Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "aniversário para cachorro"

Camila tem uma família diferente. Conheça!

17 de maio de 2010 24

Lembram da Camila, a dona da calopsita comprada na Pet’s Way? Ela assistiu ao Globo Repórter e quis compartilhar com a gente como é a sua família de bichos. O Dionísio, que por sinal está se recuperando muito bem, não é o seu único “filho”. Ao total são doze: dois cães, quatro tartarugas, dois cágados, dois periquitos e mais duas calopsitas.

Segundo ela, todos os animais são tratados com muito carinho e amor:

– Todos que nos conhecem se admiram com a dedicação que temos por eles, são nossos filhos! Abrimos mão de ter crianças por eles, a maioria adotados e não comprados – disse, Camila.

Conheça essa família da pesada:

Fotos: Arquivo Pessoal

Brown: o primogênito! O beagle tem onze anos e já deu muito trabalho quando filhote. Ele era um verdadeiro destruidor de lares. Além de demolir o apartamento por duas vezes, o pai da Camila não aguentou a confusão e disse: “Ou ele, ou eu”. E não é que a família não quis se desfazer do cachorro. Resultado: Hoje, Camila é casada e o Brown é o xodó do seu companheiro.

Laslie: uma cadelinha sem raça definida que havia sido abandonada com apenas quatro meses em plena Avenida João Waling, em Porto Alegre. Ela sofria de incontinência urinária e precisou usar fraldas até quase um ano de idade. Ela é um doce e adora ficar pertinho da Camila!

Brown e Lassie são tratados como filhos. No bairro da Camila, todos os conhecem como os “cachorros de sapatinhos”. Além de roupinhas e acessórios como fitas e gravatas, eles também usam calçados nas ruas por uma medida higiênica. Eles dormem na cama dos adultos e precisam estar bem limpos, devidamente vacinados, desverminados e tudo mais! Até festinha de aniversário eles já ganharam! Um luxo só!

E a família não para por aí…

Jack: uma tartaruga da espécie nacional, foi o primeiro dos nossos quelônios. Foi encontrado quase morto em uma poça d’água na Ilha dos Marinheiros, há quatro anos. Ele tinha um grave ferimento no olho direito e, apesar de todos os esforços, ele ficou ceguinho.

Mafalda: ela é da espécie americana (orelha vermelha) e tem aproximadamente dez anos. Camila é sua segunda dona. quando ficou sabendo que os antigos donos pretendiam soltá-la na Redenção, não pensou duas vezes  e resolveu adotá-la, pois sabia que ela não sobreviveria em liberdade.

Morpheu: é um cágado de três anos. A Camila foi comprar ração em uma loja e deu de cara com o Morpheu. Ele ainda era muito pequenininho. Ela não resistiu e o levou para casa.

Donatello: tem uns trinta anos aproximadamente. A tartaruga da espécie nacional já passou por várias famílias. Ele estava doente e os antigos donos não acreditavam que ele fosse sobreviver. Então lá foi a Camila e trouxe o Donatello para se juntar à família.

Tatá: sua antiga dona, uma menina em transição para a adolescência, já não cuidava dele como deveria. Os pais, incomodados com o mau cheiro da água, decidiram doar o animal. Agora, ele está com a Camila há um ano.

Naja: um cágado que foi ferido por um anzol de pesca. Felizmente, Camila levou o bichinho no veterinário e conseguiu salvá-lo. Ele foi tratado com o objetivo de ser devolvido para a natureza. Porém, em menos de duas semanas, a Naja já andava atrás da Camila por toda a casa.

O legal disso tudo é saber que todos andam soltos por toda a casa e convivem muito bem com os cachorros. Segundo a Camila, dá impressão que Mafalda parece pensar que é um cachorro às vezes. Eles brincam com bolinhas e adoram deitar na cama dos cães.

Pensam que acabou aí? Ainda não!

Pê e Piu: um casal de periquitos bagunceiros! Primeiro, passaram nas mãos de uma menina de três aninhos. Porém, os gritos incomodavam a mãe da criança e eles foram para a casa da mãe da Camila e, depois, para o lar do seu tio avô. Todos ficavam perturbados com os gritinhos dos pássaros. Então, Camila levou-os para casa. “Aqui em casa agora eles quase nem gritam e estão sendo muito bem tratados, tem toda atenção e mimos merecidos! Ah, e a partir daqui eles não vão mais ficar “pipocando” de casa em casa!”, garantiu, Camila.

Lilith: é uma calopsita fêmea. A cunhada da Camila ficou grávida e, infelizmente, teve que doar alguns de seus mascotes, pois tratava-se de uma gravidez de risco. Hoje, ela já faz parte dessa família engraçada da Camila e interage em harmonia com o Brown e a Laslie.

Dionísio: essa é a calopsita da Pet’s Way que deu toda aquela repercursão! Ele foi comprado e estava com muitos ferimentos. Mas, o que importa é que agora ele tem uma família, um bom lar e muito amor!

E essa é a família da Camila. Ela vive totalmente dedicada a essas criaturinhas maravilhosas que proporcionam imensa felicidade e amor…

“Quanto mais convivo com os animais, mais me convenço de que o homem tem muito a se humanizar aprendendo com eles!”

E você, conhece uma família bem diferente como essa? Então mande um e-mail para o Blog Bicharada e participe: bicharada@clicrbs.com.br

Bookmark and Share

Festa para cachorros!

30 de abril de 2010 8

Parabéns para eles!Esta é uma boa dica para todos que amam os animais! 

No hagah de Curitiba tem uma notinha sobre festinha apra cachorros! Como convidar, organizar, o que servir e tudo mais!

Vale dar uma conferida neste link:
http://migre.me/AQJN

Bookmark and Share