Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Flagrantes sem multas no primeiro dia de operação Fim de Tarde

12 de abril de 2010 29

Os congestionamentos não diminuíram nos principais pontos de operação Fim de Tarde, no centro de Florianópolis. Ao contrário disso, muitos motoristas que tentaram furar filas tiveram que dar voltas quilométricas.

Os infratores também não foram multados. Por outro lado, dezenas deles foram advertidos e encontraram pelo caminho cones obstruindo a passagem que lhes era comum um dia antes da operação da Guarda Municipal começar.

A intenção não é multar ninguém pelo menos por enquanto, mas sim impedir certos abusos.
Na rua Antonio Pereira Oliveira Neto, por exemplo, que dá acesso ao elevado que leva à Ponte Colombo Salles, a rua tem uma bifurcação que divide a pista em três. Duas faixas da esquerda ficam disponíveis para quem quer acessar o elevado e a da direita dá acesso ao Sul da Ilha.

Alguns motoristas fazem todo o percurso pela direita para chegar ao elevado, causando transtornos aos demais motoristas. Nesta segunda-feira, até as 18h30min, motoristas que tentavam furar a fila foram obrigados a ir em direção ao Sul.

Depois desse horário, a polícia mudou a posição dos cones e colocou uma placa avisando da operação, e, sem o erro dos motoristas, o trânsito passou a fluir normalmente.

Outros pontos

Das 17h às 21h, os guardas ficaram em quatro pontos do Centro para organizar o trânsito, que costuma ficar parado nesse horário. Na rua Gustavo Richard, muita gente insistiu em furar o bloqueio policial. Na Pedro Bittencourt, o maior problema foi o desrespeito à faixa exclusiva para ônibus.

No cruzamento das avenidas Gustavo Richard e Hercílio Luz, mais filas. As equipes ficaram no ponto para reprimir motoristas que dobram à direita na saída do túnel para enfrentar menos trânsito até a Ponte Colombo Salles, que leva ao continente.

Bookmark and Share

Comentários (29)

  • thiago diz: 13 de abril de 2010

    Fazer com que os motoristas respeitem a sinalização e não andem nas vias dos onibus tem que ser chamado de OPERAÇÃO? É falta do que fazer mesmo… do que adiantou a “operação”?

  • RAFAEL RICARDO diz: 13 de abril de 2010

    Bom Dia, Isso que estão fazendo já esta um absurdo, esses guardas municipais não tem nada de melhor para ficarem fazendo? Eles não perceberam ainda que estão só piorando mais ainda o transito? Do que que adianta eles colocarem o transito todo para apenas duas pistas ali apos o túnel, são 7 pistas que afunilam em apenas duas. Sem esses guardas o transito fluía bem melhor. ESTE TRANSITO DA CAPITAL ESTA UMA VERGONHA.

  • Paulo diz: 13 de abril de 2010

    Gostaria que outras policias fizessem esta operação na sc 401 no verão e na br 101 trecho sul.

  • Fabricio Stadnik diz: 13 de abril de 2010

    Nossa, depois de muito tempo voltei a ver os guardas municipais fazendo alguma coisa, pensei que estavam todos de férias coletiva, ou até mesmo teria exterminado com a guarda municipal, que vamos e venhamos não AGREGA ABSOLUTAMENTE nada para o nosso MUNICIPIO, trabalhar também é algo que eles parecem não gostar muito, pois não vejo guardas municipais no centro da cidade, muito menos em outros locais. Claro, viatura passeando nós acabamos vendo bastante, mas até a própria ação de multar os veículos que estacionam em locais proibidos, eles nao multam. Só delivery, ou seja, se alguém chamar p/ multar aparece um de moto p/ executar o serviço. Agora entregam essa missão, estão tentando achar alguma coisa para o guarda municipal fazer, sabe de uma coisa, não adianta colocar pessoas sem preparo algum, sem conhecimento … Prefiro que seja feito um investimento em policiais militares, com treinamento adequado e acabem com essa mamata que é a guarda municipal, que hoje só sabe andar de viatura p/ cima e p/ baixo, trabalhar que é bom, eles não se encarnam !! Organizar o trânsito em Floripa é algo muito complexo p/ uma guarda municipal como a nossa !! É O FIM!! TEM QUE ACABAR, tira essa guarda municipal, não serve p/ NDA !!

  • Genilson diz: 13 de abril de 2010

    Fechar ruas, e obrigar as pessoas a seguir determinado caminho, privando seu direito de escolher, somente é fruto de uma mente voltada ao passado e incapaz de pensar numa alternativa coerente como a do secretario de transportes.

  • Leonardo Mazziotti diz: 13 de abril de 2010

    Enquanto isso o terminal rodoviário Rita Maria continua sem acesso direto ao sul da ilha pelo fechamento do trânsito em frente ao Ticen, que não adiantou em nada para melhorar o trânsito na região e ainda obriga aos moradores do sul da ilha a trafegarem kilômetros em direção à beira mar norte para poder retornar ao sul da ilha quando saem da rodoviária….será que alguma autoridade pode me dar uma explicação para isso? Sou morador do sul da ilha e já sofro muito com o trânsito no trevo do campeche de manhã e no da seta a tarde e como se não bastasse ainda somos penalisados com o fechamento em frente ao Ticen.

  • Manoel H. Lino diz: 13 de abril de 2010

    Estão de parabéns os responsáveis pela operação. O trânsito nos locais da operação é ruim por falta de respeito dos motoristas e desrespeito as leis de trânsito. Já que a maioria de nossa população não foi bem educada, não podemos exigir o respeito aos outros, que seja forçado o respeito as leis de trânsito então! Começem a multar logo!

  • SIRLENE diz: 13 de abril de 2010

    ATÉ QUE ENFIM AS AUTORIDADES POLICIAIS FAZEM ALGUMA COISA PARA COIBIR ESSA CAMBADA DE ESPERTINHOS QUE QUEREM LEVAR VANTAGEM EM TUDO. NO CRUZAMENTO DA UFSC COM O CORREGO GRANDE TAMBEM PRECISAMOS DE UMA OPERAÇÃO DESSAS, NOS HORÁRIOS DE PICO

  • rodrigo diz: 13 de abril de 2010

    Parabéns Guarda municipal,

    agora sim estão tomando providências para dar flência ao trânsito nos horários de pico. E não pela multa, meu Deus, nem acredito nisso… e sim pela conscientização dos motoristas, pois para os estresados e apressados, pior que pagar a multa é ter de dar toda a volta e recomeçar na fila uahahahahhahahahha.

    mais uma vez, parabéns guarda municipal, agora sim, fazendo o seu papel.

  • JOYCE RIBEIRO diz: 13 de abril de 2010

    Esse trabalho da polícia facilita muito para as pessoas que moram no continente! É muito bom quando vemos que algo é feito em relação aos espertinho que acham que não precisam esperar e sim estão tentando furar fila o tempo todo, prejudicando o transito para os demais motoristas. É visivél a diferença no transito quando essas operações são implantadas. Já vi diferença no tempo que levei pra chegar em casa ontem!!

  • JOYCE RIBEIRO diz: 13 de abril de 2010

    Esse trabalho da Guarda Militar facilita muito para as pessoas que moram no continente! É muito bom quando vermos que algo é feito em relação aos espertinho que acham que não precisam esperar na fila e estão tentando furar fila o tempo todo, prejudicando o transito para os demais motoristas. É visível a diferença no transito quando essas operações são implantadas. Já vi diferença no tempo que levei pra chegar em casa ontem!!

  • sergio zomer diz: 13 de abril de 2010

    Esta operação é só uma maquiagem, pois o gargalo só é trasferido mais para traz, pois se voce entrar antes do cone não é multado, e tambem se voce vem do tunel, da prainha ou da Hecilio Luz, são 7 pistas para 2, que se encontram com mais duas na cabeceira da ponte onde das 4 pistas só podem usar 3 e todo mundo quer trocar de pista já no inicio, é complicado, a solução é dar vasão após a ponte senão fica dificil..

    Sergio..

  • Charles diz: 13 de abril de 2010

    Por que a polícia não cuida dos motoristas que bloqueiam cruzamentos quando estão numa fila? Atrapalham também quem quer entrar na ilha no fim de tarde. Filas na ponte se formam porque alguns motoristas ignorantes bloqueiam o cruzamento de quem acessa a Beiramar Norte saindo da ponte. Um pouco de educação ajuda!

  • Fabricio diz: 13 de abril de 2010

    Quem vê isso vai adiantar mesmo.. uma pouca vergonha.. tentam maquiar o verdadeiro problema com objetivo de iludir os cidadãos, como se isto que está sendo feito fosse uma possível solução para o trânsito.. pena de quem acredita.. guarda municipal não serve para nada.. só para os “belezas” ficarem na mala se achando a SWAT..

  • Henrique diz: 13 de abril de 2010

    É triste ver gente satisfeita com uma operação que não contribui em nada para a melhoria do trânsito na cidade. Isso é uma medida pra inglês ver… só foi criada pra dizer a sociedade que alguém está tentando fazer alguma coisa. O problema dos engarrafamentos no trânsito é falta de planejamento e responsabilidade dos idealizadores das vias e não dos motoristas. De nada adianta uma guarda municipal agressiva, que não vai diminuir filas, tampouco justificar sua existência. A população deveria é ficar indignada com uma medida paliativa desta, que além de não resolver o problema ofende a inteligência de todos. É uma vergonha!

  • Henrique diz: 13 de abril de 2010

    Concordo que a Guarda Municipal não serve pra nada, são uns despreparados, apenas uma ferramenta pra engordar cofres públicos com dinheiro das multas. Tudo que falaram é verdade. MAS, acho que essa operação é interessante. Temos muitos espertinhos na nossa cidade, que sempre querem trafegar pelo acostamento, ou cortam por fora numa fila e depois querem se enfiar na frente de quem ficou ali um tempão na fila. Essa galera tem mais é que ser multada mesmo, pra aprender a respeitar os outros. Volto de ônibus pra casa, ontem eu cronometrei o tempo que o ônibus ficou atravancado entre a saída do TICEN e a cabeceira da ponte. Foi quase metade do tempo. Nós precisamos é de uma Companhia de Engenharia de Tráfego urgentemente! E que o corpo funcional dela seja de bons engenheiros, porque os engenheiros que temos atualmente trabalhando no trânsito de Florianópolis ninguem merece.
    Fora guarda municipal, que venha uma CET bem composta.

  • Felipe diz: 13 de abril de 2010

    Uma dica é colocar placas na ponte colombo salles pedindo aos motoristas que não parem para trocar de pista. é bizarro o tanto de gente que vai a 10km/h dando seta esperando alguém também parar pra dar a vez, tenho vontade de levar pedra no carro e tacar em quem estiver fazendo isso.. baita egoísmo.. no mais, ontem o transito estava MUITO melhor realmente! parabens!!

  • JONATA diz: 13 de abril de 2010

    Pq eles não fazem a “operação bom dia” ao inverso? Tem que deixar o semáforo da rodoviária Rita Maria aberto para quem quer sair da ilha ou pelo menos mudar o tempo da sinaleira pq ela fica aberta somente 20s para quem quer ir em direção as pontes. A “operação fim de tarde” tem q multar mesmo quem tentar tirar vantagem, pq sempre tem um imbecil que numa dessas cortadas que eles dão la na frente que acaba colidindo com outro veículos, daí já sabe, os outros idiotas vão indo devagar pra ver o estrago e acabam atrapalhando mais ainda. Mas essas operações não são solução para os problemas. Eles deveriam mesmo era reservar duas pistas da ponte Pedro Ivo para quem quer ir em direção ao continente e vice versa, nos horários de pico. Tem que proibir que veículos grande e pesados (lentos) trafeguem pela via expressa pq é um tal de caminhão tentando ultrapassar caminhão, o que deixa o transito lento e vai em efeito cascata até o inicio da ponte.

  • Larissa diz: 13 de abril de 2010

    O pessol que está irritado com certeza eram aqueles que se acham espertões e furam as filas fazendo as pessoas educadas ficarem mais tempo nelas!
    Existem muitas pessoas mal educadas em Florianópolis e mais, acho que a guarda devia além de madarem da a volta também multasse os espertões!!!

    Parabéns pela iniciativa !!!

  • Gustavo diz: 13 de abril de 2010

    Se a guarda municipal não faz nada a população reclama…. se faz reclamam também… E o transito ontem estava bem melhor sim…. tanto que as filas acabaram bem mais cedo do que o normal.

    E na minha opnião tinha era que multar os motoristas “espertinhos” desde o primeiro dia… pois infelizmente este nosso povo imbecil só toma alguma providência quando a coisa começa a “doer” no bolso.

  • Alexandre diz: 13 de abril de 2010

    Deixa de ser vida torta, e para de reclamar.

  • Ivan diz: 13 de abril de 2010

    Isso que eu chamo tapar o sol com a peneira!!…o problema do trânsito não é a má organização e a falta de transporte público de massa, e sim os motoristas malandros…fala sério!! Vejam que as por imposição das empresas de Onibus, que não querem gastar combustivel, madaram com que a prefeitura colocasse aquela sinaleira sem noção para entrada nos terminais, atrapalhando em muito o deslocamento naquela região. Na verdade somos todos vítimas de uma cidade que é administrada por uma corja de MALANDROS, SANGUE-SUGAS do nosso dinheiro, e que só fazem é beneficiar aqueles que lhe interessam!!

  • Renato diz: 13 de abril de 2010

    DISCIPLINAR OS MOTORISTAS É NECESSÁRIO SIM!!! CHEGA DESSA GENTE INDIVIDUALISTA QUE SÓ PENSA EM SI!! Entretanto, a prefeitura está esquecendo do principal. Estimular FORTEMENTE o transporte coletivo. Carro é só pra quem realmente precisa e/ou em certas situações. Conheço muitas pessoas que poderiam tranquilamente deixar o carro na garagem e pegar o ônibus mas não o fazem por pura preguiça. Eu tenho carro e faço isso todos os dias. Percebam, o ciclo vicioso precisa ser quebrado. O transporte coletivo não é utilizado porque é ruim, mas também é ruim porque não é utilizado e a cobrança de qualidade por parte dos usuários não é feita de forma efetiva, com propostas de melhoria por exemplo. Não adianta nada só reclamar.

  • Adriano diz: 13 de abril de 2010

    Vejo que o maior problema não são os guardas ou a operação e sim aqueles que não utilizam o transporte coletivo para o trabalho, e fazem do uso do veículo sozinho, e isso se acumula com mais 100 mil carros com motoristas sozinhos nos carros.

    A Prefeitura e a Secretaria de Transporte deveria dar mais fluidez, preferenciais, melhoria e mais vias de passagem aos Ônibus Coletivos, nem que os carros fiquem eternamente congestionados (pois são minorias com grande poder de congestionamento), pois a mais prejudicada e maioria dos trabalhadores são usuários do transporte coletivo, nada mais justo atender preferencialmente á MAIORIA, não acham!!

  • Eduardo diz: 13 de abril de 2010

    Prezados,

    Acho que toda ajuda é boa. Quero de antemão parabenizar a guarda municipal de Florianópolis pelo trabalho desempenhado. Porém, para este caso é o mesmo remendar um sistema falho! A solução adotada pelos nossos representantes ñ funcionará a curto, médio ou longo prazo.
    Devido às características da cidade, temos ruas que ñ comportam o transito assumido pela simples postura da economia inconsciente, digo economia inconsciente, por que quero chamar atenção de vocês para um fato. Vamos simular uma simples família a passeio para algum Shopping da Ilha, com partida de São José, número de integrantes da família igual a quatro (Dois adultos e duas crianças [maiores que 5anos]).

    Sentido:

    São Jose (Forquilhinhas) -> Florianópolis = Custo R$ 2,45;
    Para quatro pessoas temos: (2,45*4)*2 = R$ 19,60 [Custo de ida/volta]

    Florianópolis (Terminal Integrado) -> Shopping Iguatemi = Custo R$ 2,20 com cartão;
    Para quatro pessoas temos: (2,20*4)*2 = R$ 17,60 [Custo de ida/volta]

    O total é de R$ 37,20.

    Com este montante qualquer família que hoje tenha caído nas graças dos financiamentos fáceis, compra um automóvel.
    Com ele terá plenas condições de exercer a economia inconsciente gerada pela simples conta, consumo do automóvel versus passagem de ônibus.
    A distância média entre os pontos adotados na simulação e de aproximadamente 20km, com um total de 40km no percurso total. Um automóvel que em média para rodar 10km consome 1 litro de gasolina, com seu custo de R$ 2,40 o litro, gastaria R$9,60 para percorrer todo o percurso. Adicionaremos mais R$ 3,00 do estacionamento do Shopping por 3 horas e uma depreciação médio por dia de R$ 10,00, teríamos no final um total de R$ 22,60.

    Então a economia inconsciente seria cerca de 40%.

    Tiro desta simulação qualquer vinculação que possa ver feito quanto a: tempo em transito, conforto e a realização da família em ter o seu carro próprio.

    Como que os nossos representantes querem que a população use o dito Transporte Coletivo, sendo que ele é o principal vilão da economia familiar?

    Só teríamos condições de melhorar o transito se houvesse menos automóveis circulando, ou seja, para que isso aconteça é necessário que o valor gasto por uma família para o transporte de ônibus tenha menor custo em relação ao transporte próprio.

    Eduardo Ludgero

  • loscar diz: 13 de abril de 2010

    Brasileiro não tem respeito por nada mesmo.
    É só colocarem os policiais para acabar com a farra dos furões de fila que já começam a reclamar.
    Deixem de ser mal educados, na europa nem precisaria da polícia pra isso, porque cada um tem consciência de que não deve ficar tentando levar vantagem em cima dos outros.
    A Guarda Municipal tá mais do que certa, e essa operação era necessária sim.
    O pior do Brasil é o brasileiro. Gentinha que gosta de arranjar “um jeito” pras coisas…
    Vai aprender na marra, e na base da multa, espero eu.

  • Orlando diz: 13 de abril de 2010

    Tem que fazer os espertinhos darem a volta na ilha se preciso. Claro que no primeiro dia as pessoas vão estranhar oq pode causar o atraso por curiosidade dos motoristas (coisa de brasileiro que é fã de desastre, não pode ver um guarda parado pra ficar procurando o acidente.) Mas depois que a operação virar rotina irá melhorar o fluxo do trânsito, principalmento para o pessoal de boa indôle que sofria mais de horas na fila enquanto espertinho passavam em poucos minuto pela direita.

  • eduardo diz: 13 de abril de 2010

    o que vemos nos comentários, é uma verdadeira vergonha…enquanto a guarda municipal faz por onde para amenizar o transito, impedindo que os espertinhos se aproveitem e tumultuem o transito, temos que ler comentarios de pessoas que nem sabem o que fazem aqui no planeta terra; dizendo que nao são preparados, que só a PM poderia resolver o problema, que a guarda nao faz nada, que nao se ve viatura da guarda no centro…etc…etc
    bando de ignorantes, que nao sabem a importancia que todas as instituições elencadas na CF de 1988 tem, como a PRF, PM, Bombeiros, Civil, Guarda municipal e a Ferroviária. Cada um cumpre a sua função, na medida que podem, lutando contra a falta de todos os recursos para exercer um bom trabalho a população.

  • MIRO CARPES AVAIANO diz: 13 de abril de 2010

    O BOM, É SABER QUE OS QUE SE ACHAM MUITO ESPERTOS, TIVERAM SUA SAFADESA COIBIDA!!! PARABÉNS PELA INICIATIVA E QUE CONTINUE!!!

Envie seu Comentário