Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 16 fevereiro 2011

Pesquisa revela que CEOs e Geração Y têm visões distintas sobre gestão de negócios

16 de fevereiro de 2011 0

A pesquisa Global Student Study, realizada pela área de consultoria da IBM, mostra que a “Geração Y” está mais preocupada e comprometida com a globalização e sustentabilidade do que os CEOs (Chief Executive Officer) que participaram do Global CEO Study 2010. Esta é a primeira vez que este estudo é aplicado ao público universitário. A pesquisa teve a adesão de 3,6 mil estudantes de 40 países, incluindo o Brasil.

Enquanto 31% dos presidentes acreditam que as empresas deveriam otimizar suas operações globalizando e não centralizando suas ações, entre os estudantes esse número sobe para 48%. Globalização também foi considerada por 55% dos estudantes entrevistados como a força externa que deverá ter maior impacto nas empresas durante os próximos cinco anos, enquanto os CEOs elegeram para a posição “fatores de mercado”, com 56% dos votos.

Os estudantes também citaram “questões ambientais” como uma das principais forças externas de impacto aos negócios. Enquanto 65% deles demonstram preocupação relacionada à escassez de recursos naturais, apenas 29% dos CEOs se mostraram atentos a esse fator. Para os presidentes que participaram da pesquisa, “globalização” e “questões ambientais” não deverão causar o impacto sugerido pelos estudantes.

Os CEOs acreditam que “fatores tecnológicos”, “macroeconômicos”, questões relacionadas a “mão de obra” e “regulatórias” devem ser considerados como forças mais expressivas que as identificadas pelos universitários.

Segundo Alejandro Padron, consultor da IBM Brasil, apesar dos estudantes terem opiniões em comum com os CEOs em termos de visão sobre o novo ambiente econômico e como as organizações devem se comportar nesse cenário, algumas divergências mostram que as atitudes, comportamento e estilo de liderança dessa geração devem ser claramente diferentes das anteriores.

_ A preocupação com a sustentabilidade é uma característica típica dessa geração, que já nasceu em um ambiente de valorização do consumo consciente. Eles querem mais do que um produto ou serviço de qualidade, querem se identificar com os valores da empresa. Os futuros líderes devem olhar esse tema com muito mais atenção do que os atuais olham atualmente _ completa Padron.

Agência DCS lança livro com perfil dos gaúchos

16 de fevereiro de 2011 0

A agência DCS está lançando mais uma versão do projeto Postais. O novo livro, intitulado “Postais Rio Grande do Sul” é uma fonte de informações, curiosidades e revelações sobre os hábitos e costumes do povo gaúcho. A edição anterior foi sobre Porto Alegre.

Comandada pelo departamento de Pesquisa e Planejamento da DCS – com execução da Segmento Pesquisas de Marketing, o Postais Rio Grande do Sul entrevistou 1,2 mil gaúchos em 20 cidades chaves, abrangendo todas as regiões do Estado durante o final do primeiro semestre de 2010.
O livro tem prefácio da escritora gaúcha Letícia Wierzchowski e é direcionado para quem trabalha com comunicação e marketing.
Segundo a publicação, 83% dos gaúchos deseja fazer uma viagem dos sonhos, de preferência para um lugar ensolarado (RJ aparece como destino de sonho de 11% dos entrevistados). Além disso, os gaúchos são a favor dos movimentos tradicionalistas gaúchos (MTG) e pesquisas com células tronco, e contra questões como o racismo, aborto, bullying e corrupção.
Segundo a DCS, o livro “Postais Rio Grande do Sul” não está à venda. Interessados em adquirir o volume podem entrar em contato por email o gerente de Comunicação da agência, Miltinho Talaveira, pelo e-mail miltinho.talaveira@dcsnet.com.br.


Região das Hortênsias atrai novos eventos

16 de fevereiro de 2011 0

O ano de 2011 começou produtivo para o Convention & Visitors Bureau da Região das Hortênsias. Em janeiro, a entidade conquistou dois importantes eventos para a região, um na área de meteorologia e outro na área de empresários juniors. Este último será realizado em Gramado, em outubro de 2012, com previsão de 700 participantes.

Durante o processo de captação, representantes da entidade promotora do evento, cuja sede é Novo Hamburgo, procuraram o vice prefeito de Gramado, Luiz Antônio Barbacovi, e a partir disso foi feito contato com o Convention, cuja capacidade e organização surpreenderam os promotores do congresso. Além das captações, foram promovidas diversas visitas técnicas, em que os promotores de eventos puderam conhecer melhor a estrutura da região.

Nos últimos anos, o turismo de negócios em Canela e Gramado tem crescido consideravelmente, em parte devido ao trabalho realizado pelo C&VB local, como seus 150 mantenedores.

_ Agora estamos passando por um processo de atualização do nosso banco de dados, buscando aumentar ainda mais o número de captações _ afirma o presidente da entidade, Mauro Valmórbida.

Segundo ele, o foco da captação são os eventos de abrangência nacional, que atraem maior número de participantes, com preferência para eventos técnicos e médicos.

Facebook escolhe novo vice-presidente de Vendas na América Latina

16 de fevereiro de 2011 0

O Facebook anunciou nessa semana que Alexandre Hohagen passará a ocupar o cargo de vice-presidente de Vendas da América Latina. Hohagen liderará as operações do Facebook na região e estruturará uma equipe para trabalhar diretamente com marcas locais e globais, em resposta à crescente procura por produtos de marketing do Facebook.

Segundo o Facebook, a nomeação de Hohagen demonstra o compromisso da empresa com a região, onde os anunciantes da América Latina já demonstram grande interesse em construir vínculos mais fortes com seus clientes através da rede social. A empresa está planejando formar uma equipe local dedicada a dar suporte e ajudar as principais marcas da região a utilizar o Facebook com sucesso.

_ A América Latina é um espaço sofisticado de marketing online, por isso estamos animados por contarmos com o Alexandre para construir e liderar a equipe local para ajudar estas empresas a se conectarem com seus clientes e ter sucesso no Facebook _ explica Blake Chandlee,  vice-presidente e diretor Comercial, Ásia-Pacífico, América Latina e Mercados Emergentes.

Hohagen inicia no Facebook após trabalhar na criação e gestão do Google na América Latina por quase seis anos. Atuou como gerente geral do Google Brasil e, em seguida, como vice-presidente da empresa na América Latina. Antes disso, Hohagen foi diretor geral da HBO Brasil. Sua carreira inclui também passagens pelo UOL, ABN Amro, Boehringer Ingelheim e Dow Chemical do Brasil.

Vinhos brasileiros têm 22 rótulos em churrascarias nos EUA

16 de fevereiro de 2011 0

O investimento feito em 2010 nos Estados Unidos pelo projeto Wines of Brasil, realizado em parceria entre o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e a Apex-Brasil, já gerou resultados positivos para as vinícolas brasileiras. Vinte e dois rótulos de vinhos verde-amarelos foram incluídos nas cartas de churrascarias brasileiras instaladas nos EUA.

Os produtos participaram de uma ação promocional e comercial que distribuiu ingressos para corridas da Fórmula Indy aos consumidores que pediam vinho brasileiro em 20 churrascarias brasileiras das redes Fogo de Chão e Plataforma. Em parceria com a Apex-Brasil, patrocinadora oficial da Indy, foram distribuídos 200 ingressos (já com acompanhante) para cinco corridas em cinco estados norte-americanos (Indiana, Texas, Nova Iorque, Ilinóis e Flórida).

Com a demanda criada pelos consumidores participantes da promoção do Wines of Brasil, que pediam vinho brasileiro nas churrascarias para concorrer a ingressos da Fórmula Indy, a Casa Valduga passou de uma pequena venda de US$ 642,8 em 2009 para US$ 98,4 mil no ano passado. A Perini quase dobrou a sua exportação aos Estados Unidos, pulando de US$ 15,7 mil em 2009 para US$ 29,2 mil em 2010.

Ambas as cantinas gaúchas tiveram vários vinhos incluídos nas cartas de vinhos das churrascarias Fogo de Chão e Plataforma. A Miolo, que tinha exportado um volume grande de vinhos em 2009, teve um grande consumo de produtos nas churrascarias, aliviando seus estoques.

No total, a exportação de vinhos brasileiros engarrafados para os Estados Unidos somou US$ 252 mil em 2010. As 28 ações realizadas em torno da Fórmula Indy impactaram diretamente 5.426 norte-americanos (trade e consumidores) sem considerar os demais clientes das churrascarias durante o período da promoção.

_ Mais importante do que o valor, que tende a crescer a partir deste ano, conseguimos atingir nosso maior objetivo, que era despertar no consumidor norte-americano o interesse em conhecer os vinhos do Brasil _ avalia a gerente de Promoção Comercial do Wines of Brasil, Andreia Gentilini Milan.

Para este ano, está sendo concluído um projeto que envolva os sommeliers das churrascarias brasileiras nos Estados Unidos, também aproveitando a participação da Apex-Brasil como patrocinadora oficial da Fórmula Indy. O lançamento da iniciativa deve ocorrer durante a New York Wine Expo, que acontece de 25 a 27 de fevereiro, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, que terá a participação de oito vinícolas, sendo seis gaúchas – Aurora, Lidio Carraro, Casa Valduga , Miolo e a trading Suriana, que representará as vinícolas Geisse, Sanjo (SC), Santo Emílio (SC) e Dom Cândido.

Crédito universitário Itaú alcança 7 mil clientes

16 de fevereiro de 2011 0

Pouco mais de um ano após seu lançamento oficial, o Crédito Universitário Itaú alcançou 7 mil clientes em todo o país. Atualmente, o produto está disponível em 30 grandes grupos educacionais parceiros do Itaú Unibanco, espalhados em quase 300 campi em 24 Estados. Do total de clientes, cerca de 80% são os primeiros na família a cursar faculdade.

_ O produto foi desenvolvido para contribuir com a educação do país ao permitir e facilitar o acesso de jovens das classes B e C ao ensino superior privado _ afirma Carlos Zanvettor, diretor da área de Crédito ao Consumo do Itaú Unibanco.

Segundo o último Censo da Educação Superior, conduzido pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, ligado ao MEC), o Brasil conta com cerca de 5,9 milhões de estudantes universitários – o que resulta em apenas 10% da população até 35 anos possuir nível superior. Se o dado for comparado aos nossos vizinhos Argentina, Chile, México – cujo indicador excede os 20%-30% – ou aos países mais desenvolvidos da OCDE – ultrapassando a faixa de 50% -, constata-se que há muito o que evoluir.

O mesmo levantamento indica que, até 2009, o Brasil contava com 2.069 faculdades privadas, que correspondem a 89,4% de todas as instituições de ensino superior do país. Há ainda dados disponíveis que dão conta de haver 1,6 milhão de vagas ociosas na rede particular de ensino superior.

_ Acreditamos que a iniciativa de oferecer crédito universitário possa ajudar os estudantes que hoje não têm acesso à faculdade, contribuindo para formar mais mão de obra qualificada de que o país necessita _ diz o executivo.

A linha está disponível tanto para calouros como veteranos, e estes últimos podem contratar a qualquer momento do curso, inclusive com opção de incluir eventuais mensalidades atrasadas com a universidade. A contratação é simples e realizada na própria secretaria da universidade, sem burocracia nem necessidade de abrir conta corrente.

O contrato é semestral e o aluno decide no início de cada novo período se necessita continuar ou não com o apoio do Crédito Universitário Itaú. A parcela a ser paga por quem contrata esse crédito é equivalente a pouco mais da metade da mensalidade. Não há limite mínimo ou máximo de empréstimo, e todas as contratações passam por uma análise básica de crédito.