Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 2 setembro 2011

Faça você mesma: borboleta de toalha

02 de setembro de 2011 2

Miriam Guimarães nos ensina a fazer um enfeite que é uma ótima sugestão para presentear e até para colocar no banheiro para uma visita em sua casa.

Os materiais necessários são:
– toalha de mão
– manta acrílica
– elásticos pequenos
– escova de dentes (como o modelo da foto)
– amarrador de cabelo


















 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 


 

 



 




Entrevista Miriam Guimarães

02 de setembro de 2011 9

Que me lembro deste moçinha, artesanato para mim é cor, alegria e paz. Minha avó me ensinou a fazer crochê e minha mãe de tudo um pouco no meio do artesanato, então aprendi um pouco de cada.
A dedicação começou quando me desliguei de uma empresa de logística para me dedicar a casa, marido e filhos.
Quando vi que o tempo foi sobrando comecei a fazer meus artesanatos com mais dedicação e final do ano fará 2 anos que comecei a comercializar meus produtos.
Me mudei para uma cidade onde ventava muito e na procura por pesos de porta nas lojas da cidade não encontrei nada que gostasse. Resolvi fazer os meus pesos de porta em feltro…fiz vários, um diferente do outro.
Fui colocando na minha escada para depois ver onde eu iria distribuir pela casa, mas antes que eu escolhesse os lugares deles, chegou o natal e a família veio para fazer uma visitinha. Surpresa: minha irmã, cunhada e sobrinha, adoraram as peças e eu acabei presenteando.
Depois disto muito pesos de portas já fiz para venda, e minha casa tem uns saquinhos de areia segurando as portas. Velho ditado “casa de ferreiro o espeto é de pau”.

Você busca inspiração, onde?
Em sites, principalmente nos da Espanha, Itália, França e Inglaterra.

E os materiais, você encontra onde?
O básico encontreo em armarinhos aqui na cidade onde vivo atualmente, Rio das Ostras. Na Capital do Rio de Janeiro, mando fotos do que eu quero e peço a minha sobrinha para comprar, que me manda via postal. E outros pela internet.

Como é a sua rotina?
Parte da manhã, rotina de dona de casa. Aproximadamente às 09 horas começo minha rotina de artesã e depois paro para preparar o almoço. Recomeço depois das 15:00h  e vou até a madrugada, com intervalos para um descanso, atenção para os filhos e marido.
O que eu gosto mesmo e fazer minhas artes na madrugada, com todos dormindo e com a TV ligada, escutando e vendo às vezes cenas de algum filme: romântico, de ação ou guerra.

Qual peça significa/significou mais pra você?
O Carro McQueen,  que não vi nada parecido, é uma criação minha que adorei o resultado.

No processo de criação de uma peça, qual a parte que mais dá trabalho, e qual a parte  que mais te envolve, o que prefere?
Não tem como, são os moldes.
A montagem sem duvida e a parte mais gostosa, envolvente, ver um peça pronta e que deu tudo certo, é bom de mais.
As duas etapas têm prazeres diferentes, porem criar, fazer um molde mediante a uma fotografia ou idéia, é o que eu gosto.

Já teve algum dia, em que não teve inspiração? O que você fez?
Sim, deixo meu cantinho todo desarrumado, não chego nem perto. Ligo a TV e vou ver um bom filme, de preferência de guerra. Outro bom remédio é passear no comércio, adoro ver vitrines e lojas de artesanatos.

Quando está desenvolvendo uma peça, você costuma assistir tv, ouvir música ou prefere o silêncio?
O silêncio da madrugada

O que te motiva a ser crafter?
Receber elogios, ajudar as artesãs novatas. Quando comecei, tive muitas dificuldades em  adquirir moldes e ajuda de como fazer uma peça.
Tenho um blog onde procuro ajudar bastante as artesãs. Lá disponibilizo muitos PAPs e moldes de minha autoria e das  amigas da internet. Quando acho PAPs interessantes de outros países, faço a tradução, acrescento alguns detalhes, se for preciso, e publico para as meninas.

Dica para iniciante
Aprenda a fazer seu próprio molde: aí vem a pergunta. Como? Na tentativa e erro. Vai tentando, estragando um papel aqui, um material ali, mas faça o seu próprio. Tem muitos moldes que não tem nada haver com a peça, se vai estragar material com estes moldes errados, faça o seu e gaste o material que for necessário é o seu molde e vale à pena.
Outra dica, não deixa ninguém colocar preços em suas peças. Sabe aquela pergunta: “Da para fazer por quanto?”
Eu fico uma “arara”. Claro cada uma tem seu jeitinho de negociar, um desconto ali, mudar algum detalhe na peça, para diminuir o preço… Fiquem atentas para esta eventual situação.

Miriam Guimarães desenvolveu a técnica de Feltro Engomado, o feltro fica com uma textura bem firme e não perde a cor. Já criei varias peças, como: adesivos, apliques, flores, marcadores de página, peças decorativas e etc. Esta técnica lhe proporcionou convites para participação de edições da Revista Feltro (Editora Minuano).

Blog da Miriam: miriamfeltros.blogspot.com

E no post a seguir um passo a passo que a Miriam nos ensina.