Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Silveira Lenzi, jornalista

27 de novembro de 2014 2

Conheci Carlos Alberto Silveira Lenzi no início do ano. Eu estava fazendo a pesquisa para uma reportagem sobre o golpe de 1964 e fui recebido por ele em seu apartamento para uma longa conversa. Antes, eu conheci na seção de periódicos da Biblioteca Pública o jornalista Silveira Lenzi. Fica como homenagem a reprodução de uma coluna do jornal A Gazeta, poucos dias antes do 31/03/64, em que ele comentava uma greve de ônibus. Um texto que poderia ter sido republicado em todas as demais greves ao longo destes 50 anos. E nas próximas.

lenzi

Bookmark and Share

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Murilo Silva diz: 27 de novembro de 2014

    Conheci-o no início da década de 80. Nós, estudantes secundaristas, que batalhávamos a reconstrução de entidades estudantis esmagadas pelos militares, conhecemos também sua generosa contribuição à causa. Viajei muito, articulando movimento estudantil, graças a contribuições de pessoas como ele. Depois, na UFSC, estudei uma disciplina (psicologia) com sua filha, a quem comentei minha admiração por ele. Reproduzo aqui um pensamento, atribuído a Saint-Exupéryé mais ou menos assim: Os que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

  • Juliana diz: 27 de novembro de 2014

    Incrível esse texto de 1964, não mudou nada de lá pra cá! Parabéns pelo resgate.

Envie seu Comentário