Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 27 dezembro 2011

Número de novos negócios no Brasil cresce mais rápido do que em outras economias

27 de dezembro de 2011 0

O número de empresas iniciantes no Brasil, as chamadas de “startups”, está aumentando mais rapidamente do que em quase todas as outras principais nações, de acordo com a nova pesquisa da UHY, rede global de contabilidade, auditoria e consultoria, representada no Brasil pela UHY Moreira. Mais de 617 mil novos negócios foram registrados no Brasil em 2010, comparados aos 467 mil criados em 2006.

A pesquisa demonstra que o número de empresas iniciantes no Brasil aumentou em média 7,2% por ano, durante os últimos cinco anos. Em comparação, o número de empresas iniciantes na China está crescendo 6,9% por ano. Os EUA, comparando com os dados de cinco anos atrás, mantêm índices significativamente menores de novos negócios por ano. Somadas, as nações BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) estão criando, em média, 18% mais novos negócios por ano, comparadas às nações “não-BRIC”, que estão criando, em média, somente 0,4% mais negócios novos por ano, durante os últimos cinco anos.

O país com o aumento mais rápido em novas empresas é a Rússia, que teve um aumento anual de 25,6% nos índices de novos negócios durante os últimos cinco anos. Quase 3,2 milhões de negócios foram registrados na Rússia em 2010, comparados com 1,3 milhão em 2006.

Confira o resultado no quadro abaixo:

Aumento/diminuição  anual para empresas iniciantes durante os últimos cinco anos

(2006-10)

Aumento/diminuição para empresas iniciantes

(2009-10)

BRIC

18%

BRIC

18%

Não-BRIC

0,4%

Não-BRIC

3,3%

Rússia

25,6%

Dubai

53,1%

França

21,5%

Rússia

22%

Estônia

9,1%

China

20, 8%

Brasil

7,2%

Austrália

14,7%

China

6,9%

Reino Unido

10,6%

Austrália

6,8%

Canadá

10, 5%

Índia

5,7%

França

6,7%

Holanda

4,8%

Itália

6,5%

Canadá

3,8%

Malásia

6%

Malásia

3,7%

România

5,9%

Reino Unido

-0.4%

Irlanda

5,1%

Itália

-0,8%

Índia

4.7%

Romênia

-2,4%

Japão

3,2%

Alemanha

-3%

Holanda

3,1%

Dubai

-4,8%

Espanha

2,1%

Japão

-6,2%

Alemanha

1,2%

EUA

-6,7%

Brasil

-0,7%

Irlanda

-7,6%

EUA

-7,8%

Espanha

-14,6%

Estônia

-33,8%

Vendas de Natal atingem expectativas de lojistas no RS

27 de dezembro de 2011 0

As vendas da última semana antes do Natal elevaram o resultado do setor em 7,5% em relação ao desempenho das vendas do Natal passado. Os dados foram obtidos através de levantamento feito pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL-RS) junto aos lojistas do Estado e também junto a base de dados do Sistema de Proteção ao Crédito – SPC.

As vendas ultrapassaram o patamar esperado na projeção inicial da entidade, que era ficar entre os índices de 6% a 7%. O desempenho deve ser comemorado, de acordo com o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

— Devemos levar em conta que as vendas do Natal do ano passado foram consideradas por muitos, as melhores dos últimos anos, ou seja, em 2011 tivemos um crescimento sobre uma base histórica altíssima, o que torna esse número ainda mais importante — explicou.

Segundo o presidente da FCDL-RS uma das razões para este crescimento nas vendas foi o estímulo feito pelas políticas de redução da carga tributária (IPI), que foi muito bem recebida pelo setor. Os consumidores sentiram rapidamente as vantagens com a redução dos valores em produtos como refrigeradores, fogões e televisores. O levantamento apontou ainda que nos dois últimos dias antes do Natal as vendas se concentraram especialmente no setor de confecção, cosméticos e telefonia.

Segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito SPC o índice de inadimplência parcial em dezembro está em 5,9%, refletindo no comportamento mais cauteloso do consumidor ao assumir compras com prazos de pagamento mais dilatados.

Um dos pontos que ainda entusiasma o setor é a chegada das tradicionais liquidações pós-Natal, oportunidade em que ocorrem as queimas de estoque, onde produtos são oferecidos com descontos muito atrativos aos consumidores. Para o ramo de confecções a semana será marcada pela tradicional troca de tamanhos e modelos de produtos, oportunidade em que os vendedores aproveitam para fazer vendas adicionais que satisfazem ainda mais o consumidor.

Oi amplia cobertura móvel no Litoral Norte

27 de dezembro de 2011 0

A Oi reforça que está instalando mais de 1.096 sites com antenas no Rio Grande do Sul e vai ampliar, neste fim de ano, a capacidade da sua rede móvel de Imbé, Xangri-Lá e Torres.
Em cada uma das três cidades do Litoral Norte, ponto de concentração dos gaúchos nesta época do ano, uma estação rádio-base será disponibilizada para garantir o aumento do tráfego de dados de celular.

Renner abre vagas para loja em Erechim

27 de dezembro de 2011 0

A Lojas Renner abre processo seletivo de colaboradores para sua loja em Erechim, localizada no centro da cidade. As oportunidades são para os cargos de assistente de vendas, assistente de produtos financeiros, auxiliar de estoque e fiscal de loja.
Os interessados devem entregar seu currículo até o dia 3/1 na loja da Renner ou enviar para o e-mail oportunidades@lojasrenner.com.br.
A Renner tem mais de 13 mil colaboradores em 164 lojas espalhadas no país.

Como acertar as finanças no próximo ano

27 de dezembro de 2011 0


Todo mundo quer começar o ano-novo com muito dinheiro no bolso. Contudo, para que o ano de 2012 seja um ano mais saudável financeiramente é preciso fazer as coisas de forma diferente. Reinaldo Domingos, educador financeiro, listou orientações que ajudarão você e sua família a ter um ano mais próspero e sustentável financeiramente.

Reúna a família, inclusive as crianças, e converse sobre sonhos, desejos que queira realizar neste novo ano

Saiba quanto custa cada sonho, é preciso pelo menos ter três sonhos (curto, até um ano; médio, até 10 anos, e longo prazo, acima de 10 anos), não se esqueça do quanto pretende guardar para cada sonho

É importante registrar que o dinheiro para realizar os sonhos quase sempre está dentro da própria casa, pois, segundo pesquisas, uma família gasta em média de 20 à 30% do dinheiro em desperdícios e excessos, e isso nas despesas essenciais, como energia elétrica, até as despesas supérfluas

Também é preciso que ter certeza para onde está indo cada centavo do dinheiro, para isso faça um diagnóstico financeiro, registrando tudo que se gasta por 30 dias e por tipo de despesas, inclusive os pequenos gastos como cafezinho, gorjetas, etc

Registre em uma agenda as prestações que já foram contraídas mensalmente, exemplo: se tiver 10 prestações no cartão de crédito, deverá registrar nos 10 meses cada prestação. Isso deverá ser feito com os carnês, crediários parcelados para pagamento em 2012

O orçamento financeiro que constará na agenda mensalmente será o que se recebe de dinheiro líquido mensal, menos os valores dos sonhos, menos as dívidas já contraídas e o que sobrar deverá ser o dinheiro do padrão de vida ao qual a família deverá se adequar

É preciso tomar consciência que algumas facilidades de créditos não ajudam no orçamento, cada vez que se usa, se endivida, reduza o limite do cartão de crédito, é preciso que seja no máximo metade de seu ganho.

O cheque especial trata-se de uma linha de crédito e não apenas um limite, assim, se possível não tenha. Se já estiver utilizando, procure o gerente de sua conta e troque por outra linha de credito com juros baixos e cancele o limite.