Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Uma rede social para reclamar

21 de novembro de 2011 7

As redes sociais fazem um sucesso estrondoso no Brasil. Depois do Orkut, o brasileiro aderiu com força ao Facebook e ao Twitter. Nesta onda de acesso massivo, muitas pessoas indignadas utilizaram estes canais e o YouTube para contar casos de descaso e desrespeito ao seus direitos como consumidores.

Aproveitando a paixão do brasileiro pelas redes sociais e buscando “mudar paradigmas”, dez microempreendedores de São Paulo se uniram para lançar uma nova plataforma para quem quiser reclamar sobre prestadores de serviços e empresas, a Zangaa.com.br

Um vídeo de apresentação no site explica as intenções do Zangaa.com.br. “No Zangaa nos mobilizamos em busca de soluções. No Zangaa o individual vira coletivo e assim ganhamos força”, resume o material publicitário.

Previsto para ser lançado hoje, o site tem como objetivo reunir consumidores que compartilham problemas similares e, em conjunto, encaminhá-los às empresas responsáveis, ao Ministério Público, aos Procons estaduais e às agências reguladoras.

A ideia, segundo a sócio-fundadora do site, Raquel Costa, é melhorar concretamente a relação entre as empresas e os consumidores que se sentirem prejudicados. “As empresas conseguem monitorar quantas vezes são citadas nas redes. Mas o consumidor não tem como saber quantas pessoas vivem o mesmo problema que ele. O Zaanga permite que eles se encontrem e ajam conjuntamente”, esclarece.

O site é vinculado ao Facebook. Quando estiver operativo, o Zangaa vai permitir que o consumidor que tiver um cadastro no Facebook preencha um questionário que possibilitará, através de palavras-chave, que o usuário consiga saber quantas pessoas tem o mesmo problema que ele. A partir daí, ele terá a opção “mobilize-se”, caso queira ter a sua reclamação encaminha para a empresa e órgão competentes – uma advogada se encarregará de fazer os encaminhamentos. As respostas também vão chegar pela mesma plataforma. Quem não quiser formalizar a reclamação, poderá seguir apenas como observador.

ATUALIZAÇÃO (dia 23 de novembro): O Zangaa entrou no ar e já apresenta um ranking de reclamações. Na lista das cinco empresas com o maior número de reclamações, quatro empresas de telefonia e uma de TV por assinatura. O site também disponibiliza canais de marcas para os consumidores reclamarem e uma lista com as últimas reclamações que podem ser compartilhadas pelo Facebook, Twitter e o Google.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • fernando jose de aquino diz: 23 de novembro de 2011

    gente eu estou sendo lezado pela oi eles estaõ vendendo 10megas por 69,90 e eu pago os mesmos 69,90 por 300kbps não e mesmo uma piada

  • sirlene duarte diz: 20 de janeiro de 2012

    Vocês podem imaginar uma empresa de pagamento que além de te mandar e-mails,literalmente com as mesmas perguntas,não consegue te remeter seu pedido,livros comprados e pago via banco,desde o ano passado. É assim na Pagamento DIGITAL, CUIDADO com o seu dinheiro. Você pode comprar,pagar e não receber. Além de ficar respondendo e-mails diariamente e NADA de solução.

  • Andréia diz: 28 de janeiro de 2012

    Olá gente!!!
    Eu fiz uma compra no mês de julho na emprsesa FluentStore (Fluent celular) ,de um notbook 10 polegadas, através de compra coletiva Groupália e até hoje, nem uma ,nem outra me deram satisfação sobre a compra.Entrega então,nem se fala!!!
    é muita falta de vergonha e abuso com as pessoas que compraram.

  • Andreia Borges Massoneti diz: 19 de abril de 2012

    Uma empresa da minha cidade abriu uma franquia da tim e sairam distribuindo chip a la vonte…a babaca aqui ficou com 2 chip,comprei um cel de 2 chip e comecei a usar um da claro e um da tim…passados alguns dias, comecei a receber faturas até do chip que nunca foi usado.Fui reclamar na loja e me informaram que eu teria que pagar a primeira fatura para depois cancelarem aquele chip…paguei e na proxima semana, na loja apareceu uma faixa dizendo que estariam em reforma e nada mais…anoiteceu e não amanheceu…ninguem cancelou o chip e agora cobram uma coisa que eu nunca usei…depois eles botam uma propaganda enorme em rede nacional pedindo para levarmos nossos amigos para a tim…Alguém acredita que farei isso?????

  • MARIA APARECIDA ZARI BANALLI diz: 8 de dezembro de 2012

    Caríssimos amigos do Zaanga estou aqui para reclamar de um problema com o Cartão Citi Card, da Credicard. eu tenho um Cartão e tinha uma dívida de aproximadamente R$ 380,00 (trezentos e oitenta reais), isso em maio desse ano, ai eles propuseram parcelar o respectivo débito em 07(sete / parcelas), uma entrada de oitenta reais , e mais seis parcelas de cinquenta reais, e era isso que eu teria de pagar sem nenhum, acréscimo, mas não foi isso que aconteceu, pois em todas as faturas vinha o valor da parcela, mais ele cobravam uns setenta a oitenta reais todo mes (agregado ao parcelamento) ai eu reclamava, eles diziam que iriam resolver, mas acabei terminando de pagar o parcelamento e a última fatura ainda veio no valor de R$ 171,00, e nesse período não usei o cartão, pois o mesmo ficou bloqueado pela Empresa Credicard. Me propuseram também fazer uma poupança, a razão de cinquenta reais por mês, iniciei esta poupança em março de 2011, agora estou querendo resgatar o valor depositado, e estão criando dificuldades para liberar o respectivo valor poupado, e ainda disseram que se eu cancelar o cartão perco todo o valor pago. O que posso fazer, qual a atitude a tomar.

  • Sandra Regina Bonfim Rodrigues diz: 7 de janeiro de 2013

    Boa Tarde venho por meio desta mensagem fazer uma reclamação da Camisaria Empório Colombo e gostaria de deixa-los informados a maneira como esta Loja age com seus consumidores. Peço que me ajudem a repercurtir com este relato.

    No dia 17/12/2012 comprei na Camisaria Empório Colombo, localizada no primeiro andar do Shopping Internacional de Guarulhos, uma camiseta polo branca, tamanho G, no valor de R$ 49,90 para o meu pai. Dei a ele a camiseta de presente de Natal no dia 25/12/2012, no entanto, a mesma ficou pequena, então fui à mesma loja em que comprei a camiseta com a notinha da compra para trocar, ao tentar realizar a troca o atendente da loja Empório Colombo, Odair, informou que poderia trocar a camiseta por qualquer peça no valor de R$ 34,90. Então, falei que havia pago R$ 49,90 na camiseta e não R$ 34,90 e estava com a notinha para confirmar. E ele falou “Senhora estamos em liquidação e o preço desta peça abaixou para R$ 34,90, então a senhora só poderá realizar a troca neste valor”.
    Informei que iria ao PROCON e acionaria as redes sociais, pois achei um absurdo. E a única condição de troca que esta na etiqueta do produto é TROCA EM ATÉ 30 DIAS. Ao falar isso ao vendedor o mesmo falou “A senhora faça o que quiser o PROCON não irá adiantar”.
    Sinceramente, não achei justo ter pago R$ 49,90 numa camiseta e mesmo após ter apresentado a nota ter que trocar uma peça por R$ 34,90 e ainda mais ser atendida com esta falta de respeito pelo vendedor.

    Pessoal se possível repercutam esta informação para que demais pessoas para que elas não passem pelo que estou passando. É UMA FALTA DE RESPEITO COM O CONSUMIDOR!

  • Luciana Amorim diz: 31 de janeiro de 2013

    Sandra,

    Passei por uma situação como a sua.

    Realmente, a camisaria Colombo não presta.

    Vá até o fim com o PROCON que vc ganhará a causa sim!

    Abs.,

    Luciana.

Envie seu Comentário