Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "nutrição"

Descubra o poder dos chás termogênicos, que podem auxiliar na perda de peso

09 de abril de 2014 0

10154612_10152039611657361_2022882326_n
Foto: Aline Mendes

Os chás termogênicos podem desempenhar um papel bem interessante em dietas de emagrecimento.  Eles têm o poder e acelerar o metabolismo, o que favorece a queima de gordura. A seguir, confira as dicas da nutricionista Gisele Silveira.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

Qual o significado do termo termogênico?
Termogênico é o nome dado a toda substância capaz de elevar o metabolismo, podendo assim auxiliar na mobilização de gordura e perda de peso.

Para que servem os chás termogênicos?
Podem auxiliar a perda de peso, se associados a dietas de emagrecimento e/ou à atividade física.

Eles potencializam a queima de gordura?
Pelo fato de aumentarem o metabolismo, acabam evitando que haja acúmulo de gordura.

Quais são os principais chás termogênicos?

00977b61
Foto: Aline Mendes

Chá verde - Tem a capacidade de aumentar em até 10% o metabolismo basal (quantidade de calorias que gastamos para nos mantermos vivos). Os chás verde, branco, vermelho e preto são provenientes da mesma planta, a diferença está no processamento de cada um deles.

Casca de laranja amarga - A casca da laranja amarga contém sinefrina, substância que ajuda na queima de gordura corporal.

Chá de hibisco - Também apresenta a propriedade de aumento do metabolismo. Rico em bioflavonoides, pode ser usado como um antioxidante na dieta. Combate os chamados radicais livres, que são produzidos naturalmente pela respiração e produção de energia e afetam negativamente o organismo.

006f84fb
Foto: Felipe Carneiro

Chá de gengibre - Por conter agentes termogênicos, também auxilia na redução do peso. Além disso apresenta propriedades de manutenção de glucose sanguinea.

Qual a variação mais recomendada?
No mercado, o chá pode ser encontrado em folha, saquinho, cápsulas ou em pó. A melhor versão para o uso de chás é em folhas, desde que saibamos a procedência. Os chás de saquinhos também são uma excelente opção quando são de boa qualidade. Alguns fitoterápicos como a casca da laranja amarga, terão melhor resultados na apresentação de capsulas, pois é possível obter maior quantidade do principio ativo.

00949d31
Foto: Reprodução

Como preparar o chá adequadamente?
Alguns detalhes devem ser seguidos para que o chá mantenha os princípios ativos e possa proporcionar o resultado esperado. Por isso, quando colocar a água para ferver no fogo, desligue-o assim que as primeiras bolhas começarem a se formar.
Acrescente as folhas da erva e deixe descansar por 2 ou 3 minutos. É aconselhado coar para que não amargue. Qualquer chá deve ser ingerido ainda morno, logo após ficar pronto. Isso evita que o ar destrua os componentes ativos. Mas, de forma geral, as propriedades do chá permanecem preservadas até 24 horas após a preparação.

Qual é a quantidade recomendada por dia?
Para cada planta/fitoterápico existe uma quantidade recomendada. De modo geral, 500 ml de chá já costumam ter o efeito termogênico desejado.

00707962
Foto: Stock.Xchng

Qual é a hora correta de tomarmos os chás?
Os termogênicos, por conterem cafeína ou outro composto que acelera o metabolismo, são contraindicados à noite, por apresentarem como efeito colateral a perda de sono.

Quais os cuidados?
Não devem ser consumidos por pessoas com doenças digestivas, como gastrites e úlceras, gestantes ou nutrizes. Embora não tenham contraindicações, nenhuma erva deve ser consumida por um período muito prolongado.

___________________________________________________

>> PASSO A PASSO 
Como receber as atualizações do Barra de Cereal no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Nutricionista ensina a se alimentar corretamente antes e depois do treino

03 de abril de 2014 1

10153567_10152026560207361_245179529_n
Foto: Aline Mendes

Se você pratica alguma atividade física certamente já deve ter ouvido falar que é muito importante se alimentar bem antes e depois do treino. Mas você quais alimentos comer? Com a ajuda da nutricionista Gisele Silveira, vamos apresentar algumas opções e abordar a importância da escolha correta. 

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

Vem ver:

Por que é tão importante comer antes do treino?
A alimentação antes da atividade física é de extrema importância para evitar o catabolismo proteico (perda de massa muscular) e proporcionar melhor rendimento durante o exercício.

Por que devemos incluir carboidratos no lanche pré-treino?
É importante incluir uma quantidade adequada de carboidratos, que é principal combustível para o músculo durante a atividade física. Ele aumenta o glicogênio muscular e hepático, importante para um bom desempenho durante o exercício. Além disso, o uso de carboidratos no pré-treino evita sintomas de hipoglicemia e de mal-estar.

10151075_10152026567997361_14404101_n
Foto: Aline Mendes

Mesmo quando o foco é emagrecer?
Sim. Mesmo em situações de redução de peso o carboidrato trará todos os beneficios. O importante é a quantidade certa para cada pessoa. O excesso de carboidrato pode atrapalhar o efeito emagrecedor da atividade física.

Devemos comer quanto tempo antes da atividade física?
É variável, mas 1 hora antes do treino é um bom período para o organismo absorver os nutrientes oferecidos. Mas pode variar de acordo com a disponibilidade de cada um. Muitas pessoas se alimentam 30 minutos e não tem nenhum prejuízo no rendimento da atividade física.

10173199_10152026567987361_1275416237_n
Foto: Aline Mendes

Podes dar cinco sugestões de lanches pré-treino?
(as quantidades variam de acordo com o peso, o praticante, a intensidade, a duração do treino e objetivos. As sugestões abaixo são para um para treinamento intermediário)

Sugestão 1
2 fatias de pão integral + 1 ovo mexido ou pasta de frango desfiado + 1 fatia queijo branco OU 1 colher de sopa rasa requeijão light OU 1 fatia mussarela de búfala + tomate + alface) + 1 copo 300 ml suco de fruta laranja, uva ou melancia

Sugestão 2
1 copo de salada de frutas (laranja, melão, maçã, banana ou mamão) + 2 colheres de sopa de granola e mel + 1 fatia de queijo de bufala

Sugestão 3
1 copo de iogurte desnatado + 2 colheres de sopa de granola + frutas secas tipo damasco ou ameixa preta ou uva passa

Sugestão 4
1 banana prata amassada + 4 colheres de sopa aveia + 1 colher de sobremesa de mel + 1 fatia de queijo magro

Sugestão 5
1 copo de vitamina ( 300 ml de leite de soja ou leite de arroz com 1 banana ou ½ mamão papaia +1 colher de sobremesa de mel + 2 colheres de aveia ou chia) + 4 a 6 nozes OU castanhas OU amêndoas.

0027db6d

Qual a importância dessas combinações?
Elas fornecem carboidratos e proteina. A proteína no pré-treino tem a finalidade de fornecer aminoácidos para a recuperação muscular logo que o treinamento acabe. O carboidrato fará o papel de combustível para o músculo, evitando a perda de massa muscular, que ocorre quando a atividade física é feita em condições de alimentação inadequada.

Para aquelas pessoas que treinam muito cedo e comem um pouco antes de ir para a academia, qual é a alternativa?
A alternativa para que ocorra a absorção de forma mais rápida será usar suplementos tipo whey protein com fruta ou com maltodextrina, que também é um carboidrato na forma de suplementação. Também podemos acrescentar quinoa ou amaranto.

Devemos nos alimentar tão logo encerramos o treino? Por quê?
Sim, para promover a recuperação e evitar o catabolismo muscular. Além disso, a refeição pós-treino favorecerá uma modulação hormonal para a hipertrofia, se esse for o objetivo do treino.

10150927_10152026567992361_689939209_n

Por que a proteína é tão importante neste momento?
A proteína juntamente com carboidratos de alto indice glicêmico são os nutrientes essenciais para promover a ressíntese de glicogênio, a liberação do hormonio anabólico insulina, promovendo a síntese protéica e, por consequência, a hipertrofia.

Podes dar cinco sugestões de lanches para depois do treino?
(as quantidades variam de acordo com o peso, o praticante, a intensidade, a duração do treino e objetivos. As sugestões abaixo são para um para treinamento intermediário)

Sugestão 1
200ml de iogurte desnatado + 1/2 mamão papaya

Sugestão 2
Omelete de 2 claras + 1 gema com queijo branco + 1 colher de sopa de farelo de aveia + 1 banana

Sugestão 3
1 scoop de whey protein isolado + 1 scoop de dextrose + 1 banana

Sugestão 4
100 gramas de queijo branco magro derretido com ervas finas + 5 damascos e ou ameixas pretas secas

Sugestão 5
20 gramas de file de frango + 4 colheres quinoa em grãos ou arroz integral + cenoura cozida à vontade

10154849_10152026568002361_1220129804_n

Por que essas combinações são tão importantes?
Elas fornecem a proteína necessária para a recuperação muscular. O carboidrato simples (sucos, frutas ou vegetais) fará a elevação da insulina, hormônio anabólico que proporcionará o aumento da massa muscular.

Qual a importância da água antes, durante e após a atividade física?
Hidratar-se corretamente é essencial para qualquer tipo de treinamento. A principal objetivo é evitar o desequilibrio hidroeletrolítico. A água perdida e não reposta durante o treino pode resultar em desidratação e, por consequência, diminuir o rendimento. Quando a atividade física começar, você deve estar bem hidratado. Assim, o rendimento não ficará prejudicado.

Quer mais dicas de lanches para antes e depois do treino? Vem aqui:
Confira 10 opções de lanches para antes e depois da atividade física

 

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Aprenda a preparar um shake pós-treino delicioso

30 de março de 2014 0

945757_457908260954559_1405978332_n
Daniele Benfica, Divulgação

A dica de hoje é uma receita top para depois do treino. Quem ensina é a nutricionista Daniele Benfica.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta
Descubra os 10 benefícios da batata doce
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os sete benefícios da aveia, que ajuda na perda de peso
Nutricionista ensina três receitas com batata doce

 

Ingredientes
1 copo de água
1 scoop de whey protein isolado
1 banana
1 colher de sopa de maca peruana
1 colher de sopa de quinoa
1 colher de sopa de sobremesa se canela em pó
Gelo

Modo de preparo
Bater os ingredientes no liquidificador e servir em seguida
Valor energético: 240kcal

Benefícios
- Whey Protein Isolado - Suplemento que ajuda na síntese de proteínas para formação da massa muscular, também melhora a imunidade e a saúde óssea.
- Banana - Excelente fonte de vitamina B6. Ameniza o cansaço. Contém potássio, que estimula a contração muscular, e triptofano (aminoácido), que combate a depressão e promove um sono saudável.
- Maca peruana - É uma planta, que lembra um rabanete, com 59% de carboidrato e muitas fibras. O carboidrato é uma fonte natural de energia. Já a fibra dá saciedade, acaba com o inchaço e a gula e seca a barriga. A maca peruana é afrodisíaca. Você sente resultados nas primeiras semanas. Um curinga para turbinar a dieta, com humor e muita disposição.
- Quinoa - Evita a produção do excesso de insulina, o hormônio responsável pelo estoque de gordurinhas. Sua distribuição de aminoácidos faz com que seja um alimento muito indicado para quem pratica atividade física. Atua na redução de danos gastrointestinais, na integridade do sistema imunológico, na regulação das funções cardiovasculares e nos processos de cicatrização.
- Canela - Além de acelerar o metabolismo, age como facilitadora da digestão e combate a flatulência.

 

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Confira 10 dicas para tratar a acne com uma alimentação balanceada

21 de março de 2014 3

001d5b2c
Foto: Júlio Cordeiro

A pedido do blog, a nutricionista Fabíola Andriola preparou 10 dicas supersaudáveis para tratar a acne com dicas saudáveis. 

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Vem conferir:

1 – Tome pelo menos 2 litros de água ao longo do dia. A água desintoxica, ajuda eliminar as toxinas através da urina em vez da eliminação através da pele.

2 - Evite alimentos com alto índice glicêmico, que são metabolizados muito rápido. Alguns exemplos: carboidratos refinados, pão branco, biscoitos doces, cereais matinais com açúcar e doces em geral.

006d6d7c
Foto: Isabela

3 – Consuma alimentos ricos em fibras, como frutas e verduras. Elas ajudam no bom funcionamento intestinal, ajudando a eliminar toxinas.

4 – Invista em alimentos ricos em zinco. O mineral ajuda a evitar a inflamação da acne já presente na pele. Castanha do Pará e germen de trigo são opções fáceis de adicionar à rotina alimentar.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

5 – Consuma pelo menos uma fruta cítrica ao dia. Ela garante a quantidade necessária de vitamina C no organismo para exercer a função antioxidante e antiinflamatória, evitando também a inflamação da acne. Laranja, limão e abacaxi são alguns exemplos de frutas cítricas.

002d8fab
Foto: Divulgação

6 – Evite alimentos ricos em gorduras saturadas, como frituras, chocolate e sorvetes industrializados. Eles aumentam a produção de sebo das células epiteliais, aumentando a oleosidade da pele e a obstrução dos poros, causando cravos e espinhas.

7 – Diminua drasticamente o consumo de açúcar refinado. Presente em doces, balas, refrigerante e sucos artificiais, ele estimula a produção do hormônio insulina, que estimula a produção de hormônios androgênicos, um dos responsáveis pelo aparecimento da acne.

00987f80
Foto: Wisegeek

8 – Aumente o consumo de peixes ricos em ômega-3, como o salmão, a sardinha e o atum. São potentes anti-inflamatórios, contribuindo para redução da inflamação das células sebáceas da pele.

9 – Evite o leite e derivados. Alguns estudos têm demonstrado relação positiva entre o leite e o aparecimento de acne devido a um aumento na produção de hormônios endógenos relacionados com a acne.

00682d43
Foto: STOCK.XCHNG

10 – Prefira os chocolates ricos em cacau (mínimo 70%), que estes possuem menos quantidade de açúcar refinado e gorduras saturadas.

Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes

Nutricionista ensina a interpretar o rótulo dos alimentos

19 de março de 2014 1

0096fb03
Foto: Jonas Ramos

O tema da minha coluna na TVCOM desta semana trata dos alimentos que parecem saudáveis, mas não são. O programa vai ar a partir das 20h30min. Enquanto a hora não chega, a nutricionista Marcele Policarpo dá algumas dicas para não cairmos em armadilhas na hora de comprar um produto no supermercado.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Quais os erros mais comuns na hora de escolher um alimento no supermercado?
Observar apenas a embalagem e não ler com atenção o rótulo, a tabela nutricional e os ingredientes.

Ao não observarmos essas armadilhas, o que pode acarretar?
Ao observamos o rótulo, a tabela nutricional e a listagem de ingredientes podemos comparar e saber quais alimentos são considerados saudáveis e quais não são.
O primeiro ingrediente é aquele que está em maior quantidade no produto e o último, em menor quantidade.

0068a493
Foto: Cozinha Nestlé

EXEMPLO
Se no rótulo de determinado alimento está escrito que o produto é um farináceo integral, o primeiro ingrediente deve ser farinha integral e não farinha de trigo refinada.

Light é sempre sinônimo de alimento saudável?
Um alimento é considerado light quando tem pelo menos 25% de redução de calorias ou de algum nutriente quando comparado com os similares do mercado ou de uma versão da mesma linha de produtos.
Nem sempre um alimento light é considerado saudável. Isso porque às vezes a versão normal pode ser tão carregada de sódio, gordura, açúcar, que a versão light não irá representar redução suficiente para ser considerada saudável.

000bfec5
Foto: Fernando Gomes

E aqueles alimentos livres de gordura?
Nem sempre quando a embalagem apresentar, por exemplo “0% gordura trans” irá significar que o alimentar será livre de gordura trans.
Existe uma resolução que obriga os fabricantes de alimentos industrializados a declararem a quantidade de gordura trans nos produtos comercializados, porém, muitas vezes os fabricantes utilizam uma brecha técnica para comercializar produtos que contenham gordura trans e ao mesmo tempo declararem “livre de gordura trans”.
A quantidade de gordura trans deve ficar abaixo de 0,2g. Isso faz com que muitos fabricantes diminuam a porção que irão apresentar na tabela nutricional para que fique abaixo dessa quantidade, permitindo que grifem na embalagem: “0% gordura trans”.
Portanto, fique atento na listagem de ingredientes. Se contiver “gordura vegetal hidrogenada”, contém gordura trans.

00760606
Foto: Divulgação

 

O que mais devemos observar no rótulo?
Observar o valor energético, quantidade de proteínas, gorduras (gorduras totais, saturadas, trans, monoinsaturadas, poli-insaturadas), carboidratos, fibras, sódio. As pessoas que possuem doenças restritivas devem ter atenção aos nutrientes de acordo com as suas necessidades (Ex: doença celíaca deve observar se o produto não contém glúten). Importante observar, também, que as quantidades informadas no rótulo dizem respeito a uma determinada porção fracionária do produto contido na embalagem.

O que um alimento saudável deve e não deve conter?
Relembremos que se no rótulo de determinado alimento está escrito que o produto é um farináceo integral, o primeiro ingrediente deve ser farinha integral e não farinha de trigo refinada.
De modo geral, é importante observar a quantidade de sódio. Ele está presente em embutidos e alimentos industrializados. Deve ser consumido com moderação, pois o consumo excessivo pode levar a um aumento da pressão arterial.
Se a quantidade de sódio for superior a 400mg em 100g do alimento, ele pode ser considerado um alimento rico em sódio, devendo ser evitado.
Outro ponto importante a ser observado é a presença de aditivos químicos, que acabam tornando os alimentos não tão saudáveis. Alguns exemplos são: corantes, conservantes, edulcorantes.

005547a4
Foto: stock.xchng

Que cuidados devemos tomar na hora da compra e do consumo?
Ao comprar um alimento, deve-se verificar o rótulo e a tabela nutricional, pois neles constam o lote, os prazos de validade, informação nutricional (valor energético, proteínas, gorduras, carboidratos e fibras, e valores de ingestão diários). As pessoas que possuem doenças devem ter atenção às restrições de nutrientes de acordo com as suas necessidades. Deve-se saber também que as informações correspondentes às quantidades de cada nutriente em relação às necessidades diárias da pessoa e ainda o fato de que as quantidades informadas no rótulo dizem respeito a uma determinada porção fracionária do produto contido na embalagem.

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Tire sua dúvida: chá em pó tem as mesmas propriedades do chá natural?

18 de março de 2014 0

0002965a
Foto: Carlos Edler

Digestivo, termogênico, desintoxicante, antibacteriano…. São vários os benefícios dos chás. E aquela versão em pó, hein? É saudável? O post de hoje do Tire sua Dúvida contou com a participação da leitora Regiane Novak Wosch.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Ela mandou a seguinte mensagem pelo canal de comentários do blog:

“Estou tomando chá verde da herbalife, é um pó que já vem pronto. Apenas mistura com 200 ml de água. Será que apresenta o mesmo beneficio de um chá feito de forma tradicional?

A seguir, a nutricionista Antoniela Vieira responde:

Um chá natural com certeza é a melhor escolha. Quanto menos produtos processados industrialmente, melhor. Nos chás em pó, há aditivos químicos e resíduos industriais que não favorecem o bom funcionamento do nosso corpo. Assim, prefira o chá elaborado da maneira tradicional. Adquira os chás com as ervas secas e folhas inteiras. Evite os de “saquinhos”.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

 

Descubra o que é o índice glicêmico e evite acumular gordurinhas extras

11 de março de 2014 1

008e6708
Reprodução, Instagram

Você sabe o que é o Índice Glicêmico dos alimentos? Hoje, a nutricionista Thayse Stapassoli vai explicar algumas estratégias que podem fazer você evitar aquelas temidas gordurinhas. 

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magraComentários 2
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

O que é o índice glicêmico dos alimentos?
O índice glicêmico (IG) diz respeito à velocidade com que o açúcar proveniente da digestão dos carboidratos alcança a corrente sanguínea. Quanto mais rápido esse carboidrato for digerido, maior será seu índice glicêmico.

Por que é importante sabermos os IG dos alimentos?
Primeiro, para nos mantermos saudáveis. Segundo, para não acumularmos “gordurinhas extras”. Pois o grande vilão pelo acúmulo da gordura na região abdominal e nos famosos pneuzinhos (flancos) é a elevação dos níveis de açúcar no sangue (glicose), que provoca o aumento dos níveis de insulina. O pâncreas libera insulina em resposta à presença de glicose na corrente sanguínea – quanto mais alta estiver a glicose, mais insulina será liberada para que a célula possa captar a glicose para o seu interior (a qual será armazenada como gordura).

00877312
Foto: Emerson Souza

A elevação do nível de insulina é a principal causadora do depósito de gordura visceral. Em contrapartida, a gordura visceral produz uma série de sinais inflamatórios desencadeando uma série de complicações orgânicas.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

Como identificar o índice glicêmico dos alimentos?
O índice glicêmico é classificado como: baixo índice glicêmico (menor do que 55), moderado índice glicêmico (56 a 69) e alto índice glicemico (maior do 70).

10  alimentos com baixo índice glicêmico
Brócolis, repolho, alface, espinafre, tomate, couve-flor, abobrinha, maçã, pêra, ameixa.

0027eb0d

10 alimentos com índice glicêmico moderado
Pêssego, arroz parboilizado, abacaxi, uva, laranja, passas, lactose, feijão, aveia, batata doce.

10 alimentos com alto índice glicêmico
Carboidrato em gel, mel, melancia, pão branco, suco de laranja, tâmara, batata cozida, macarrão, bebidas isotônicas, tapioca.

0068261a
Foto: stock.xchng

Qual é a importância de consumir alimentos com baixo índice glicêmico?
Se elevarmos a glicose do nosso sangue e, como consequência, a insulina, iremos armazenar esse açúcar no forma de gordura. E como a célula capta a glicose rapidamente quando se consome um alimento de alto índice glicêmico, não sobra glicose circulante na nossa corrente sanguínea, levando informação ao cérebro de que você não está mais saciado e precisa de alimentar novamente.

Você já deve ter percebido que logo após comer um prato cheio de macarrão já está fome novamente! Isso porque o macarrão é um alimento de alto IG. Em contrapartida, se você optar por um alimento rico em fibras, ou até mesmo, combinar todos os macronutrientes em uma mesma refeição (carboidrato, proteína e gordura – o que ao meu ver é sensacional!) você tornará a digestão mais lenta, pois a liberação de glicose na corrente sanguínea será mais lenta, impedindo o depósito de gordura.

Como vocês viram, algumas frutas possuem IG alto (por isso não é uma opção nada boa fazer dietas em que só pode comer frutas). Para retardar a liberação da glicose sanguínea, uma boa estratégia é consumi-las junto com alguma gordura boa, como por exemplo as oleaginosas (castanhas, nozes, macadâmia, amêndoas, pistache).


0099b1aa
Foto: Aline Mendes

 

Se ingerirmos alimentos com baixo índice glicêmico, podemos emagrecer? Por quê?
Na busca do corpo perfeito as pessoas são capazes de fazer loucuras. Mas basta você conhecer os alimentos e seus índices glicêmicos, que tudo fica mais fácil. Pois priorizando alimentos de moderado a baixo IG, você controla o insulina, a grande vilã dos depósitos de gorduras indesejados. Lembre-se de combinar todos os macronutrientes em todas as refeições!

Para os praticantes de atividade físicas aí vai uma dica: o único momento em que você pode e deve dar prioridade a alimentos de alto índice glicêmico é no pós-treino. Isso porque todas as reservas de glicogênio (forma em que o carboidrato é armazenado no corpo) foram depletadas durante o treino, e você precisa repor para uma próxima sessão de treinamento. Mas isso tudo dependerá do objetivo de cada pessoa, bem como o seu nível de treinamento.

_______________________________________________

>>COMO ASSINAR 
 Veja como receber as atualizações do blog no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)


FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

Lembretes da nutricionista: dicas para um verão mais leve

10 de março de 2014 0

0089c7ee
Foto: Hippo

Sabe aqueles lembretes de nutricionista que recebemos quando vamos ao consultório? O blog traz hoje dicas básicas, mas que podem fazer toda a diferença. Insisto: de nada adianta gastar com suplementos e outros alimentos caros se você não seguir as regras básicas de uma dieta.
A seguir, a 
nutricionista Renata Pansera dá dicas para um verão mais leve.

Leia mais
Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Confira os segredos de uma dieta detox esportiva
Veja quando a dieta detox é recomendada
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento
Personal trainer ensina 12 exercícios para definir o abdômen
Personal trainer ensina seis exercícios para deixar suas pernas torneadas

- Estabeleça uma rotina na alimentação.

- Não esqueça de manter adequada a ingestão de água (cerca e 2 litros por dia) para uma boa hidratação do corpo e um bom funcionamento intestinal.

- Tenha horários regulares e não esqueça de fracionar as refeições em porções menores.

00874469

- Abuse das saladas (folhas, frutas e legumes).

- Prefira assados, grelhados e cozidos ao invés de frituras e empanados.

- Evite doces e guloseimas.

- Prepare os sanduíches sem maionese, molhos cremosos ou queijos gordurosos.

0078af46
Foto: Divulgação

- Substitua o sorvete cremoso por picolé de frutas.

- Abuse das frutas, que são uma boa opção durante o intervalo das refeições principais.

- Dê preferência ao óleo de girassol ou de canola e, para o tempero de saladas, utilize azeite de oliva extravirgem.

005befa5
Foto: Divulgação

- Inclua na alimentação diária alimentos ricos em fibras, como milho, aveia, feijão e outras leguminosas (ervilha, lentilha, grão de bico), palmito, ameixa seca, frutas na forma natural, verduras e legumes.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

___________________________________________________

>> PASSO A PASSO 
Como receber as atualizações do Barra de Cereal no seu e-mail

>> REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

 

Endocrinologista tira dúvidas sobre medicamentos para emagrecer

27 de fevereiro de 2014 1

002f0760
Foto: Charles Guerra

Hoje o blog aborda os medicamentos para emagrecer. Quando eles são indicados? Qual o papel da alimentação? São alguns questionamentos que serão respondidos pela endocrinologista Graciele Tombini

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Quando os remédios para emagrecer são indicados?
São recomendados para pacientes com Índice de Massa Corporal maior do que 30 ou 25, em pacientes com doenças associadas à obesidade como diabetes e hipertensão. Para calcular o IMC, divida o pelo pela altura em metros ao quadrado.
Sabe-se, porém, que existem pacientes obesos com IMC normal. Por isso, a avaliação clínica é decisiva para indicação de medicamento.
A gordura abdominal é um marcador de risco. Mulheres com cintura acima de 80 centímetros e homens com cintura acima de 88 centímetros têm maior chance de desenvolverem doenças em função do excesso de gordura. Se estes pacientes não emagrecerem apenas com dieta, talvez seja o caso de usar alguma medicação.

Só o medicamento isolado alcança os resultados?
Muito pouco. Eles auxiliam, mas se o paciente não fizer mudanças alimentares, o resultado será muito pequeno e não duradouro. Sabemos que a perda de peso não é mágica.

00880cbd

Qual a importância de uma alimentação saudável e dos exercícios físicos?
70% alimentação e 30% atividade física. Para quem quer emagrecer, mudar a dieta é imprescindível.

Uma pessoa que não é obesa pode ingerir remédios para emagrecer?
Conforme explicação acima, se o paciente tem gordura abdominal elevada, mesmo com IMC normal, ele pode ser candidato ao uso de medicamentos, caso não consiga bons resultados apenas com dieta.

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

Quais os riscos de uma pessoa ingerir remédios para emagrecer sem prescrição médica?
Depende do medicamento. A Sibutramina, por exemplo, não pode ser usada por pacientes cardíacos e hipertensos não controlados. Existem outros medicamentos cujo efeito colateral é o emagrecimento, porém não entram na categoria de medicamentos para emagrecer.
Exemplos:
Bupropiona – Antidepressivo, que auxilia dando saciedade.
Topiramato – Anticonvulsivante, que ajuda na compulsão.
Victoza – Medicamento injetável para diabetes. Ele faz com que o esvaziamento gástrico fique lento. Todos podem ter diversos riscos e por isso necessitam de indicação médica.

002f06da
Foto: Flávio Neves

Como agem os diferentes tipos de medicamento para emagrecer?
Alguns medicamentos agem dando maior saciedade (é o caso da sibutramina), outros inibindo o apetite (são chamados anorexígenos, à base de anfetamina) e tem ainda os que bloqueiam a absorção de gordura no intestino.
Os anorexígenos são os menos indicados, pois costumam causar efeito rebote. O paciente não sente fome e emagrece, quando para de usar o medicamento, costuma ganhar peso novamente.

Quais são os medicamentos mais indicados e os objetivos?
Esta resposta é difícil, pois cada paciente deve ser avaliado. Não basta analisar o motivo pelo qual um paciente engorda, mas também se ele tem alguma doença, se usa algum medicamento, se já usou algum remédio para emagrecer. Enfim, a prescrição é individual.

Podes dar um exemplo em que o uso de remédio para emagrecer deu certo?
Nossa, tenho muitos exemplos. Alguns pacientes precisam da ajuda de medicamentos para perceberem que são capazes de mudar, funciona como um estímulo para o paciente. Muitas pessoas precisam ver o resultado para seguirem adiante sem medicação.

Podes dar um exemplo em que o uso de remédio para emagrecer não deu certo?
Também tem pacientes que não emagrecem com medicamentos. Assim como tenho outros que emagrecem 30 quilos com a Sibutramina e quem não emagrecem nada. O mesmo medicamento pode ser bom para alguns e péssimo para outros.

00791e10
Foto: Emílio Pedroso

Superdica da endócrino
Existem medicamentos que auxiliam no emagrecimento, mas sem a dieta e atividade física o resultado é pequeno. Então, o importante é querer emagrecer e colocar metas que servem de incentivo como entrar em uma roupa, colocar um biquíni ou sunga, melhorar a saúde.

REDES SOCIAIS DO BARRA DE CEREAL
(basta clicar nos links abaixo para acessá-las e curti-las)

FACEBOOK: /blogbarradecereal

INSTAGRAM – @blogbarradecereal

PINTEREST – /barradecereal

TWITTER – @barra_de_cereal

 

 

 

Conheça os prós e os contras da dieta para perder peso

25 de fevereiro de 2014 0

0052ca85
Foto: Stock Photos

Ontem abordamos aqui no blog a dieta para perder gordura. Hoje, a nutricionista Danielle Milhão explica tudinho sobre a dieta para perder peso.

Leia mais
10 alimentos recomendados para quem quer ganhar massa magra
Confira cinco alimentos que ajudam na conquista da barriga sarada
Descubra 10 motivos para incluir a goji berry na sua dieta

Saiba como eliminar os quilinhos extras com a dieta detox
Nutricionista ensina nove cardápios detox para turbinar a sua dieta
Nutricionista tira dúvidas sobre a chia e a linhaça, grãos que ajudam a emagrecer
Conheça os benefícios do chá de hibisco, que auxilia no emagrecimento

Vem ver:

Qual o objetivo da dieta para perder peso?
Ela visa emagrecer diminuindo os números da balança, reduzindo a massa corporal total.

Que estratégias são adotadas?
Normalmente, nas dietas de perda de peso, são adotadas dietas hipocalóricas, ou seja, com pouca quantidade de calorias. Além disto, também exclui alguns tipos de alimentos da rotina. Ela não leva em consideração a composição corporal (gordura X massa muscular), apenas a redução do peso.

009441ec

Quais os “prós” da dieta?
- Resultados em pouco tempo
- Os números da balança diminuem de forma acelerada

Quais os “contras” da dieta?
- Logo a pessoa para de ver novos resultados
- Para continuar evoluindo, é necessário reduzir cada vez mais o aporte nutricional
- Rotina alimentar muito restritiva, dieta radical
- O indivíduo fica mais suscetível a flacidez, já que acaba perdendo massa muscular também
- Pode haver deficiência de vitaminas e minerais, não contribuindo para a beleza da pele, cabelos e unhas, além de riscos para a saúde
- Queda no rendimento
- Fome e compulsões alimentares

Leia mais
PROJETO VERÃO: confira dicas para perder os quilinhos indesejados

00538086
Foto: Stock Photos

Cinco alimentos que não podem faltar. Por quê?
- Carnes magras
- Verduras e legumes
- Integrais
- Frutas
- Diets e lights

Tudo em pequenas quantidades. Ela também faz uso de alimentos dietéticos, com o propósito de consumir o mínimo de calorias.

002bf955
Foto: Divulgação

Cinco alimentos que devem ser evitados. Por quê?
- Carboidratos em excesso
- Alimentos gordurosos
- Frituras
- Açúcar e doces
- Fast foods

Neste tipo de dieta, eles devem ser evitados sempre, por conterem uma grande quantidade de calorias.

Quais os cuidados?
As dietas para perda de peso, apesar de parecerem interessantes por seus resultados rápidos, não são a melhor solução se o seu objetivo é emagrecer, definir a musculatura e manter-se assim por toda vida. Antes de escolher a melhor dieta, avalie o que você deseja a longo prazo, não apenas objetivos imediatos.

 Já seguiu o blog no Facebook? Corre lá e fique por dentro das últimas notícias saudáveis de Aline Mendes