Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Redistas de SC fazem convenção e lançam candidatura de Miriam Prochnow ao governo

15 de fevereiro de 2014 4
O presidente estadual do PSB, Paulo Bornhausen e o presidente do diretório municipal do PPS de Florianópolis, Zébio Corrêa da Silva, ajudam Miriam a plantar uma muda de Imbuia, árvore símbolo do Estado de Santa Catarina (Foto: Divulgação/Rede)

O presidente estadual do PSB, Paulo Bornhausen e o presidente do diretório municipal do PPS de Florianópolis, Zébio Corrêa da Silva, ajudam Miriam a plantar uma muda de Imbuia, árvore símbolo do Estado de Santa Catarina (Foto: Dani Borges, Rede Sustentabilidade)

Ainda em formação, o partido Rede Sustentabilidade realizou convenção estadual neste sábado para definir sua comissão regional. No encontro, os marineiros catarinenses lançaram o nome da ambientalista Miriam Prochnow como candidata ao governo do Estado. Ela também é o nome do grupo para composições na chapa majoritária.

Além da ambientalista, os redistas apresentaram uma nominata para disputar outros cargos. São eles: Leonardo Secchi e Alexandre Lemos (deputados estaduais), Maria Margarete Phillippi Cecconi, Alfredo da Silva Júnior, Rogério Portanova e Herbert Zandomênico (deputados federais).

A principal aposta do partido é Leonardo Secchi, professor da Esag.

Todos estão filiados ao PSB, a exemplo da principal líder da sigla em formação, Marina Silva.

Presidente estadual do PSB, Paulo Bornhausen acompanhou o evento. Ele tem garantido a participação dos redistas na chapa proporcional do partido na eleição de outubro.

Sobre a candidatura própria ao governo, Bornhausen voltou a dizer que ainda é cedo para tratar do assunto.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Claudio diz: 16 de fevereiro de 2014

    Ai que lindo! o Socialista Bornhausen, junto com o ex-Comunista do PPS, a ex-Verde Miriam da Rede, agora Amarelada no PSB em evento importante de plantio de uma arvore.
    Mas poderiam explicar como a REDE lança candidatura ao Governo, se eles estão filiados no PSB…. Bornhausen (Pai) aceita isso …

  • Alberto Garbin diz: 16 de fevereiro de 2014

    Ou seja, é o mais do mesmo. Eles não largam a teta por nada. Ideologia zero!.

  • P F Amaral diz: 16 de fevereiro de 2014

    Até parece piada, “filhotes da ditadura”,que inclusive sugeriram acabar com “a raça”, agora estão de mãos dadas, e num passe de mágica, passaram ao socialismo. Belo idealismo. Só faltam aderir ao vermelho e a barba.

  • Rodrigo diz: 17 de fevereiro de 2014

    Kkkkkk..
    Mas, a Rede não ia ser um partido diferente, uma nova forma de fazer política??? Nova forma de fazer política com um Bornhausen ??? Vamo rir, gente.. pra não chorar!!
    Marina começou bem essa nova forma de fazer politica!! Tinha pensado em votar neles.. mas assim?? Nem a pau Juvenal!

Envie seu Comentário