Vale dos Vinhedos

05 jul19:59

Nova identidade do Vale dos Vinhedos chega à web


O Vale dos Vinhedos pode ser visto sob um novo olhar. Depois da modernização da marca, agora é a vez de lançar a novahomepage do Vale dos Vinhedos. Com visual renovado e uma linguagem moderna e acessível, o site chega como a mais nova e dinâmica ferramenta neste processo de revitalização e posicionamento. E nada melhor do que anunciar a chegada do Inverno com o lançamento oficial da página.

Ao acessar www.valedosvinhedos.com.br o internauta é convidado a fazer uma viagem virtual pelos sentidos. Neste passeio é impossível não se admirar com as belas imagens que congelam cenários pitorescos, ambientes aconchegantes, produtos que convidam a fazer novas experiências como o vinho, o espumante e a gastronomia.

A página foi preparada para permitir uma consulta mais rápida e eficaz, unindo a rica estética do Vale com informações e dicas de viagem, além de serviços básicos e essenciais para quem deseja visitar o roteiro. Apresentando tudo o que o roteiro oferece em termos de enoturismo, o site também traz áreas específicas sobre a Indicação Geográfica, muito útil para estudantes, pesquisadores, e mesmo outras regiões que estejam trabalhando com esta questão. Outra seção traz a possibilidade de postagens de publicações para download como, por exemplo, teses acadêmicas e cartilhas.

O conteúdo contempla, ainda, a produção vitivinícola do Vale, as premiações conquistadas em concursos internacionais, lançamentos de vinhos, mapa interativo, galeria de fotos, vídeos, notícias, além de uma área restrita desenvolvida especialmente para comunicação com os associados.

Através do site o internauta ainda tem botões de acesso para o twitter, facebook e blog. Futuramente o site também terá versões em inglês e espanhol, com previsão de uma loja online para a comercialização de produtos das vinícolas do Vale esouvenirs.

Comente aqui
27 mai17:07

Compras acima de R$ 150,00 valem curso de degustação grátis no Vale dos Vinhedos

Desde 2009 o comércio de Bento Gonçalves vem participando das comemorações alusivas ao Dia Estadual do Vinho, através de iniciativas da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves (CDL/BG), que sensibiliza os estabelecimentos comerciais a aderirem às atividades. Este ano, além de repetir as ações anteriores, decorando as vitrines com elementos temáticos e oferecendo aos consumidores vinho e suco de uva para degustação no interior das lojas, o comércio também estará promovendo a ‘Compra Harmonizada’. A inovação, que inicia nesta sexta-feira é inédita e resulta de uma ação conjunta com a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale).

Cada estabelecimento comercial parceiro de uma vinícola instalada no Vale dos Vinhedos recebeu 50 tickets que darão direito a um Curso Rápido de Degustação totalmente gratuito. Para ter direito ao ticket o consumidor deverá efetuar uma compra acima de R$ 150,00 no período de 27 de maio a 5 de junho em uma dessas lojas. Ao receber o cupom o cliente deverá agendar o curso com a Aprovale através do telefone (54) 3451.9601. Os cursos serão agendados para o período subseqüente ao dia 5 de junho, porém o agendamento deverá ser imediato.

Em contrapartida cada loja será decorada com os produtos da vinícola parceira, podendo, inclusive, oferecer vinho e suco de uva para degustação no interior da loja. O objetivo é comum em ambas as entidades: incrementar as vendas no período, promovendo e divulgando as atrações do Vale dos Vinhedos e do centro da Capital Brasileira do Vinho.

Empresas e vinícolas participantes

Empresas

Vinícolas

Quero Quero – Centro

Cooperativa Vinícola Aurora

Benoit

Vinícola Fornazier*

Alegreti

Vinhos Larentis

Louvre

Vinícola Miolo

Cadoro

Vinícola Boutique Lídio Carraro

Vízia Óptica

Casa Valduga

Carllize – Botafogo

Vinícola Battistello*

Carllize – Centro

Vallontano Vinhos Nobres

Collecione

Adega Cavalleri

Pavan

Cantina Salvati & Sirena*

Algodão Brasil

Pizzato Vinhas & Vinhos

Intimitá

Pizzato Vinhas & Vinhos

Don Juan

Peculiare Vinhos Finos

Planeta Jeans

Cooperativa Vinícola Aurora

Public

Cooperativa Vinícola Aurora

Milan Moda Masculina

Vinícola Dom Cândido

·         Não integrante do Vale dos Vinhedos

Comente aqui
22 mai17:40

Vinhos serranos voltam a se destacar em premiações, desta vez em Londres

O setor vitivinícola brasileiro foi destaque no The International Wine Challenge 2011 com a conquista de 25 prêmios. Foram 10 Medalhas – uma de Ouro, quatro de Prata e cinco de Bronze – e 15 Menções Honrosas. Esta é a primeira vez que um produto brasileiro conquista uma Medalha de Ouro neste concurso, distinção que foi conferida ao espumante Gran Legado Brut Champenoise da Vinícola Wine Park, do Vale dos Vinhedos.

O Brasil também estreou no The International Wine Challenge 2011 com um representante no corpo de jurados, já convidado para integrar o painel de avaliadores no próximo ano. O pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, Mauro Zanus, teve a oportunidade de degustar 650 vinhos em cinco dias – 130 por dia – de um total de mais de 12 mil amostras inscritas por 48 países. A participação brasileira foi organizada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), em parceria com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Amostras generosas do International Wine Challenge

Zanus destaca como principal característica do concurso seu caráter mercadológico. “É uma avaliação na perspectiva, principalmente,  dos Wine Masters  e escritores internacionais, com um peso importante de adequação do vinho aos mercados, principalmente o  inglês”, enfatiza. O que mais impressionou o pesquisador foi o profissionalismo e a capacidade de contextualização dos escritores e jornalistas que integraram o corpo de jurados. “Eles descrevem o vinho de forma magnificente, diferenciada; são muito exigentes e, por isso,  exercem grande poder na formatação do mercado internacional de vinhos, ditando novas tendências, que a indústria vinícola mundial procura acompanhar com rapidez”, explica.

Mauro Zanus observa que os padrões de referência de qualidade dos vinhos estão mudando. “O vinho não é mais entendido como um produto acabado,  com referenciais fixos de qualidade.  O nome e a reputação de marcas e regiões não contam tanto quanto no passado. O que interessa, principalmente, são atributos de cor, aroma e paladar que indiquem que houve grande dedicação dos produtores – do vinhedo e da tecnologia de elaboração. Para serem premiados os vinhos devem ter certa expressão de sabor”, afirma. Outra constatação é a de que os vinhos varietais vêm avançando mesmo nas tradicionais regiões produtoras da Europa.

A uniformização dos estilos de vinhos também chamou a atenção de Mauro Zanus, que acredita estar diretamente ligada a utilização de uma tecnologia mundial padrão, o que tem diminuído as diferenças entre os vinhos. Justamente por isso é que o mercado externo espera que o Brasil aposte em vinhos jovens, frescos e frutados, valorizando as características do terroir brasileiro. “O Brasil já é conhecido por estes formadores de opinião, que sugerem trabalhar no fortalecimento de características de diferenciação dos nossos produtos”, afirma.

PREMIAÇÕES

Medalha de Ouro

Gran Legado Brut Champenoise – Vinícola Wine Park


Medalha de Prata

Aurora Espumante Brut Chardonnay – Cooperativa Vinícola Aurora

Don Giovanni Espumante Rosé – Don Giovanni

Salton Virtude Chardonnay 2009 – Vinhos Salton

Talento 2006 – Vinhos Salton


Medalha de Bronze

Alisios do Seival Pinot Grigio  / Riesling 2010  – Seival Estate

Aurora Espumante Brut Pinot Noir – Cooperativa Vinícola Aurora

Da’divas, 2009 – Vinícola Boutique Lídio Carraro

Monte Paschoal Frisante Suave – Basso Vinhos e Espumantes

Monte Paschoal Merlot 2009 – Basso Vinhos e Espumantes


Menção Honrosa

Aurora Espumante Brut – Cooperativa Vinícola Aurora

Aurora Espumante Moscatel- Cooperativa Vinícola Aurora

Baccio Espumante Brut 2010 – Vinícola Serra Gaúcha

Baccio Espumante Moscatel 2010 – Vinícola Serra Gaúcha

Casa Venturini Reserva Chardonnay 2009 – Vinícola Góes & Venturini

Cave Geisse Espumante Nature 2009 – Vinícola Geisse

Cave Geisse Espumante Terroir Nature 2006 – Vinícola Geisse

Concentus 2005 – Pizzato Vinhas & Vinhos

Dna99 2005 – Pizzato Vinhas & Vinhos

Gran Legado Espumante Brut Charmat – Vinícola Wine Park

Leopoldo 2007  – Vinícola Santo Emilio

Monte Paschoal Moscatel Branco – Basso Vinhos e Espumantes

Ponto Nero Espumante Brut – Domno do Brasil

Ponto Nero Espumante Moscatel – Domno do Brasil

Salton Desejo 2006 – Vinhos Salton

1 comentário
28 abr18:17

Vale dos Vinhedos lidera premiações nacionais na Expovinis

O Melhor Vinho Tinto Nacional e o Melhor Espumante Nacional segundo o Top Ten da Expovinis Brasil 2011 são mais uma vez do Vale dos Vinhedos. Os prêmios foram conferidos para o Casa Valduga 130 Brut da Casa Valduga e o Pizzato DNA 99 safra 2005 da Pizzato Vinhas e Vinhos. De 10 categorias, estas são as únicas duas dirigidas ao produto nacional.

A conquista demonstra a alta qualidade dos produtos que são elaborados no Vale dos Vinhedos. Tanto é verdade que nas duas categorias o primeiro lugar ficou com o Vale, repetindo o resultado de 2010. “É uma posição que nos orgulha e ao mesmo tempo nos mostra que a qualidade e identidade dos vinhos do Vale destaca a evolução da produção nacional que hoje é reconhecida mundialmente”, comemora o presidente da Aprovale, Rogério Carlos Valduga.

Vinícolas, sendo elas: Don Laurindo, Dom Cândido, Cooperativa Aurora, Almaúnica, Miolo, Casa Valduga, Pizzato, Marco Luigi e Wine Park.

3 comentários
10 abr09:48

Turistas podem degustar vinhos da cidade no CAT

Pensando em agradar cada vez mais os visitantes e divulgar as potencialidades locais, a Secretaria de Turismo (SEMTUR-BG) está disponibilizando o Centro de Atendimento da Pipa-Pórtico (CAT) para exposição de móveis e degustação de vinhos. A exposição de móveis, uma parceria com com o Sindicato das Indústrias do Mobiliário  (Sindimóveis-BG), já acontece desde o lançamento do CAT, em dezembro de 2010.

A novidade é a degustação de vinhos, que iniciou nessa sexta-feira, 8, graças ao acordo entre SEMTUR e a Associação Produtora de Produtores de Vinho do Vale dos Vinhedos (Aprovale).

1 comentário
03 abr15:59

Vale dos Vinhedos é selecionado pelo Talentos do Brasil Rural

O Vale dos Vinhedos é um dos 24 roteiros turísticos selecionados pelo Talentos do Brasil Rural. O projeto, encaminhado no final do ano passado, receberá apoio para promoção e comercialização do roteiro. Do Rio Grande do Sul, somente o Vale dos Vinhedos e os Caminhos Rurais de Porto Alegre foram contemplados.

A seleção foi feita pelos ministérios do Turismo (MTur) e do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Sebrae. Agora os classificados passarão por diagnóstico, no qual cada roteiro será avaliado individualmente. O objetivo será verificar as necessidades de aperfeiçoamento e a veracidade das informações prestadas no ato da candidatura.

Para o presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Rogério Carlos Valduga, esta conquista demonstra o quanto o roteiro busca preparar e fortalecer a agricultura familiar para prestarem serviços aos turistas ofertando produtos diferenciados ao mercado.

O projeto, com abrangência nacional e foco nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, prevê a qualificação de empreendimentos da agricultura familiar que trabalham com artesanato, agroindústria e turismo.

Comente aqui
17 mar13:29

Depois de boa safra de uvas brancas, Vale dos Vinhedos começa a colher variedades tintas

O calendário da vindima no Vale dos Vinhedos segue as ordens do clima. Nesta safra, devido às condições favoráveis, com chuvas regulares e esparsas, a colheita de variedades precoces foi tranqüila. O sol, que deve se manter nas próximas semanas, traz consigo a certeza de uma qualidade excepcional também para as variedades tintas.

“A qualidade das uvas Chardonnay, Riesling Itálico e Pinot Noir foi formidável”, afirma o diretor Técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), enólogo Daniel Dalla Vale. Ele chama a atenção para os atributos das uvas, assegurando que os espumantes originários dessas variedades deverão atingir altos índices de excelência, colocando na mesa do consumidor produtos com qualidade superior.

O ponto de colheita dessas uvas levou em consideração a preservação de uma acidez marcante, o que proporcionará espumantes frescos e longevos. Por isso, o equilíbrio entre o açúcar e a acidez é fundamental. “Com o álcool potencial variando entre 10 e 11 graus e a acidez de 8 e 9 g/l em ácido tartárico, a sanidade dos cachos está perfeita”, comprova o enólogo.

A qualidade das tintas também está surpreendendo. A previsão de tempo firme em março traz boas perspectivas aos produtores. Variedades como a Merlot – grande aposta das vinícolas do roteiro -, a Tannat e a Ancellotta já estão sendo colhidas. Agora é a vez de colher a Cabernet Sauvignon e a Cabernet Franc. “Nossa expectativa é grande. Esperamos que as condições continuem favoráveis, assim como foi com as variedades brancas”, comenta Daniel Dalla Valle.

O enólogo esclarece que é necessária também muita paciência. “Os cachos começarão a ser colhidos somente quando estiverem no ponto”, afirma. Por estar atrasada em cerca de oito dias, em relação a anos anteriores, a safra deste ano poderá se estender até o início de abril. Isso se deve às temperaturas amenas registradas nos meses de dezembro e janeiro, tanto durante o dia quanto à noite.

Comente aqui
11 mar17:22

Vale dos Vinhedos de portas abertas para a Fimma Brasil 2011

Aliar o turismo de negócios com lazer é uma prática que vem sendo adotada por muitos empresários e profissionais que participam de feiras internacionais como é o caso da Fimma Brasil 2011. Para contemplar este público, aliando momentos de negócios com cultura e lazer, vinícolas e restaurantes do Vale dos Vinhedos estarão praticando horários diferenciados durante a feira que ocorre de 21 a 25 de março no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Os empreendimentos, além de ampliar o horário para visitação e degustação, também estão disponibilizando ambientes exclusivos e tranqüilos, propícios para reuniões e jantares de negócios. O vinho aproxima as pessoas sendo a bebida ideal para quem deseja brindar boas parcerias.

O Vale dos Vinhedos, primeira região a conquistar Indicação Geográfica no Brasil, é um roteiro enoturístico formado por mais de 30 vinícolas que possui uma ampla estrutura de atendimento ao visitante. Seus hoteis e pousadas, assim como queijarias, cafés e artesanato, estão inseridos em um ambiente natural que se destaca pelas belas paisagens. A entrada do roteiro está a 5 km do centro de Bento Gonçalves.

Empreendimentos que farão horário diferenciado durante a Fimma:

Vinícola Boutique Lídio Carraro - Visitação e degustação das 08h às 20, sem fechar ao meio dia. Informações: (54) 3459-1222

Vinhos Don Laurindo – Visitação e degustação das 08h às 20h, sem fechar ao meio dia. Informações: 0800-510-1600 ou (54) 3459-1600

Restaurante Nonna Metilde - Atenderá de terça a domingo, das 11h30 às 15h. À noite, mediante reservas para grupos acima de 20 pessoas. Informações: (54) 3457-1567

Vinícola Calza - Atendimento e varejo até as 20h. Informações: (54) 3457-1173

Vinhos Larentis - Atendimento das 9h às 11h30 e das 13h às 19h. Informações: (54) 3453-6469

Vinícola Almaúnica – Varejo funcionará das 8h às 12h e das 13h30 às 20h, com degustação e tábua de frios. Informações: (54) 3459-1384

Restaurante Sbornea’s - A La Carte ao meio dia. Nas noites de 21 a 26 de março, servirá rodízio de panquecas, risotos e grelhados. É necessário fazer reserva antecipada pelo fone (54) 3459-1224

Dom Cândido Vinhos Finos - Varejo estará aberto das 8h às 18h. Informações: (54) 2521.3500

Miolo Wine Group - Varejo da vinícola estará aberto das 8h às 20h. Informações: (54) 2102.1537

Casa Valduga - A enoboutique da vinícola estará atendendo até as 20h. Informações: (54) 2105.3154

Restaurante Valle Rustico - De terças à sábados, das 18h às 20h, realiza happy hours com petiscos, bolinhos de bacalhau, escondidinho, tábua de frios acompanhados de vinhos e espumantes do Vale dos Vinhedos. Após às 20h restaurante atenderá a reservas. Informações: (54) 3459.1162

Couros do Valleh - Atendimento das 9h30 às 20h. Informações: (54) 3453-5754

Comente aqui
07 fev17:00

Em imagens, veja como o Vale dos Vinhedos deu início à vindima

O evento que marcou o início de um dos momentos mais emblemáticos da região foi realizado no último sábado (5), no Hotel Villa Michelon. Turistas, imprensa e autoridades de toda a região e do país participaram, dentre outras coisas, da colheita nos parreirais, de um filó italiano e até da pisa da uva. Confira alguma imagens do evento:

Crianças aprendendo a prática da pisa da uva

 

Soberanas mostrando que também sabem colher uma

 

Turistas, como a família de Marco Rossetti, também participaram da colheita

 

filó italiano, regado ao sabor da região: salame, copa, queijo, cuca, pães, grostoli e, claro, muito vinho, espumante e suco de uva

 

Público aprovou a culinária italiana

 

Fotos de Giovani Nunes

Comente aqui
07 fev14:12

Vale dos Vinhedos dá início à vindima 2011

Foi com muita música, comida, vinho, uvas, é claro, e até com chuvarada, sim, chuvarada, que o Vale dos Vinhedos abriu oficialmente a Vindima 2011. O evento que marcou o início de um dos momentos mais emblemáticos da região foi realizado neste sábado, dia 5, no Hotel Villa Michelon. Turistas, imprensa e autoridades de toda a região e do país participaram, dentre outras coisas, da colheita nos parreirais, de um filó italiano e até da pisa da uva.

No meio do passeio ciclístico, atração que abriu a programação, nuvens escuras tomaram os céus trazendo consigo uma chuvarada que durante mais de uma hora assustou quem esperava pelo momento alto do dia. Mesmo assim, os ciclistas pedalaram até chegar ao Villa Michelon. O ganhador da bicicleta sorteada foi o morador do Vale dos Vinhedos, Marcelo Cesca. O passeio ciclístico contou com o apoio da Escola Infoserv e da Jamar Cia do Esporte.

A chuva passou, o anfitrião do evento, Moysés Michelon, proprietário do hotel, tomou o microfone e, com a mesma fé que moveu imigrantes, decretou: “vamos começar a Vindima. A chuva não há de nos atrapalhar”.

A chuva ia e vinha e os trovões ameaçavam quando teve início a colheita da uva no Parreiral Modelo do hotel. Turistas incorporaram o espírito corajoso dos primeiros imigrantes, que colonizaram a região, e não se amedrontaram com o clima. “Faz nove anos que a gente vem para o Vale dos Vinhedos em julho e janeiro. Não seria a chuva que nos faria desistir de um dos momentos mais únicos do ano”, dizia, sorrindo, o advogado Marco Rosetti, enquanto comia uvas embaixo dos parreirais acompanhado pela esposa, Janice Ferreira, pelo filho Leonardo e pela afilhada Julia Rocha.

Com o mesmo ímpeto de outrora, mas já sob a chuva, Michelon chamou todo mundo que a essas alturas já se amontoava sob os parreirais, para se dirigir até o Salão da Comunidade 8 da Graciema. E quem chegava por lá já encontrava a festa pronta. Mastela rodeada com cestos de uva, cantoria por todo lado, crianças correndo, o padre no aquecimento para a missa, soberanas do Vale dos Vinhedos – rainha Vanessa Crestani e as princesas Letícia Dal Magro e Camila Milani – tirando os sapatos para pisar a uva e, enfim, tudo o que uma típica comemoração italiana deve ter. Turistas e moradores locais se misturaram as soberanas na pisa da uva e, depois seguiram para o interior do salão, onde teve início a celebração religiosa.

Para terminar a missa o padre Júlio Giordani convocou o público para um abraço coletivo e, como o dia de atividades também deixara todo mundo com fome, teve início um típico filó italiano, regado ao sabor da região: salame, copa, queijo, cuca, pães, grostoli e, claro, muito, mas muito vinho, espumante e suco de uva. E tudo isso se desenrolou tendo como pano de fundo a apresentação de corais, conjunto de gaitas, o jogo de bisca (baralho), a euforia típica do jogo de mora e a brincadeira do jogo de damas de vinho que a essas alturas já levava um punhado de turistas a se amontoar ao redor dos moradores locais.

Enfim, mais um dia tão diferente, mas tipicamente italiano e representante da cultura vitivinícola do Vale dos Vinhedos e da Serra Gaúcha.

Comente aqui