Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aos caminhoneiros, Colombo promete entrar nas negociações com o Palácio do Planalto

02 de março de 2015 0

Durou cerca de duas horas a reunião entre o governador Raimundo Colombo (PSD) e caminhoneiros que participaram dos bloqueios na região do Concórdia. Também estavam presentes outras autoridades, a maior parte delas ligadas à região.

O encontro chegou a ser interrompido para que os caminhoneiros pudessem se comunicar com outros manifestantes por telefone. O maior avanço prático foi a disposição de Colombo de articular uma frente com os governadores do Rio Grande do Sul e do Paraná para participar das negociações entre os manifestantes e o Palácio do Planalto.

— O Sul é a região onde o movimento está mais forte. Então, os governadores entrariam na linha de frente das negociações — afirma o deputado Neodi Saretta (PT), um dos presentes no encontro.

A possibilidade de que o Estado diminuísse o percentual do ICMS sobre o diesel chegou a ser citada pelos caminhoneiros, mas o governo não deu nenhuma sinalização nesse sentido. Mesmo assim, o sentimento foi de que o encontro foi positivo. O governo deve manter a disposição de conversar com os caminhoneiros das regiões em que pararem os bloqueios de rodovias.

— Esse diálogo já permitiu uma trégua na região de Concórdia que pode se estender a outras — afirmou Saretta.

Também participaram do encontro o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB), o secretário Moacir Sopelsa (PMDB), da Agricultura, o deputado federal Celso Maldaner (PMDB), e o prefeito de Concórdia, João Girardi (PT). A reunião começou por volta das 14h.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Knaesel cedido à Assembleia

02 de março de 2015 0

Demorou um pouquinho, mas saiu. O Diário Oficial do Estado desta segunda-feira traz a cessão do servidor público estadual Gilmar Knaesel (PSDB) para a Assembleia Legislativa. Os salários serão pagos pelo parlamento. Nos próximos dias deve sair no Diário da Assembleia o cargo que o ex-deputado vai ocupar.

knaesel

Bookmark and Share

Comentários

comments

Colombo recebe caminhoneiros e políticos de Concórdia

02 de março de 2015 2

Está acontecendo agora à tarde na Casa da Agronômica a reunião do governador Raimundo Colombo​ com caminhoneiros que protestavam em Concórdia. Também participam o vice Eduardo Pinho Moreira​, o secretário Moacir Sopelsa (Agricultura), o deputado federal Celso Maldaner (PMDB), o deputado estadual Neodi Saretta (PT) e o prefeito de Concórdia, João Girardi (PT).

Começou por volta das 14h.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Cesar Júnior faz minirreforma do secretariado

01 de março de 2015 5

O Diário Oficial de Florianópolis trouxe uma pequena reforma no secretariado em sua edição de sexta-feira. Entre outras nomeações e, especialmente, remanejamentos em cargos comissionados, o prefeito Cesar Junior (PSD) promeveu mudanças no comando da Secretaria de Mobilidade Urbana, na Fundação Municipal de Esportes e na visa Diretoria de Operações do Instituto de Planejamento de Florianópolis (IPUF).

Veja o que mudou (a íntegra da mudanças está no Diário Oficial)

- Valmir Piacentini deixou a Secretaria de Mobilidade Urbana.
Assumiu inteirinamente Vinicius Cofferri, que foi promovido de diretor de planejamento para secretário-adjunto da pasta.

- Hudson Pires deixou a superintendência da Fundação Municipal de Esportes.
Assumiu Dilnei Bittencourt, ex-diretor de esportes da própria entidade.

- José Carlos Chico Pereira deixou o cargo de diretor de operações do Ipuf.
Assume Leandro Marques, que era gerente administrativo e financeiro da Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão.

A saída de Piacentini da Mobilidade Urbana indica que o pasta deixou de ser feudo do PSDB. Não está definido quem entra e nem qual partido ou grupo político terá o direito à indicação. O realinhamento político visando 2016 deve ser levado em conta – e nem dá para descartar outro tucano na pasta.

A troca mais curiosa, no entanto, é a da diretoria de operações do IPUF. Dois Chico Pereira é servidor de carreira e havia substituído Júlio Machado, o Júlio Caju, um dos denúnciados da Operação Ave de Rapina – assim como seu antecessor no posto, Adriano Mello. O novo titular da diretoria era gerente na Secretaria de Segurança. Por coincidência, Júlio Caju foi adjunto da mesma pasta antes de ir para o Ipuf.

Mais mudanças devem ocorrer nos próximos dias. Outras, vão aguardar a reforma administrativa que deve chegar à Câmara até o final da semana. Tem surpresa no pacote.

Bookmark and Share

Comentários

comments

LHS assina CPI do HSBC

28 de fevereiro de 2015 3

Até 2014, o senador Luiz Henrique dizia não assinar CPIs. Afirmava que eram mais instrumento para desestabilizar governos que de efetiva investigação. Este ano parece que mudou de opinião.

Depois de assinar a CPI da Petrobras, o catarinense agora promete endossar a proposta por Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) para investigar denúncias de remessa ilegal de dinheiro para contas do HSBC na Suíça – 8.667 brasileiros seria, responsáveis por 6.606 contas que movimentaram cerca de US$ 7 bilhões entre 2006/2007.

O requerimento de Randolfe tem 34 assinaturas, sete a mais do que o necessário, e será protocolado na segunda-feira.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Continuidade no Ministério Público de SC

27 de fevereiro de 2015 0

O procurador Sandro José Neis foi o mais votado na eleição para procurador-geral de Justiça, realizada nesta sexta-feira. Ele é o candidato apoiado pelo atual comandante do MP-SC, Lio Marcos Marin.

Neis recebeu 251 votos contra 196 do promotor Andrey Cunha Amorim, candidato de oposição, e 58 do promotor Francisco de Paula Fernandes Neto.

A lista com os três nomes será enviada para o governador Raimundo Colombo​ definir o novo procurador-geral. A tradição – e a tendência – é de que o mais votado seja confirmado.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Reposse

27 de fevereiro de 2015 2

Márcio Búrigo (PP) retoma posse como prefeito de Criciúma daqui a pouco, às 18h, na Câmara de Vereadores.

Aliás, Criciúma desmoralizou o termo “mandou fazer o terno da posse”. Não há alfaiate que dê conta.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Você está certo disso?

27 de fevereiro de 2015 0

Bookmark and Share

Comentários

comments

Assembleia endurece regras para concessão de diárias para deputados, servidores e militares

27 de fevereiro de 2015 5

Começam a valer no dia 1º de março as novas regras para prestação de contas das diárias utilizadas por servidores e parlamentares da Assembleia Legislativa. A novidade é que, além do comprovante do deslocamento, passa a ser exigida a apresentação de nota fiscal de hospedagem para o caso de diária inteira, ou de nota fiscal de alimentação, para o caso de meia diária. Também serão criados limites mensais para concessão de diárias.

A expectativa é de que as novas regras deem fim à possibilidade de que parlamentares recebam diárias quando viajam para suas próprias bases eleitorais.

Veja como fica:

- O deslocamento pode ser comprovado por ordem de tráfego do condutor de veículo; bilhete de passagem, se o meio de transporte usado for coletivo, de comprovante de embarque, em se tratando de transporte aéreo e nota fiscal de abastecimento de veículo na cidade de destino.

- Para comprovar a estada nos locais de destino é preciso apresentar nota fiscal de hospedagem quando houver pernoite e nota fiscal de alimentação de cada dia relativo ao período da viagem.

- A comprovação do objetivo da viagem pode ser feito por intermédio de lista de frequência ou certificado, quando se tratar de participação em evento ou atividade de capacitação ou formação profissional, cópia de ata ou relatório de atividades, quando se tratar de participação em atividades legislativas externas ou ofício de apresentação com o ciente da autoridade competente quando se tratar de servidor representando a Assembleia Legislativa.

- Máximo de 12 diárias por mês para deputado, militar ou servidor. A soma do valor das diárias, durante um mês, não pode ser superior a 50% do valor da remuneração mensal de cada servidor.

- Para a concessão de uma diária o tempo de permanência fora da Assembleia Legislativa deve ser de no mínimo 12 horas com pernoite comprovado. Para concessão de meia diária o período deve ser superior a seis horas e inferior a 12 horas. As contas devem ser prestadas em até cinco dias úteis após o retorno.

Bookmark and Share

Comentários

comments

Relator revela trechos da delação premiada que incrimina prefeito afastado de Lages

26 de fevereiro de 2015 1

Durante a leitura de seu relatório, o desembargador Ernani Guetten de Almeida apresentou trechos das delações dos empresários Arnaldo e Julian Sherer, da Viaplan, que detalhariam como se dava o esquema de propina que seria supostamente comandado pelo prefeito afastado Elizeu Mattos.

De acordo com Arnaldo Scherer, o peemedebista teria procurado por ele após a eleição de 2012, ainda antes de assumir o cargo de prefeito. Na Assembleia Legislativa, onde era deputado estadual, Elizeu teria dito que trocaria a empresa que operava o sistema de água e esgoto e oferecido a função à Viaplan. Em 9 de janeiro de 2013 foi assinado o contrato com dispensa de licitação.

Os pedidos de propina teriam começado em maio de 2013, após uma conversa entre o prefeito e Arnaldo. Os valores começaram na faixa de R$ 10 mil e os pagamentos seriam feitos por Julian a Antonio Simas, o Toninho, motorista do prefeito. O valores teriam subido com decorrer do tempo, chegando a R$ 165 mil mensais a partir de 2014. Esse foi o valor apreendido com Toninho em novembro, quando foi preso em flagrante durante a deflagração da Operação Águas Limpas.

As propinas somariam R$ 3.624.136, envolvendo outros agentes públicos. A parte de Elizeu chegaria a R$ 2.877.136. Os valores eram sempre pagos a Toninho. O MP-SC e os delatores não souberam precisar a parte que caberia ao motorista, mas Julian, em seu depoimento, afirmou que o pagamento de R$ 6 mil de uma das parcelas foi feito com a quitação de uma dívida de Toninho em uma loja de materiais de construção.

A Viaplan também teria ficado responsável por pagar R$ 20 mil por mês a Vilson Rodrigues da Silva, então secretário Municipal de Águas, além do empréstimo de um automóvel. Segundo Arnaldo, foi a forma encontrada para Vilson ir para Lages assumir a secretaria – complementando o salário de secretário.

Os empresários também admitiram que o prefeito e seus assessores estariam envolvidos no direcionamento da licitação para contratação definitiva da empresa para gerir o sistema de água e saneamento. Elizeu teria demonstrado preocupação sobre as chances de a Viaplan vencer a licitação. Questionado por ele, Arnaldo teria solicitado que o edital fosse “mais fechado”.

Um decreto teria sido assinado criando regras que, na prática, serviam para impedir a participação de uma das concorrentes da licitação.

O advogado Rui Espíndola, que faz parte da defesa de Elizeu, afirmou que as acusações feitas nas delações premiadas serão rebatidas “no momento oportuno”. Durante o julgamento da denúncia, a defesa do prefeito afastado não abordou os depoimentos dos empresários da Viaplan.

Bookmark and Share

Comentários

comments