Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

De bike para a balada

24 de fevereiro de 2015 0

Por Carol Macário

 

post 2

O trânsito em Florianópolis não favorece ninguém no verão, nem mesmo quem quer ir para a balada. Fila no Norte da Ilha, fila no Leste da Ilha e você acaba perdendo a noite dentro do carro. Um dia ainda teremos um transporte público eficiente, mas até lá a bicicleta é sempre uma boa alternativa.

post 3

 

É bom lembrar que não há nada que se envergonhar por chegar de bicicleta em alguma festa. Pelo contrário, impõe estilo. Então deixe a vergonha para trás.

Nem todas as casas noturnas têm local adequado para guardar bicicleta. Na Lagoa já encontrei com muitos pés de goiabeira para amarrar a magrela. Desapegue.

Inacreditavelmente em Jurerê Internacional achei um estacionamento de bicicleta bem ao lado do Taikô, popular beach club. Fui para o balneário de bike para a missão de pedalar e curtir uma das famosas sunset parties de lá. O garçom me contou que é muito comum clientes que chegam de bike, principalmente os moradores.

post 1

post 3

post 4

Ah, sim. Neste post sobre o blog Pedal Glamour tem dicas de como pedalar sem perder o estilo e não parecer uma “pessoa de lycra”. As dicas valem também para a balada.

 

 

post 6

post 5

Envie seu Comentário