Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Percurso à beira-mar

08 de março de 2015 0
Amanhecer na praia da Pinheira, em Palhoça. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

Amanhecer na praia da Pinheira, em Palhoça. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

O percurso da Praia do Sonho até à Guarda do Embaú, limite de Palhoça com Paulo Lopes, é fácil de pedalar. Como nessa época as praias estão quase desertas, dá para percorrer praticamente todo o caminho pela beira do mar. O visual é incrível, a faixa de areia é enorme e a água clara e fria, característica do Sul de Palhoça.

Cereja do bolo
O ponto de partida foi a Ponta do Papagaio, ao Norte. A primeira da orla palhocense, que tem pouco mais de sete quilômetros de extensão. Quem pedala desse ponto até a Praia do Sonho, quase metade do caminho até a Pinheira, tem como recompensa o cenário belíssimo da Ilha do Papagaio e a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Araçatuba. A Pinheira tem a tranquilidade e o vento como companheiros de pedalada. O amanhecer na região (foto), é a cereja do bolo.

Ponta do Papagaio. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

Ponta do Papagaio. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

Caminho
O movimento só aumenta perto do Centrinho da Pinheira, uma vila de pescadores que fica bastante movimentada durante a temporada. Pela areia, dá para chegar até a Praia de Baixo, no extremo Sul. Passando pelo vilarejo pode-se ir à Praia de Cima ou à famosa Guarda do Embaú. Para chegar até a Guarda, há opção de ir por trilha, não recomendado para bikes, ou por uma rua de pedras. Pequenas propriedades rurais e algumas pousadas distraem no caminho.

Travessia do Rio da Madre na Guarda do Embaú. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

Travessia do Rio da Madre na Guarda do Embaú. Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

Visual
O visual da Guarda compensa qualquer sacrifício e todos os quilômetros pedalados. Como o espaço é pequeno e para alcançar o mar tem que passar pelo Rio da Madre, de barco ou a nado, é hora de estacionar a bike, hidratar o corpo, relaxar a mente e curtir o astral do lugar.​

 

Envie seu Comentário