Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cachorrinha sofreu demais e precisa de uma família amorosa. Adote!

06 de maio de 2014 4
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Essa fofura precisa de um dono muito especial. A cachorrinha sofreu maus-tratos e perdeu o movimento das patas traseiras. Está fazendo tratamento numa clínica veterinária e, no início, progrediu bastante. Só que agora não está reagindo mais. O veterinário acredita que o problema seja emocional, e que ela sinta falta de uma referência, de um lar e de uma família que lhe dê amor e proteção.

A cadelinha tem muito medo de tudo, até mesmo da cadeirinha. Ela usa a cadeira, mas não costuma andar. Fica paradinha. Prefere se movimentar arrastando as duas patinhas traseiras, por isso, o ideal seria que ela usasse um rabo de sereia (aqueles sacos que acoplam a parte de trás) e deixá-la se movimentar como ela sabe, em sua zona de conforto. A pequena atende pelo nome de Pitty, tem seis anos e está castrada. Quem quiser conhecer a Pitty pode ir na clínica Vitalvet (Av. Bagé, no Bairro Petrópolis, em Porto Alegre ).

Pode ajudar essa peludinha a ter uma vida feliz?
Entre em contato com a Flávia pelo telefone (51) 8142-5988 ou pelo e-mail flavia.nunesg@gmail.com

 

Pitty_adoção 2

Pitty_adoção 1

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Marco Rodrigues diz: 6 de maio de 2014

    Nossa, da pra ver no olhar que o medo ainda toma conta dela, tomara que ela consiga uma família que possa dar carinho e amor para que ela volte a ser uma cachorrinha normal, alegre e feliz. Se eu pudesse adotaria todos os animais abandonados ou mal tratados. Boa sorte pra Pitty.

  • Flávia diz: 6 de maio de 2014

    Gente, ela é muito especial!

    Precisa e merece mto um lar tão especial qto ela!!!!

  • Mirian diz: 6 de maio de 2014

    Espero que seja adotada logo e por uma família que lhe de muito amor e carinho! *-*

  • Gabriele diz: 16 de maio de 2014

    Gostaria de saber qual foi o motivo exato dela ter ficado paraplégica?? Foi devido os maus tratos/ agressão da antiga família?

Envie seu Comentário