Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Roteiros para pedalar em Itajaí

09 de março de 2015 3

Por Fernanda Ribas

GOPR0806

 

Se você não quer pedalar muito e opta por trajetos urbanos com ciclofaixas e ciclovias, selecionei alguns roteiros em Itajaí para curtir a cidade. Do centro histórico às praias, passear de zica por Itajaí rende bons momentos ao ar livre, em contato com a natureza ou, se preferir, bem pertinho dos gigantes navios.

 

Confira outras matérias do Bike Repórter sobre Itajaí

::: De bike no Parque da Atalaia em Itajaí
::: Confira os benefícios de pedalar em grupo
::: Pedal com vista para o mar de Penha a Bombinhas
::: Pedal por Navegantes e Itajaí sem frescura
Roteiros para pedalar

O ponto de partida nas pedaladas por Itajaí é na Praça Genésio Miranda Lins, no bairro Fazenda, em Itajaí. O trajeto é de ida e volta.
Morro da Cruz – 6 km
Subida pesada com estrada de paralelepípedos. Recomendada para quem pedala há mais tempo e quer ver a cidade de um outro ângulo, do alto. Bem do alto.

Molhe, praias da Atalaia e Cabeçudas e Praia Brava – 8 km
Não há ciclovias ou ciclofaixas no percurso, por isso, muita atenção. O trecho que exige mais esforço fica no morro entre a Praia de Cabeçudas e a Praia Brava pela Rua José Menescau do Monte.

Contorno Sul e Avenida Adolfo Konder – 12 km
Evite os horários de pico neste trecho, como das 8h às 9h e das 18h às 19h, por causa do fluxo de veículos e pedestres. A ciclovia no Contorno Sul ainda não está totalmente pronta, mas já dá para ter uma ideia como será pedalar por lá. O trecho no bairro Cidade Nova é tranquilo e dá para acelerar mais, apesar de o asfalto estar danificado em alguns pontos.

Av. Beira-Rio, Rua Heitor Libardo e região central – 10 km
Este trajeto é para quem usa a bicicleta como meio de transporte. No trecho há de tudo: supermercados, bancos, restaurantes, clínicas e lojas. Muita atenção nos semáforos e nos pontos em que a ciclofaixa acaba.

 

O que está bom e o que pode melhorar em Itajaí

GOPR0802
Tá bacana

- Semáforos para ciclistas e faixas pintadas de vermelho ligando uma pista a outra
- Ciclovias e ciclofaixas nos bairros São João, Barra do Rio e Vila Operária
- A ciclofaixa da Beira-Rio que está quase pronta com a marcação de quilômetros na pista
- A ciclovia no Contorno Sul - que está sendo finalizada - nos dois lados com canteiro com plantas para dividir a pista
- Pedalar na Praia Brava é uma opção para quem está começando a andar de bike
Pode melhorar

- Apesar de o futuro caminhar para uma cidade mais ciclável, faltam interligações entre as ciclofaixas.
- Há poucas ciclovias e na região central são poucas as pessoas que se arriscam a pedalar por lá.
- No calçadão da Hercílio Luz bicicletas só são permitidas após as 20h. Há uma lei municipal que proíbe as bikes por lá. O espaço é grande e como está no centro poderia haver uma ciclofaixa aos ciclistas.
- Presenciei poucos bicicletários ao longo das minhas pedaladas pela cidade. A maioria dos ciclistas prende as bikes em postes.
- O tempo dos semáforos para os ciclistas é curto. Na esquina da Rua Silva com a Av. Coronel Marcos Konder não deu tempo de atravessar a via a tempo e tive que contar com a boa vontade dos motoristas.

GOPR0811

Comentários (3)

  • Rodrigo diz: 10 de março de 2015

    Boa Noite.
    Interessante a matéria.
    Queria deixar uma sugestão de pedal…
    A área rural, como a paciência, rio do meio (morro da macumba e arredores), itaipava, brilhante, são roque, campeche são excelentes roteiros para uma boa pedalada. Além de não termos que “competir” com carros, é um ambiente muito agradável para se pedalar. Vale a pena.

  • Diego diz: 11 de março de 2015

    Muito legal pedalar em itajai, aconselho fazer um desses percursos no sabado a tarde

Envie seu Comentário