Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sentir medo faz parte

13 de agosto de 2010 0

Cena de Coraline, Divulgação

O oculto, o misterioso, o que provoca frio na barriga é algo atrativo mesmo para as crianças. Há algum tempo eu ficava com receio de deixar que o meu filho caçula visse alguns filmes, ou de contar certas histórias para ele, pois achava que isso podia lhe causar medo. Com o tempo descobri que sentir medo faz parte. Ele adora, por exemplo, os filmes da saga Harry Potter. Muita gente já me olhou com ar de reprovação quando eu disse que ele os via. Mas ele realmente gosta.

Já li artigos e ouvi psicólogos dizerem que faz parte do crescimento e é, incuslive, importante para o desenvolvimento da criança. Claro que, em pequenas doses. Os filmes do Potter, por exemplo, só permito que ele assista os primeiros. Os mais recentes, acho muito violentos para a idade dele (4 anos).

Acredito que seria muito inconsequente deixar que crianças assistam a coisas como Exorcista ou A Profecia. Mas há uma boa safra de filmes que trabalham com o suspense voltados especificamente para o público infanto-juvenil, como Coraline (censura 12 anos) e A Casa Monstro (livre).

Divulgação

 

Mas como saber qual a dosagem certa de sustos? Ela varia muito de acordo com a personalidade da criança, creio eu.

O sistema que adotei é o seguinte. Primeiro, nunca levo o Nicolas ao cinema para assistir a um filme que tenha indicação superior à idade dele. Em casa, costumo dar uma olhada antes, para perceber se as cenas são assustadoras demais ou não. Se passou pela “censura da mãe”, na primeira vez que ele assiste fico controlando, para ver quais as suas reações. Se ele tapa os olhos ou corre para trás do sofá, paramos o DVD e eu pergunto se ele realmente quer continuar assistindo. Mas às vezes estamos vendo algum filme com a irmã dele, enquanto ele está fazendo outra atividade, e ele vem se chegando para a sala. Daí fico de olho para ver se ele está ficando assustado ou não. Caso ele desmonstre algum medo, explicamos que aquilo não é realidade mas paramos a exibição por ali.

Assista abaixo os trailers de Coraline e A Casa Monstro:

Envie seu Comentário