Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Aulas

22 de novembro de 2008 1

 

Esta semana, vivi situação inusitada. Há um tempo, resolvi trocar as meninas de escola, procurei alternativas e me decidi por uma. Quando fiz a visita me avisaram: “olha, no dia da matrícula é bom chegar bem cedo, pois a procura é grande.”

Acreditei, meio com um pé atrás, afinal, não é uma escola pública.

Na data marcada para o início das matrículas, cheguei “cedo” (8h) e, pasmem, havia mães na fila desde a meia-noite! Pior, como estava “atrasada”, fiquei sem vaga, mas com o nome na lista de espera.

No dia seguinte, Sofia foi chamada, pois houve remanejamento de turnos, já a Sarah….

Analisando a situação, fico imaginando a responsabilidade desta escola: com uma busca tão acirrada pelas vagas, a fiscalização dos pais é redobrada. Vou ter respostas à minha expectativa no final do próximo ano.

Postado por Romí – Fpolis chuvosa

Comentários (1)

  • Ana Paula diz: 26 de novembro de 2008

    É, Romi, eu acho que o ensino público está tão desacreditado que a tendência é termos escolas particulares cada vez mais caras e com mais concorrência.

Envie seu Comentário