Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fim de semana 50%

17 de novembro de 2017 0

O fim de semana começa com predomínio de nuvens em todas as regiões. Há previsão de chuva a qualquer hora hora do dia, sobretudo de manhã quando algumas cidades, especialmente as mais próximas do PR, poderão ter volumes elevados. Ao longo do dia o vento passa para o quadrante Sul diminuindo a instabilidade. As temperaturas da tarde deverão variar entre 22 e 25°C boa parte das cidades.

As nuvens que predominaram nesta sexta-feira ainda seguem no sábado. Imagem da tarde desta sexta.

As nuvens que predominaram nesta sexta-feira ainda seguem no sábado. Imagem da tarde desta sexta.

 

DOMINGO COM MUDANÇAS

O sol aparece, mas ainda acompanhado de uma certa variação de nuvens, sobretudo de manhã. No Norte, Vale do Itajaí e na Grande Florianópolis ainda vamos ter momentos com maior nebulosidade entre a tarde e a noite. As temperaturas ficam parecidas com as de sábado.

 

Bookmark and Share

Sexta-feira de tempo instável

17 de novembro de 2017 2

A quinta-feira foi o dia mais quente do ano em diversas cidades, esse calorão serviu como combustível para as nuvens de uma frente fria e isso acabou provocando temporais pelo estado. Uma das cidades mais atingidas foi Rio do Sul, onde a cobertura de um posto de combustível chegou a cair.

rio do sulCobertura do posto de Combustível cai por conta dos ventos, no bairro Fundo Canoas em Rio do Sul. Imagem: Andre Ricardo Philippus

A frente fria continua influenciando o tempo nesta sexta-feira, deixando a nebulosidade bastante presente em Santa Catarina.  Essas nuvens deixam o sol aparecer pouco, só por meio de aberturas, mas também provocam novas pancadas de chuva. Atenção que essas instabilidades podem ser fortes, com chance maior nas cidades do Oeste catarinense. As temperaturas mudam bastante em relação a ontem, ficando bem mais agradáveis entre 22 e 24°C em boa parte do estado, como o mapa mostra:

max1711

 

FIM DE SEMANA

O sábado segue com o tempo praticamente igual ao de sexta-feira, sendo que a chance de chuva mais forte fica concentrada nas cidades mais próximas Paraná.

Pro domingo, temos mudanças,  a previsão é de sol e nuvens com o tempo seco retornando para o Estado. Porém, ainda deveremos ter bons momentos bem nublados no Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

Postado por:

Bianca Souza – Técnica em Meteorologia

Leandro Puchalski – Meteorologista

Bookmark and Share

DO CALORÃO PARA A CHUVA

16 de novembro de 2017 0

A quinta-feira, dia 16/11, foi o dia mais quente do ano de 2017 até agora. Até então, as maiores temperaturas tinham ocorrido neste ano entre os dias 9 e 10 de janeiro. Lá no verão chegamos a ter 38,6°C em Blumenau. No entanto, hoje Santa Catarina chegou a ter 40,2°C em Corupa. Outras cidades tiveram as maiores temperaturas do ano até agora:

Blumenau 39,8°C

Antonio Carlos 38,8°C

Indaial 38,4°C

Águas Mornas 38,3°C

José Boiteux 37,8°C

Garuva 37,5°C

Jaraguá do Sul 37,4°C

Lontras e Schroeder 36,9°C

Joinville 36,6°C

Est: Inmet, Ciram e Alerta Blu

O CALOR NÃO OCORRE MAIS

Nos próximos dias as temperaturas não sobem. Entre sexta e domingo elas ficam em boa parte das cidades entre 22 e 24°C. Entre sexta-feira e o sábado, vamos ter dias de muitas nuvens, algumas aberturas de sol e momentos de chuva. Chamo atenção que há chance de chuva forte em momentos dos dois dias. Na sexta, mais no Oeste. No sábado, mais nas cidades próximas do Paraná.

MUDANÇA NO DOMINGO

A previsão é de sol e nuvens com o tempo seco retornando para o Estado. Porém, ainda deveremos ter bons momentos bem nublados no Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

 

Bookmark and Share

Temperaturas de verão

16 de novembro de 2017 0

Quinta-feira de muitíssimo calor em Santa Catarina, temperaturas que vão lembrar o auge do verão em diversas cidades.

O ar seco dos últimos dias está se afastando do nosso estado, mas ainda garante a presença do sol em boa parte do dia. Com isso seguimos com as temperaturas em elevação no decorrer da quinta-feira, mas elas vão ter um acréscimo de uma massa de ar quente que passa por Santa Catarina antes da chegada de uma frente fria, sistema de chuva.

As temperaturas devem se aproximar dos 32 a 34°C em boa parte do estado, mas ficando ainda mais elevadas em áreas entre o Vale do Itajaí e o Norte onde pode chegar aos 38/39°C.

mapserv

Boa parte do dia ainda tem tempo seco e sol predominando, mas ao longo da tarde as nuvens vão aumentando e trazem chance de chuva no período da noite. A imagem de satélite desta manhã ainda mostra esse tempo mais limpo sobre o nosso estado, mas também conseguimos ver através dela as nuvens carregadas da frente fria já se aproximando do estado gaúcho.

mapserv (56)

A frente fria deve provocar chuva mal distribuída, ou seja, vamos ter locais só com o aumento da nebulosidade. A questão é que nas áreas onde a chuva ocorre há boas condições para temporais associados a rajadas de vento, raios e granizo!

TEMPO BEM DIFERENTE NA SEQUÊNCIA DA SEMANA

Entre sexta-feira e o sábado a frente fria com áreas de instabilidade que se formam sobre a Argentina e Paraguai mantém o tempo instável com muitas nuvens, algumas aberturas de sol e chuva. Importante destacar que em momentos dos dois dias há chance de chuva forte, sobretudo para quem está mais próximo do PR. Temperaturas bem mais amenas na maior parte das cidades não passando muito dos 21 a 24°C.

Postado por:

Bianca Souza – Técnica em Meteorologia

Leandro Puchalski – Meteorologista

Bookmark and Share

Calorão

15 de novembro de 2017 0

Um dos grandes destaques desta quinta-feira é a temperatura. Já no turno da manhã ela sobe rapidamente trazendo um dia de forte calor que chega lembrar o auge do verão. No mapa abaixo as maiores do dia. Vejam que no Norte e no Vale do Itajaí chega a beirar os 40°C:

mapserv

O sol predomina no turno da manhã e parte da tarde. O que ocorre é que o avanço de uma frente fria, sistema de chuva, traz a partir do meio da tarde aumento gradativo das nuvens. Mais para o final do dia há previsão de chuva. No entanto, bem mal distribuída, ou seja, vamos ter locais só no aumento das nuvens. A questão é que nas áreas onde ela ocorre há boas condições para temporais associados a rajadas de vento, raios e granizo!

TEMPO BEM DIFERENTE NA SEQUÊNCIA DA SEMANA

Entre sexta-feira e o sábado a frente fria com áreas de instabilidade que se formam sobre a Argentina e Paraguai mantém o tempo instável com muitas nuvens, algumas aberturas de sol e chuva. Importante destacar que em momentos dos dois dias há chance de chuva forte, sobretudo para quem está mais próximo do PR. Temperaturas bem mais amenas na maior parte das cidades não passando muito dos 21 a 24°C.

 

Bookmark and Share

Feriado de sol

14 de novembro de 2017 0

O feriado desta quarta-feira é o quinto dia consecutivo que terá quase que ausência de nuvens em toda Santa Catarina. O ar bem seco comanda o tempo trazendo outro dia ensolarado. As temperaturas permanecem numa variação, amplitude térmica, muito grande entre o amanhecer e a tarde. Abaixo as temperaturas máximas que irão ocorrer no início da tarde:

mapserv

QUINTA DE MUITO CALOR

O sol segue predominando ao longo do dia em todas as regiões. As temperaturas sobem pelo Estado, mas com um reforço de um ar quente que vem antes da chegada de uma frente fria. Assim, vá esperando um dia com 30 a 33°C em muitas cidades sendo que pontualmente entre o Vale do Itajaí e o Norte poderemos ter picos de 38 a 40°C. A questão é que do meio para o final da tarde as nuvens voltam deixando o tempo instável. Uma frente fria chega do RS trazendo chuva no final do dia e/ou início da noite. Ela é mal distribuída, ou seja, só por algumas áreas, mas devido o forte calor há chance de temporais com rajadas de vento e até granizo.

TEMPO BEM DIFERENTE ENTRE SEXTA E SÁBADO

As nuvens irão predominar com previsão de chuva que só intercala com períodos de melhoria, sobretudo na sexta. Poderemos ter chuva forte em momentos dos dois dias. Temperaturas bem mais amenas com destaque para o sábado.

Bookmark and Share

Mais um dia sem nuvens

14 de novembro de 2017 0

O ar seco continua predominando e não é só em Santa Catarina, ele também influencia pelo menos outros 8 estados do país: Rio Grande do Sul,  Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e parte de Goiás. Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia também tem influencia dessa grande massa de ar seco. Toda essa área está com a mesma condição do tempo, ou seja, com o sol predominando.

sat_brasilImagem de satélite com a grande massa de ar seco destacada

Dessa forma os catarinenses tem uma terça-feira de sol e poucas nuvens.  As temperaturas continuam com uma grande amplitude térmica, ou seja, mesmo depois do amanhecer ameno/frio elas sobem e trazem outra tarde quente.  s máximas previstas pra hoje ficam entre 27 e 29°C em boa parte das cidades, esquentando um pouco mais do que isso na região Oeste.

max1411

FERIADO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Fora uma nebulosidade baixa e/ou nevoeiros ao amanhecer entre Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, o sol segue predominando em todas as regiões. As temperaturas ainda baixam um pouco no amanhecer, mas bem menos do que no início da semana. Durante à tarde, temperaturas em elevação variando de 27 a 30°C boa parte das cidades com picos de 34 a 36°C em pontos do Oeste e Sul.

TENDÊNCIA DA SEMANA

Se nada mudar, a quinta-feira também terá a presença do sol com temperaturas elevadas ao longo do dia. Na verdade, este deverá ser o dia mais quente da semana. No entanto, o avanço de uma frente fria, sistema de chuva, vinda do RS irá mudar o tempo. No final da quinta, sobretudo na noite para sexta, há previsão de chuva em forma de pancadas. Poderemos ter até temporais associados a vento, trovoada e granizo isolado. Muito provavelmente, sexta e sábado ainda terão menos sol e chuva. Importante destacar que a noite de quinta para o amanhecer de sexta tem tudo para ter chuva forte localmente.

 Postado por:

Bianca Souza – Técnica em Meteorologia

Leandro Puchalski – Meteorologista

Bookmark and Share

Nada muda

13 de novembro de 2017 0

A terça-feira será outro dia em que o ar seco irá comandar as condições do tempo. Sol e poucas nuvens novamente previsto para todas as regiões ao longo do dia. O tempo não muda e as temperaturas também não. Elas seguem baixas/amenas entre a madrugada e o amanhecer, mas elevadas à tarde. Podemos dizer que aos poucos no termômetro as temperaturas não ficam tão baixas no início da manhã. Com isso, as tardes começam ser até mais quentes. Abaixo a previsão para a tarde de terça-feira:

Sem título1

FERIADO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Fora uma nebulosidade baixa e/ou nevoeiros ao amanhecer entre Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, o sol segue predominando em todas as regiões. As temperaturas ainda baixam um pouco no amanhecer, mas bem menos do que no início da semana. Durante à tarde, temperaturas em elevação variando de 27 a 30°C boa parte das cidades com picos de 34 a 36°C em pontos do Oeste e Sul.

TENDÊNCIA DA SEMANA

Se nada mudar, a quinta-feira também terá a presença do sol com temperaturas elevadas ao longo do dia. Na verdade, este deverá ser o dia mais quente da semana. No entanto, o avanço de uma frente fria, sistema de chuva, vinda do RS irá mudar o tempo. No final da quinta, sobretudo na noite para sexta, há previsão de chuva em forma de pancadas. Poderemos ter até temporais associados a vento, trovoada e granizo isolado. Muito provavelmente, sexta e sábado ainda terão menos sol e chuva. Importante destacar que a noite de quinta para o amanhecer de sexta tem tudo para ter chuva forte localmente. Vamos ver!

Bookmark and Share

SEMANA COMEÇA ENSOLARADA

13 de novembro de 2017 2

A massa de ar seco do fim de semana continua comandando as condições do tempo em Santa Catarina, ou seja, o tempo segue praticamente igual ao que tivemos no sábado e no domingo.

Esse ar seco possui 2 características bem marcantes. Uma delas é a ausência de nebulosidade, ou pelo menos uma presença bem pequena delas. A imagem de satélite do início dessa segunda-feira ajuda a provar essa condição, não conseguimos ver nenhuma nuvem sobre o Sul do Brasil.

mapserv (53)

A outra característica do ar seco é a amplitude térmica, diferença entre a temperatura do amanhecer e da tarde, aquele sobe e desce de temperatura no mesmo dia.  A segunda-feira começou bem amena em muitas cidades e até com frio na Serra, olha só alguns dados:

0,6°C   Urupema

1,3°C  Bom Jardim da Serra

3,5°C  Ponte Serrada

4,4°C  Rio Negrinho

6,2°C  Lages

10,7°C   Schroeder

11,3°C  Criciúma

12,1°C  Indaial

12,7°C  Florianópolis

Dados: Ciram/Epagri

Ao longo da manhã as temperaturas começam a subir e trazem uma tarde até com certo aquecimento, principalmente em áreas do Oeste, Vale do Itajaí e Norte como podemos ver no mapa:

max1311

 

TEMPO SEGUE SECO 

A terça-feira vai ser outro dia de tempo seco, muito sol e poucas nuvens em todas as regiões do estado. O amanhecer segue bem ameno, mas não tanto quanto nesta segunda-feira. Durante a tarde de amanhã as temperaturas altas vão se repetir, com máximas entre 27 e 29°C em boa parte do estado subindo um pouco mais no Oeste onde deve fazer até 32°C.

O ar seco vai manter o sol predominando até quinta-feira, ou seja, o feriado vai ser marcado pelo sol e com uma tarde quente.

Postado por:

Bianca Souza – Técnica em Meteorologia

Leandro Puchalski – Meteorologista

Bookmark and Share

O QUE É A COP 23?

11 de novembro de 2017 0

Começou na segunda-feira e vai até o dia 17 de Novembro a COP 23, que ocorre este ano na cidade de Bonn, na Alemanha.

O QUE É A COP 23?

É uma reunião anual sobre Mudanças Climáticas, no qual representantes de 196 países se juntam para discutir formas de amenizar o aumento da temperatura Global, ou seja, formas como políticas públicas para diminuir a emissão de gases poluentes, como o CO2.

cop23

Um dos desafios da reunião deste ano é lidar com saída dos EUA do acordo, já que o governo americano não está mais se comprometendo com essas ações para diminuir o aumento dos gases do efeito estufa. Sem falar no fato que este país deverá até aumentar ainda mais a emissão desses gases nos próximos anos visto o atual presidente pretender aumentar a exploração de petróleo.

O objetivo principal da COP 23 é finalizar o “Livro de Regras”, um acordo com maiores detalhamentos sobre como os países podem se comprometer  para reduzir as emissões de gases.

QUAL A POSIÇÃO DO BRASIL NA COP 23

O Brasil passou de herói para vilão, já que ele chega a COP 23 com um retrocesso ambiental. Isso porque até a COP 21, em 2015, o Brasil era exemplo como um país ambicioso nas taxas de redução dos gases.

Pra ter ideia as emissões destes gases foram reduzidas em 41,1% entre 2005 e 2012, passando de 2,1 bilhões de toneladas de dióxido de carbono para 1,2 bilhão de toneladas.  Isso contribuiu para uma redução em 79% no desmatamento na Amazônia, no período entre 2004 e 2015.

Infelizmente o Brasil vem aumentando a emissões de gases de efeito estufa, o desmatamento, a redução de áreas protegidas e até mesmo a flexibilização da legislação ambiental. Os dados ainda mostram que o Brasil aumentou em 9% as emissões de gases causadores do efeito estufa em 2016,  e viu aumentar o desmatamento na Amazônia.

A meta do atual governo é mais ou menos manter o desmatamento em 3.905 km² em 2020. Mas só no período entre agosto de 2016 e Julho deste ano foram desmatados 6.600 km².

DADOS MUNDIAIS

- A temperatura média global de janeiro a setembro de 2017 foi 0,55°C mais quente que a média entre 1981-2010, estimada em 14,31°C. 

- A imagem abaixo, da temperatura média global entre Janeiro e Setembro deste ano, mostra que ocorreram registros de temperaturas bem mais quentes do que normal (em vermelho mais forte) em vários pontos do mundo. Mas percebam que parte do estado do Rio Grande do Sul e Uruguai também tiveram esses registros mais quentes.

201701-201709

- 2017 tem tudo para ser o ano mais quente da história sem influencia do El Niño. 

- Este ano deve fechar com recorde de eventos climáticos extremos, como Furacões de intensidade nunca antes vista. 

- O período de 2013 a 2017 já está garantido como os cinco anos mais quentes desde que as temperaturas começaram a ser medidas, em 1880.

Postado por:

Bianca Souza – Técnica em Meteorologia

Leandro Puchalski – Meteorologista

Bookmark and Share