clicRBS
Nova busca - outros

Rugby

08 jul14:19

Farrapos tem seis atletas convocados para seleção gaúcha

Blog Terceiro Tempo

A Federação Gaúcha de Rugby (FGR) divulgou hoje a lista de convocados para as equipes M17 e M19 que representarão o Rio Grande do Sul na Copa Cultura Inglesa de Rúgbi Juvenil, entre os dias 16 e 24 de julho, em Jundiaí (SP).

No próximo sábado, em Bento Gonçalves, as duas categorias farão os últimos testes antes do embarque ao interior paulista. A M17 jogará contra um combinado local, enquanto que a M19 enfrentará uma equipe de desenvolvimento do San Diego. Ambos os jogos serão preliminares da final do Campeonato Gaúcho.

CONVOCADOS

M17: Alexandre Boll (Charrua), Anderson do Amaral dos Santos (Farrapos), Arthur Barros Gonçalves (San Diego), Bruno Ravasi Da Silva (Universitário), Claudio Leste Lemes (Guaíba), Felipe da Silva Rodrigues (San Diego), Giovani Rodrigues Nunes da Silva (Serra), Henrique dos Santos Dalanhol (San Diego), Kelvyn Weber (San Luis), Lucas Fernandez (San Luis), Lucas Mariuzza (Farrapos), Marlon Machado Bottega (Farrapos), Mauricio Calegaro (Universitário), Mauricio Consatti Frison (Farrapos), Nicolas Raupp Ghabril (San Diego), Rafael Silva Ferreira (San Diego), Tássio Fonseca Vasconcelos (San Diego), Tiago Gonçalves dos Santos Junior (San Diego), Vitor Bastos Kappel (San Diego).

M19: Adroaldo Muller Lopes (Charrua), Carlos Henrique Nor (Walkirians), Cristian Pick (San Luis), Diego Schneider (Charrua), Felipe Pimmel (Serra), Giovani Ballestrin Guerra (Farrapos), Guilherme Coghetto (Farrapos), Gustavo Acioli Astarita (San Diego), Henrique Pedroso (Charrua), Jonatan Streb (Walkirians), Lucas Bindé (San Luis), Lucas Oliveira (San Diego), Lucas Zandoná (Serra), Marcel dos Passos (Walkirians), Mariano Lima (San Diego), Nikolas Feijó (San Diego), Pedro Oliveira (Universitário), Pietro Nesello (Serra), Vitor Aguiar (Charrua), Wladimir Faé Neto (Corsários).

1 comentário
05 jul19:00

Final do Campeonato Gaúcho de rúgbi terá transmissão da TVCom

Blog Terceiro Tempo

O rúgbi gaúcho, pela primeira vez, será mostrado ao vivo pela televisão. Ontem, a Federação Gaúcha de Rugby (FGR) confirmou oficialmente a transmissão da final do Campeonato Estadual pela TVCom, no próximo dia 9, entre Farrapos e San Diego.

O jogo vai acontecer no Estádio da Montanha, em Bento Gonçalves, a partir das 15h.

A TVCom pode ser sintonizada em todo o estado no canal 36 da NET.

Comente aqui
30 mai15:54

Farrapos segue invicto no Gauchão de rúgbi

Blog Terceiro Tempo

Como já se previa, o San Diego foi um duro rival para o Farrapos. Mas não o bastante para dar fim à invencibilidade de vinte meses do clube de Bento Gonçalves.

No sábado, no Estádio da Montanha, o Farrapos superou o clube bicampeão estadual por 32 a 20, garantindo a melhor campanha da primeira fase do Campeonato Gaúcho.

O jogo pôs frente a frente a linha mais habilidosa do estado contra um pack de forwards consistente. Quase intransponível. Quase. Logo aos 3 minutos, o San Diego abriu o placar com um try do centro Júlio Cézar Crescente, que adiou a cirurgia no quadril para defender seu clube nas partidas decisivas do Estadual. Erick Dysiuta converteu: 7 a 0. Aos 6, Carlitos arriscou um drop goal e diminui: 7 a 3. Aos 22, Tito marcou o primeiro try do Farrapos e deu ao clube vantagem no placar que não seria mais revertida. Aos 30, Scopel converteu penal. Sete minutos depois, também em penal, Erick Dysiuta voltou a dar equilíbrio ao marcador: 11 a 10. Aos 39, após bela jogada de Carlitos, Scopel recebeu a bola quase dentro da linha dos 5 metros e ampliou para os donos da casa: 16 a 10. O San Diego conseguiu novamente diminuir a diferença já nos acréscimos do primeiro tempo, com um belo try de Eraldo.

Na segunda etapa, o Farrapos voltou melhor e abriu 29 a 15 com penais de Scopel (2) e try de Carlitos. Já aos 38, Erick Dysiuta colocou o San Diego na casa dos vinte pontos. Aos 40, no entanto, Carlitos arriscou um drop certeiro na linha dos 10 metros e sacramentou a 19ª vitória consecutiva do Farrapos, cada vez mais soberano nos gramados gaúchos.

Comente aqui
08 mar22:01

Divulgada a tabela do Estadual de XV de rúgbi

Blog Terceiro Tempo

Federação Gaúcha de Rugby (FGR) divulgou os enfrentamentos da primeira fase do Campeonato Gaúcho de XV.

O torneio seguirá o formato adotado em 2010. Na primeira fase, os seis participantes se enfrentarão em turno único. Os quatro primeiros avançam às semifinais, agendadas para os dias 18 e 19 de junho. A decisão ocorre no dia 10 de julho.

CAMPEONATO GAÚCHO DE XV – 1ª FASE

1ª Rodada – 02 e 03 de abril

Antiqua x Charrua

Serra x San Diego

Farrapos x Novo Hamburgo

2ª Rodada – 16 e 17 de abril

Charrua x Novo Hamburgo

San Diego x Antiqua

Serra x Farrapos

3ª Rodada – 30 de abril e 01 de maio

Farrapos x Charrua

Novo Hamburgo x San Diego

Antiqua x Serra

4ª Rodada – 14 e 15 de maio

San Diego x Charrua

Antiqua x Farrapos

Serra x Novo Hamburgo

5ª Rodada – 28 e 29 de maio

Novo Hamburgo x Antiqua

Charrua x Serra

Farrapos x San Diego



Comente aqui
13 fev13:07

Definidos os participantes e forma de disputa do Campeonato Gaúcho de rúgbi

Do blog Terceiro Tempo

A Federação Gaúcha de Rugby (FGR) confirmou os participantes e forma de disputa do Campeonato Gaúcho de XV 2011, torneio mais cobiçado do Estado.Com relação ao ano passado, apenas uma mudança: sai o San Martín (time B do San Diego), para a  entrada do Antiqua, de Pelotas.Os outros cinco participantes são o Farrapos (atual campeão), Charrua, San Diego, Novo Hamburgo e Serra.

Na primeira fase, todos jogam contra todos, em turno único. Os quatro primeiros avançam às semifinais. A data inicialmente prevista para o começo da competição é 02 de abril.

Comente aqui
11 fev17:21

Farrapos ganha hino

Do blog Terceiro Tempo

O Farrapos ganhou um presente raro entre os clubes de rúgbi do Brasil: um hino.

A letra e música de “Nós somos os Farrapos” foi feita pelo músico, compositor e produtor musical, Alisson Jázer, e carimbada pela direção do clube como hino oficial.

A iniciativa partiu do músico. De acordo com Alisson, a identificação com o “espírito de equipe” do Farrapos o inspirou a criar uma música.

- Após assistir algumas partidas, acabei me identificando muito com o espírito de equipe do Farrapos e me senti na obrigação de demonstrar isso numa canção ou algum tipo de hino. Toda essa admiração que aprendi a ter estão descritas na letra. Creio que falta isso em Bento Gonçalves, esse tipo de incentivo ou apoio, pois eu, como músico, fiz o que mais sei fazer e foi apenas de coração, dessa forma como está descrito na letra. Realmente eles é que merecem os méritos -, disse o músico.

Nós somos os Farrapos – Hino Farrapos Rugby Clube

Letra e música: Alisson Jázer

Novembro, em 2007

Surgiu o forte alviverde do Sul do Brasil

Do interior das montanhas chegou

Para o Rio Grande gigante esplendor

Para lutar sem temer

Para a glória buscar

REFRÃO

Na força da raça a superação

Jogamos com garra

Damos nosso sangue

Nós somos os Farrapos!


1 comentário
09 fev19:40

Tem promoção no blog Terceiro Tempo

Já imaginou ganhar uma bola oficial autografada pelos responsáveis pela primeira derrota da Argentina em campeonatos sul-americanos? Pois ela pode ser sua. Basta responder a seguinte pergunta:

“Para você, qual é o verdadeiro espírito do rúgbi?”

A resposta mais criativa leva. Para participar, você deve deve enviar as respostas parablogterceirotempo@gmail.com com o assunto “Promoção Terceiro Tempo”. No e-mail deve constar o nome, idade, cidade e clube do coração do participante. 
A promoção é válida para todo o território nacional e encerra no dia 15 de fevereiro.

Blog Terceiro Tempo

Comente aqui
08 fev15:00

Prefeito defende a prática do rúgbi nas escolas

Do blog Terceiro Tempo

O Campeonato Sul-Americano de Sevens 2011 deixou marcas históricas para o rúgbi brasileiro, como a primeira vitória sobre a Argentina, a inédita terceira posição e a vaga para o Pan-Americano de Guadalajara.

Tudo indica, também deixará uma herança para a cidade sede do campeonato, Bento Gonçalves.

O prefeito Roberto Lunelli acompanhou os dois dias do evento e vibrou como um torcedor com as boas atuações do Brasil. Sócio emérito do Farrapos Rugby, ele assumiu um compromisso com o intuito de espalhar ainda mais as sementes do esporte no município.

- Vamos apagar o fogo do rúgbi com gasolina aditivada. O Poder Público não pode jogar, mas dará condições a quem deseja praticar esse esporte. Entre as nossas metas, está a de implementar a prática nas escolas municipais – disse.

Se concretizado, o desejo do prefeito bento-gonçalvense se transformará em uma ação pioneira no sul do país. Muitos clubes realizam clínicas em escolas, no entanto, nenhuma instituição de ensino tem o rúgbi incluído no cronograma das aulas de educação física.

No ano passado, mais de 485 mil alunos do segundo ano do Ensino Médio da rede estadual de educação de São Paulo tiveram cinco novas modalidades agregadas as aulas de educação física, entre as quais, o rúgbi. A orientação da Secretaria Estadual de Educação foi para que os professores promovessem a experiência com os esportes alternativos e os aplicassem durante o terceiro bimestre.

Comente aqui
07 fev10:39

A batalha de Bento Gonçalves

Andrei Andrade (andrei.andrade@gruporbs.com.br)

Por volta das 21h30 do último sábado (5), as seleções de rúgbi de Brasil e Argentina entravam no gramado da Arena do Sesi para o último confronto da primeira fase do torneio Sul-Americano disputado no fim de semana. Aos brasileiros, caberia o papel de sempre: assistir a mais uma vitória da invicta trajetória argentina. A derrota ainda seria amenizada, pois o objetivo do dia já havia sido alcançado: a inédita classificação para o Pan-Americano, que será disputado em outubro, em Guadalajara, no México. Mas eles queriam mais, e para isso arriscaram uma jornada épica na noite serrana.

Quando as seleções deixavam o gramado para o intervalo, com vitória parcial de 7 a 0 para os brasileiros, obtida graças a um try de Daniel Gregg depois convertido por Lucas Duque, aquela parecia a maior façanha a ser alcançada naquela noite. Prova disso era o presidente da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), Sami Arap, nas arquibancadas, gritando para o cinegrafista oficial da competição:

– Filma o placar! É histórico! É histórico!

E era mesmo. Quando o assunto é rúgbi na América do Sul, vitória da Argentina poderia fazer parte do livro de regras. Los Pumas, como são chamados os jogadores, são os campeões de todas as edições do torneio Sul-Americano, disputado desde 1951. Nunca haviam perdido um jogo sequer. Boa parte desse grupo integra a equipe que irá disputar o próximo campeonato mundial. Em Bento, a disputa foi na modalidade sevens, uma variação do esporte original em que as equipes se enfrentam com sete jogadores para cada lado.

Inconformados com o placar negativo, no segundo tempo os argentinos pressionaram de todas as formas, e o jogo se passou praticamente todo no campo de defesa do Brasil. Mas, tendo acusado o golpe, as investidas no ataque eram desorganizadas, nervosas. E a cada recuperada de bola pelos brasileiros, a torcida, toda de pé pela primeira vez após um dia inteiro de disputas, tinha amostras de que o impossível estava por acontecer. Em 14 minutos, dois tempos de sete, deu-se a maior vitória do rúgbi nacional.

A vida depois da proeza – Após o jogo, o clima era de muita emoção. Cerca de 300 pessoas acompanharam a façanha, entre torcedores, membros da organização, além das próprias delegações dos seis países que disputam o torneio. Ninguém parecia acreditar no que tinha acabado de ver naquela noite em que uma chuva fina caía para refrescar o calor intenso. O autor do lance que definiu a partida extravasou:


– Ainda não consigo pensar no tamanho desta vitória. Achava que ia morrer sem ver o Brasil ganhar da Argentina – vibrou Daniel Gregg.

O torneio prosseguiu ontem. O sonho do Brasil de fazer a final ouro acabou parando na semifinal diante do Uruguai (5 a 7). Os vizinhos acabariam perdendo a decisão para a Argentina, que antes passara pelo Chile. As quatro seleções representarão a América do Sul em Guadalajara. Na final prata, contudo, ainda foi possível fazer 17 a 12 nos chilenos e terminar um fim de semana histórico com outra comemoração brasileira na Serra.

Comente aqui
06 fev18:19

No feminino, deu Brasil no Sul-Americano de rugby

O rugby brasileiro fez história no Campeonato Sul-Americano, realizado neste final de semana, em Bento Gonçalves. Na tarde deste domingo, a seleção feminina conquistou o heptacampeonato, ao vencer a Argentina na final, manteve a invencibilidade no continente e garantiu a vaga para a etapa de Las Vegas (EUA), do Circuito Mundial de 2012.

Já a equipe masculina terminou na inédita terceira posição e carimbou o passaporte para os Jogos Pan-Americanos do México, em outubro deste ano. Além disso, os brasileiros derrotaram a campeã Argentina, pela primeira vez na história, na última partida da primeira fase. Os argentinos não perdiam uma partida no continente desde 1936.

Na final feminina, o Brasil continuou com seu jogo de velocidade e venceu as argentinas por 32 a 5. “Mostramos um bom jogo e estou satisfeita como capitã. Nosso time cresceu ao longo dos jogos”, contou Júlia Sardá, capitã do time que nunca perdeu uma partida na América do Sul.

A jogadora participou de cinco dos sete títulos sul-americanos e falou sobre o futuro. “Precisamos jogar fora da América do Sul cada vez mais. Sempre entramos para vencer, em qualquer situação”. Na semifinal, o time dirigido por João Nogueira bateu as uruguaias por 5 a 0.

Argentina vence novamente no masculino - Os argentinos tiveram mais dificuldades que o habitual, mas garantiram outro título no Sul-Americano. Os Pumas superaram o Chile na semifinal por 15 a 10 e o Uruguai por 26 a 21 no jogo decisivo.

“Os jogos foram parelhos, principalmente contra o Brasil, quando perdemos. As seleções apresentaram um bom jogo e estamos satisfeitos com o título”, afirmou o capitão argentino, Federico Salazar.

Comente aqui