Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 3 novembro 2012

Comelli critica postura do Criciúma, confirma Douglas no lugar de Zé Carlos e promete mudança na equipe

03 de novembro de 2012 17

Comelli não pode ficar no banco de reservas. Foto: Jessé Giotti

ANDRÉ  PODIACKI
andre.podiacki@rbsonline.com.br

O técnico Paulo Comelli não pode ficar na beira do gramado no jogo deste sábado, na derrota para o Joinville por 3 a 2. Punido pelo STJD, o treinador está suspenso por dois jogos, o primeiro já cumpriu, na terça-feira ele também vai ficar no camarote assistindo de longe.

Longe do foco da partida o técnico pode observar melhor a partida. Comelli não poupou os seus comandados e criticou o posicionamento defensivo da equipe que permitiu o JEC nas poucas vezes que foi ao ataque marcar os gols.

- Os últimos dois jogos em casa me deixaram preocupado. Temos que ter atenção na parte defensiva. Temos que ser mais organizados. O adversário foi poucas vezes na frente, mas quando chegou fez os gols – disse Comelli.

O tempo de preparação para o próximo jogo, contra o São Caetano, é pouco são apenas três dias, mas mesmo assim o treinador vai mexer no time. Ele está preocupado com a defesa quer arrumar as falhas. O substituto de Zé Carlos, suspenso, já está definido, é Douglas. Já na lateral-esquerda o substituto do expulso Marlon ainda é dúvida.

- Temos o Douglas e ele é o reserva e vamos iniciar com ele. Agora, o restante da equipe eu vou pensar. Temos a volta do França, mas temos que analisar. Na parte defensiva, alguma coisa vai ter que mudar, não podemos falhar como falhamos hoje. Na lateral esquerda temos que analisar o que fazer. Temos o Itaqui e o Willian Simões. Temos que assistir a partida com calma. O tempo é curto para a próxima partida – explicou.

O lateral-esquerdo Marlon foi expulso ainda no primeiro tempo por empurrar Jaílton, do JEC. Comelli não criticou a arbitragem e achou que a atitude de Sandro Meira Ricci foi correta ao dar cartão vermelho ao atleta do Tigre.

- Não pode cometer o que ele fez. Foi falta, o árbitro deu a falta e ele empurrou o jogador do Joinville. Tem que ser mais maduro nesse tipo de jogada – criticou Comelli.

Jogadores do Criciúma admitem erros e lamentam derrota para o Joinville

03 de novembro de 2012 8

Após a derrota no clássico para o JEC, os jogadores do Criciúma admitiram que cometeram muitos erros durante a partida deste sábado, 3. Este foi o segundo revés seguido do Tigre no Heriberto Hülse (perdeu para o Barueri por 3 a 4) e isso também está incomodando os atletas, que contavam com uma vitória sobre o Tricolor do Norte para comemorar o virtual acesso à Série A junto com a sua torcida, que lotou as arquibancadas do Majestoso.

Para o atacante e artilheiro Zé Carlos, que está fora do próximo compromisso pelo Tigre, o time precisa mudar de atitude se quiser chegar aos seus objetivos.

- Não adianta a torcida vaiar que vai só complicar. Sabemos dos nossos erros, e isso não é só pra mim, é para todos, mas temos que mudar de atitude na reta final senão a gente vai se atrapalhar.

Já Éric não escondeu a tristeza após a derrota diante de 17.032 torcedores.

- O sentimento é o pior possível, o torcedor veio, nos apoiou, encheu o estádio, mas ficamos devendo e faltou fazer a nossa parte.

O Criciúma volta a campo na próxima terça-feira, às 19h30min, contra o São Caetano. Uma vitória sobre o Azulão garante matematicamente o Tigre na Série A do ano que vem.

Vitória sobre o São Caetano na terça-feira garante o Tigre na Série A

03 de novembro de 2012 2

Com a derrota do São Caetano para o Atlético-PR neste sábado o acesso do Tigre para a Série A será garantido 100% matematicamente na terça-feira com uma vitória sobre o próprio Azulão. Se isso acontecer o Tigre irá aos 71 pontos e o São Caetano ficaria nos 61 pontos. Seriam 10 pontos de diferença restando somente três rodadas para o final da Série B e o Tigre não seria mais alcançado pelo quinto colocado.

Zé Carlos e Marlon desfalcam o Criciúma contra o São Caetano

03 de novembro de 2012 0

O Criciúma terá um desfalque importantíssimo na partida da próxima terça-feira, às 19h30min, contra o São Caetano, no Heriberto Hülse. O atacante Zé Carlos, artilheiro da Série B, está suspenso pelo terceiro amarelo. Zé Gol foi advertido na derrota no clássico contra o JEC, disputado neste sábado, em Criciúma. Outro atleta que não poderá estar em campo é o lateral Marlon, que foi expulso na mesma partida.

Além de Zé Carlos e Marlon, o técnico Paulo Comelli ainda não poderá comandar o time do banco de reservas. O treinador cumpre o último jogo da punição imposta pelo STJD após julgamento.

Joinville vence clássico no Sul e adia festa de acesso do Criciúma

03 de novembro de 2012 42

Marcelo Becker

Criciúma

O Joinville venceu o clássico contra o Criciúma na tarde deste sábado no Estádio Heriberto Hülse por 3 a 2 e adiou a festa do acesso a Série A que o Tigre havia programado. A equipe de Paulo Comelli continua na vice-liderança da Série B e agora vai tentar consolidar a volta a Elite na terça-feira contra o São Caetano. O JEC, por sua vez, chegou aos 56 pontos e continua alimentando esperança de chegar ao G-4.

>>> Confira a galeria de fotos do clássico no Majestoso

Quem esperava um começo de partida eletrizante e cheio de boas jogadas acabou se decepcionando. As faltas em sequência com a necessidade de atendimento médico para jogadores dos dois lados determinaram um ritmo bastante burocrático ao clássico. A primeira investida mais forte foi do Criciúma aos nove minutos em uma cobrança de falta de Marlon, mas a bola saiu forte, por cima do gol de Ivan.

Quando chegou com mais perigo, aos 12 minutos, o JEC abriu o marcador. Quando Marcinho cruzou pelo lado direito a defesa do Tigre não conseguiu afastar e o rebote ficou com Gleydson. O forte chute do meia desviou no zagueiro Matheus Ferraz e enganou o goleiro Douglas Leite.

Com 1 a 0 no placar o Joinville adotou uma postura que irritou a torcida do Criciúma. A cada falta recebida os jogadores do time do Norte valorizavam o lance ao máximo e “esfriavam” o adversário com a paralisação para atendimento médico. Mas o JEC também não deixou de atacar.

Aos 22 minutos a equipe de Marcelo Serrano fez uma boa triangulação entre Marcinho e Willian, que se perdeu na jogada e foi desarmado. Aos 26 minutos, em cobrança de escanteio, Diego Jussani cabeceou sozinho e quase ampliou, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Buscando a vitória  para comemorar o acesso virtual a Série A, o Criciúma sentiu muito a falta do meia Kléber, que ficou de fora por problemas musculares. Sem o “maestro” o setor não funcionou apesar do esforço de Válber.

Válber, aliás, teve nos pés a chance do empate aos 33 minutos. Ele tabelou com Zé Carlos na entrada da área e ficou sozinho para marcar, mas o goleiro Ivan foi mais rápido e evitou a conclusão.

Aos 41 minutos aconteceu o lance mais polêmico da partida. Após uma dividida mais ríspida Marlon, do Tigre, e Jaílton, do JEC, trocaram empurrões e quando todos esperavam uma advertência com cartão amarelo o árbitro Sandro Meira Ricci surpreendeu todo o estádio ao expulsar os dois.

O Tigre voltou para a segunda etapa mais atrevido e aos quatro minutos quase empatou. Lins dominou a bola de costas para o gol e na virada chutou forte e acertou o poste. No rebote a bola sobrou para o artilheiro Zé Carlos mandar uma bomba, mas o goleiro Ivan fez um milagre e conseguiu espalmar.

O troco do Joinville veio aos nove minutos. Depois de deixar o marcador pelo meio do caminho o lateral Willian cruzou na medida para o artilheiro Lima, sozinho, errar o golpe fulminante de cabeça. Se Lima errou, Lins não desperdiçou uma oportunidade parecida dois minutos depois.

Na cobrança de escanteio de André Gava o atacante baixinho do Tigre desviou de cabeça e deixou tudo igual no placar. A festa tomava conta das arquibancadas do Estádio Heriberto Hülse e o clássico pegava fogo.

A virada do Criciúma se desenhou aos 16 minutos. Na cobrança de falta de Itaqui o goleiro Ivan espalmou para escanteio. A festa da torcida do Tigre deu lugar ao silêncio absoluto aos 18 minutos. Willian passou como quiz pela defesa e, livre, chutou de pé direito para fazer JEC 2 a 1.

A partir daí o Tigre perdeu forças e o Joinville começou a consolidar a vitória. Aos 27 minutos Eduardo venceu Matheus Ferraz pelo lado direito e cruzou para Marcinho desviar e fazer 3 a 1. Sem esperança de uma nova virada espetacular como aconteceu contra Ipatinga e América/RN, dezenas de torcedores do Criciúma começaram a ir embora.

O jogo parecia decidido, mas aos 41 minutos Zé Carlos foi derrubado na grande área e o juiz marcou pênalti, o primeiro a favor do Tigre nesta Série B. Com tranquilidade, Zé Carlos marcou o 26° gol na competição e o 40° na temporada, mas a reação parou por aí.

Criciúma 2

Douglas Leite; Éric (Valdo), Matheus Ferraz, Ozéia e Marlon; Diego Oliveira, Fransérgio, Válber (Itaqui) e Giovanni Augusto (André Gava); Lins e Zé Carlos
Técnico: Silvio Criciúma (interino)

JEC 3

Ivan; Eduardo, Diego Jussani, Maurício (Pedro Paulo) e William (Djair); Leandro Carvalho, Glaydson (Carlos Alberto), Ricardinho e Jailton; Marcinho e Lima
Técnico: Marcelo Serrano


Árbitro: árbitro Sandro Meira Ricci, auxiliado por Carlos Berkenbrock e José Roberto Larroyd

Gols: Glaydson (J) aos 12 minutos do primeiro tempo, Lins (Cri) aos 11 minutos do segundo tempo, Willian (J) aos 18 minutos do segundo tempo, Marcinho (J) aos 27 minutos do segundo tempo, Zé Carlos (Cri) aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Zé Carlos, André Gava, Giovanni Augusto (Cri), Ivan, Diego Jussani e Willian (J)

Expulsão: Marlon (Cri) e Jailton (J)

Renda: R$ 313.515,00

Público: 17.032  torcedores

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

Viva os noivos na tarde de acesso a Série A

03 de novembro de 2012 8

Vejam só amigos internautas o que acontece nesta tarde de festa no Estádio Heriberto Hülse: uma sessão de fotos para um book dos noivos Rodrigo Casagrande  e Paula Lupinn. As fotos são uma promoção da Rádio Eldorado.- Estou juntando as duas paixões: a namorada e o Criciúma – disse o noivo em entrevista ao colega radialista Márcio Cardoso.
O noivo “prometeu” que o casório será em 2o13, ano em que o Tigre vai estar na Série A.

Nação carvoeira chegando ao Estádio Heriberto Hülse

03 de novembro de 2012 0

A torcida do Criciúma começa a chegar ao Estádio Heriberto Hülse. Há pouco a direção do clube informou que todos os ingressos foram vendidos e as bilheterias foram fechadas. Criciiúma x JEC, portanto, terá lotação máxima.

Gilmar sobre boato de que teria sido afastado: " Não tenho problema de relacionamento com ninguém"

03 de novembro de 2012 0

Gilmar conversando com a imprensa. Foto: Maurício Vieira

ANDRÉ PODIACKI
andre.podiacki@rbsonline.com.br

O atacante Gilmar esteve na manhã deste sábado no Estádio Heriberto Hülse e conversou com a imprensa sobre o boato de que ele teria sido afastado do elenco do Tigre por um ato de indisciplina e que, também, teria sido multado em 10% no salário. Assim, como ele fez na sexta-feira, negou que seja verdade e aproveito para dizer que vai estar no Estádio apoiando os companheiros de time para conseguir uma vitória contra o JEC, às 16h20min.

- Não tenho problema de relacionamento com ninguém. E acho que a pessoa que falou isso foi maldosa. Ontem (sexta), eu vi na internet que eu teria cometido um ato de indisciplina e que teria até saído da concentração. Pô, tenho 28 anos nunca fiz isso quando era mais novo, vou fazer isso agora. Além disso, sou evangélico há seis anos. Vou do clube para casa e o torcedor quando me vê na rua sempre me cumprimenta – explicou Gilmar.

Visivelmente chateado, Gilmar explicou que está no Tigre para ajudar e que não aceita receber o salário sem dar retorno ao clube.

- O Rampinelli (diretor de futebol do Tigre) explicou que era uma opção técnica mesmo, e isso vou respeitar sempre. Eu não aceito receber dinheiro sem dar retorno. Eu não fico contente em ficar só treinando eu quero estar jogando. Gosto de mostrar meu valor e acima de tudo tenho que dar o retorno ao clube – disse.

Além de desmentir o boato, Gilmar fez questão de dizer que tem um ótimo relacionamento com a comissão técnica e com os colegas de elenco. Ele mostrou uma mensagem do meia-atacante Giovanni Augusto, onde o jogador pelo para o amigo rezar por ele, como exemplo de bom relacionamento.

- Me diz como tenho algum problema com algum jogador. O Giovanni Augusto, titular do time, me manda uma mensagem dessas pedindo para eu orar por ele. Acho que isso é uma confiança que ele tem em mim, como outros também têm. Já fui à casa de Giovanni orar pela mãe dele que estava com um problema de saúde. E sair uma notícia assim é muito constrangedor – finalizou Gilmar.

• Leia a mensagem de Govanni Augusto para Gilmar.

Foto: Maurício Vieira

Loja do Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, lotada antes de partida contra o JEC

03 de novembro de 2012 0

Foto: Maurício Vieira

ANDRÉ PODIACKI
andre.podiacki@rbsonline.com.br

Se a semana foi movimentada nas lojas do Tigre pelas cidade imagina em dia de jogo decisivo contra o Joinville, um clássico. O jogo começa só às 16h20min, assim o torcedor teve tempo de ir a loja comprar camisas e o novo boneco do Zé Carlos, uma novidade.

A fila está do lado de fora da loja e a entrada de pessoas tem que ser controlada pelo segurança para dar chance de todos poderem comprar. A espera é de 30 minutos, mas, até o momento, não teve reclamações. Dia de festa, que o torcedor do Tigre espera pode celebrar com uma vitória em cima do JEC.

Boneco de Zé Carlos chega na loja do Tigre e faz sucesso com a torcida

03 de novembro de 2012 2

Foto: Maurício Vieira

ANDRÉ PODIACKI
andre.podiacki@rbsonline.com.br

Já está à venda na loja Tigre Maníacos, no estádio Heriberto Hülse, o boneco do atacante Zé Carlos. A torcida que ficou muito tempo órfã de um ídolo tem no Zé Gol um novo herói que agora pode ficar guardado em casa.

Zé Carlos esteve no lançamento do boneco na manhã desta sexta. O valor é de R$ 49,90 e o suvenir tem um estoque limitado neste primeiro lote. Ele nem bem chegou na loja e já é sucesso entre crianças e marmanjos.