Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Thumbnail

Barcos demorou, mas cumpriu a promessa!

Pouco menos de dois anos atrás Barcos chegou ao Grêmio após...

Thumbnail

Bem cuidado aí! Inter é novo "flanelinha" do brasileirão

Após a derrota para o Flamengo no Maracanã por 2...

Thumbnail

Bem cuidado aí! Inter é novo "flanelinha" do brasileirão

Após a derrota para o Flamengo no Maracanã por 2...

Thumbnail

Veja a MUSA que o presidente da CBF "TÁ PEGANDO"

Marco Polo Del Nero tá pegando a “Capa da Revista...

Veja a MUSA que o presidente da CBF "TÁ PEGANDO"

23 de outubro de 2014 4

Marco Polo Del Nero tá pegando a “Capa da Revista Sexy” do mês de julho. Trata-se de Carol Muniz, ex-musa do Bahia no concurso Musa do Brasileirão. O velho tem 73 anos. A gatinha tem 28. Será que o coroa dá conta do recado???

4 - CAROL IBAHIA 8 bahia-look1-09-marca_ea carol muniz1 carol24-7c7a7b3b77 Carol-Muniz-01 MUNIZ RTEmagicC_carol1_02.jpg

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Dupla grenal não será rebaixada em 2014

23 de outubro de 2014 12

image1

Os dados são do @FutDados. 

A rapaziada fez todas as contas e é impossível, conforme apontam os números dos 4 rebaixados hoje, que a dupla caia para a segunda divisão. 

Ou seja: flautas só virão em 2015. Do Sport para baixo na tabela, todos os clubes já foram rebaixados. No G4, Corinthians e Galo já foram para a segundona. 

Dos 20 participantes do Brasileirão, somente Cruzeiro, Santos, São Paulo, Inter e Flamengo nunca caíram para divisões inferiores.

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Bem cuidado aí! Inter é novo "flanelinha" do brasileirão

23 de outubro de 2014 2

Após a derrota para o Flamengo no Maracanã por 2 a 0, Inter perdeu seu lugar no G4 pois o empate do Atlético-MG com o Bahia e a vitória do Corinthians sobre o time do Vitória tirou duas posições do time gaúcho. Seria o novo apelido do clube colorado “flanelinha”? Segurou a vaga no G4 por 18 rodadas e agora cedeu seu lugar entre os primeiros da tabela.

FLANELINHA

flafel

Você colorado, adotaria este apelido?

 

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Times que poderiam "adotar" o Rafael Moura

23 de outubro de 2014 13

O Inter deve negociar o atacante Rafael Moura no Final da temporada. Veja alguns times que poderiam adotar o jogador colorado:

rafaelmoura1

rafaelmoura2

 

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Barcos demorou, mas cumpriu a promessa!

23 de outubro de 2014 0

Pouco menos de dois anos atrás Barcos chegou ao Grêmio após negociação com o Palmeiras, o próprio centroavante prometeu fazer 28 gols em uma temporada, assim, escolheu a camisa 28. Em 2013, apenas 13 gols, e não foi possível realizar o feito. Pois contra o Figueirense, após 22 meses como titular absoluto, o argentino FINALMENTE cumpriu com a palavra! Marcou seus 28 gols. Detalhe: Hoje ele veste a 9.

14656440

Qual a próxima meta do pirata?

 

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Empatados com os postulantes ao título

22 de outubro de 2014 1

Libertador

A escalação mostra a tendência do Felipão de deixar o meio mais leve jogando em casa. Biteco, Riveros e Ramiro fizeram o meio de campo, enquanto Luan, Dudu e Barcos figuraram no ataque. Essa escalação tende a mostrar mais situações de 4-3-2-1 ou mesmo 4-3-3 do que o 4-1-4-1 claríssimo com o Wallace. E eu gosto muito da presença do Riveros na esquerda, chegando junto com os atacantes. O adversário era um time que estava mais pra lá do que pra cá e viria fechado.

Até por isso, demoramos muito para conseguir chegar de maneira consistente ao gol. Nossa melhor chance foi a cabeçada do Luan na trave. Mas já havíamos chegado com o Barcos que cruzou pro Zé (e não estava impedido – embora o Batista tenha inaugurado a pérola do lance onde o bandeira acertaria marcando ou não o impedimento) e com aquela cruzamento do Luan pro Dudu, quando eu tive impressão de pênalti (mas não dá pra saber, né, porque a porcaria da transmissão do Premiere não repetiu). De qualquer forma, logo depois, foi a vez do Zé entrar na área e o zagueiro carregar a bola com o braço no meio do carrinho. Lance besta, mas, pra mim, pênalti. Barcos fez seu 13º gol e 28º na temporada (olha, ainda dá tempo de fazer mais 14 e calar a boca da maldita imprensa com 28 de média em dois anos).

Fomos para o intervalo com uma boa vantagem.

Barcos comemora o 28º gol na temporada. Chupa, Benfica. Foto Lucas Uebel (Grêmio Oficial)

Barcos comemora o 28º gol na temporada. Chupa, Benfica. Foto Lucas Uebel (Grêmio Oficial)

No segundo tempo voltamos buscando sair no contra-ataque e matar o jogo. Começamos bem, ocupando os espaços mas arrematando de forma displicente. Até os 15 da primeira etapa tivemos ao menos cinco chances claras de gol, uma delas com o Barcos que preferiu enfeitar do que fazer o gol. Mas eles tinham mais organização no meio e estávamos esperando no 4-4-2, com Dudu no meio e Luan na frente. Pra tentar recuperar o setor, entrou o Wallace e tínhamos uma linha com quatro jogadores conhecidos como “volantes”.

O resultado não foi bom. Embora conseguindo afastar o time de Santa Catarina da área, dávamos muitas faltas e bolas aéreas para nos preocupar e perdemos completamente o contra-ataque. Dudu voltava demais, não sobrava pra fazer parceria com o Barcos. Em alguns momentos até o nosso camisa nove voltou pra intermediária. Pra tentar corrigir isso, a entrada do Erik, já aos 40. E até os 49 ainda entrou o Ruiz (não sem antes tirar a paciência do Felipão por algo que parece não ter entendido). Mas não havia tempo pra mais nada. O resultado tava garantido, apesar daquela expectativa que sempre temos quando é visível que perdemos alguma coisa.

Agora, bola pra frente. Vamos buscar três pontos em Curitiba. Precisamos.

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

As notas do Inter contra o Flamengo

22 de outubro de 2014 0

testeira_bola

foto_20141022203551

Alisson: salvou uma, não saiu no primeiro gol, não teve culpa no segundo mas fez reposições bisonhas. Nota: 3

Ernando: Corre muito pois parece estar sempre no lugar errado na hora errada, como faz parte da defesa-que causa-depressão perde nota pelo simples fato de. Nota: 3 (-1 por fazer parte da defesa-que-causa-depressão)= 2

Alan: não pode levar culpa pelas derrotas e vidas passadas, mas dançou a dança da defesa-trapalhões, Nota: 3 (-1 por fazer parte da defesa-que-causa-depressão)= 2 + 1 por ser melhor que o Paulão= 3

Fabrício: não conseguiu cruzar, marcar, acompanhar atacantes e articular jogadas pela lateral. Está sempre envolvido em lances de gol, contra o Inter. Fardou, estivesse nu levaria um zero. Nota: 1 (-1 por fazer parte da defesa-que-causa-depressão)= nesse caso, ZERO

Wellington Silva: esforçado, machucado, perdeu o pouco da velocidade que tem, não marcou sentiu falta de parceria de alguém (um ser humano qualquer) para fazer jogadas. Nota: 2 (-1 por fazer parte da defesa-que-causa-depressão)= 1

Willians: foi o único jogador que pareceu estar preocupado em marcar e roubar a bola. Estava tão preocupado com essa tarefa que quando conseguia, fazia um passe errado para tentar roubar a bola novamente e assim entrou em loop. Nota: 4 (-1 por fazer parte da defesa-que-causa-depressão)= 3

Aránguiz: está prejudicado por uma lesão e pelos episódios de amnésia temporária – que ocorrem sempre durante as partidas do Inter, momento em que esquece como jogava futebol. Errou cruzamentos, passes, cobranças de faltas, armou contra-ataques para o Flamengo e – como todo o time do Inter – sempre que pegava a bola imprimia ao time uma velocidade que não condizia com o tamanho de suas pernas. Nota: 2

Alan Patrick: lento, mais que Aránguiz, não conseguiu acompanhar o raciocínio do Nilmar (a única coisa rápida no time – fora o Valdívia). Parecia não ter certeza que “os de branco” estavam no seu time. Nota: 3

Alex: burocrático, sem ímpeto e sem inspiração, até levar uma falta que o deixou mancando burocrático, sem ímpeto e sem inspiração. Deveria ter saído, mas se deu conta que dentro do campo era o melhor lugar para assistir o Flamengo jogar. Queimou a gordura da partida contra o Fluminense.

Nota: 4

Jorge Henrique: tenho a impressão que ele não entendeu bem as orientações do Abel na preleção pois pareceu perdido. Ou, talvez, tenha entendido com perfeição as orientações do Abel quando, aí sim, passou a ficar completamente perdido em campo. Lento para um atacante, não fazia aproximação com Nilmar. Ele estava muito longe. Ia demorar até chegar lá. Pensou em mandar um whatsapp.

Nota: 2

Nilmar: queimou a gordura de sua primeira passagem pelo Inter. Perdeu gols demais. Correu muito, não faço ideia para onde. Tentou driblar quando deveria passar. Tentou passar quando deveria chutar. Foi a maior vítima da lerdeza do Inter. Mesmo assim foi o melhor colorado em campo. Nota: 5

Valdívia: tivesse entrado antes teria levado o posto de melhor jogador colorado de Nilmar. Sempre que pegava a bola partia para cima, depois voltava porque percebia que lá (em cima) não havia ninguém de branco. Até que entrou o Moura (Rafael) lá em cima. Ao perceber isso, também voltava. Fez uma bela jogada. Só por ela merece boa nota. Nota: 5

Wellington Paulista: sem nota, sem lenço, sem documento.

Rafael Moura: PRIMEIRA OPÇÃO DE SUBSTITUIÇÃO de Abel para resolver o jogo, não desapontou a torcida: fez faltas de ataque, não conseguiu matar a bola e, mesmo sabendo que o time seria armado para abastecê-lo na área, vinha ao meio buscar o jogo. Nota: 1 (fardou e arrumou o cabelo)

Abel: tenho uma forte impressão que estamos diante de um masoquista. Ele adora levar um gol (às vezes 5) para promover alterações. Adora até a espinha arrepiar – da base dos cabelos descendo até onde a vista alcança –  ver os goleiros fazendo cera, os adversários demorarem a bater lateral, falta e escanteios. Fica com os pêlos eriçados quando leva um gol, pois sabe que sofrerá o massacre de nervos de observar o outro time catimbar. A-D-O-R-A ! Mesmo percebendo a inoperância e a lentidão do time hoje, achou melhor poupar os jogadores do banco. Manteve o estilo tomar-gol-para-mudar-e-perder. Sua marca registrada. Como o Inter não tinha o domínio do meio-de-campo, preferiu deixar o time sem articulação. Seria uma indelicadeza com os donos da casa tomar o meio deles. Ao sair do campo ligou o celular para, ansioso, esperar a ligação de Luxemburgo o consolando. Ninguém ligou até agora. Apenas o Tite, perguntando se poderia ficar com sua vaga na garagem. Nota: 1

Acompanhe o Alambrado Colorado

site | facebook | twitter

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Procura-se clube: Adriano Gabiru está desempregado!

22 de outubro de 2014 0

Em entrevista a Rádio Gaúcha nesta terça-feira, Adriano Gabiru admitiu que quer voltar a jogar futebol e está sem clube. O herói do Inter no Mundial de 2006 ainda não desistiu e quer voltar a atuar em algum clube, só está na espera uma oportunidade. 

O Blog do Bola quer ajudar o ídolo colorado! Compartilhe essa ideia!

GABIRUNOJORNAL

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Tite: "alguns princípios que eu não abro mão"

21 de outubro de 2014 7

queroserjogadorfutebol-como-agente-de-transformação-social-queroser-jogador-660x400

Tite, técnico de futebol referência no Brasil e no mundo, foi jogador de futebol. Compartilhou com o Quero ser Jogador a importância do esporte como agente de transformação social.

- Acredito sim. Não sou ingênuo e não sou poliana de achar que ele é extremamente competitivo e que representa uma sociedade que ela é extremamente competitiva. Mas, existem alguns princípios que eu não abro mão e tenho muito orgulho de falar.

- As pessoas falavam assim: “futebol, o cara correto não vence, tu tem que fazer, tu tem que ajeitar, tu tem que compor, tu tem que fazer troca de favores”. Um dia, um atleta chegou para mim e disse (e ele já tinha parado de jogar): “pô, Tite, que bom que de alguma forma, tu venceu. Porque tu mostrou para mim que dá para ser correto e dá para vencer no futebol, um meio que a gente sempre falava que não dava.

- Eu sei que se eu mandar meu atleta dar uma porrada no outro, eu posso trancar uma jogada e daqui a pouco eu não tomar o gol. Mas, tu não vai encontrar um atleta meu, todo esse tempo, que vai dizer assim: “o Tite mandou eu dar uma porrada nele”. Isso eu me orgulho. Tu não vai encontrar em nenhum momento, vamos dizer assim: “eu vou chutar a bola para dentro do campo, duas ou três vezes a bola para dentro do campo, porque isso vai fazer com que eu ganhe mais tempo e que eu possa vencer”.

- O meu vencer tem um preço, o preço de ser melhor. Eu tenho muito orgulho. O preço de ser mais competente. O preço de ser melhor técnico. O preço de ser mentalmente muito forte. Nós fomos campeões mundiais e nós tomamos um cartão amarelo para jogar contra o Chelsea. Um. Um eu to falando, tu pode estar vencendo e dizer trunca o jogo e manda dar porrada. Então, existe uma formula. E esse é um pouquinho.

- Claro que eu errei também. Quando eu treinava o Veranópolis-RS, e mandei um atleta meu cair para que o jogo encerrasse. Errei também. Não pensa que não tem. Mas, se eu pegar a essência de todas elas, teve um erro que foi impressionante, um que outro. Mas, a grande maioria das vezes é ser melhor para vencer.

- E, como elemento de passar para quem está assistindo, com respeito ao adversário e sendo melhor, é sim uma forma de socialmente o esporte levar uma outra mensagem. Levar uma mensagem de correção, de competitividade com lealdade, de respeitar  sentimento do adversário.

- Se tu for vibrar, não precisa ir na frente da torcida adversária, vibra com a tua torcida. Isso é uma coisa que eu peço. Nós terminamos o Campeonato Paulista e vencemos o jogo dentro da Vila Belmiro. O Santos nunca havia perdido um título dentro da Vila Belmiro, agora em 2013. Nós fomos vibrar com a torcida do Corinthians. Quando teve alguma manifestação que o pessoal falou  “vamos das a volta olímpica” eu falei não, não precisa dar volta olímpica. O resto todo do estádio é só santista, não precisa ter esse tipo de manifestação. Segura, comemora aqui. E nós comemoramos ali. Sabe, esses detalhes que te passam uma escala de valores.

- Eu enquanto pessoa pública ou como professor de educação física, tive uma educação muito ligada dessa forma.

Assista ao vídeo:

Para ver mais conteúdo sobre o Tite, acesse queroserjogador.com.br

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

EXCLUSIVO! Assis acredita que Ronaldinho possa voltar ao Grêmio

21 de outubro de 2014 110

00122

O convidado do Bola Atlântida desta segunda-feira foi Assis Moreira irmão de Ronaldinho Gaúcho. O empresário deu uma entrevista ao programa e falou sobre vários assuntos, em uma de suas respostas deixou em aberto uma possível volta do craque ao Grêmio.

- No futebol isso é um assunto muito delicado, mas acho que nossa casa é aqui no Sul, nossa vida é aqui no Sul. Quem sabe um dia isso possa acontecer – afirma o ex-jogador.

Assis também explicou o que aconteceu em 2011 quando o R10 foi para o Flamengo e não ao clube Gaúcho. – Meu desejo sempre foi o Grêmio, eu trabalhei muito focado no Grêmio – mencionou. Contou que depois de um mal entendido numa coletiva com o vice-presidente do Milan na época Adriano Galliani, levou Odone a pensar que já estava tudo acertado com o rubro-negro, assim desistindo da negociação com o meio-campo de forma precipitada.

Ainda deu tempo de falar como está o irmão no México:

 - A adaptação dele no México está sendo muito bem feita, mas temos que entender que ele é um atleta que por um tempo esteve inativo. Acho que tem muito a fazer ainda no alto nível, em um futebol que é difícil de jogar na altitude e também um futebol muito rápido – concluiu. 

Entrevista completa no vídeo abaixo.

Você gremista, gostaria de ver Ronaldinho Gaúcho no Grêmio novamente?

O Blog do Bola é um blog de humor. Não acredite em tudo o que lê. Mais humor, menos violência. ;)

Este é um blog de humor e não necessariamente as notícias aqui postadas são verdadeiras. Bom humor, galera!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...