Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

10 motivos para adotar um animalzinho de rua

11 de dezembro de 2014 2
Nina é muito carinhosa, tem dois anos, e aguarda adoção há um ano. Está castrada e vacinada. Contato pelo e-mail: adoteumcaoderua@gmail.com

Nina é uma das muitas cachorrinhas que aguardam adoção

O final do ano está chegando, e as lojas estão lotadas de pessoas em busca de presentes para amigos e familiares. No Natal, muitos pais pensam em presentear os filhos, principalmente as crianças, com cães ou gatos. Não existe nada melhor do que ter um animalzinho como companheiro, porém, é importante lembrar que os bichos não são brinquedos e só devem ser recebidos em casa se houver “guarda responsável“. Antes de tomar uma decisão, leve em conta se todos na casa estão prontos para receber um bichinho. Se optaram por aumentar a família e a dúvida é compra ou adoção, veja 10 razões para você adotar um amigo de quatro patas.

1. Você não tem custo
Se o seu sonho é ter um lulu da pomerânia ou um buldogue francês, prepare-se para colocar a mão no bolso. Muitas raças como essas custam mais de R$ 2 mil. No caso do vira-lata, você não vai precisar abrir a carteira ou pagará apenas as taxas básicas das ongs que, na verdade, são para custear procedimentos realizados no próprio cãozinho, como castração e vacinas.

2. Não incentiva o comércio de animais
Além de já existirem muitos cachorros sofrendo nas ruas, há relatos de criadores cujos ambientes ficam em péssimas condições. Também é comum, por exemplo, comprar o animalzinho em uma pet shop e, por algum problema, devolvê-lo ou trocá-lo como se fosse uma roupa em uma loja.

3. Você abre uma vaga para outro cão precisando de ajuda
As ONGs costumam estar lotadas, transbordando de cães e gatos. Quando você adota um animalzinho em alguma dessas instituições, está abrindo uma vaga para outro bichinho que precisa de resgate.

4. Você promove uma mudança na vida do animal
Uma nova família, cheia de amor para dar, tem o poder de transformar um cão agressivo, que vivia nas ruas, em um animal muito dócil. Com amor, a vida do cusquinho será transformada para melhor. Sem contar a sensação de ajudar um ser indefeso. Não tem preço.

5. É possível adotar um cão adulto
Filhotes costumam dar muito trabalho e demandar mais atenção. Se você preferir ter em casa, desde o início, um bichinho mais estável, opte por um adulto. Os abrigos estão cheios de cães mais velhos, algo difícil de acontecer nos locais que criam.

6. Bichos de rua são mais resistentes
Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a resistência do animal não acontece por causa de genética. Veterinários confirmam que os vira-latas de rua já passaram por uma seleção natural. Só os mais fortes tendem a sobreviver nessas condições. São esses animais que acabam chegando a nossos lares.

7. São mais flexíveis
O vira-lata costuma ser mais flexível do que um cão de raça pura. Ele normalmente se adapta mais facilmente a uma nova casa ou situação.

8. Geralmente são adestrados
Um vira-lata viveu na rua, mas não necessariamente nasceu lá. Na maioria das vezes, foi abandonado por um outro dono que, em muitos casos, o educou ou acostumou de alguma maneira. A chance de ele fazer xixi no lugar certo, de não roer os móveis e latir pouco é bem maior.

9. Eles são várias raças em um só
Para que escolher uma só raça quando você pode ter uma mistura de pedigrees? Dificilmente, você achará um totó igual ao seu. Os vira-latas são únicos!

10. Amor e gratidão
Por ter vivido o duro dia a dia das ruas, o animal resgatado vai mostrar a todo momento a sua gratidão. Normalmente, existe um vínculo especial muito grande que se desenvolve entre um cão resgatado e seus donos.

Dicas:
* Na hora de adotar ou comprar, deve haver uma sintonia entre o dono e seu animal de estimação. Temperamentos parecidos permitem que a relação seja duradoura.
* Animais grandes precisam de mais espaço para que possam se desenvolver completamente e gastar energia.
* Antes de presentear alguém, converse com essa pessoa e veja se ela tem tempo para passear, brincar e dar carinho.
* Leve o cão ou gato ao veterinário e certifique-se que ele foi vacinado e vermifugado. É uma questão de saúde para o animal e também para o dono.
* Lembre-se: abandono de animais é crime! Então, pense bem antes de tomar uma decisão errada e prejudicar a vida de um ser indefeso.

Confira a lista com algumas protetoras e ONGs que abrigam vários animais para adoção:

ONGs:

Duas Mãos Quatro Patas
www.duasmaosquatropatas.com.br

Adote um Cão de Rua
www.facebook.com/adoteumcaoderua

Projeto Anjos de Patas
www.facebook.com/proj.anjosdepatas

Associação 101 Viralatas
www.101viralatas.com.br
www.facebook.com/ONG101viralatas

Ong Vila dos Peludos
E-mail: viladospeludos@yahoo.com.br
Site: www.viladospeludos.blogspot.com

Ong dos Peludos, de Farroupilha
www.facebook.com/ONGdospeludos

Viralate
www.facebook.com/associacaoviralate

Associação Amigos dos Animais de Dois Irmãos
www.facebook.com/animais.irmaos

Vira Lata do Caí
www.facebook.com/viralata.nanet

Protetores de Santa Cruz do Sul
www.facebook.com/ProtetoresDeSantaCruzDoSul

Adoção Animal RS
www.facebook.com/AdocaoAnimalRS

Canil Municipal de Gravataí
www.facebook.com/canil.municipal.9

Bem Estar Animal de Canoas
www.bemestaranimal-canoas.blogspot.com.br

Protetoras:

Cintia Rockenbach, de Porto Alegre
Telefone: (51) 9166-5275
E-mail: cintia.rockenbach@uol.com.br

Viviane Silva, de Porto Alegre
www.facebook.com/vivi.silva.3344913

Nosso Amigo Bixo, de Porto Alegre
E-mail: nossoamigobixo@gmail.com

Anjinhos da Rua, de Porto Alegre
E-mail: anjinhosdarua@gmail.com

Dani Wicca, de Porto Alegre
Telefone: (51) 8508-3159 ou 9212-0756
E-mail: aziza.witch@hotmail.com

Luciane Lopes, de Canoas
www.facebook.com/luciane.lopesstein

Luciene, de Canoas
Telefone: (51) 8444-1565
E-mail: lucienea@ulbra.br

Andreia, de Novo Hamburgo
www.facebook.com/profile.php?id=100004254641347
E-mail: adoteumcaoderua@gmail.com

Elaine, de São Leopoldo
Telefone: (51) 9171-1475

Dalen Oliveira, de Esteio
Telefone: (51) 9256-9236

Vanir Fraga da Silveira, Litoral do RS
Telefones: (51) 9975-1477,  9244-4100 ou  8208-2780
E-mail: vickysilveira@ibest.com.br

Fotógrafo protetor
www.facebook.com/FotografoProtetorOficial

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Lizandra diz: 13 de dezembro de 2014

    Excelente texto. Tenho 5 meninas. Duas de raça e 3 vira lata. Lendo o texto tive a confirmação de uma teoria minha. As vira lata são mais resistentes a doenças, para falar a verdade nem ficam doente. Meus únicos gastos com elas são da vacina e ração. São mais educadas: as que ficam dentro de casa pedem para fazer xixi e coco(eu não ensinei isso para elas). Não dão trabalho e são mais obedientes e carinhosas natural delas e penso que são assim por gratidão de terem sido resgatadas. Resumindo :as vira lata são melhores que as de raça. Amo vira lata. Eles são tudo de bom.

  • CESAR diz: 17 de dezembro de 2014

    tenho 3 gatinhas adotadas da rua…são umas princesas, umas anjinhas na minha vida!!

Envie seu Comentário