clicRBS
Nova busca - outros

Segurança

02 out10:26

Cerca de 700 lâmpadas são substituídas na operação “Cidade Clara”


Num período de 40 dias, o Departamento de Iluminação Pública, da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, desencadeou a Operação “Cidade Clara” – realizada de 18 de agosto a 28 de setembro – providenciando a troca de 686 lâmpadas nas vias públicas. Na prestação de contas, o departamento informou, ainda, a substituição de 267 foto célula, 179 reatores, 152 conectores, 42 braços com novas luminária, 1 pétala de luminária, e foram utilizados 600 metros de fio, 92 braçadeiras e 102 metros de cabo multiflex.

Para o secretário Heber Moacir dos Santos, foi importantíssima a resposta imediata dada pelo Departamento de Iluminação Pública considerando que nesta época do ano, é normal ter um volume maior de lâmpadas queimadas decorrente do aumento das descargas elétricas que acompanham o período dos temporais. “Este é um fenômeno que ocorre anualmente neste período, mas neste ano tivemos um aumento mais expressivo. Mas também há muitos casos de depredação e furto de lâmpadas e reatores dos postes de iluminação pública” comentou.

As ocorrências podem ser informadas através do “Fala Cidadão” pelo fone 0800-979-6866, tanto para os casos de lâmpadas queimadas como denúncias de vandalismos.


Fonte: Assessoria de Comunicação de Bento Gonçalves


Comente aqui
13 jul22:00

Seminário debateu a segurança pública na região

Especialistas no assunto e autoridades debateram a segurança pública da região da Serra na tarde de sexta-feira, 8, em Carlos Barbosa. O município sediou o 1º Seminário de Segurança Pública da Serra Gaúcha, que aconteceu no auditório do Centro Municipal de Saúde. O evento contou com a presença de painelistas como o prefeito Fernando Xavier da Silva, o presidente da Câmara, Todson Marcelo Andrade, além de vereadores, membros da Polícia Civil e Brigada Militar e outros profissionais e autoridades de Carlos Barbosa e região, além de estudantes de Direito.

O dirigente de Relações Institucionais Rodrigo Stradiotti deu as boas-vindas ao público, lembrando da importância dos assuntos debatidos na tarde. “Isso só engrandece Carlos Barbosa, a região, o Rio Grande do Sul e, principalmente, a sociedade”.

O presidente da Câmara, Todson, elogiou a iniciativa de realização do seminário, especialmente por estar acontecendo em Carlos Barbosa. Presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste – Amesne, prefeito de Veranópolis, Waldemar de Carli, também elogiou a iniciativa. “Sem dúvida esses seminários são importantes para inserir o município e a comunidade nesse debate tão importante sobre a segurança”, comentou.

O prefeito Xavier encerrou os pronunciamentos, falando especialmente sobre os problemas encontrados para uma segurança pública efetiva, que não apenas transfira de uma para outra cidade os apenados, montando verdadeiras escolas de crime nas cadeias. Xavier defendeu a necessidade de uma ressocialização. “O prefeito que fizer isso, no outro dia todas as outras comunidades mandarão pra ele seu ‘lixo social’. Quando fala em emancipar uma comunidade teria que ser lei ter um local para colocar o ‘lixo social’. Que possamos a partir da correção dos desvios diminuir a impunidade das pessoas que praticam crimes. Que esse encontro possa deixar registrado um debate em relação a segurança pública regional”, afirmou Xavier.

Com o tema “União entre Estado e Sociedade na Redução da Violência”, palestraram no seminário André Luís Callegari, Coordenador dos cursos de Pós-Graduação em Direito da Unisinos, Miguel Tedesco Wedy, Coordenador do Curso de Direito da Unisinos, Daniel Barbosa Fernandes, promotor de Justiça de Carlos Barbosa, e, representando o secretário de Segurança Pública do RS, o Coordenador do Programa Estadual de Segurança com Cidadania (Proesci), da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Sr. Delegado Carlos Santana.

Cada palestrante falou por 50 minutos, abrindo ao final dos painéis o espaço para perguntas e o debate.

Comente aqui
21 jun16:02

Presidente do Consepro pede maior apoio do Estado para a segurança pública

A pedido da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, o presidente da Fundação Consepro de Apoio a Segurança Pública de Bento Gonçalves, Geraldo Antônio Leite, se manifestou no Plenário Fernando Ferrari e respondeu a inúmeras perguntas feitas pelos vereadores.

Leite começou a sua manifestação falando sobre todos os investimentos que foram feitos pelo Consepro nos órgãos de segurança de Bento. Logo em seguida, respondendo ao questionamento dos vereadores, o presidente do Consepro disse que ao longo dos 30 anos que acompanha a entidade, a maioria dos investimentos em segurança pública de Bento foram feitos com o apoio da comunidade. “Quem vai nas empresas pedir ajuda é a Fundação Consepro, com campanhas. Ir bater na porta do prefeito, do presidente da Câmara, e toda hora estar pedindo dinheiro para aplicar na segurança pública. Nesses 30 anos eu vi muita conversa, muito papel, mas coisa de útil do Estado para cá, muito pouco”, disse o presidente do Consepro.

Leite ainda revelou o estado das viaturas que são usadas pelos órgãos de segurança em Bento. “Segurança pública é diária e não para daqui a dois meses. Hoje, por exemplo, às 9h30min, já haviam entrado nove requisições para conserto de viaturas, tanto da Polícia Civil quanto da Brigada Militar. As viaturas não esperam para amanhã, elas tem que ser arrumadas hoje.  Nós tivemos um final de semana em que oito viaturas ficaram paradas por falta de recursos. E para fazer um projeto no Estado para trocar quatro pneus demora 60 dias. E vocês sabem qual é o tipo de viaturas que nós temos: uma frota velha e desgastada”, explicou.

1 comentário
10 mai15:28

Moradores do bairro Cidade Alta reivindicam segurança

A Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, representada pelo vereador Marcos Rodrigues Barbosa, encaminhou para o comando do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (3º BPAT), um abaixo-assinado de moradores e comerciantes do bairro Cidade Alta que reivindicam mais segurança.

A representação da Câmara de Vereadores foi recebida pelo comandante do 3º BPAT, major José Paulo Marinho, que recebeu o material com aproximadamente 500 assinaturas.

Durante o encontro Marinho disse que o comando do 3º BPAT está disposto a realizar uma reunião com os comerciantes e moradores do bairro Cidade Alta. “Estamos dispostos a ajudar e queremos ajudar. Podemos marcar a reunião e montar estratégias”, destacou o comandante.

Comente aqui
18 fev13:52

Bento pode implantar Delegacia da Mulher

Em encontro realizado nessa quinta-feira, 17, no gabinete do prefeito Roberto Lunelli, esteve em pauta a verificação das demandas do município e a possível criação e instalação da Delegacia da Mulher. Durante a reunião, que contou com a presença da  secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Márcia Santana, os participantes manifestaram suas opiniões a respeito do assunto e conforme o chefe de polícia do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, “existe sim uma plena consciência da necessidade da instalação da delegacia da mulher. Bento é um município adiantado, pois aqui já existe a criação desta delegacia através de Decreto Lei”, enfatizou o delegado.

Em relação ao local onde deverá ser instalada, o delegado regional Dr. Paulo Roberto Rosa da Silva, disse tratar de um espaço privilegiado, pois está próximo do centro e muito bem localizado. “Bento é um grande município, e não pode começar acanhado”, afirmou.

Importante é o fato de já existirem estas delegacias especializadas em outros municípios, que são Porto Alegre, Caxias do Sul e Canoas, onde o trabalho desenvolvido mostra a importância de se ter um local específico onde as mulheres possam sentir-se acolhidas e seguras.

Segundo Márcia Santana, o município apresenta todas as condições e tem necessidade de uma delegacia especializada. “Temos toda a vontade de implantar e implementar a delegacia da mulher, faremos reuniões para resolver o mais rápido possível os trâmites legais desta implantação”, concluiu.

Comente aqui
20 dez23:36

Brigada Militar prende ladrão de carro em Bento

Um homem foi preso pela Brigada Militar (BM) suspeito de ter roubado um Honda Civic. O roubo aconteceu por volta das 19h desta segunda-feira, em Farroupilha. Dois criminosos renderam o dono do veículo no centro da cidade. A dupla seguiu com a vítima em direção a Bento Gonçalves.

Na saída de Farroupilha, o dono do Honda Civic foi liberado. Policiais das duas cidades perseguiram os ladrões, que abandonaram o carro próximo a um motel, entre Bento e Garibaldi. Um dos criminosos conseguiu escapar, mas o outro foi preso com um revólver.

Comente aqui
05 dez23:00

Foragido é preso portando revólver e drogas

Do Pioneiro

O traficante foragido da Justiça Sandro Antônio Lima, o Dô, 37, foi preso na tarde deste domingo em uma operação em conjunto da Brigada Militar e da Polícia Civil de Bento Gonçalves. De acordo com o sargento Mocelin, da BM, a prisão ocorreu em uma casa na Travessa Sampaio, bairro Conceição, após uma denúncia anônima.

Com o foragido foram apreendidos cerca de R$ 10 mil, um revólver e 100 gramas de cocaína.

Comente aqui
01 dez23:34

Prefeito e policiais debatem sobre segurança e aumento salarial

Na manhã desta quarta-feira, 1º de dezembro, o prefeito de Bento Gonçalves, Roberto Lunelli, recebeu em seu gabinete a visita de integrantes da Associação dos Cabos e Soldados da Brigada Militar em Bento Gonçalves. O tema foi a segurança pública no município, pauta de grande importância para a Administração Municipal.

Entre os assuntos, esteve a remuneração salarial dos policiais militares. O salário-base de um policial da BM atualmente é de R$ 364,23. De conhecimento desses dados, repassados durante a reunião ao prefeito, a prefeitura avaliará uma possibilidade de aumento do auxílio-aluguel concedido aos profissionais da segurança em Bento, que hoje é de R$ 250,00 mensais para cada servidor. Na avaliação do presidente da Associação, Leonides Lavinicki, o encontro foi positivo. A atenção dispensada e boa recepção do Executivo surpreendeu os participantes. “Essa parceria da associação com a prefeitura só ajudaria a sociedade”, afirma Lavinicki.
Ao final da reunião, o prefeito Lunelli fez a entrega de um exemplar do livro comemorativo aos 120 anos do município à associação. Participaram pela associação, além de Lavinicki, Alexandre Cordeiro – Conselho Fiscal, Audrin Peres Alves – diretor de Esportes, Eli Rosane Robalo – secretária, e Jauri Pase, tesoureiro.


Comente aqui
06 nov14:02

Lojistas da Cidade Alta prometem manifestação contra insegurança

Diego Adami  (do Pioneiro)

Proprietários de estabelecimentos comerciais da Avenida Osvaldo Aranha planejam fazer uma manifestação na próxima semana para pedir melhorias na segurança do bairro Cidade Alta. Na manhã de sexta-feira, Luis Alberto Giacomelli, 49 anos, e o filho dele, Maicon, de 26, foram baleados em uma tentativa de latrocínio (matar para roubar).

Primo de Luis Alberto Giacomelli e dono de uma loja de tintas, Sérgio Scopel, 50 anos, diz que os comerciantes da região vivem apreensivos em relação a assaltos.

— Quase todas as lojas da rua já foram assaltadas — salienta Scopel.

Eles pedem providências da Brigada Militar em relação ao policiamento ostensivo, que, segundo eles, não é suficiente. Segundo o capitão Reni Zdruikoski, comandante da 1ª Companhia do 3ª Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (BPAT), de janeiro a novembro foram registradas 24 ocorrências na Osvaldo Aranha, entre roubos a pedestres, furtos de veículos e roubos em estabelecimentos comerciais, o que daria uma média de 2,4 investidas por mês.

— A reclamação é pertinente, realmente justa, mas talvez não na proporção em que eles (comerciantes) estejam relatando. Não chega a três casos por mês. Mas, para quem é vítima, nunca é aceitável, mesmo que seja um por mês — afirma Zdruikoski.

Na opinião do oficial, a região onde aconteceu a tentativa de latrocínio a pai e filho é bastante visada pelos ladrões por estar localizada próximo à RSC-470, usada como rota de fuga pelos criminosos, e pela proximidade a bairros considerados de periferia. Segundo Zdruikoski, Bento Gonçalves conta atualmente com um efetivo de 96 brigadianos, entre policiamento ostensivo, área administrativa e servidores em férias ou licenciados.

— Seriam necessários, no mínimo, 160 homens para podermos transmitir a sensação de segurança para a população, para que as pessoas vissem realmente o policiamento nas ruas — avalia o capitão.

Leia mais:

Pai e filho baleados seguem hospitalizados


Comente aqui
05 nov19:34

Comerciantes da Cidade Alta reclamam da falta de segurança

Do Pioneiro

Comerciantes do bairro Cidade Alta, em Bento Gonçalves, prometem fazer um protesto nos próximos dias reivindicando melhorias na segurança.

Segundo alguns comerciantes e moradores ouvidos pelo pioneiro.com, o assalto que deixou pai e filho feridos a tiros no final da manhã desta sexta-feira foi o mais grave entre uma série de roubos que aconteceram nas últimas semanas no bairro.

Eles pedem providências da Brigada Militar. Luiz Aberto Giacomelli, 49 anos, e seu filho Maicon Giacomelli, 26, estão internados no Hospital Tacchini. Eles não correm risco de vida.

Comente aqui