Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "cachorros"

Após encontrar 40 cachorros abandonados, Viamão procura novos donos para os pets

30 de janeiro de 2015 2
Foto: Divulgação/Prefeitura de Viamão

Foto: Divulgação/Prefeitura de Viamão

Por Mateus Ferraz

Os cerca de 40 cachorros que foram abandonados no último final de semana no Bairro Valença, em Viamão, terminaram de ser recolhidos nesta sexta-feira (30/1). Eles foram encaminhados para ONGs de proteção dos animais, onde estão disponíveis para adoção. Há cães de todos os tamanhos. Eles estão saudáveis, sem pulgas ou outros parasitas e serão castrados.

“Registramos um boletim de ocorrência na Delegacia. Queremos apurar quem fez isso”, relata a diretora geral da Secretaria Municipal da Saúde, Lisiane Fagundes.

Abandono

Os cães foram abandonados junto a uma fábrica da região. Após ser acionado, o Centro de Controle de Zoonoses foi até o local para examinar os animais. Chamou a atenção da equipe o estado dos cachorros, todos em ótimas condições de saúde. Três cadelas que estão prenhas ficarão no órgão até que os filhotes nasçam.

* Quem quiser adotar um dos cachorros, pode ligar para a prefeitura de Viamão, no fone 3492-7600 ou então acessar a página do Município no Facebook.

Bookmark and Share

Cães resgatados da rua precisam de ajuda em Porto Alegre

26 de setembro de 2014 0
Foto Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

A Francielle entrou em contato com o Bicharada pedindo ajuda. Ela tem um pátio espaçoso e quando vê um bichinho sofrendo na rua, acolhe. Mas não está conseguindo manter todos os animais e pede ajuda.

Sua casa serve de abrigo para aproximadamente 22 cães e 14 gatos. Eles precisam de casinhas, remédios e ração. Esses peludinhos merecem ser felizes, não precisam de muito, ter um lugarzinho para dormir e alimento já os satisfaz. Qualquer doação é bem-vinda. Eles estão no Bairro Jardim São Pedro, em Porto Alegre.

Pode ajudar?
Entre em contato com a Francielle pelos telefones (51) 3361-3624 ou 9378-4619

 

animais 2

 

 

Bookmark and Share

Abandono criminoso: donos deixam os bichos em pet shops e não retornam para buscá-los

25 de setembro de 2014 3
Dona Maria se sensibilizou com o abandono de Tobi, na pet shop do neto, e adotou o bichinho (Foto Diego Vara)

Dona Maria se sensibilizou com o abandono de Tobi e o adotou (Foto Diego Vara)

 

Larissa Roso
larissa.roso@zerohora.com.br

 

A situação era insuspeita: a dona chegou com a cadela poodle preta de seis anos e alguns pertences do animal, como cama e roupas, pedindo hospedagem para os poucos dias em que ficaria fora de Porto Alegre. Tratando-a como “filhinha”, despediu-se antes de rumar para a viagem:

- Mamãe volta em seguida.

Mas nunca mais apareceu. A mulher informou nome, endereço e telefone falsos, em um golpe que costuma ser aplicado em proprietários de pet shops, salões de banho e tosa e clínicas veterinárias.

- Uma semana se tornou três meses. Não quis mais e abandonou. Era muito mais digno ter pedido ajuda – diz a gerente da Vetmax Clínica Veterinária, Carolina Xavier Martins.

Os motivos para o ato insensível são variados. Protetores de animais e veterinários estão habituados a ouvir donos reclamando da idade avançada, do custo e dos hábitos de cães e gatos. Mudanças de endereço, casos de doença na família e falta de informação específica sobre raças também levam à decisão de se desfazer de um mascote – o proprietário que não sabe que o cachorro tem determinado tipo de comportamento acaba por se sentir desapontado e desiste de mantê-lo em casa.

Donos de lojas têm prejuízos

Muitos não são nem os responsáveis dos bichos largados nas pet shops – encontram um cachorro maltratado e faminto perambulando e o levam para um check-up, fazendo de conta que voltarão para recolhê-los. A suposta boa ação acarreta gastos para terceiros, e o animal segue sem lar.

- Acham que estão tirando o bichinho da rua, mas largam para outra pessoa e tiram o corpo fora – condena Diogo Bessa Fortes, da Hobby Pet Shop.

Tobi conseguiu uma protetora

A equipe de Diogo foi enganada duas vezes nos últimos meses. Na primeira vez, a impostora solicitou banho, vacina e vermífugo para dois vira-latas grandes. Uma funcionária decidiu levar ambos para casa quando ficou claro que tudo não passara de encenação. Total da conta jamais paga: cerca de R$ 300. No segundo episódio, Diogo suspeitou que o cliente não fosse o verdadeiro dono – pediu um banho e nunca mais apareceu.

A aposentada Maria Gevehr Cardoso, 80 anos, avó de Diogo, se apaixonou pelo cusco, batizado de Tobi.
- Sou doida por animais. Achei absurdo, fiquei com pena. Cachorro pequeno é como criança. Um bichinho tão engraçadinho, e a pessoa larga. Não tem coração – compadece-se Maria.

Um ato que implica em duas violações à lei

De acordo com Kika Menezes, responsável jurídica da Associação Gaúcha de Pet Shops (Agapet), quem fornece dados pessoais falsos ao solicitar um serviço e nunca mais retorna para apanhar o bicho está cometendo duas violações à lei: o chamado crime do falso e o crime de abandono. A pena prevista para cada uma delas é de três meses a um ano de detenção, mais multa.

A Agapet reforça a necessidade de que os funcionários dos estabelecimentos exijam documentação dos clientes para que seja criado um cadastro mais detalhado dos donos dos animais.

Respeite o seu bichinho

* Antes de adotar um animal, informe-se sobre as características de cada raça. Um cachorro ativo e de grande porte precisa de espaço. Procure saber como fazer a adaptação se já tiver outros bichos em casa.

* Se precisa doar o gato ou o cachorro, tire fotos e faça a divulgação entre os seus contatos. Peça também o auxílio de ONGs, grupos de adoção e protetores voluntários.

* Animas castrados, desverminados e vacinados têm maior receptividade. A castração evita o abandono futuro e crias indesejadas.

* Um bicho acostumado a atenção exclusiva em casa pode se tornar agressivo ou ser agredido ao ser encaminhado a abrigo. Ideal é entregá-lo diretamente ao próximo dono.

* Tenha paciência. Pode levar um tempo até que surja um interessado em ficar com o pet.

Fontes: Carolina Xavier Martins, sócia-fundadora da União das Amigas Protetoras dos Animais, e Magliane de Oliveira, sócia-voluntária da Associação Riograndense de Proteção aos Animais.

Bookmark and Share

Brechokão neste sábado na Zona Sul de Porto Alegre. Confira!

29 de agosto de 2014 0

Foto: Rover Dog/Divulgação


Amigos, será realizado mais um brechó para ajudar cães e gatos de rua. O evento vai acontecer neste sábado, dia 30 de agosto, a partir das 10h, na Av. Wenceslau Escobar, 1092, Galeria Carolina, na Zona Sul de Porto Alegre.

A intenção é custear resgates, casas de passagem, dívidas de clínicas, medicamentos e castrações. Você pode ajudar doando qualquer coisa, desde que esteja em bom estado. Pode levar no dia mesmo.

Também é possível comprar roupas, sapatos, cd’s, dvd’s e peças de artesanato a partir de um real.
Toda a verba será revertida para ajudar os peludinhos abandonados na nossa Capital!

Apareça por lá e ajude um bichinho necessitado! :)

* Mais informações pelo telefone (51) 9166-5275.

 

Foto: Divulgação

 

Bookmark and Share

Fotógrafa troca bebês por cãezinhos em tradicionais ensaios infantis

11 de agosto de 2014 2

 

Sabe aqueles tradicionais ensaios fotográficos que os pais fazem com seus filhos recém-nascidos?
Pois então… A fotógrafa americana Jamie Clauss decidiu ousar e fez o mesmo ensaio, porém, com um animalzinho de estimação.

A cachorrinha tirou fotos com “os pais” deitada na cama, enroladinha na manta, no colo, no cestinho, dormindo… de todas as maneiras graciosas que os bebês costumam tirar.

Confira abaixo algumas fotos desse ensaio.

 

 

Então, o que achou dessa novidade?

Para ver o álbum completo acesse aqui o site da fotógrafa.

 

Bookmark and Share

Cinco vídeos de cachorros com crianças que você precisa assistir!

04 de agosto de 2014 9
Foto Reprodução

Foto Reprodução

 

Todo animalzinho tem momentos lindos de fofura, e nós agradecemos aos seus donos por terem gravado e colocado na internet.

Quando se trata de cachorros e crianças, então, a diversão é garantida!

Por isso, o Bicharada escolheu alguns dos vídeos que mais fizeram sucesso nas redes sociais para você rir e se emocionar. Confira!

 

Relação de Amor – o Cachorro e a Criança


Labrador cuidando de uma criança


Bebê brincando com cachorrinha vira lata


Impossível não rir com esse bebê lindo!


Meu Dog é o Cara

 

Bookmark and Share

Filhotes lindinhos para adoção em Porto Alegre

03 de agosto de 2014 0
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses dois fofinhos querem um lar amoroso. Os machinhos estão desverminados e com aproximadamente dois meses. Serão de porte médio. Eles são ótimas companhias, dóceis e brincalhões. Estão em Porto Alegre.

Quer levar esses lindos para casa?

Entre em contato com a Bianca pelos telefones  8588-2555 ou (51) 8422-1783

 

Filhotes machinhos adoção 2

Filhotes machinhos adoção 3

Bookmark and Share

Filhotes fofinhos para adoção na Zona Norte de Porto Alegre

31 de julho de 2014 1
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses cachorrinhos lindos foram recolhidos da rua num dia muito frio e chuvoso. São cinco filhotes, três fêmeas e dois machinhos, de aproximadamente um mês.

Os pequenos adoram brincar e são muito carinhosos. Terão porte médio/grande. Estão provisoriamente na clínica Point Animal, na Zona Norte de Porto Alegre, e precisam de um lar com urgência.

Quer adotar um desses amados?
Entre em contato com a Fernanda pelo telefone (51) 8566-6159

 

Filhotes_adoção 2

Bookmark and Share

Casal de cachorros precisa de uma nova família. Adote!

29 de julho de 2014 0
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses dois peludinhos precisam de um novo cantinho para morar. O machinho é um akita de cinco anos, porte médio/grande, castrado, e a fêmea é uma pretinha básica de um ano, porte pequeno/médio, castrada.

Os cachorrinhos tinham família, até resolverem abrir uma lancheria e não ter mais lugar pra eles. Precisam urgente de um lar, mesmo que temporário, ou padrinhos para ajudar com as despesas. Estão em Cachoeirinha e serão entregues na casa do adotante.

Pode dar um lar com muito amor para esses queridos?
Entre em contato com a Rejane pelo telefone (51) 8446-3821 ou pelo e-mail rejane.fleck@ig.com.br

 

Akita_adoção 1

 

Bookmark and Share

Controle, segurança e cuidado com a cachorrada em Cachoeirinha

09 de julho de 2014 1
Foto Prefeitura de Cachoeirinha/Divulgação

Chip é implantado sob a pele do animal, sem dor   (Foto Prefeitura de Cachoeirinha/Divulgação)

 

Cachoeirinha já está colocando em prática uma ação para o bem-estar dos cãezinhos da cidade que, ao mesmo tempo, permite um maior controle sobre a população animal local. Uma parceria da ong Onda com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), garante, além da castração, a implantação de chips nos cachorros com informações sobre o bichinho.

Quem é o dono, qual a raça, a idade, o histórico de vacinações, o estado de saúde, entre outros dados, ficarão armazenados neste chip e poderão ser consultados em caso de perda ou abandono do animal. O dispositivo é do tamanho de um grão de arroz e implantado sob a pele do animal, de forma indolor, por um veterinário na clínica da ong.

“Como o animal já estará anestesiado para fazer a castração, achamos por bem aproveitar o momento para colocar o chip”, explica a presidente da Onda, Karen Scheid.

Castração e chipagem são serviços gratuitos
O serviço é gratuito e disponível a todos os cidadãos da cidade que tenham cães, além dos cachorros recolhidos das ruas pela ong e colocados para adoção. Nesta primeira etapa do projeto, os bairros mais carentes de Cachoeirinha serão os primeiros a ter seus animais cadastrados e chipados, uma vez que, lá, existe maior número de cães por residência. Em seguida, o serviço irá contemplar todos os bairros da cidade. A estimativa é de que cem animais sejam castrados e chipados por mês.
O processo funciona da seguinte maneira: uma equipe da SSMA vai até o bairro e realiza, previamente, um cadastro para que, após, os cães sejam recolhidos, levados até a Onda e, lá, sejam castrados e chipados. Os cãezinhos permanecem em observação na clínica por um dia e, depois, são devolvidos aos seus donos.
De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Medeiros, o principal foco dessa ação é a posse responsável.

Abandono de cães deve diminuir  
Segundo ele, com o animal chipado, o número de abandonos e de maus tratos deverá sofrer uma redução significativa, uma vez que o dono encontrado ou denunciado responderá judicialmente pelo fato. No caso de cães comunitários, o procedimento é o mesmo, pois sempre há alguém na rua ou no bairro que acolhe e cuida do cão.
“Muitos cães na cidade têm casinha na rua, comida e água. Da mesma forma, terão o chip para que não migrem a outro bairro”, explica Fernando.

* Mais informações sobre o projeto pelos telefones (51) 3041-5081 (Onda) ou 3441-4312 (Secretaria Municipal de Meio Ambiente).

 

Bookmark and Share

Filhotes sofreram demais na rua e merecem um lar especial - ADOTADOS!

07 de julho de 2014 0
Brad e Pitt são muito amados e merecem uma família de verdade

Brad e Pitt são muito amados e merecem uma família de verdade (Fotos Arquivo Pessoal)

 

Esses cachorrinhos foram resgatados da rua pela Danielle há um mês. Ela viu os pequenos abrindo sacolas de lixo e depois atravessando a rua, totalmente sem noção em frente aos carros. Dois filhotinhos tão frágeis e pequeninos, expostos ao frio, a chuva, e a risco de morte. A Danielle não suportou mais ver aquela situação e, antes que fossem atropelados, resolveu pegá-los para encaminhar pra adoção. Segundo um vizinho da região, os donos foram embora da casa e os deixaram na rua. Eles são irmãozinhos. A Danielle não gostaria de separá-los, pois já sofreram a dor do abandono juntos e agora os dois ficaram mais unidos que nunca. Foram apelidados de Brad e Pitt.

O Pitt, cachorrinho de pelo clarinho, tem sequelas de cinomose e treme a cabecinha. Os dois fizeram exames de sangue e estão bem, já foram castrados. Eles têm porte pequeno, pesam 5kg, e aproximadamente seis meses. São meigos, amorosos, carentes e adoram um colinho. Estão numa clínica e as despesas são enormes, por isso, precisam de um de um lar com urgência. A Danielle não tem mais como manter esses peludinhos morando na clínica. Precisam de amor que nunca receberam, e eles também têm muito a dar para quem os adotar, pois são extremamente carinhosos. Pelo porte, são ideais para apartamento, e também para quem tem criança, porque eles adoram brincar. Estão na Clínica Zoomed, em Porto Alegre, e podem ser entregues na casa do adotante!

Pode dar um lar feliz para esses lindinhos?

Entre em contato com a Danielle pelo telefone (51) 9611-4722 ou pelo e-mail danidentzuk@gmail.com

 

Brad e Pitt_adoção 2

 

Brad e Pitt_adoção 3

Bookmark and Share

Maninhos caninos precisam de uma família. Adote!

07 de julho de 2014 0
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses três filhotinhos lindos aguardam famílias especiais. A pequena de lacinho verde chama-se Tica Maria, a mocinha de laço vermelho atende por Meu Bem, e o fofinho de gravata laranja é o Tuninho.

Eles têm aproximadamente um mês e serão de porte pequeno para médio, tamanho suficiente para caber no coração de qualquer pessoa!  Estão no Bairro Chácara das Pedras, em Porto Alegre, e vão ser entregues na casa do adotante.

Quer levar um desses peludinhos para casa?

Entre em contato com a Leticia pelo telefone (51) 9323-7513

 
filhotes adoção 3

Bookmark and Share

Casal de filhotes para adoção no Litoral Norte do RS - ADOTADOS!

30 de junho de 2014 0
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses maninhos fofos de pelo caramelo precisam de uma família. Estão com 45 dias e serão de porte médio. São dóceis, muito carinhosos e convivem bem com outros animais. O machinho está de lenço amarelo no pescoço, e a fêmea é mais pretinha no rosto.

A pessoa que os encontrou não pode ficar com os pequenos, pois já tem nove cachorros para cuidar. Estão em Imbé, no Litoral Norte do RS, mas podem ser entregues na casa do adotante, mesmo em outras regiões do Estado.

Quer adotar um desses amados?

Entre em contato com a Jamile pelo telefone (51) 8205-7527

 

Filhotes_adoção 2

Bookmark and Share

Filhotes encontrados na free way precisam de um lar

29 de junho de 2014 2
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses pequenos foram resgatados de um banhado, à beira da free way, no Bairro Anchieta, em Porto Alegre. São sete filhotes, cinco machinhos e duas fêmeas, de aproximadamente 45 dias.

Os cachorrinhos serão de porte médio. Estão num lar temporário, em Cachoeirinha, e podem ser entregues na casa do adotante.

Pode dar um lar quentinho e com muito amor? Adote!

Entre em contato com a Aline pelo telefone (51) 9327-3724 ou pelo e-mail alinejusto@hotmail.com

 

Filhotes resgatados_adoção 2

Bookmark and Share

Gaúcha vai embora para o Pará e pede ajuda para levar seus cães

26 de junho de 2014 3
Jane não consegue viver longe dos seus cachorrinhos

Jane não consegue viver longe dos seus cachorrinhos

 

Em tempos de maus-tratos e abandono de animais, Jane Sinara Rodrigues, 47 anos, de Cachoeirinha, anda na contramão. Luta justamente para não se separar dos sete cães que recolheu da rua e que vivem com ela numa casinha simples, com uma peça única divida por lençóis, no Bairro Jardim América.

Desempregada, Jane vai embora para Belém do Pará com a companheira, Ieda Márcia Vales, 42 anos, e as enteadas, Diana, 14, e Daniele, 20. Lá, pretende recomeçar e buscar melhores oportunidades. Mas a expectativa pela nova vida se transformou em desalento diante da possibilidade de ter que abrir mão dos fiéis companheiros. É como se deixasse parte da família para trás.

“São tão da família que dormem comigo na minha cama”, conta ela.

A passagem de avião de Jane, marcada para o dia 30 de junho, foi doada pela família da companheira, que fez uma vaquinha. Mas os custos com o transporte dos bichos  são altos, e elas não podem bancar.

 

Jane tem um amor muito grande pelos bichinhos

É muito amor pelos bichinhos


Companheiros contra depressão

“Não imaginava que as taxas eram tão caras. Estou desesperada!”, lamenta Jane.

Ela e Ieda conheceram-se pela internet e mantinham um relacionamento à distância desde 2011. Há nove meses, Ieda veio para o Estado com as filhas, cuidar da companheira, que sofre de depressão. Agora, voltarão juntas para o Norte do país.
“Sei que nossa vida será melhor lá, mas não tenho coragem de deixar meus bichos. Se não fossem eles, não sei se estaria viva” emociona-se Jane.

Campanha tem ajudado

Para tentar arrecadar doações de caixinhas de transporte e dinheiro para pagar a taxa de embarque dos animais, Jane apelou para uma ação nas redes sociais. Com isso, ganhou cinco caixas de transporte, para os cachorros maiores, e dinheiro para custear a ida de quatro cães. Mas ainda precisa de duas bolsas de nylon para acomodar os dois filhotes com ela no avião e de cerca de R$ 2 mil para embarcar os outros três cães.

A veterinária Paula Vargas, de Gravataí, sensibilizou-se com a situação e ofereceu assistência. Examinou gratuitamente todos os cachorros de Jane e emitirá o laudo atestando as condições de saúde dos animais para a viagem.
* Quem puder ajudar com as bolsas de transporte ou com qualquer quantia em dinheiro pode entrar em contato pelos telefones (51) 9150-0903 ou 8446-8353.

 

Jane (de roxo, E), Ieda (D) e as filhas não querem deixar ninguém para trás

Jane (de roxo, E), Ieda (D) e as filhas não querem deixar ninguém para trás

 

Bookmark and Share

Moon e Orpheu aguardam um lar na Zona Sul de Porto Alegre

22 de junho de 2014 0
Fotos Arquivo Pessoal

Fotos Arquivo Pessoal

 

Esses maninhos lindos procuram uma família especial. Estão com aproximadamente três meses, terão porte médio e castração a baixo custo garantida na idade adequada. Os pequenos são muito dóceis e carinhosos.

Foram apelidados de Moon (o mais branquinho) e Orpheu (o mais pretinho). Estão na Zona Sul de Porto Alegre e podem ser entregues na casa do adotante.

Quer adotar um desses lindinhos?
Entre em contato pelos telefones (51) 8487-9732 e 9689-3412 ou pelo e-mail titacmelo@hotmail.com

 

Moon e Orpheu_adoção 2

 

Moon e Orpheu_adoção 3

Bookmark and Share

Cães ajudam no desenvolvimento de crianças com deficiência em escola de Porto Alegre

17 de junho de 2014 3
Fotos Mateus Bruxel

Projeto Biblio Pet Terapia tem a participação de cães adestrados  (Fotos Mateus Bruxel)


ROBERTA SCHULER

roberta.schuler@diariogaucho.com.br

Escola da rede municipal de Porto Alegre que atende autistas e alunos com outras deficiências desenvolve projeto pioneiro, que envolve a contação de histórias com a participação de três cães.

Samantha Elisa tem três anos e é muito dócil e carinhosa. Já Nith tem dois anos e meio e é independente e tão afetuosa quanto a companheira. Bob Borges é mais velho e o mais antigo no pedaço, mas também faz muito sucesso por onde passa. Juntos, os três cuscos estão contribuindo para mudanças importantes no comportamento e na qualidade de vida dos cem alunos da Escola Municipal de Ensino Especial Professor Luiz Francisco Lucena Borges, no Jardim Sabará, na Capital.

O projeto Biblio Pet Terapia é uma iniciativa pioneira entre as escolas especiais do município, idealizada pela professora Maria Beatriz Santos Guterres. Há seis meses, oferece aos alunos com idades entre seis e 21 anos, autistas e com outras deficiências, a combinação da literatura, por meio da contação de histórias, com a participação dos cães adestrados. A interação dos pets com alunos que têm dificuldades motoras, afetivas, de aprendizagem e de socialização tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida de cada um.

“Os cachorros fazem parte da vida da nossa escola. Estão aqui para auxiliar, acompanhar e fazer com que os alunos consigam se expressar de diferentes formas”, comenta Maria Beatriz.

Carinho é exercício

Na turma do segundo ciclo, a chegada de Nith e Samantha Elisa fez Sharise Almaleh, 17 anos, aplaudir, enquanto Juliana Pereira Braun, 14 anos, acolheu Nith em seus braços. Chandler dos Santos Loba, 15 anos, fez um carinho na barriga da cachorrinha de coleira laranja, que recebeu um petisco. Já Victor Hugo Sasset Luchese, 16 anos, que no início do projeto ficava nervoso na presença dos cães, deu um abraço em Samantha. Fazer um carinho, por exemplo, trabalha a afetividade, mas também é um exercício de motricidade. E outros desafios vão surgindo com a convivência. Outras turmas participaram de atividades com Nith e Samantha no pátio e na horta.

“Eles estão aprendendo a respeitar todas as formas de vida”, observa a vice-diretora Katiuscha Genro Bins.
Alternadamente, os cães são levados à escola três vezes por semana.

Biblio pet 1

Mães comemoram benefícios
Mãe de Chandler, a dona de casa Inajara Machado dos Santos, 40 anos, comemora os avanços do filho, que tem transtorno mental. A insistência de Nith em manter o contato com o aluno trouxe benefícios.
“Ele falava na Nith e eu pensava que era uma colega. Depois que fui saber que era uma cachorrinha. Em contato com ela, passou a ter mais carinho com a gente. Hoje ele é outra pessoa” conta Inajara, que participa de oficina estendida aos pais.

Quem são os pets
Maria Beatriz conta que Samantha Elisa foi a única sobrevivente de uma ninhada vítima de maus-tratos. Já Nith foi abandonada na Restinga aos quatro meses. Resgatadas pela professora, que é a tutora delas e de Bob Borges, eles demonstraram características fundamentais para o trabalho com crianças e adolescentes especiais. Passaram por adestramento durante seis meses e mantêm contato permanente com o adestrador. Eles são vacinados e se alimentam de ração.

Bob Borges no DG
Em janeiro de 2010, Bob Borges (o sobrenome é em homenagem ao nome da escola), um border collie misturado com vira-latas, foi citado numa reportagem do Diário Gaúcho. A comunidade da Escola Professor Luiz Francisco Lucena Borges estava desolada porque o mascote acolhido pela escola havia sumido e decidiu iniciar uma campanha para encontrá-lo. Um ano e meio depois, ele foi recuperado a participa do Biblio Pet Terapia.

PARA AJUDAR
* A escola aceita doações de ração para os cães, auxílios para vacinação e transporte dos animais.
* Mais informações: 3338-3350.

 

Confira a galeria de fotos:

Bookmark and Share

Coordenadoria de Bem-Estar Animal faz parceria com protetores de Canoas

10 de junho de 2014 0
A protetora Maria Iara Oliveira já está participando de ações realizadas pelo Bem-Estar Animal (Foto Paula Vinhas/Divulgação)

A protetora Maria Iara Oliveira já participa de ações realizadas pelo Bem-Estar Animal (Foto Paula Vinhas/Divulgação)

 

A Coordenadoria Municipal de Bem-Estar Animal está cadastrando protetores de animais de Canoas. A intenção é identificar voluntários e criar parcerias na construção de soluções e melhores condições de vida para os animais da cidade, em especial na defesa, proteção e controle populacional.

De acordo com o secretário especial de Bem-Estar Animal, Cristiano Moraes, com a iniciativa será possível localizar onde estão os protetores e conhecer as necessidades deles no trabalho que já executam.

“Hoje podemos disponibilizar a castração e a identificação por meio de chipagem, além de espaços nas feiras para encaminhar animais à adoção”, destaca Moraes.

Interessados devem contatar a Central do Cidadão, órgão da Prefeitura, pelo telefone 08005101234.

 

 

Bookmark and Share

Instituto Sierra é exemplo de amor aos animais em Gramado

04 de junho de 2014 7
Fotos Divulgação

Instituto tem estrutura para cuidar de até 500 animais (Fotos Divulgação)

 

Gramado tem um dos maiores e mais completos centros do Rio Grande do Sul para abrigo de animais carentes. O Instituto Sierra é um espaço mantido por uma empresa da região, que cuida de gatos e cachorros abandonados e os encaminha para adoção. O local possui canil, gatil, salas de consulta, exames e cirurgia.

É uma grande estrutura montada com muito amor e carinho para que os bichinhos abandonados e maltratados possam se recuperar física e psicologicamente de traumas que viveram na rua. O instituto oferece a esses animais uma nova chance na vida e a oportunidade de conseguir um bom lar para serem felizes.

Instituição não recebe doação de terceiros

A empresária Marisa Tissot, fundadora do local, faz questão de acompanhar todo o processo de perto, para que os animais tenham sempre um tratamento adequado e qualidade de vida.
Marisa não aceita doações de dinheiro ou de alimentos, nem resgata qualquer bichinho na rua. Mesmo tendo uma grande área – comporta cerca de 500 animais – , ela nunca lotou o local. Ela salienta:

“Tenho um limite e não sou depósito de animais. Não aceito ração nem dinheiro. Amo os bichos e faço tudo nas minhas condições. Não quero nem tenho a obrigação de fazer o trabalho que deveria ser realizado pela prefeitura.”

O instituto já ajudou 1,2 mil animais desde a sua inauguração, há quatro anos. Os resgatados passam por uma averiguação veterinária, fazem o tratamento necessário e, somente depois de serem castrados, vacinados e chipados, estão prontos para a adoção.

“Também ajudamos os bichinhos de pessoas com extrema necessidade. O instituto dá vacinas, castração e auxílio veterinário gratuito para alguns animais domésticos, quando se confirma que o dono não tem condições de pagar os cuidados com seu animalzinho.” acrescenta Marisa.

Cães têm um grande espaço para brincar e gastar energia

Cães têm um grande espaço para brincar e gastar energia

Uma verdadeira mãe

Fundadora e mantenedora do Instituto Sierra, a empresária Marisa Tissot também administra as lojas e a fábrica Sierra Móveis, na Serra. Casada com o também empresário Luiz André Tissot, é mãe de dois filhos, Gustavo, 17 anos, e Arthur, 11 anos, e divide com a família a paixão pelos animais.

“Meu marido é o maior apoiador. Nem poderia ser diferente. Eu não me apaixonaria por alguém que não gostasse de bichos. É pré-requisito (risos)! Todos são cachorreiros lá em casa, diz a empresária.”
Paixão esta que Marisa, garante, cultiva desde a infância.
“Costumo dizer que o meu destino e os dos animais foram traçados na maternidade. Quando eu nasci, cheguei em casa e já tinha um cachorro me esperando, revela.”

Chicão (D) foi o primeiro resgatado pela Marisa

Chicão (D) foi o primeiro resgatado pela Marisa

 

Natural de Blumenau, em Santa Catarina, hoje ela mora em Gramado, onde tem 15 animais, entre gatos e cachorros, fora o que ela chama de ‘agregados que aparecem eventualmente’. Mas destaca que amor aos animais também é desapego, por isso, resiste ao desejo e ao impulso de levar para casa os bichinhos que chegam ao instituto, por mais fofinhos e carentes que sejam.

“Tem que ter a consciência do desapego, de saber que o animal quer uma família, quer amor, quer cuidado. E eles não são meus, eu sou apenas uma casa de passagem. Quem vai fazer esse papel é a família para quem eu vou entregá-los, completa.”

Bichinhos têm área de lazer, canil seguro e confortável, cirurgias, exames e tratamento especial

Bichinhos têm área de lazer, canil seguro e confortável, cirurgias, exames e tratamento especial

 

Bookmark and Share

Casal de cachorrinhos merece um lar para ser feliz. Adote!

01 de junho de 2014 0
Foto Arquivo Pessoal

Foto Arquivo Pessoal

 

Esses dois peludinhos precisam de adoção urgente. Estão no Canil Municipal de Esteio e ficam num espaço muito pequeno, onde mal conseguem se movimentar. Os cachorrinhos estão ficando depressivos. Não caminham, nem pegam sol. Sentem falta de uma família para brincar e receber carinho.

Infelizmente, o local está cheio de animais resgatados de abandono e maus-tratos. Sobram bichinhos e faltam adotantes amorosos e responsáveis. A Dalen, que é protetora de animais, sofre muito quando olha pra esse casalzinho peludo. A fêmea é pequena, tem 5kg e está castrada. O machinho é maior, pesa aproximadamente 15kg.

Pode adotar um desses peludinhos?

Entre em contato com a Dalen pelo telefone (51) 9256-9236

Bookmark and Share