Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Um retuíte a menos contra o ICMS unificado

20 de março de 2012 0

Preocupado com a unificação do ICMS dos estados, o governador Raimundo Colombo (PSD) pediu mobilização aos catarinenses no Twitter. Em duas horas, foram 31 retuítes. Quem não deve retuitar é o ex-secretário da Fazenda Ubiratan Rezende. Na entrevista que concedeu ao DC em janeiro, o conselheiro de Colombo tinha uma opinião otimista sobre a uniformização das alíquotas. Relembremos.

DC – A ideia de unificar as alíquotas de ICMS para acabar com a guerra fiscal entre os Estados, o senhor acha que ajuda ou atrapalha?
Ubiratan –
Ajudaria enormemente Santa Catarina.

DC – O Estado não perderia poder de competição, de atração?
Ubiratan -
Não, não. Santa Catarina tem hoje um diferencial com relação ao resto do país, que é muito criticado por outros Estados, que é a enorme agilidade em seu processo de movimentação portuária. Se uniformizassem o ICMS no Brasil inteiro, essas empresas que usam Santa Catarina como porta de entrada, continuariam a usar por causa da agilidade. Para se ter uma ideia, uma determinada empresa, que não posso citar o nome porque está em negociação com o Estado para eventualmente se instalar, teve seu navio retido no porto de Santos por 80 dias. Nos nossos portos, nós desembarcamos 30 mil contêineres em 28 horas. Nós criamos uma condição diferenciada no ponto de vista de atividade portuária que nos dá uma competitividade enorme. Eu não vejo um problema para Santa Catarina na uniformização do ICMS. Estou na contramão da maioria das opiniões…

Bookmark and Share

Comentários

comments

Envie seu Comentário