Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de agosto 2011

A SIBRA completa hoje 75 anos

29 de agosto de 2011 0

29 de agosto de 2011

29 de av de 5771

Todos os que estamos ligados a SIBRA estamos de parabéns no dia de hoje, quando a nossa instituição completa o 75 aniversário da sua fundação.

São 75 anos de história com muitas histórias para contar.

Ao longo destes anos criamos a identidade judaica gaucha, numa sinagoga com espírito jovem, onde tradição, continuidade e rituais são preservados desde uma perspectiva moderna.

A nossa maior comemoração é manter as nossas portas abertas oferecendo:

Cursos de Judaísmo

Cursos de Bar/Bat Mitzvá

Serviços religiosos com minian igualitário

Bikur cholim – visita aos doentes -

Ciclo da vida judaica: estamos presentes nos momentos mais importantes de toda família: Nascimento, Brit Milá, Simchat Bat, Bar/Bat Mitzvá, Casamento, Cemitério – Shivá, Shloshim, Yarzeit -.

Espaço para jovens com seminários com outras comunidades.

Grupo de danças israelenses

SIBRAKINDER, onde os nossos pequenos aprendem judaísmo brincando

Apoio para pequenas instituições dentro e fora do nosso estado

Apoio educativo para famílias judias que moram fora de Porto Alegre.

Somos os representantes da nossa comunidade no Grupo de Diálogo Inter-religioso

Representamos o Judaísmo em eventos públicos e privados

Somos referencia judaica na mídia do Rio Grande do Sul

Realizamos palestras em colégios e universidades.

Temos uma Diretoria democrática que renova os seus membros a cada dois anos.

Fazemos parte da grande família de comunidades ligada ao World Union for Progressive Judaism.

Cuidamos dos nossos idosos com visitas semanais ao Lar Mauricio Seligman.

Realizamos campanhas de Tzedaká ajudando aos nossos próximos sem importar se são ou não judeus.

Aderimos a campanhas internacionais como o Mezutón do Movimento Masortí, quando fixamos mais de 35 mezuzot em uma semana em Porto Alegre.

Nossas conversões são reconhecidas pelo movimento Reformista, Conservador e pela Agência Judaica.

Hoje a quarta e a quinta geração dos fundadores continuam desfrutando da SIBRA.

Esse é o nosso melhor presente, estar de portas abertas e com energia renovada para encarar os desafios do dia a dia e encontrar uma solução desde uma perspectiva judaica.

Mais que uma instituição, nestes 75 anos nos tornamos uma grande família.

Mazal Tov a todos nós!

Prof. Guershon Kwasniewski

Líder Religioso

CIP celebra 75 anos com Encontro Multireligioso

29 de agosto de 2011 0




Diversos religiosos e ativistas da cultura de paz participaram do Encontro Multireligioso promovido pela Congregação Israelita Paulista (CIP) no último domingo, 21 de agosto,na sinagoga da instituição, para celebrar 75 anos de diálogo. O casal Déborah e Edgar Lagus. vice-presidente nacional, representou a B`nai B’rith.


A religião islâmica dá muita importância ao diálogo.

Ao entrar pela primeira vez em uma sinagoga, o sheik Houssam Ahmad El-Boustani, que estava acompanhado de seu filho, disse estar extremamente emocionado. “O Alcorão  é o primeiro diálogo entre criador e criatura e através do diálogo conseguimos várias conquistas, por isto a religião islâmica dá muita importância ao diálogo. “Queridos irmãos, o diálogo traz  respeito e paz. O diálogo é uma atitude que através do coração traz paz para todas as gerações. SHALOM, SALEM”.

Cultura de paz é uma mudança interior da mente humana

Para Lia Diskin:  “O diálogo é construído e ensinado para as futuras gerações. Nele não é importante apenas falar mas, principalmente, ouvir o que o outro tem para adicionar para sermos pessoas melhores. Na diversidade que a vida acontece.”


Diálogo ecumênico e inter-religioso.

Padre Bizon, representante da CNBB para o Diálogo Cristão Judaico, destacou a importância do . Dialogo ecumênico e inter-religioso.

Deus ama a todos

O reverendo Elias de Andrade Pinto,  pastor da igreja independente, e membro do CNBB – PRESBITERIANO disse que: “Deus criou a vida e ama a todos. É preciso cooperar para o desenvolvimento do ser humano”.

O reverendo Afonso Moreira, da Federação Espírita falou sobre a “igualdade absoluta entre as nações” e a necessidade de “propagar a liberdade, igualdade e fraternidade; e de respeitar para ser respeitado”.


Cultura de paz é uma mudança interior da mente humana

Para a monja Coen, representante d budismo, o fundamental é “educar para a cultura de paz E. cultura de paz é uma mudança interior da mente humana”.


Todos representam nas suas diferenças a imagem de Deus.

O rabino Ruben  concluiu  acertando: “A palavra na tradição judaica criou o mundo. Falem , conversem, ,dialoguem através das palavras de Jerusalém.Todos representam nas suas diferenças a imagem de Deus.”

O evento foi abrilhantado com o Coral Voices of Peace, do Instituto Árabe Judaico de Tel Aviv, cujo diretor  I Abul Shindo, também esteve presente.



Colaboração Deborah Zaclis Lagus


Seminário Consciência Umbandista

16 de agosto de 2011 0

21 de agosto 2011

São Leopoldo – RS / Brasil


PROGRAMAÇÃO


8:30 Credenciamento


9:00 Inicio

Hinos: Nacional

Umbanda

Pronunciamentos das Autoridades


Palestras:

Águida Guiomar Pires – Consciência Umbandista

Alessandro Orofino – Espiritualidade e Ufologia

Alexandre Cumino – História da Umbanda

Marcos Boeing – Ética na Umbanda

Saul Medeiros – Umbanda um encontro da Diversidade Racial

(Ordem Alfabética)

12:00 Intervalo / Almoço


13:30 Reinicio



Pronunciamentos:       Federações,

Associações e Sacerdotes

Apresentações de Corais de Umbanda

Apresentação Artística Baseada na Tradição Cigana

Entrega de Certificados

Das 8h30min às 18h30min

Local: Auditório da Escola de Umbanda Zimba / EUZ

Rua:  João Carlos Groth, 75, Pinheiros São Leopoldo RS


Informações: 51 96022708 / 91719203

E-mail: seminarioumbandista@gmail.com

escoladeumbandazimba@gmail.com

Palestra do Grupo Inter-religioso

11 de agosto de 2011 0

Na próxima quarta-feira, 17 de agosto,  às 14 horas,  será realizada uma palestra para os alunos do Pan American School de Porto Alegre, falando sobre as caraterísticas de cada uma das religiões que constituem o  Grupo DIR-POA.

Agradecemos o convite,  estamos abertos a instituições públicas ou privadas para falar dos nossos princípios e religiões.

Embaixada americana promove jantar Inter-religioso

09 de agosto de 2011 0

Em meio à difícil e explosiva situação no Oriente Médio, a embaixada americana promoveu um jantar inter-religioso na casa do cônsul Thomas Kelly, localizada nos Jardins, em São Paulo. Tudo para comemorar o ramadã. Sentaram-se à mesa amistosamente representantes das religiões islâmica, cristã judaica e até da persa bahá’í. A partir das 17h20, logo depois de o sol se por, a prática muçulmano religiosa dita jejum por 30 dias durante todo o dia. Somente à noite, seguidores de Maomé podem comer e tomar água.

Jantaram todos distribuídos por seis mesas montadas na varanda. Não sem antes assistirem aos xeques Armando Hussein, da Sociedade Beneficente Muçulmana, Jihad Hassam Hammadeh, da Assembleia Mundial da Juventude Islâmica da América Latina, e Houssan el Boustani, missionário pela paz mundial, estenderem seus tapetes na ampla sala. E rezarem voltados para Meca.

“É o segundo ano que fazemos isso”, explica Kelly, ao lado de seu xará e chefe, o embaixador Thomas Shannon. “É na diversidade que se encontra a força”, pondera o representante maior dos EUA no Brasil, que veio de Brasília especialmente para o evento. “A miscigenação no País, bem como a que existe nos EUA, dá o sentido de fraternidade e respeito às diferenças”.

Ao final, frase de Raul Meyer, da Casa de Cultura de Israel, sinalizou a importância do congraçamento, praticado pela Casa Branca durante o ramadã: “O Estado é laico, a sociedade não”.

Fonte  FISESP

Católicos e judeus fortalecem diálogo e promoverão ações sociais conjuntas

05 de agosto de 2011 0

Em encontro de Dom Odilo Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo, com jovens da comunidade judaica de São Paulo, realizado em 28 de julho na capital paulista, representantes da Igreja Católica e da comunidade judaica paulista informaram que estudam a organização de atividades conjuntas para a promoção da justiça social.

Os contatos para tratar a questão estão sendo feitos pelo Padre José Bizon, assessor da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da CNBB e participante da Comissão Nacional de Diálogo Religioso Católico-Judaico (CNDCJ); por Alberto Milkewitz, diretor institucional da Federação Israelita de São Paulo (Fisesp); e Raul Meyer, ativista comunitário e responsável pelo núcleo de relação com os católicos na Fisesp.

Segundo Bizon, as seguintes entidades católicas participarão da ação conjunta: Hospital Amparo Maternal, Centro Nossa Senhora do Bom Parto, Cáritas e Irmãs Palotinas. A Fisesp deve definir em breve o formato institucional da participação judaica.

No rico debate, que abordou o diálogo entre católicos e judeus, Odilo Scherer afirmou que há muito mais concordâncias que divergências entre as duas religiões. “A promoção da tzedaká, justiça social, é nosso caminho comum, a partir de nossa base comum. O papel da religião é o cuidado com o humano”.

Scherer lembrou que o contato entre judeus e católicos no Brasil remete a meados do século 20, entre o Padre Humberto Porto, capelão do Colégio Sion, e Hugo Schlesinger, um dos fundadores, no Brasil, da Fraternidade Cristão-Judaica, instituição que nasceu na Europa logo após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Schlesinger é avô do rabino Michel, da Congregação Israelita Paulista, que participou do debate de ontem e é representante da Confederação Israelita do Brasil na promoção do diálogo inter-religioso entre judeus e católicos

O rabino explicou os quatro níveis em que ocorre este diálogo: institucional, teológico, ações sociais e contatos pessoais. Ele observou que o diálogo ocorre em diversas capitais brasileiras e que são promovidos encontros anais de âmbito nacional. Em 2011, o encontro será em Curitiba. Para mais detalhes sobre a aproximação entre judeus e católicos, leia entrevista concedida por ele ao site da Conib.

Odilo Scherer ressaltou a importância da Declaração Nostra Aetate para a aproximação entre as duas comunidades. Ela foi publicada em 1965 pelo Papa Paulo VI, durante o Concílio Vaticano II, convocado ainda no papado de João XXIII, e afirma, em seu parágrafo quarto: “Sendo assim tão grande o patrimônio espiritual comum aos cristãos e aos judeus, este sagrado Concílio quer fomentar e recomendar entre eles o mútuo conhecimento e estima, os quais se alcançarão, sobretudo por meio dos estudos bíblicos e teológicos e com os diálogos fraternos”.

O cardeal revelou sua afinidade pessoal com o judaísmo: “Desenvolvi grande afeição pelo povo judeu, por meio do estudo da Sagrada Escritura. Somos herdeiros da sabedoria do povo de Israel”.

Ele respondeu a perguntas sobre a hierarquia da Igreja Católica, sobre o diálogo com as várias vertentes do cristianismo e com o islamismo, sobre a situação da Igreja Católica na Venezuela (“tensa, nos últimos anos, pois Hugo Chávez quis dividir a Igreja”). Também expôs a posição do Vaticano no conflito entre israelenses e palestinos: a Igreja é favorável à criação de um Estado palestino e à internacionalização de Jerusalém, que se tornaria uma cidade neutra para as três principais religiões monoteístas.

Perguntado se o próximo papa será conservador ou progressista, ele respondeu: “O próximo papa será… um papa”..

O encontro com Odilo Scherer foi promovido pelo Programa de Novas Gerações do Congresso Judaico Latino-Americano, presidido pelo brasileiro Jack Terpins, também presente ao debate.
A partir da esquerda: Jack Terpins, Odilo Scherer e Michel Schlesinger. Foto: CJL.


Dom Odilo Scherer e Michel Schlesinger com membros do grupo de Novas Gerações do CJL. Foto: CJL