Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Desculpas não bastam, Schumacher

02 de agosto de 2010 0

O piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher pediu desculpas, hoje, pela atitude antidesportiva durante o GP da Hungria, domingo. No momento em que estava sendo ultrapassado pelo brasileiro Rubens Barrichello, na briga pela 10ª posição, o alemão jogou o carro contra seu concorrente, que quase ficou prensado no muro de proteção.

Um eventual acidente, na velocidade em que os carros de Fórmula 1 costumam andar, poderia ter provocado uma tragédia. Tudo por uma vaidade de não ser ultrapassado. Deixando de lado o espírito esportista e colocando em risco a integridade física do companheiro. Schumacher foi um dos maiores pilotos de todos os tempos. Já tem experiência suficiente para saber dos riscos de acidentes, além da atitude feia que tomou. Poderia ter passado sem essa.

Envie seu Comentário