Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Mudanças Climáticas e crise espiritual

27 de setembro de 2011 0

Atualmente as mudanças climáticas e o aquecimento global têm sido alvo de diversas discussões e pesquisas científicas. Tudo isto afeta o nosso suposto conforto de controle e segurança. Bem longe de causas cientificas, existem causas das causas, num olhar espiritual, a Kabbalah (filosofia mística milenar), nos mostra que as conclusões científicas são conseqüências de uma causa ainda maior e mais sutil.

A natureza é um espelho Divino e do Homem, que como co-criador, participa de sua criação, pintura. A diferença é que o homem vive na natureza, depende dela, mas está completamente separado dela, e a natureza é uma dimensão divina, chamada de Elohim.

Elohim é a mãe da Justiça, onde o autor  da arte tem o seu direito de reorganizar a casa.
Nos dói ver os caminhos traçados…não por D´us, mas por nós, como co criadores – co – responsáveis pela obra de arte.
Nós, péssimos pintores, colocamos as cores em lugares errados, fazemos péssimas combinações, misturamos técnicas e tintas…nada a ver, acabamos por criar grandes borrões – desastres artísticos. Morros escorregam, como tintas que nunca secam. Casas e pessoas se misturam, cores que se tornam escuras, e assim vai-se perdendo a imagem. E a arte se desfaz.

Para a kabbalah as transformações da natureza são uma conseqüência do desequilíbrio emocional do homem, que carregado de ódio e raiva, geram um acumulo de energia que é expresso pela natureza.

Estamos emocionalmente intoxicados de nosso egoísmo, que gera todos os tipos de sentimentos, pensamentos e ações negativas na vida e conseqüentemente a tentativa da natureza de se reequilibrar.

Nos tempos de Elohim, não temos mais tempo para nos distrair com a novela, a cervejinha ou o futebol, devemos resolver nossas questões para agora, senão, nesta transformação da natureza seremos os próximos a sermos atingidos por um furacão, enchente…

Não podemos esquecer que nós somos a natureza, que se espelha em nós, e vivemos momentos de despertar a consciência da alma, interna. Com isto, insatisfações e movimentos internas borbulham o homem, que em sintonia com o universo gera grandes mudanças em seus paradigmas.

Nas mãos da Divina providencia estamos sendo chamados de volta, a nossa verdadeira natureza, observando e criando consciência de nossos excessos.

Enquanto estivermos mergulhados em nosso egoísmo, a terra seguirá sua transformação como conseqüência daquilo que nos tornamos. Vivemos no âmago de uma crise global: econômica, social, ecológica, climática, religiosa, pessoal….Nos perdemos de nós mesmos.

Nosso trabalho é trazer de volta a consciência mais profunda do ser  humano, recuperando sua alma.


Adriana Finkelstein

Professora de  Kabbalah

http://escoladekabbalah.com/site/1/blog/


Envie seu Comentário