Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "linkedin"

LinkedIn chega a 7 milhões de usuários no Brasil

10 de fevereiro de 2012 Comentários desativados

O LinkedIn, a maior rede professional da internet, anunciou hoje a conquista de mais de 150 milhões de usuários em todo mundo, sendo sete milhões só no Brasil. Após lançar escritório no país, há menos de três meses, a plataforma já consegue identificar o número de usuários nas principais capitais brasileiras, com São Paulo na liderança desta lista ao registrar 1,5 milhão de usuários.

Desde que chegou ao Brasil, em novembro de 2011, o LinkedIn cresceu em um milhão de novos profissionais que utilizam-se da rede para trocar experiências, ter acesso a informações e ideias para seus negócios. Além disso, a rede permite localizar profissionais e empresas com o perfil interessado e encontrar novas oportunidades de trabalho.

Confira a lista de usuários por capitais

São Paulo = mais de 1,5 milhão

Rio de Janeiro= mais de 492 mil

Belo Horizonte = mais de 215 mil

Porto Alegre = mais de 170 mil

Curitiba = mais de 155 mil

Brasília = mais de 114 mil

Manaus = 35 mil

Bookmark and Share

Linkedin revela o que mais irrita no trabalho

28 de setembro de 2011 0

O LinkedIn, a maior rede profissional da internet, com mais de 120 milhões de membros em todo o mundo e mais de 4 milhões no Brasil, anunciou hoje os resultados de uma pesquisa sobre os fatores que mais irritam os profissionais em seus ambientes de trabalho.
A pesquisa revela algumas diferenças interessantes entre países e culturas. Quem diria, mas o que mais incomoda os brasileiros é a fofoca excessiva no escritório. Já os norte-americanos são os que mais detestam constatar que alguém roubou sua comida do refrigerador disponível na empresa. Alemães lideram a lista dos que ficam muito bravos com a sujeira encontrada em eletrodomésticos de uso coletivo no escritório. Indianos odeiam ouvir os constantes toques de telefones celulares dos colegas. Japoneses são os que mais detestam ser motivo de piadas na companhia.
Também foi possível registrar diferenças entre sexos. No Brasil, o uso de roupas inadequadas (blusas decotadas e saias curtas, por exemplo) no escritório irrita mais mulheres do que homens; 76% do público feminino contra 44% do masculino. Essa não é novidade nenhuma.
Independentemente de nacionalidade ou sexo, o fator que mais irrita no escritório (78% dos mais 17 mil de profissionais entrevistados pelo LinkedIn) são “pessoas que não se responsabilizam por suas atitudes e decisões”.
O LinkedIn faz ainda um alerta importante para quem busca uma nova oportunidade: no Brasil, os responsáveis por definir eventuais contratações ficam muito mais irritados com funcionários que abusam na quantidade de ligações pessoais durante o expediente, do que os líderes que não têm sob sua responsabilidade a escolha de novos talentos para a empresa.
O país que mais registrou fatores que irritam no trabalho é a Índia, e a Itália foi a nação cujos profissionais menos listaram reclamações. Dentre os 16 países pesquisados, o Brasil ficou em quarto lugar no ranking.

Bom trabalho.

Bookmark and Share

Uma rede de US$ 100 bilhões

13 de junho de 2011 0

O Facebook está preparando a oferta de ações na bolsa de valores. O objetivo da rede social com o IPO é valer mais de US$ 100 bilhões.
Com isso, o Facebook deve seguir os passos de outra rede social, Linkedin, que em maio começou a vender suas ações na bolsa de valores e conseguiu uma valorização de aproximadamente US$ 7 bilhões.
Além disso, no início deste mês, o site de compras coletivas Groupon arrecadou US$ 750 milhões com o IPO.

Será que estamos vivendo uma nova bolha da internet? Ou elas valem mesmo tudo isso?

Diz aí….

Bookmark and Share