Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Proteja os animais dos fogos de artifício

30 de dezembro de 2011 1

Demétrius perdeu Yago na noite de Natal, mas o encontrou no dia seguinte

A chegada das festas de final de ano deixa os protetores e donos de animais preocupados quando o assunto é fogos de artifício. Cães e gatos têm o ouvido mais sensível e sofrem com os barulhos. Veja as dicas do Bicharada e aprenda a diminuir o sofrimento dos bichos com as comemorações nas ruas.

Animais de estimação têm uma capacidade auditiva quatro vezes maior que a dos humanos e, por isso, alguns morrem de medo dos estouros de rojões no final do ano. O barulho é um dos grande responsáveis por muitos acidentes com animais de estimação nessa época. O pânico desorienta o animal, que pode fugir e se perder do dono, sem conseguir voltar para casa.

Foi exatamente isso que aconteceu com o Yago, o cão do Demétrius Rodrigues. Na noite do Natal, ele ficou desesperado com os fogos de artifício e, quando o dono percebeu, ele já estava longe de casa.

– Tudo ocorreu muito rápido. Ele estava no pátio, mas havia muita gente entrando e saindo da minha casa. Certamente ele escapou quando alguém entrou no pátio – disse.

O caso do Yago teve um final feliz e Demétrius sabe que, a partir de agora, o cuidado deverá ser muito maior nestas datas especiais.

– Quando ele desapareceu, espalhei muitos cartazes na rua e, felizmente, uma pessoa me ligou dizendo que havia encontrado o meu cachorro. Mas sei que isso nem sempre acontece – afirma.

Portanto, evite problemas como estes e garanta as condições mínimas de segurança para o seu animal de estimação.

Dicas para proteger os animais dos barulhos dos fogos de artifício:

1) Acomode os animais dentro de casa, onde eles possam sentir seguros, com iluminação suave.

2) Feche portas e janelas para evitar fugas.

3) Ofereça alimentos leves ao seu animal antes dos fogos. Distúrbios digestivos provocados pela agitação e pelo pânico podem levá-lo à morte.

4) Cubra gaiolas de pássaros com um lençol claro.

5) Não deixe muitos cães juntos, pois, excitados pelo barulho, ele podem acabar brigando. Tente deixá-los em quartos separados para evitar problemas.

6) Consulte um veterinário de confiança para saber sobre algumas medidas que podem tranquilizar seu bichinho nessas ocasiões, como tampões de ouvido e calmantes. Mas lembre-se: nunca dê medicamentos ao seu cão ou gato sem a indicação veterinária
Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Maria Emi diz: 30 de dezembro de 2011

    Essa foto está muito linda!!!! A imagem fala por si!!!

Envie seu Comentário