Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 11 março 2014

Pinho Moreira vai a Balneário Camboriú, mas não convence Piriquito a desistir de renunciar

11 de março de 2014 1

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB) foi até Balneário Camboriú, conversou por quase três horas com Édson Piriquito e não conseguiu convencê-lo a desistir da ideia de renunciar ao cargo para tentar concorrer ao governo do Estado. O encontro acabou agora à noite.

— Nós temos uma relação de muito respeito. Ele veio tentar me convencer dos argumentos dele, em favor da aliança com o governador, mas minha decisão é irreversível.

Piriquito confirmou que vai renunciar ao cargo de prefeito no dia 5 de abril, um sábado, prazo final de desincompatibilização para quem quiser concorrer nas eleições de outubro. Diz não ter plano b.

— Concorrer a deputado federal ou estadual não me apetece. O que eu quero é demostrar para as pessoas que não é preciso ter um sobrenome histórico ou vir da alta classe para ser governador do Estado.

A renúncia já está acertada com o vice-prefeito Cláudio Dalvesco (PR). Inclusive, Piriquito afirma que o vice deve se filiar ao PMDB e ser candidato a reeleição em 2016.

Fora da prefeitura, o peemedebista vai continuar viajando pelo Estado em defesa da candidatura própria do partido na pré-convenção marcada para o dia 26 de abril. Depois, Piriquito parte para a segunda parte do planejamento: viabilizar-se como candidato do PMDB na convenção do partido, em junho.

Bookmark and Share

PSOL decide domingo se lança Afrânio Boppré ou Amauri Soares ao governo do Estado

11 de março de 2014 0

O PSOL chegou a anunciar que o vereador de Florianópolis Afrânio Boppré seria candidato ao governo do Estado e que o deputado estadual Amauri Soares disputaria uma vaga ao Senado. A decisão seria confirmada em março, na conferência estadual do partido. Nesse meio-tempo, Soares também resolveu pleitear a indicação para concorrer a governador.

Assim, será definida na conferência a posição de Afrânio e Soares na majoritária. O encontro acontece neste domingo em Florianópolis.

Soares já havia afirmado que não desejaria buscar um terceiro mandato na Assembleia. Vai abrir espaço para o atual presidente da Aprasc, a associação dos praças da PM, Elisandro Lotin. O outro nome em que o partido aposta é do urbanista Elson Pereira, que foi candidato a prefeito de Florianópolis em 2012 e surpreendeu ao alcançar 34,5 mil votos.

Também vão integrar a chapa de deputados estaduais Leonel Camasão e Rafael Mello, que disputaram as eleições para prefeito em Joinville e São José.

A prioridade do PSOL é conquistar pela primeira vez uma cadeira na Assembleia. A sigla esteve presente por duas vezes no parlamento estadual, mas herdando a vaga com a filiação de deputados de outros partidos – Afrânio ao deixar o PT em 2005, Soares ao sair do PDT em setembro do ano passado.

Bookmark and Share