Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

De Joinville à Vila da Glória

28 de fevereiro de 2015 0

Do mar até a cachoeira

Em parceria com o amigo Diorge Moreira, também colega de jornal, fui conhecer melhor a Vila da Glória, no distrito do Saí em São Francisco do Sul. A principal expectativa era maior em relação a chegada na cachoeira do Casarão, um ponto turístico conhecido da região. A vila fica entre Joinville, São Chico e Itapoá, e o acesso pode ocorrer por todos os lados. Já fiz o pedal pegando a balsa em São Francisco (veja aqui) e agora a vez foi sair de Joinville direto pra lá.
Saindo do jornal, na rua Caçador (bairro Anita), pedalamos 16 km até a balsa que leva a Vila por Joinville. Não precisa se preocupar com o horário de travessia, pois o deslocamento pela Baía da Babitonga é curto (15 minutos) e tem embarcação disponível a todo momento.
Depois de atracar, são mais 15 km até o centro da Vila e outros 9 km de estrada de chão até a cachoeira. O passeio completo (ida e volta) soma um pedal de 89 km. E, mais uma vez, tivemos uma companhia que tem sido frequente nos meus pedais: a bendita chuva, que deixou as coisas um pouco mais frias e demoradas.

20150224_121146

Estrada do Saí
O ponto alto do pedal é a serrinha na estrada do Saí. Segundo o marcador do meu celular, a altimetria foi de 1.060 metros de elevação. As subidas são realmente pesadas, assim como as descidas. Muita atenção com os freios da bike, com as pedras soltas, com a velocidade que se pode alcançar e, principalmente, com os caminhões que passam por ali.
Se você não tem muito preparo, é bom lembrar de guardar energia para fazer o caminho de volta. Por isso, se estiver muito cansado aproveite a água gelada da cachoeira para relaxar.

DCIM792GOPRO

Trilha do casarão até cachoeira
O nome Cachoeira do Casarão é em referência a casa que fica na propriedade da família Backmeyer. Construído em 1901, o o ponto de referência para a entrada da trilha que leva à cachoeira. A propriedade é particular e é cobrada uma taxa de R$ 10. São aproximadamente 250 metros entre árvores, pedras, escadas e raízes de árvores no chão. Não aconselho levar a bike junto. Eu levei, mas só porque não teve ninguém para dizer o contrário. Dificulta e muito o acesso.

DCIM792GOPRO

Pé na areia
As praias da vila tem um mar calmo e um pequena faixa de areia, ideal para relaxar. O visual são 14 ilhas que marcam o horizonte. É possível alugar um barco com os pescadores locais e empresas especializadas para conhece-las mais de perto. Para quem curte uma pescaria, tem algumas embarcações especializadas em guiar os melhores lugares para a prática.

20150224_150615

Ancoradouro Pedro Ivo Campos
Um ponto de referência da Vila e parada obrigatória é o Ancoradouro Pedro Ivo Campos, que avança 330 metros mar adentro. Para quem gosta de levar boas fotografias por onde passa, a dica é ir lá no finzinho do passeio e fazer uma panorâmica da visão que se tem de quase toda a vila e sua vasta vegetação. Aproveitamos para almoçar em um restaurante logo ao lado, lugar com um ótimo atendimento e bons preços. Existem diversas opções para comer por esse região e a maioria é especializada em servir frutos do mar.

DCIM792GOPRO

 

Confira mais algumas fotos:

Envie seu Comentário