Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de outubro 2010

Católicos e Judeus dialogam hoje no Rio de Janeiro

25 de outubro de 2010 0

DESAFIOS PARA AS RELIGIÕES

NO SÉCULO XXI:

NOSSA RESPONSABILIDADE ÉTICA.

XVI Assembléia Nacional do DCJ

(Diálogo Católico-Judaico)

24 e 25 de outubro de 2010

Rio de Janeiro

DOMINGO – 24 de outubro

- na ARI – à Rua General Severiano, 170 – Botafogo.

SEGUNDA – 25 de outubro

- na PUC – à Rua Marques de São Vicente – Gávea

Agradeço aos organizadores o convite para participar do encontro.

Desejo que o nosso diálogo continue crescendo e seja exemplo para todas as religiões

Shalom a todos desde Porto Alegre!

Prof. Guershon Kwasniewski

Líder Religioso da SIBRA

PÃO É PAZ

19 de outubro de 2010 0

Abraham Maslow hierarquizou as necessidades humanas, na conhecida Pirâmide de Maslow para estabelecer uma teoria da motivação humana. Na base da pirâmide estão situadas as necessidades fisiológicas, básicas, seguida da segurança, da participação, da estima e da realização. Por mais que muitos queiram dizer que esta hierarquização esteja ultrapassada, o certo é que sem satisfação das necessidades básicas, fisiológicas, de alimentação, nada pode ser construído.  Impossível cuidar somente de segurança sem suprir a necessidade básica de alimentação.  E o principal alimento é o pão. Sem pão não há proteção, não há estima que resista, não há realização, não há oração.

Na busca de subsídio para o tema, encontramos um livro de Paulo Braga, PÃO DA PAZ. E buscamos saber quem era Paulo Braga. Ele é um fotógrafo, paulista, que elaborava o projeto de um livro sobre gastronomia brasileira para o mercado internacional a pedido de editor, quando aconteceu o atentado às torres gêmeas em Nova York, em setembro de 2001. Foi um grande trauma para Paulo, pois o parceiro na futura edição, perdeu a vida no atentado. Paulo, então, reformulou o projeto, decidido a falar de paz, encaminhando a pesquisa para alimentos que simbolizassem a paz entre os povos, e o principal dos alimentos, o pão. Depois de algum tempo, Paulo lançou o livro PÃO DA PAZ (ed. SENAC-USIMINAS-COSIPA), com receitas dos 194 países membros da Organização das Nações Unidas. “Presente na mesa de todos os povos, etnias e religiões, o pão carrega o significado de partilha desde os tempos em que o homem começou a viver em grupo”, dividir esse alimento, segundo o autor, pressupõe um clima de confraternização e desprendimento. “É possível fazer uma analogia entre a paz e a massa do pão, já que ambas exigem empenho e dedicação para ganhar forma”, afirma Paulo. No livro ele dá uma receita do Pão da Paz, que tem como ingredientes harmonia, respeito, dignidade, entendimento e amor. No livro há, também, um trecho da poesia Pão da Paz da goiana Cora Coralina (1889-1995): “Haverá sempre esperança de paz na Terra enquanto houver um semeador semeando trigo e um padeiro amassando e cozendo o pão”.

Mas ao fazer o pão, ao alcançar o pão a quem nos pede, devemos sempre acompanhar o fazimento e a partilha com amor, com solidariedade e com carinho.  Chegaremos, então, a vivenciar a frase: PÃO É PAZ.  Que o pão nosso de cada dia seja partilhado com paz, caridade e amor.



Porto Alegre é a 1ª cidade do país a tornar obrigatório ensino do Holocausto

17 de outubro de 2010 8

O prefeito José Fortunati vai sancionar na segunda-feira, 18, às 14h30, o Projeto de Lei que torna obrigatório o ensino do Holocausto na rede municipal de ensino. Porto Alegre é a primeira cidade brasileira a adotar a medida. A cerimônia será no Salão Nobre do Paço Municipal. O ato contará com a presença do Cônsul de Israel em São Paulo, Ilan Sztulman, que vem à Capital especialmente para participar do evento. A solenidade também terá o presidente da Federação Israelita, Henry Chmelnisky, e outras lideranças judaicas.
O projeto é do vereador Valter Nagelstein e estabelece que o ensino sobre o holocausto seja desenvolvido ao conteúdo programático da disciplina de História. Também fica obrigatório que em cada semestre seja exibido pelo menos um filme, dramático ou documental, sobre o holocausto.
História – Conhecido como um dos piores massacres da história da humanidade, o holocausto (termo utilizado para descrever a tentativa de extermínio dos judeus na Europa nazista ) teve seu fim anunciado no dia 27 de janeiro de 1945, quando as tropas soviéticas, aliadas ao Reino Unido, Estados Unidos e França, na Segunda Guerra Mundial, invadiram o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau, em Oswiecim, sul da Polônia.

Sob a doutrina racista do III Reich, cerca de 7,5 milhões de pessoas perderam a dignidade e a vida em campos de concentração, especialmente preparados para matar em escala industrial. A política antissemita do nazismo visou especialmente aos judeus, mas não poupou também ciganos, negros, homossexuais, comunistas e doentes mentais. Estima-se que entre 5,1 e 6 milhões de judeus tenham sido mortos durante a Segunda Guerra, o que representava, na época, cerca de 60% da população judaica na Europa.

"Estive com Deus e com o diabo. Os dois brigaram e Deus venceu"

13 de outubro de 2010 1

Estas palavras pertencem a Mário Sepúlveda o segundo mineiro resgatado.

“Estou muito feliz de estar aqui, nunca tive dúvidas sobre os profissionais que o Chile tem. Nunca duvidei disso. E em termos de fé, sempre tive fé no Criador”, afirmou o mineiro.

Sepúlveda tem 39 anos, é casado e pai de dois filhos.

Alegria pelo resgate dos mineiros no Chile

13 de outubro de 2010 1

Emoção e alegria, sentimentos que surgiram no mundo todo passadas as primeiras horas do dia de hoje.

A tecnologia – estamos definitivamente na era de maior avanço tecnológico –  permitiu descer e subir com os mineiros, quase dentro da cápsula Fenix.

Não faltou fé, nos mineiros e na equipe de resgate, nas famílias e em todos os que acreditamos num final feliz.

A fé mexe montanhas, mas também  mexeu pedras.

Quando as pessoas se juntam para o bem os resultados são fantásticos e inimagináveis.

Nos piores tragédias da humanidade os sobreviventes tiveram fé e coragem.

Esta humanidade é surpreendente quando trabalha pelo bem.

O planeta estava ontem a noite focado no Chile.

Agradecemos a D-s por ter lembrado de seus filhos desprotegidos.

Que o resgate acabe do mesmo jeito que começou, com sucesso, alegria e emoção pelo reencontro.

União, respeito, tolerância, trabalho em equipe, fé, coragem, paciência, esforço sem limites,   foram os grandes aprendizados que nos deixaram os mineiros.

Aproveitemos para meditar sobre estes valores.

Saúde mineiros!

Saúde povo chileno!

Prof. Guershon

Feliz dia das crianças!

12 de outubro de 2010 0

O Grupo de Diálogo Inter-religioso de Porto Alegre, deseja um feliz dia a todas as crianças do Brasil e do mundo.

Culto ao futebol

11 de outubro de 2010 0

No dia de ontem levei o meu filho no estádio, para assistir o jogo de seu time, o Internacional.

Eu sou gremista, mas o que não faz um pai pelo seu filho?

O futebol é uma paixâo do nosso povo, mas de muitos povos nesta terra.

É interessante como tudo se transforma num grande culto.

Louvamos os melhores jogadores, ao ponto de transformar eles em nossos ídolos.

Reverenciamos técnicos quando acertam.

Criticamos o Juiz quando erra, ao ponto tal de nos revoltar.

Cantamos com os nossos colegas os mesmos cânticos, e geralmente temos um chefe que puxa esse cântico.

Assistimos regularmente uma ou duas vezes por semana ao estádio.

Sentamos nos mesmos lugares.

Vamos fardados com as cores do nosso time e levamos o radinho.

As vezes temos o costume de juntar a turma, almoçar ou jantar e depois ir para o estádio.

Pedimos por um resultado, imploramos por um placar favorável.

O culto do futebol, em nada difere dos cultos que realizamos em nossos templos.

O líder religioso reza e puxa a sua comunidade a lhe seguir.

Ficamos bravos com D-s quando Ele cobra do nós, ou não gostamos do resultado das nossas vidas.

Sentamos em nossos templos, sempre no mesmo local.

Levamos conosco os objetos religiosos que usaremos durante o culto.

Temos o nosso D-s a quem louvamos.

Quase sem perceber temos uma série de rituais, com os quais transformamos o futebol num culto.

Bem-vindo seja este culto que alegra aos povos, bem-vindo o futebol que reúne a família e os amigos.

Bem-vindo quando conseguimos tratar o adversário com respeito.

Mas como tudo culto, cuidado com os radicais, com aqueles que deixam tudo ou fazem barbaridades pela cor de uma camiseta.

Acreditamos e temos fé, em nossa religião e em nosso time.

Futebol, o culto que acrescentamos ao nosso culto.

Prof. Guershon

Rezaremos pelos mineiros chilenos

08 de outubro de 2010 0

Neste Shabat rezaremos pelo resgate com segurança dos mineiros chilenos.

As equipes de resgate estão chegando ao final das suas tarefas, desejamos que logo os 33 mineiros se reúnam em paz com as suas famílias.

E se você não acredita em D-s,  faça parte desta corrente espiritual em prol do nosso próximo.

Não são chileno, não sou mineiro, mas a minha condição judaica faz que me preocupe com o meu semelhante além da sua nacionalidade ou religião.

A solidariedade não ter cor, religião ou nacionalidade.

Que nas próximas horas possamos comemorar todos o resgate dos mineiros chilenos.

Que seja um Shabat com muita paz, e a todos os que irão aproveitar o feriadão,  boa viagem!

Prof. Guershon

Alunos da EST visitaram a SIBRA

06 de outubro de 2010 0

Alunos da Escola Superior de Teologia de São Leopoldo visitaram a SIBRA no dia de hoje ( 6/10/2010)

Orientados pelos Professores Marie e Julio chegaram até Porto Alegre, onde estudaram sobre o Pessach – a Páscoa Judaica -.

Compartilharam um almoço com as comidas típicas da festividade e orientados pelo Prof. Guershon, estudaram as fontes bíblicas do Pessach.

Esta iniciativa tende estreitar mais os vínculos entre a EST e a SIBRA e por acima de todo acercar pessoas para que conheçam e estudem outras tradições.

Os futuros pastores e professores de ensino religioso agora terão uma idéia teórica e prática do que significa a Páscoa Judaica.

Os trabalhos começaram as 9 horas e encerraram às 15 horas.

A SIBRRA agradece a visita dos alunos da EST e abre a suas portas para outros grupos universitários interessados na cultura judaica.

Prof. Guershon

Vaticano critica Premio Nobel de Medicina

05 de outubro de 2010 2

Prezados leitores,  discordo com o crítica emitida pelo Vaticano

O uso responsável da medicina, só traz avanços para a humanidade.

O Judaísmo em linhas gerais aceita a fertilização in vitro, algumas correntes indicam que ovulo e esperma devem ser do casal que irá se constituir em pais.

Uma segunda corrente aceita que os doadores sejam alheios ao casal.

Uma terceira corrente – a minoritária- é contra.

O certo que o Judaísmo é a favor da vida, e tudo o que leve a gerar uma vida é bem-vindo.

Prof. Guershon

A seguir a noticia

O presidente da Pontifícia Academia para a Vida, monsenhor Ignacio Carrasco de Paula, criticou como “fora de lugar” a concessão do Prêmio Nobel de Medicina 2010 ao pioneiro da fecundação in vitro, o britânico Robert Edwards.

“Considero que selecionar Robert Edwards foi algo completamente fora de lugar”, declarou o religioso espanhol à imprensa italiana. “Sem Edwards não existiriam congeladores em todo o mundo cheios de embriões que, no melhor dos casos, vão ser trasladados para úteros, mas que provavelmente serão abandonados ou morrerão. Desse problema é responsável o recém-premiado com o Nobel”, acusou Carrasco de Paula.

O religioso, designado em junho passado para dirigir a instituição do Vaticano encarregada dos problemas de biomedicina e da defesa da vida, considera que Edwards é também responsável pelo mercado mundial de gametas femininos (óvulos). “Sem Edwards também não existiria o mercado dos óvulos, nem a venda de milhões de óvulos”, acrescentou.

O Vaticano considera “moralmente ilícita” a fecundação em proveta e a eliminação voluntária de embriões que ela comporta. Carrasco de Paula reconhece, de qualquer maneira, o valor científico de Edwards, que “inaugurou um novo e importante capítulo da reprodução humana, cujos resultados são evidentes a todos”, escreveu ainda.

Para o presidente da entidade pontifícia, as descobertas de Edwards suscitam “perplexidade”. “Edwards inaugurou uma casa, mas abriu a porta equivocada”, afirma o eclesiástico, que acredita que os tratamentos aplicados pelo Prêmio Nobel “não modificaram minimamente o quadro patológico ou epidemiológico da esterilidade”.

Viva a democracia!

03 de outubro de 2010 0

Hoje pela manhã fui exercer o meu direito republicano.

Me sentí muito bem e muito mal.

Explico.

Muitos candidatos, mas muito poucos com o que a gente se identifica plenamente.

Para os escolhidos os nossos parabéns, para os perdedores, os nossos parabéns.

Quem ganhou foi a democracia brasileira.

Tenho um único desejo:  com o mesmo empenho que fizeram a campanha, desejo que trabalhem a partir do 1 de janeiro de 2011.

Como cidadãos estaremos prontos para apoiar a todo aquele que desenvolver o seu trabalho com responsabilidade.

Recebam a benção da D-s para tornar o Brasil o grande país que merecemos!

Prof. Guershon