Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A porção semanal da Torá pelos nossos Rabinos - comentário

07 de outubro de 2013 0

O comentário da Torá pelos nossos Rabinos

Parashat   Noach – livro de Gênesis, capítulo 6, versículo 9- capítulo 11,versículo 32-.

Seguramente em alguma oportunidade você ouviu a história do dilúvio e da Arca de Noé.

O dilúvio teve a sua origem pelo fato que a terra e as suas criaturas estavam corrompidas. Você está no seu direito a pensar: nada diferente do que acontece hoje em dia. É verdade, mas existe um atenuante para que não tenhamos um novo dilúvio, existe um pacto e  um sinal estabelecido entre D-s e Noé, o arco-iris na nuvem como garantia que nunca mais acontecerá um dilúvio.

Se a terra e seus habitantes fossem a sumir, não será pelo castigo Divino e sim pelo ódio ou pela indiferença pela qual transitam os povos.

Esta história de caráter universal deixou como legado as Sete leis de Noé – basadas no capítulo IX do Bereshit – Gênesis -, e estas são

1..Estabelecer tribunais de justiça

2   2 .  Não cometer blasfêmea

3   3.  Não praticar idolatria

4. Abstenção de práticas imorais como incesto e adultério

5. Não derramar o sangue do teu próximo

6. Não roubar

7.Não comer um membro de um animal que ainda está vivo

Conforme o Rambam – Maimônides – qualquer gentil (entenda-se não judeu) será considerado um justo se cumprir com estas sete leis e terá um lugar garantido no mundo vindouro *.

O judeu que cumprir com estas sete leis não terá direito a nenhuma denominação especial.

O judeu para ser considerado justo deve cumprir com 613 mitzvot – entenda-se preceitos, mandamentos, normas -.

A finalidade dos preceitos e mandamentos é tornar o judeu um indivíduo melhor.

A prática das mitzvot não é fácil nem confortável, mas garante ao indivíduo um rumo na sua vida.

Noach foi um homem justo na sua geração, que tenhamos a capacidade de distinguir os Noach da nossa geração a fim se seguir os seus passos.

Desejo que esta Terra fique alagada de lei e principios, que os justos entre as nações e dentro do nosso povo sejam a regra e não a excepção.

Guershon Kwasniewski

Rabinato da SIBRA

* ver Sanedrin 56 a.

Envie seu Comentário