Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Elias"

Quarta-feira de despedidas no Heriberto Hülse

28 de novembro de 2012 0

Eric e Elias se despediram ontem do Criciúma. Foto Mauricio Vieira

A calmaria reinou no Estádio Heriberto Hülse nesta quarta-feira. A definição da permanência ou não do técnico Paulo Comelli ficou para a manhã desta quinta-feira, já que o técnico retornaria hoje de Gramado (RS), onde foi descansar com a família. Quem apareceu pelo HH foi o volante Elias e o lateral-direito Eric. Ambos não irão continuar no Tigre em 2013.

O lateral-direito chegou com a Série B em andamento, em substituição a Robert, que fora liberado, e deu conta do recado, principalmente na ausência de Ezequiel, que estava machucado. O jogador deve disputar o Paulistão, mas preferiu não anunciar o clube. Foi a primeira vez que Eric conquistou um acesso por um clube na sua carreira.

- Acho que foi uma ótima passagem. Conquistei o objetivo (o acesso) e disputei 14 partidas seguidas – avaliou o jogador, que acredita ter deixado boa impressão para voltar no segundo semestre, quando o Tigre disputa a Série A.

Elias é a novidade contra o Bragantino

31 de agosto de 2012 2

Elias recebe mais uma chance no meio-de-campo do Tigre. Foto Mauricio Vieira

O Criciúma terá o retorno dos laterais Ezequiel e Marlon e a entrada de Elias no meio-de-campo para enfrentar o Bragantino, nesta sexta-feira, a partir das 19h30min, no Estádio Heriberto Hülse. Em desespero, na zona de rebaixamento, o adversário terá no banco de reservas um velho conhecido da torcida do Tigre: o técnico Vágner Benazzi.

O retorno dos laterais titulares poderá oferecer a consistência defensiva que o time não teve contra o Guaratinguetá, quando os volantes tiveram que se desdobrar para guarnecer os flancos e esqueceram de proteger a zaga. A opção por Elias é natural, embora Rodrigo Possebon tenha sentido um problema muscular. Acredito que ele não seria mantido diante da fraca atuação em São José dos Campos.

O técnico Paulo Comelli não comandou o único treino realizado antes da partida, nesta quinta-feira à tarde. A missão ficou com o seu filho e auxiliar técnico, Bruno Comelli, que após um rachão, ajustou o posicionou dos 11 titulares no gramado. Paulo teve que comparecer a uma audiência judicial em Belém (PA) e nem retornou com a delegação de São Paulo na quarta-feira, segundo direto para o Norte do país.

Vale ressaltar a importância da vitória do Tigre nesta sexta-feira. Se vencer e o Vitória tropeçar, o Tigre poderá lutar para a ressumir a liderança da Série B no confronto direto com o time baiano pela 22ª rodada da competição. O jogo será no Estádio Manoel Barradas, em Salvador, que recebeu o maior público da Série B até o momento com mais de 32 mil pagantes. Será um jogo para quebrar recorde de público, mas primeiro é bom vencer o Bragantino, que tem apenas 15 pontos e vem de quatro derrotas consecutivas, mas motivado pelo discurso do “Rei do Acesso”, como é carinhosamente conhecido o técnico Vágner Benazzi.

Criciúma: Michel Alves; Ezequiel, Nirley, Matheus Ferraz e Marlon; Diego Oliveira, Elias, Kléber e Giovanne Augusto; Lucca e Zé Carlos.

Elias destaca força do grupo de jogadores do Tigre

12 de julho de 2012 1

Elias disputando bola com Ezequiel, que retorna ao time na próxima rodada. Foto Mauricio Vieira

O volante Elias foi o escolhido para participar da entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, antes do treino, na sala de imprensa do Estádio Heriberto Hülse. O jogador fez algumas partidas entre os titulares e destacou a qualidade do grupo de jogadores do Tigre que lidera o Campeonato Brasileiro da Série B com oito vitórias em 10 rodadas.

- Aqui temos bons jogadores que nem vão para o banco. Essa disputa interna é muito boa. Quem está no time, não pode relaxar – analisa o meio campista.

O jogador também falou sobre a importância de estar preparado para atuar quando for preciso.

- Vou dar 100% de mim. Estarei sempre preparado, jogando ou banco – complementa.

Elias aponta como positiva a passagem pelo Criciúma, devido ao fanatismo do torcedor e pela posição alcançada na competição nacional.

- É uma experiência ímpar. Todos estão olhando. Ao mesmo tempo, aumenta a pressão. Nunca joguei com um time com tanta torcida.
Mesmo com a grande fase, o volante aponta que a Série B é uma competição complicada.

- Os adversários têm dificultado muito. Na Série B não tem jogo fácil – diz Elias.