produtos naturais. Eu compro a versão acima.

CUIDADOS
Quem tem insônia não deve tomar o chá após as 16h, pelo teor de cafeína. Também não é recomendado consumi-lo próximo às refeições, pois os fitatos diminuem a absorção de nutrientes como o ferro. Então, nada de terminar o almoço e logo consumir o chá verde. Evite também açúcar e adoçante.

Cinco benefícios do óleo de coco

24 de maio de 2013 14


Stock.xchng, Divulgação


1
Melhora o sistema imunológico
2 Regula a função intestinal
3 Proporciona sensação de saciedade
4 Tem ação antioxidante
5 É de fácil digestão

Leia mais:

Dez alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo
Organização é o segredo de uma dieta
Cinco benefícios e cinco cuidados que você precisa saber sobre suplementos alimentares

Mas é um alimento que deve ser consumido com restrição. A nutricionista Elenise Corbari recomenda ingerir, no máximo, duas colheres de sopa ao dia.
O óleo de coco está presente na minha dieta por recomendação da nutricionista que frequento. Mas consumo com moderação. Costumo adicionar uma colher ao suco verde que tomo diariamente, para preparar algumas receitas em substituição ao óleo de cozinha e para untar a frigideira quando faço minha omelete proteica.



A seguir, leia a entrevista que a nutricionista Elenise Corbari concedeu ao Barra de Cereal:

Consumir o óleo de coco auxilia no emagrecimento?
Por conter triglicerídeos de cadeia média, é facilmente absorvido, além de proporcionar sensação de saciedade, causando diminuição do consumo de alimentos ao longo do dia, por isso contribui para o emagrecimento. Mas devemos acrescentar o óleo de coco à dieta pelos valores nutricionais. Não pelo emagrecimento.

Alguns especialistas afirmam que ele pode prejudicar a dieta. Por quê?
Por ser um alimento do grupo das gorduras, deve ser consumido com moderação, pois se for ingerido em excesso pode provocar problemas de saúde e aumento de peso.

Como as pessoas podem ingeri-lo?
Pode ser consumido puro, substituindo a gordura em receitas, como tempero nas saladas, ou em cápsulas.
Há diferença entre o óleo de coco líquido e o em cápsula?
Não. O que deve ser levado em conta é a quantidade de óleo existente em cada cápsula.

Existe alguma contraindicação?
Por se tratar de uma gordura saturada, pessoas com problemas de saúde como cirrose, por exemplo, devem evitá-lo, para não ocorrer uma sobrecarga de ácidos graxos.

Abaixo, confira a tabela nutricional do óleo de coco da Copra:

Dez alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo

23 de maio de 2013 17

Você certamente já deve ter ouvido falar dos alimentos termogênicos. A nutricionista Danielle Milhão explica que eles elevam o gasto calórico e mantêm o metabolismo bem ativo, aumentando as chances de queimar gordura.

Leia mais

Cinco benefícios do óleo de coco
Organização é o segredo de uma dieta
Cinco benefícios e cinco cuidados que você precisa saber sobre suplementos

Esses alimentos estão muito presentes na minha dieta. Diariamente, adiciono pimenta, gengibre e hortelã ao suco verde de todas as manhãs e bebo suco verde após as refeições e iogurte com canela à tarde.

Os principais alimentos termogênicos

- Café

– Chá verde e branco


Foto: Stock.Xchng

- Wasabi (para quem gosta de sushi!)

- Pimenta


Foto: Tatiana Cavagnolli, Agência RBS

- Açafrão

- Gengibre


Foto: Divulgação

- Curry

– Canela


Foto: Ricardo Wolffenbüttel, Agência RBS

- Guaraná em pó

- Hortelã

A seguir, confira a entrevista com a nutricionista Danielle Milhão.

Quais os benefícios dos alimentos termogênicos?
Ele aceleram o metabolismo. São bons aliados para quem está querendo diminuir o percentual de gordura corporal, ou para quem gosta, simplesmente, de manter hábitos saudáveis de vida. Mas
lembre-se: consumir alimentos termogênicos não dispensa a realização de exercícios e de uma alimentação equilibrada.

O que significa acelerar o metabolismo?
As reações no seu corpo estão ocorrendo de forma mais rápida e efetiva, o que é fundamental para quem deseja emagrecer e ser saudável.

A proteína também exerce papel importante?

Além dos termogênicos, que aceleram as reações do seu corpo, existem as estratégias alimentares que tornam o seu metabolismo mais inteligente, isto é, fazem com que o seu organismo queime gordura, tonifique e elimine as impurezas, como um processo natural. A proteína é um exemplo deste tipo de alimentação, carnes magras, de gado, frango ou peixe, ovos, queijos brancos, todos eles deixam nosso corpo mais esperto, e, na medida e horários certos, modificam a estrutura interna daquela pessoa que tem tendência a armazenar gordura, fazendo-a emagrecer e se manter assim por toda vida. Quem já possui um metabolismo organizado (que não forma gordura), vai se manter cada vez melhor utilizando este tipo de estratégia.

Comer de três em três horas também ajuda a acelerar o metabolismo?
Esta é outra forma inteligente de beneficiar seu corpo, fazendo-o queimar mais gordurinhas.
Quando você se alimenta poucas vezes ao dia, e passa muitas horas sem comer, o organismo interpreta como se também não pudesse gastar, porém, quando se alimenta de forma mais frequente, você estará acionando o botão de “gastar energia”, é assim que funciona. Então, comer de 3 em 3 horas não é termogênico, mas modifica o metabolismo permanentemente e positivamente.