Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Congestionamento na entrada da Ilha

12 de janeiro de 2010 4

O trânsito de veículos é intenso na Via Expressa (trecho da BR-282 entre a BR-101 e a ponte Pedro Ivo Campos), na entrada de Florianópolis, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira. Nos seis quilômetros da via até ponte, o motorista enfrenta pontos de trânsito lento.

Também há lentidão sobre a ponte, principalmente para os motoristas que trafegam pelas duas faixas da direita em direção ao acesso à avenida Beira-Mar Norte.

Situação em outros pontos da cidade às 8h30min:

Avenida Beira-Mar Norte (Centro): Fluxo normal para um dia de semana. Sem filas.

SC-401 (Norte da Ilha): Movimento considerado normal. Sem congestionamentos.

SC-405 (Sul da Ilha): Lentidão nas imediações do Trevo do Rio Tavares. Polícia Militar Rodoviária (PMrv) ressalta que movimento parece estar menor do que o registrado normalmente.

Ponte Colombo Salles (saída da cidade): fluxo normal

Veja como está o trânsito na Capital

Postado por Felipe Rosa, na redação

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Jairo diz: 12 de janeiro de 2010

    Deixo uma sugestão: Façam uma pesquisa, dos serviços de onibus, interurbanos, que demandam à capital. Vejam os horários, os serviços de venda de passagens, as lotações, e o tempo em que estes horários são os mesmos.
    Façam uma pesquisa com os usuários, e uma pesquisa de mercado nas cidades, se houvesse mais horários de onibus, se não deixariam seus automóveis em favor do onibus. Vejam as demandas e as origens dos automóveis em direção ao aeroporto, nos horáripos de voos.
    Cobrem do DETER.

  • Jairo diz: 12 de janeiro de 2010

    Prezado blogueiro

    É o que dá, não ter disponibilidade de onibus.
    Agora mesmo, estou querendo ir pra Floripa, e gostaria ir de onibus.
    Mas não tem disponibilidade de horários e nem serviço de qualidade. Duas empresas fazem a linha, atendem desde Araranguá, Criciuma, Urussanga, Tubarão e Laguna. Os horários são os mesmos de trintra anos atrás. Um vergonha. Os serviços, são piores. Não fazem reservas, e temos que nos deslocar até a rodoviária, comprar a passagem, para viajar num outro momento

  • Jairo diz: 12 de janeiro de 2010

    Qual a relação das empresas com a política?
    Quantas estão determinando a sí próprias, sem prestar muita conta para os usuários?
    São concessões públicas quwe precisam ser melhoradas, atender demandas, e diminuir o transito e os congestionamentos.
    Qual o custo das passagens? Qual estudo existe para atender as demandas?
    Ninguém se interessa por isso. Só cobram asfaltos, duplicações, viadutos. Há soluções, mais se buscarem o atendimento coletivo. Quem se atreve?
    As intituições? Quais?

  • Jairo diz: 12 de janeiro de 2010

    vai congestionar tudo mesmo. O automóvel vai ser, e já está sendo o maior “mico” para os consumidores, para as cidades e administrações públicas. Com o maior foco no transito, perderemos investimentos na saúde, na educação, na segurança e na urbanidade. Burrice pura, ganacia, inconsequência e desastre.
    Prossigam desta forma e veremos. Em Floripa, agora a promessa é um túnel submerso, para atravessar um canal. Haja paciencia e dinheiro.

Envie seu Comentário