Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Bolsas feitas com malotes velhos

05 de julho de 2010 4

Depois de décadas de trabalho em um banco, o porto-alegrense André Denardin, 42 anos, percebeu que centenas de malotes iam para o lixo ao atingir o fim de sua vida útil. Cerca de três anos atrás, ele decidiu fazer alguma coisa para mudar essa história: teve aulas de modelagem e costura do Senai em Novo Hamburgo, pediu autorização para recolher os malotes e comprou uma máquina. Com sua criatividade e consciência ambiental, os malotes velhos transformaram-se em bolsas feitas com lona reaproveitada _ assim, nasceu a viaeco.

Só no banco em que trabalha, diz Denardin, são aproximadamente 400 malotes girando para lá e para cá. Cada um dura entre cinco e oito anos. Imagine a quantidade de malotes que são descartados todos os anos no Brasil inteiro.
_ Os malotes têm uma história para contar. Cada pedacinho de lona fez alguma coisa, enfrentou dificuldades. Estavam abandonados, e agora estamos dando vida a eles _ afirma Denardin.

Além de bancos, transportadoras de valores _ interessadas no descarte responsável de seu lixo _ também fornecem os malotes usados. Para começar a viaeco, Denardin investiu R$ 20 mil _ R$ 13 mil apenas na máquina de costura específica para a produção das bolsas. Ele não largou o trabalho no banco, e sim usa o tempo livre para sua empresa _ são cerca de duas horas por dia e os sábados em cima de suas criações. Para garantir que seus produtos sejam realmente “eco”, o bancário procura comprar o restante dos materiais necessários em empresas que também tenham como filosofia a preservação ambiental, como botões de fibra de côco e rebites e ferragens de baixo impacto ambiental.

No futuro, Denardin quer profissionalizar a viaeco. Atualmente, ele usa o boca a boca para vender as bolsas, mas também conta com a internet _ pelo site www.elo7.com.br/viaeco, ele envia seus produtos para outros Estados e também para o Exterior. A encomenda vai pelo correio em caixas reaproveitadas, claro.

Foto: divulgação

Comentários (4)

  • André Denardin diz: 5 de julho de 2010

    Prezada Priscila,

    Obrigado pela oportunidade. A viaeco agradece de coração. Valorizar e divulgar ações que ajudam a natureza é um grande atalho para contruirmos um mundo ecologicamente correto.

    viaeco: porque a moda também faz o seu papel na reorganização do planeta.

    Um abraço

    André Denardin

  • Neca Criações diz: 9 de julho de 2010

    Achei esplêndida a idéia. Parabéns!

  • Helena Vicentin diz: 24 de agosto de 2010

    OlÁ achei divino seu trabalho,queria muito aprender a fazer essas bolsas para ensinar em comunidades e centros de apoio a mulheres!espero futuramente colocar meus sonhos em pratica
    mas uma vez Parabens!

  • Cristina Munari Landry diz: 23 de julho de 2011

    Hi Andre
    Eu estava buscando produtos brasileiros na internet e me deparei com teu site. Eu tenho uma pergunta, tu estudaste no colegio Padre Reus em Porto Alegre? Eu acho que estudamos na mesma epoca. Por favor, me escreve. Eu estou tentando manter contato com meus colegas do passado desde que eu me mudei para Lebanon, Tennessee, 12 anos passados.
    Um abraco

    Cristina

Envie seu Comentário