Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2010

Exposição em Itajaí

30 de abril de 2010 0

Exposição “Escritas Femininas: dos bordados às agendas” da artista Cláudia Telles tem novo local apartir desta segunda e estará até o dia 29 de maio no Sebo e Livraria Casa Aberta, rua Lauro Muller, 83, Centro, Itajaí.

A exposição reúne séries de textos apresentados enquanto artes visuais, pois investiga os referenciais iconográficos do universo feminino. As obras são feitas através da escrita-desenho, escrituras que fazem às vezes de linha, de traço, com os quais constroem seus desenhos.

“Escritas Femininas: dos bordados às agendas” foram expostas pela primeira vez no Projeto do SESC, Pretexto Pintura de 2007, com curadoria de Fernando Lindote. Os trabalhos marcaram a estréia da artista na cena das Artes Visuais, como também o nascimento da poética visual, que desenvolve a construção das obras a partir da palavra e o uso das lupas, com elemento mediador da relação obra/apreciador.

Cláudia Regina Telles, multiartista, é natural de Luis Alves, graduada em Letras pela UNIVALI e cursou Artes Cênicas na UDESC. Cláudia pesquisa diversas linguagens artísticas, e depois de andanças na busca de conhecimento, reside em Itajaí há quatro anos, onde atua como arte educadora, educadora popular, contadora de histórias, performer e artista visual.

 

Você conhece?

29 de abril de 2010 11

Meninas recebi um e-mail da Wanyse com uma técnica que aqui em Joinville pelo menos eu não conhecia ainda.

Então, você escolhe o desenho que quer fazer, passa para o isopor que é colado na caixa.
Corta com estilete o contorno do desenho e encaixa os retalhos em cada parte dele com o auxílio de cola.
Depois de todo coberto você encapa a caixa para dar o acabamento.

É um trabalho de muita paciência mas vale a pena, pois olhem o resultado, ele fica super diferente!!!

Reciclando...

28 de abril de 2010 3

Na onde do reciclado, nada mais lindo do que usar produtos que iriam para o lixo para decorar a sua casa. Claro dando uma ajeitadinha aqui e outra encrementada ali tudo fica perfeito e o meio ambiente agradece!

A dica é da Gracinda Araújo, que por sinal foi muito querida em nos ceder o pap.

Então abaixo o passo a passo deste enfeite com caixinha de leite.

 *

 *

Materiais

  • 2 cx de leite longa vida (lavadas e secas)
  • 1 pincel p/ cola
  • Cola branca
  • Cola quente
  • Tecido à sua escolha
  • Entretela grossa com cola
  • 1 jogo americano de bambu
  • Feltro
  • Ferro de passar roupa

 *

 Como fazer:

Corte a caixa de leite no tamanho que desejar, com cuidado para a borda ficar certinha. Meça o tecido de acordo a caixa, deixando sobra para acabamento, + ou – 1 cm. Neste caso, como utilizei um tecido fino (tafetá) tive entretelar. Passe ferro (não muito quente) para grudar a entretela no tecido.

 *

Passe ferro no tecido vincando a parte superior. Cole na caixa com auxilio do pincel para passar a cola branca de modo uniforme, cole já realizando o acabamento superior, pq não haverá dobra pra dentro da caixa. A caixa internamente já é metalizada o que já faz o acabamento bonito.

 

 *

Depois corte um quadrinho de feltro para arrematar o fundo.

 

*

Corte uma tira do jogo americano e cole com cola quente (cola branca não seca rápido) ao redor do porta treco, ou pode até mesmo deixar sem enfeite.

  

 Fonte: http://www.flickr.com/photos/flordoceu/ 

Decóupage

27 de abril de 2010 0

Entrevista - Suzana Hattori

26 de abril de 2010 9

Conheci essas coisas fofas no flickr, e que trabalho encantador hein?
Talentosa e com uma criatividade sem fim, pois aplicar as ideias nas massinhas ão é tarefa pra qualquer um não.
Então convido você para conhecer o trabalho da gauchinha Suzana.

*

*

Nome: Suzana Hattori
Cidade: Porto Alegre/RS
Onde encontrar: http://suzanagauchinha.blogspot.com/ 
http://www.flickr.com/photos/suzanagauchinha/

*

Como você começou? 
Sou filha de ex-comerciantes e quando criança eu vivia na casa da vizinhança. Lembro que eu adorava uma lojinha de presentes e a filha da dona da tal lojinha começou a fazer tricô em frente ao estabelecimento. E eu fui me interessando e ela se propôs a me ensinar. Fazia numa rapidez incrível que os clientes da lojinha e quem passava em frente ficavam abismados com a facilidade com que eu fazia. E em casa, minha mãe me ensinou a fazer origami (tsurus, bonecos, flores e outros) e crochê, mas linhas e agulhas de crochê eu não consegui aprender nada. Nos tempos de escola, eu adorava as aulas de Educação Artística e os meus trabalhos eram escolhidos para participarem de exposições, entre elas uma maquete de uma cidade e uma caixa de presentes cheio de origamis. Em 2007, logo que fiquei desempregada, despertou novamente o lado artesã e comecei a fazer vários cursos de artesanato (entre biscuit, E.V.A, sabonetes, meia de seda, scrapbooking, pintura em madeira, pintura em gesso, feltro e outros). A arte que eu adoro fazer é o biscuit e procuro sempre me aperfeiçoar nessa massinha.

*

*
 
De onde vem a sua inspiração? 
Bem, busco inspiração nos sites e blogs dos trabalhos de outros artesãos. E também numa paisagem, numa revista, num bichinho e enfim. Teve um fato uma vez, que eu tinha que fazer um pote de vidro decorado para um menino e eu não sabia o que e como fazer. E num sábado de manhã bem cedo, acordei e surgiu a idéia da decoração do pote. Pensei: vou dormir e mais tarde eu executo a peça. Bem, tentei dormir e não consegui. Tive que colocar a mão na massa, enquanto eu não confeccionava a peça a minha cabeça não parava. À medida que eu dava vida à peça, mais idéias surgiam. E depois da peça executada, enfim voltei a dormir um sono de uma manhã de sábado.

*

* 
Você acha fácil encontrar os materiais que você usa?
Sim, como moro em Porto Alegre/RS próximo ao centro da cidade é fácil encontrar os materiais que utilizo. Procuro comprar os materiais numa loja onde os preços são bem mais baratos que a concorrência. E se caso eu não achar determinado material eu adquiro através da internet.

*

*
 
No processo de criação de uma peça qual a parte que mais dá trabalho e qual a parte que mais te envolve, você tem preferência?
A idéia é a parte mais trabalhosa, pois quando você tem a noção e a idéia de como executá-la se torna fácil o seu trabalho. A finalização é a parte mais envolvente. Eu acredito que o acabamento é a parte que dá toda a diferença de um todo. Portanto, o toque final é a parte que eu prefiro. Toda peça é única. Enquanto eu não vejo a peça pronta eu não fico satisfeita, sossegada. Muitas vezes eu entro madrugada a dentro para eu vê-la pronta. Adoro confeccionar peças cheias de detalhes.

*

*
 
O que te motiva a ser crafter?
A liberdade de poder transformar qualquer coisa que vejo em arte, a combinação alegre das cores e a mistura de materiais. Uma flor, um animal, um personagem infantil e enfim…Tudo pode virar arte. Além de transformar a massa em algo lúdico e delicado é uma terapia para mim.

*

*
 
Já teve algum dia, em que não teve inspiração? O que você fez?
 Várias vezes. Quando não estou inspirada, nada eu consigo fazer com a massa. É só pegar a ferramenta do biscuit e tudo sai errado. Eu páro o que estou fazendo e fico longe da massinha. Geralmente, a minha inspiração retorna no dia seguinte.

*

*
 
Onde costuma vender seus produtos? A internet pra você é fundamental, e por quê?
Eu costumo vender as minhas peças para os meus vizinhos e conhecidos, através da internet e também deixo em consignação em algumas lojas da minha cidade. A internet é uma ferramenta essencial para a divulgação e a venda das peças. Como também, proporcionou conhecer várias pessoas para a troca de idéias, para o aprendizado e para a amizade.

*

*
 
Como é a sua rotina?
 Não tenho uma rotina determinada. Geralmente, eu acordo cedo, pois o dia rende mais. Acesso à internet para responder aos e-mails de orçamentos, ver o meu Flickr e também responder aos comentários que as pessoas deixam na galeria de fotos do blog. Executo minhas encomendas, cuido da casa e estudo para concursos públicos. Se eu pudesse viver só do artesanato, eu viveria, mas infelizmente o trabalho manual não é valorizado.

*

*
  
Gostaria de dar uma dica para iniciantes.
 Pessoal, o artesanato é uma terapia. Descubra o artesão que há dentro de você. Eu mesma fiz vários cursos de artesanato e eu me encontrei na massinha do biscuit, pois vi que agulhas e linhas são minhas inimigas. Cada um tem o seu ponto forte. Além de desestresse é uma renda extra. Aprender nunca é demais.

*

 

Inspiração

24 de abril de 2010 3

Inspiração para o dia das mães.

Um kit super fofo que Flor de Cheiro está fazendo.

Uma necessaire, um chaveiro e três sachês perfumados.

 

Vale a pena conferir outros produtos ou até fazer a sua encomenda.

Porta correspondência

23 de abril de 2010 3

*

Oi meninas, olhem que coisa mais fofa para organizar correspondências e continhas??

Não fica na jogado por ai, super lindinho!

Peguem o molde e mãos à obra!!!

Bom final de semana.

*

 

CHEGAMOS AO FIM

23 de abril de 2010 1

Chegamos ao fim dessa semana louca cheia de promoções.

Recebi muitos e-mails e não tenho como responder cada um da maneira que sempre faço e gostaria, mais deixo aqui o meu muito obrigada à todos que passaram por aqui, participaram e comentaram.

 

Com certeza vocês fazem parte deste blog e o sucesso é nosso!!!!

 

Obrigada

Ganhador do último dia

23 de abril de 2010 0

Olá já temos um ganhador do vale compras da Artma, foi o Eduardo (du_drummer@yahoo.com.br)

Parabéns!!!!

Só mais um

22 de abril de 2010 22

Meninas último dia com um vale compras no valor de R$15,00 em produtos na Artma.

 

Quem vai querer ganhar????

Amanhã às 11hs já sai o resultado.

 

Ganha quem fizer o 3º comentário.

 

 

Boa sorte